Geral

IEL-RN lança edital de inovação para unir startups e indústrias em busca de Soluções 4.0

Foto: Divulgação

O Sistema FIERN, por meio do IEL-RN, acaba de lançar o primeiro edital de incentivo às startups em conjunto com o desenvolvimento tecnológico das indústrias. O “Programa Soluções 4.0 – Negócios Inovadores”, tem como objetivo criar uma ponte entre startups que tenham ideias que otimizem o trabalho e a rentabilidade de empresas do ramo industrial, criando o ambiente para que essas últimas possam atuar como “investidores anjo”.

O presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales, recebeu das mãos do diretor de Inovação e diretor regional do IEL-RN, Djalma Barbosa Cunha Jr o primeiro edital na área lançado pelo Sistema Indústria. “Este edital é único e pioneiro. As empresas que inovam precisam de novos projetos, e as startups precisam dessa aposta em seu potencial”, destacou Amaro Sales.

Este é o primeiro edital lançado pelo IEL-RN e visa captar empresas investidoras com potencial para investir em empreendimentos e startups que disponham ou construam negócios, envolvendo demandas e interesses comuns, resultando no desenvolvimento de soluções inovadoras sustentáveis, escaláveis, de inovação, gestão, de base tecnológica, digital ou social.

Para o diretor de Inovação, Djalma Jr., esta é uma oportunidade de aproximar empresas startups e investidoras. “Este é o momento em que as startups podem ser alavancadas e a solução apresentada ser a definitiva. Precisamos escalar estes projetos. Este é o momento”, enfatizou durante a apresentação do edital.

De acordo com a coordenadora do NAGI, Susie Macedo, o Programa Soluções 4.0 oportuniza a conversão de ideias e definições estratégicas, de modo a viabilizar soluções, transformando-as em resultados reais para ambos, proporcionando experiências inovadoras e rentáveis para o mercado. “Com o fornecimento de conteúdos qualificados, do estímulo de ações e conexão que gerem negócios entre Empresas Aceleradoras e Startups, dispondo essencialmente de apoio e colaboração do NAGI / FIERN. Os públicos alvos são Empresas Investidoras e Startups”, informa o material do lançamento do Programa.

O cronograma do programa inclui 3 fases. A primeira é voltada para a inscrição das startups. A segunda, para a inscrição das empresas investidoras. A terceira e última fase é para apresentação das soluções. O edital com o cronograma completo, informações e inscrições no site do IEL http://www.rn.iel.org.br/negocios-inovadores.

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Ciro Gomes investe em “3ª via” e se lança como candidato ‘nem Lula, nem Bolsonaro’

Foto: Reprodução

O ex-governador do Ceará e pré-candidato às eleições de 2022 Ciro Gomes (PDT) se lançou como candidato à terceira via. Em vídeo publicado nas redes sociais nesta segunda-feira (12), Ciro diz que o “mais difícil” é saber “o que devemos fazer” no projeto do País. “Porque o mais fácil a gente sabe o que é: nem Lula, nem Bolsonaro”.

De acordo com o pré-candidato, suas críticas contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que vêm se intensificando nos últimos meses, têm em vista o que o ex-presidente “diz que fez e não fez”. “É pelo que ele fez de errado e tentou esconder. E, principalmente, pelo que ele fará e não terá condições de fazê-lo”, afirmou o pedetista. Na avaliação de Ciro, Lula não tem um projeto claro para comandar o Brasil. “Não tem nova proposta nem energia sincera para fazê-lo”.

Já nas críticas contra a reeleição do chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (sem partido), Ciro diz que condena tudo o que o presidente representa. “As mentiras e as traições que cometeu e vem cometendo contra o povo brasileiro e maldade e a destruição entranhadas em sua alma”, declara. Ciro classifica que Bolsonaro representa “atraso, trevas e tragédia”.

“Eu tenho um plano completo para tirar o Brasil desse dilema”, garante Ciro.

