Novo portal do Sisu deve gerar economia de R$ 25 milhões em cinco anos

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

O novo portal do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) deve gerar uma economia de até R$ 25 milhões para o governo federal nos próximos cinco anos. A avaliação é do ministro da Educação, Abraham Weintraub, para quem a iniciativa também vai auxiliar na realização da versão digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A aplicação do exame será opcional e a estimativa inicial é de 50 mil participantes, podendo chegar aos 100 mil.

Lançado na última segunda-feira (21), o novo portal tem um sistema responsivo que concentra as informações na nuvem, tecnologia que possibilita acessar arquivos e executar diferentes tarefas pela Internet, sem a necessidade de instalar aplicativos no computador.

“Migrar para a nuvem é fundamental, ainda mais com o objetivo de fazer o Enem digital no futuro”, disse o ministro, em entrevista exibida hoje (24) pela TV Brasil.

“No ano passado, gastamos R$ 2,5 milhões [com o sistema] e neste ano vamos deixar de gastar R$ 15 milhões. Nos próximos cinco anos, vamos economizar R$ 25 milhões. Então, é uma economia muito expressiva, uma economia de R$ 2 milhões, R$ 3 milhões. já é uma escola a mais, uma creche a mais”, acrescentou.

O novo portal permite acessar o Sisu pelo computador, celular ou tablet e gerar relatório diretamente da página.

De acordo com o ministro, a medida possibilitou atender à demanda de inscrição. “Foi uma decisão acertada, pois a demanda do Sisu, neste ano, foi muito acima do no ano passada. O recorde por minuto de acessos era de 3.500 e, neste ano, foi para sete mil acessos”, afirmou.

Weintraub falou ainda sobre a lentidão apresentada pelo sistema na terça-feira (21), quando começou o período de inscrições. De acordo com o ministro, a instabilidade ocorreu devido ao grande número de acessos em um curto espaço de tempo.

“As pessoas têm a semana toda para acessar o sistema, mas todo mundo quer acessar o sistema no primeiro minuto, no primeiro momento. Com essa tecnologia nova, há muita resposta via acesso de celular, mobile e, com isso, as pessoas estão usando mais o celular, o que demanda mais capacidade. O sistema teve um ajuste, gerou uma certa lentidão no primeiro dia, mas ninguém saiu prejudicado”, disse Weintraub.

Após o problema, o Ministério da Educação decidiu prorrogar as inscrições no Sisu até as 23h59 de domingo (26), dois dias a mais do que o estipulado no edital.

Balanço divulgado na manhã de ontem (23) pela pasta mostra que 2.772.054 já haviam sido realizadas.

“A gente está migrando cada vez mais para as mesmas abordagens que são feitas na iniciativa privada. É nuvem, são processos mais modernos. O objetivo é atender bem ao usuário, sabendo que, na iniciativa privada, quando há um pico de demanda como esse, também acontecem gargalos. Com a nuvem, conseguimos reagir rapidamente”, afirmou.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    A roda gira
    O gigante acordou esta em boas mãos.
    Bons administradores pensando e já colocando em prática.
    Isto sim da resultado e a população agradece.
    Esse Ministro da Educação já é merecedor de um OSCAR pelo belo trabalho

    • WRMedeiros disse:

      Um ministro da educação que não sabe escrever… É muita cegueira desses bolsomions… Em nada muda dos seguidores do luladrão.

Câmara Municipal de Parnamirim lança novo portal de notícias e serviços

Moderno, prático, acessível e ainda mais transparente. Assim ficou o novo portal da Câmara Municipal de Parnamirim, que já está no ar através do endereço eletrônico: www.parnamirim.rn.leg.br. Primeira etapa de mudanças do portal inclui simplificação das páginas e maior adaptação a dispositivos móveis.

“Esta iniciativa representa um importante avanço na política de transparência ativa e acessibilidade às informações e fiscalização das atividades elaboradas pelos parlamentares e pela casa legislativa como um todo, que passarão a estar ainda mais fácil e disponível à população”, frisou o presidente da Câmara, vereador Irani Guedes.

Com uma tecnologia moderna, e totalmente adaptável a qualquer dispositivo móvel ou navegador, o novo portal passa a ser visualmente mais acessível e de fácil entendimento. As alterações incluem linguagem mais simples, a fim de facilitar a compreensão dos conteúdos, e mecanismo de busca mais ágil e preciso.

“O novo portal foi todo desenvolvido de acordo com a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal), com diferentes níveis de acessibilidade simplificando o acesso aos principais serviços que são disponibilizados pela Câmara, como o Portal da transparência, acervo dos vereadores em exercício, Ouvidoria, Procon Câmara, Mídias Sociais, entre outros”, explicou o engenheiro de computação e desenvolvedor do portal, Rafael Buriti.

Modificações e segunda etapa

Nesta primeira etapa, houve alterações na estrutura de navegação do portal, que foi simplificada; na home page, que agora privilegia áreas de interesse do cidadão, como por exemplo, o ícone do portal da transparência, serviços, entre outros. “O menu principal disponibiliza ao usuário do portal o acesso a todos os serviços disponíveis na câmara sem precisar acessar outra cessão para isso”, concluiu Rafael.

Para a segunda etapa, a Câmara planeja implantar ferramentas que ofereçam suporte de navegação aos deficientes visuais e auditivos. “Nas próximas semanas, o portal ganhará uma ferramenta que facilitará ainda mais o acesso aos deficientes visuais e auditivos em conformidade com a Lei Brasileira de Inclusão”, finalizou o presidente da Câmara, Irani Guedes.