Ao se lançar como a solução da polarização entre Lula e Bolsonaro, o ex-governador do Ceará aproveita os dados do levantamento Genial/Quaest, divulgado na quarta-feira (7), que mostrou que 31% dos brasileiros dizem que não gostariam que nem Lula da Silva nem Bolsonaro vencessem as eleições. Segundo a pesquisa, 57% dos entrevistados ainda estão indecisos sobre a intenção de voto para o pleito de 2022.

Estadão

 

Opinião dos leitores

  1. Bolsonaro tá esquecendo que tem mais gente andando de ônibus do que de moto. Ele num se ligue não.

  2. Se Bolsonaro continuar falando merda do jeito que fala, vai afundar… Não está se comportando a altura do cargo, votei nele mas do jeito q vai, vai abrir brecha p Ciro. E se brincar Bolsonaro vai ser o Terceiro. Ele está desqualificando o brilhante governo dos seus ministros, infelizmente.

  3. Ciro não ganha,tem os mesmos arrobos do Bozo.Melhor o profeta,poeta,declamador de prosas,Mandeta!!!!

  4. Quando começar a disputa no segundo turno, terei dúvida se irei votar em Ciro ou em Lula. Acredito que quem ganhar, fará bem melhor que o atual Presidente.

    1. Quando começar???
      Kkkkkkk
      Ja começou desde o dia da posse do Mito.
      Estamos reeleitos de lá pra cá não apareceu um adversário a altura. vamos pra proxima posse.
      Chupa petralhada!
      Kkkkkkkkkkkkkkkk

    2. Continua com seu pensamento, pois ele vai ser eterno. Escolheu bem seu apelido kkkk

  5. Ai dentro!!!!!!!!!!
    Cirão é um descontente com o PT, é ele e a Marina Silva com dor de cotovelo porque o ladrão Lula não apoia eles.
    Tô fora!!!
    Irrrrrrhuuuuuuuuuu!!!!!
    Mito 2022 até 2026.

  6. Esquerda nunca mais. Curei-me. Ser-me-ia louco se a aceitasse. Representa tudo que não concordo como cristão. Acordei.

  7. Sai fora Cirão!!
    Deixa de siscado que nem galinha choca.
    Vc nunca foi e nunca será a melhor opção pra se votar.
    Ate bem pouco tempo vc tava lambendo as botas de Lula ladrão atrás que ele te apoiar nesse teu projeto de ambição.
    Sai fora o Brasil sabe que vc é farinha do mesmo saco, tá dizendo isso agora porque o ladrão te rejeitou.
    É vc e a Marina Silva, dois descontente e dois derrotados, sendo assim o Brasil vai com o doido mesmo, até aparecer outro MITO outra vez, o que não é fácil a essas alturas do campeonato.
    Tchau!!!!
    Ficam aí chupando o dedo viu???
    É shou!!
    Papai!!!

    1. Um cara de esquerda, pró-drogas e pró-aborto? Variante Delta do PT e PSOL. Deus nos livre. Mas o apelido dele devia ser “Margem de erro” nunca passa de 3% em eleição.

    2. Em termos é mesmo… não gostaria que fosse presidente, mas entre ele, Minto e Lularápio, prefiro dar uma chance ao Coroné… mais ainda espero um candidato da terceira via mais centrado…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Autora potiguar lança o seu primeiro livro no gênero ensaio sobre feminismo

Fotos: Divulgação

Com o tema ‘Desmistificando o feminismo: e a mulher inventada pelo machismo’, a potiguar Carla Fernandes lança neste domingo(20), 16h seu primeiro livro abordando os diversos aspectos sobre feminismo – assunto que nos tempos atuais necessita ser melhor compreendido para evitar a contínua reprodução de ideias e comportamentos equivocados que contribuem para manutenção das desigualdades e violências exercidas historicamente contra as mulheres.

O lançamento contará um bate-papo no instagram entre a autora (@carlafernandesbarros), a editora Débora Gil (@editoraescaleras) e Gabriela Oliveira (@goadvocate). Ao final será feito um sorteio de um exemplar entre os participantes.

Utilizando uma linguagem simples e relacionando vivências do cotidiano com eventos históricos, os capítulos do livro- publicado pela Editora Escaleras- trazem reflexões sobre as faces do machismo, a caricatura criada sobre o feminismo e as mulheres em geral.

“A proposta do livro é possibilitar uma reflexão sobre as mentiras absurdas disseminadas na sociedade sobre as mulheres e o movimento feminista, além de desmascarar o machismo cotidiano que nos envolve com ares de comportamento natural, mas que, na verdade é uma fonte incessante de violência contra a mulher”, destacou Carla.

No período da pré-venda, Carla realizou lives nas redes sociais com diversas mulheres, entre elas a filósofa Márcia Tiburi, a pesquisadora Fernanda Abreu, Top Model Fluvia Lacerda, entre outras.

“Um livro potente e extremamente didático sobre o feminismo. Em poucas páginas, que trazem desde fatos históricos até situações cotidianas, a autora conseguiu deixar clara a necessidade premente de que cada vez mais mulheres tenham vontade de conhecer esse movimento político e social, tão importante para nossas vidas”, disse Celimari Castim, administradora do perfil Leituras e Mulheridades no Instagram.

O livro pode ser adquirido no site www.editoraescaleras.com.br ou diretamente com a autora por meio do perfil do instagram @carlafernandesbarros. Preço do livro: R$ 55,00

MINIBIO DA AUTORA

Carla Fernandes é feminista, professora universitária (UERN), doutora em ciências jurídicas e sociais, escritora, mãe, apaixonada pela transformação que os livros provocam nos seres humanos e pela revolução social que uma educação libertária é capaz de promover.

Em 2020, publicou em co-autoria o livro Lawfare, O Calvário da Democracia Brasileira, sendo autora de outros artigos jurídicos e palestrante em temas relacionados aos direitos das mulheres, direitos humanos e direito penal.

LANÇAMENTO ONLINE DESMISTIFICANDO O FEMINISMO

Instagram de Carla Barros(@carlafernandesbarros), a editora Débora Gil (editoraescaleras) e Gabriela Oliveira (@goadvocate). Ao final um livro será sorteado entre os participantes.

DETALHES DO LIVRO

Origem: NACIONAL
Edição: 1
Ano: 2021
Assunto: Ensaio
Idioma: PORTUGUÊS
País de Produção: BRASIL
ISBN: 978-65-89498-06-3
Encadernação: BROCHURA
Altura: 21,00 cm
Largura: 14,00 cm
Nº de Páginas: 160
Publicado pela editora Escaleira

Opinião dos leitores

  1. Feministas pregam igualdade?
    Indago porque nunca vi uma pregando que mulheres prestem serviço militar obrigatório, nunca vi uma defendendo o fim da pensão vitalícia para filhas de militares, nunca vi sequer uma trocando pneu furado enquanto o homem fica na sombra.
    Feminismo é o outro lado do machismo e se equivalem. Ambos são doentes.

    1. “Feminismo é o outro lado do machismo e se equivalem” essa frase definiu bem o feminismo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Prefeitura do Natal lança projeto Rota do Sol Nordeste entre Natal e Fortaleza

Foto: Alex Régis/Secom

A Prefeitura do Natal lançou nesta terça-feira (15), no Palácio Felipe Camarão, junto à Secretaria Municipal de Turismo de Fortaleza, o projeto “Rota do Sol Nordeste – Turismo Integrado Natal/Fortaleza” com o objetivo de promover e fortalecer o turismo regional entre as duas capitais, incluindo ainda as praias de Pipa (RN) e Canoa Quebrada (CE) no roteiro.

O lançamento do projeto realizado pelo prefeito Álvaro Dias contou com a assinatura do termo de cooperação técnica entre os secretários de turismo de Natal e Fortaleza, Fernando Fernandes e Alexandre Pereira, respectivamente. O evento contou ainda com a presença do Secretário de Turismo de Tibau do Sul, Lavoisier Macena, do presidente da ABIH do Ceará, Régis Madeiros, da vice-presidente da Abav, Ohana Fernandes, do presidente da comissão de turismo da Câmara Municipal de Natal, vereador Hermes Câmara, além dos secretários e demais autoridades municipais envolvidos.

O prefeito do Natal, Álvaro Dias, reforçou a importância do setor para a cidade e do projeto Rota do Sol para aquecer e voltar a impulsionar a economia neste momento de crise que o turismo vive diante da pandemia da Covid-19. Para ele, esta parceria vai marcar a retomada do turismo na cidade do Natal, gerar emprego e renda de um contingente alto de pessoas que vivem desse setor. “Não podemos falar em pontos turísticos brasileiros sem citar Natal e Fortaleza. Sempre que tem pesquisas no Brasil, as duas cidades aparecem pelas suas belezas naturais, destacando as praias e paisagens maravilhosas”, afirmou Álvaro Dias. “Unindo esforços, dividindo despesas, fazendo uma boa divulgação, buscando parcerias, participando de feiras, tenho certeza que iremos atrair várias pessoas para conhecer e ter a vontade de visitar de novo. Esse projeto vai alavancar não somente o turismo em Natal e Fortaleza, como também, todas as demais cidades do Nordeste”, comemora o prefeito.

O turismo regional se tornou uma alternativa em tempos de pandemia. As viagens entre os estados, mais curtas e mais seguras, tomaram lugar das viagens mais longas, inclusive internacionais. A tendência é que o setor conquiste ainda mais espaço na preferência dos turistas com o avanço da vacinação nas capitais.

De acordo com Alexandre Pereira, secretário do Turismo de Fortaleza, o projeto foi inspirado nas experiências dos países europeus, onde é comum o turista chegar ao continente por um país e sair de lá por outro. “É uma honra lançar este projeto piloto. Ele é inovador, pois é a primeira vez que duas capitais se unem para se promoverem juntas, ao invés de disputarem o mesmo turista. Isso é ousado. Já visualizamos expandi-lo em breve”, ressaltou.

Concebido no final de 2019 para ser lançado no primeiro semestre de 2020, o projeto ficou parado devido à pandemia. Na prática, o projeto consiste em um pacote de uma semana de viagem nestes destinos. A ideia é que o turista inicie a viagem por uma das capitais e volte para casa pela outra.

Para o secretário municipal do Turismo de Natal, Fernando Fernandes, o momento é emblemático, devido à pandemia, para geração de emprego e renda. “Sabemos que o turismo foi o primeiro setor a sentir o impacto da pandemia. Essa ideia surgiu antes de tudo isso, mas hoje vemos que ganhou força, pois há uma demanda maior por viagens internas. Por outro lado, o projeto impulsionará a economia nesses municípios, onde o profissional de turismo está ávido por voltar a trabalhar como antes. Natal e Fortaleza não são concorrentes, se complementam. Vamos somar esforços para incentivar o turismo regional”, disse.

O projeto também já conta com um roteiro detalhado, com sugestões de passeios diversificados, indo do turismo de aventura ao de contemplação, compras, ecologia e balada, entre outros, e prevê ainda a divulgação do produto em feiras, road trips e outros eventos.

O projeto tem como parceiros a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis Nacional (ABIH); a Associação Brasileira de Agências de Viagens do Rio Grande do Norte (ABAV); Foco Operadora de Turismo; o Natal Convention Bureau (NCB); a Prefeitura de Aracati, no Ceará; a Prefeitura de Tibau do Sul, no Rio Grande do Norte; o Sindicato das Empresas de Turismo do Rio Grande do Norte, (Sindetur); e o Sindicato dos Hotéis, bares e restaurantes (SBHRS).

Ranking

Natal aparece na oitava posição dentro da categoria Destinos em Alta do ranking da Traveler’s Choice Awards, pesquisa do renomado site de viagens Trip Advisor, como intenção de viagem para este ano de 2021. Entre as belezas naturais da cidade, o site cita as praias, o cinturão verde com vegetação de Mata Atlântica do Parque das Dunas que compreende a Via Costeira, e as dunas das praias no litoral norte, além de citar a afirmação da NASA de que está aqui o ar mais puro do continente.

 

O turismo é uma das principais atividades econômicas de Natal e tem recebido atenção especial da gestão Álvaro Dias, incrementando o setor. Entre os investimentos estão a obra do Terminal Turístico da Redinha, iniciativas para movimentar áreas turísticas da cidade, como Ponta Negra e praias urbanas da Zona Leste, melhorando infraestrutura como iluminação e área de passeio para pedestres.

Opinião dos leitores

  1. Tem que melhorar,aquelas pedras em Ponta Negra são viveiros de ratazanas,no Tirol a avenida Afonso Pena suja,no sábado deveriam fazer uma limpeza,e até no domingo,paga-se por lixo recolhido,certa vez paguei um rapaz para limpar o canteiro proximo a igreja Santa Terezinha e os buracos…,perto da espacial tem 3 enormes….

  2. Cidade suja, sem praças, escura, esburacada, praias urbanas abandonadas, Ponta Negra degradada, insegurança…Só desinformado para gastar dinheiro aqui.

    1. Por tudo isso , João Pessoa se torna a cada dia mais aprazível para turismo e moradia… E pensar que há pouco mais de dez anos quem morava em JP só tinha duas opcões: Natal ou Recife…

    2. Vai morar lá ! Só assim deixa de encher o saco por aqui, esquedista

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Prefeitura de São Gonçalo lança edital do Festival Literário Dona Militana

Foi lançado na última sexta-feira (4), o edital do Festival Literário Dona Militana da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante/RN. Serão premiados 21 projetos de obras literárias inéditas, produzidas por são-gonçalenses, em oito categorias: Poesia, Conto, Crônica, Dramaturgia, Romance, Literatura de Cordel, Literatura Infanto-juvenil e Revista de Fotografias.

O evento é promovido pela Fundação Cultural Dona Militana (FCDM) e terá premiações de R$ 16 mil, oriundos do Fundo Municipal de Cultura. “Mais uma ação de valorização e apoio aos artistas da nossa cidade, dessa vez incentivando a produção literária e visual”, destaca Abel Neto, presidente da FCDM.

A inscrição é gratuita e pode ser feita até do dia 9 de julho. Os projetos devem ser enviados por e-mail (festivalliteraril@gmail.com), ou entregues presencialmente na FCDM, localizado próximo ao campus do IFRN, na Rua Professor Belchior de Oliveira, S/N, Centro.

O processo será conduzido por duas comissões instituídas pela fundação, Comissão Técnica de Habilitação e a Comissão de Avaliação de Projeto (CAP), além de especialistas de literatura para acompanhar e auxiliar o julgamento.

A descrição das categorias, informações sobre documentação e todo o cronograma estão no edital publicado no Jornal Oficial do Município (JOM).

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

“Sistema penitenciário não pode ser tratado como um depósito de pessoas”, diz Fátima, no lançamento do Plano de Educação para o Sistema Prisional

O Governo do Estado lançou o Plano Estadual de Educação para Pessoas Privadas de Liberdade e Egressas do Sistema Prisional, com o objetivo de fomentar a atividade educacional com orientação pedagógica, elevar o nível de escolaridade, o desenvolvimento humano e a reintegração social dos apenados. O sistema penitenciário está seguro, sob controle, disciplinado e avançando em ações de trabalho e de educação como forma de diminuir a reincidência criminal. Atualmente, cerca de 500 internos têm acesso à educação no Rio Grande do Norte.

Para a governadora Fátima Bezerra, o Plano traduz o compromisso do Estado com a cidadania e dignidade, inserindo a educação como forma de ressocialização. “O Sistema Penitenciário não pode ser tratado como um depósito de pessoas como era antigamente. A ressocialização influi diretamente na sociedade e no problema da criminalidade e da segurança pública”, disse. A governadora citou a importância da presença dos reitores da UFRN, José Daniel; IFRN, José Arnóbio; UFERSA, Ludmila Carvalho; e a representante da UERN, professora Irene Vandembergue. “Muito nos honra a parceria do Governo do Estado com essas instituições”, disse. “Estamos aqui tratando do futuro do nosso Estado, mostrando o compromisso com essa iniciativa”, afirmou o reitor José Daniel.

O secretário da Administração Penitenciária (Seap), Pedro Florêncio Filho, apresentou o Plano e os números da educação no sistema prisional do Rio Grande do Norte. “Há dois anos, éramos o último colocado no Brasil, sem ações de educação. Avançamos, mudamos paradigmas, e ainda temos muito a crescer. Entendo que a educação transforma e pode colaborar para a segurança pública”, disse.

Atualmente, a Seap contabiliza 82 internos em alfabetização, 317 no ensino fundamental, 43 em ensino médio, 19 em ensino técnico e 29 no nível superior. Na atual gestão, a Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta; a Cadeia Pública de Caraúbas; a Cadeia Pública de Nova Cruz; a Cadeia Pública de Apodi;  a Penitenciária Agrícola Doutor Mário Negócio, em Mossoró; o Complexo Penal João Chaves Femino; o Complexo Penal Regional de Pau dos Ferros e a Penitenciária Estadual do Seridó, em Caicó, receberam seis mil livros, mais de 700 conjuntos de mobiliário escolar (mesas e carteiras), salas de aula e espaços multifuncionais com recursos do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

O plano tem  vigência de 2021 a 2024. Apresenta as metas e objetivos a serem alcançadas na educação das pessoas privadas de liberdade, definindo as competências para cada secretaria e parceiros. Prevê ações para todos os níveis de educação, além dos exames nacionais e a qualificação profissional.

Para acessar o Plano Estadual de Educação 2021/2024, clique aqui.

Opinião dos leitores

  1. Enquanto isso os alunos do Estado são tratados como lixo, são colocados em última opção. Quero ver se ela vai ser responsabilizada por deixar os alunos sem aula por todo esse tempo

  2. Quero lembrar que nossas escolas tem sido tratadas como depósitos de jovens. Nosso futuro.

  3. Concordo com Fatao GD, só que infelizmente está havendo uma inversão de valores, o estado está literalmente abandonado, sem investimento em nenhuma área, falido, respirando por aparelhos, aí ela anuncia um fato desses, no mínimo questionaveis o momento e a prioridade.

  4. Enquanto isso, há mais de um ano os alunos das escolas públicas estão sem aulas. O nome disso é prioridade.

  5. Ora, se o partido dela é uma facção não admira os “mimos” com os hóspedes dos presídios. Não é à toa que o eleitor do PT é denominado PeTralhada. Elementar.

  6. Parabéns pela iniciativa Governadora Fátima! Educação e Cultura, é o único caminho para a transformação social que o Brasil tanto anseia, principalmente, o Nordeste! Invista em cursos técnicos, e também foque nas escolas estaduais, em frente educação potiguar. Ressocialização é o bem que devemos sonhar para os apenados!

    1. deixa as crianças sem aula por quase dois anos. deixa o Estado sem segurança. Fatima agora quer que os presos estudem. FORA PT

    1. Qualquer um, menos essa Desgovernadora Fátima.
      O pior dos piores, ainda é melhor que ela.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

FIERN lança RN Exporta Mais para apoiar ingresso de pequenos negócios no comércio exterior

A Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN), em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE-RN), lança o projeto “RN Exporta Mais” voltado para apoiar pequenos negócios potiguares que possuem potencial para a exportação de produtos e serviços.

O workshop de lançamento da iniciativa acontece na próxima quarta-feira, 19, a partir das 17h. A programação do evento conta com duas palestras. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas pelo link http://bit.ly/RNexportamais

A primeira exposição, sobre os mercados estratégicos e como priorizá-los conforme o negócio, será ministrada por Alessandra Giovana, que há 18 anos atua com Inteligência de Mercado Nacional e Internacional, criando estratégias e apoio às empresas no processo de internacionalização.

A segunda apresentação será com Fabrizio Panzini, que atua na área de Políticas de Integração Internacional na CNI e vai apresentar as formas para as empresas do RN aproveitarem os acordos internacionais que o Brasil possui com algumas nações.

O objetivo do “RN Exporta Mais” é aprofundar a preparação de empresas para o mercado internacional, dando continuidade aos processos de preparação já existentes no RN, como, por exemplo, o Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX).

A FIERN, através do Centro Internacional de Negócios (CIN), presta serviços de consultoria dirigida à elaboração de planos de logística internacional. O responsável técnico do CIN-FIERN, Luiz Henrique Guedes, explica que o público alvo são empresas que tenham tido alguma experiência no mercado externo, que queiram agregar novos conhecimentos ou que possuam potencial para exportar.

“Estamos aqui para ajudar a abrir as portas do mercado exterior para as empresas potiguares de acordo com o grau de maturidade”, explica. O programa vai ofertar diagnósticos e consultorias para a elaboração do plano de internacionalização.

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Ministério da Saúde lança estudo para entender comportamento da Covid-19 em 274 cidades do país, e Queiroga diz que ‘negacionismo é negar o que o governo federal tem feito no investimento na pesquisa’

Foto: Agência O Globo

Em evento de lançamento da pesquisa PrevCOV, sobre a prevalência de infecção pela Covid-19 no Brasil, realizado nesta quarta-feira, o ministro da Saúde Marcelo Queiroga afirmou que “negacionismo é negar o que o governo federal tem feito no investimento na pesquisa, na ciência e na tecnologia”.

As declarações foram percebidas como respostas às críticas feitas ao governo federal durante a CPI da Covid no Senado, que investiga possíveis ações e omissões do governo Bolsonaro no combate à pandemia. A CPI começou a ouvir nesta terça-feira ex-ministros da Saúde antecessores de Queiroga durante a atual gestão.

O novo estudo, que deve começar em junho, é, informou a Saúde, um dos maiores do mundo sobre a soroprevalência do coronavírus. A pasta quer estimar a prevalência da infecção pelo coronavírus nas capitais, nos estados e nas regiões metropolitanas.

Entre os principais objetivos está mapear a extensão da transmissão do vírus e compreender o comportamento da doença no país e seus determinantes, como características demográficas e epidemiológicas dos participantes.

A amostra utilizada será semelhante à aplicada pela Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), do IBGE. Ao todo, serão coletados dados em 274 cidades, com abrangência de 62 mil domicílios nestes locais e público alvo de 211.129 indivíduos. O investimento é, de acordo com o ministro, de R$ 200 milhões.

— (Este) é um governo que tem investido fortemente na pesquisa. Não só em relação a inquéritos epidemiológicos como esse, mas em pesquisa de fármacos inovadores, em fomento ao complexo industrial da saúde. Negacionismo é negar o que o governo federal tem feito no investimento na pesquisa, na ciência e na tecnologia — afirmou o ministro.

A PrevCov quer estimar a exata magnitude da infecção nas capitais e regiões metropolitanas para assim ter cálculos mais precisos da morbidade e letalidade da doença. O objetivo, diz a Saúde, é aperfeiçoar estratégias de enfrentamento à pandemia no Brasil e direcionar políticas de prevenção.

Em 14 meses de pandemia, o Brasil já perdeu, de acordo com os números do consórcio dos veículos de imprensa, 411.854 pessoas pela Covid-19.

Serão parceiras da PrevCov a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Vacinação e banco de dados

Segundo o Ministério da Saúde, os moradores das residências selecionadas para participar da pesquisa serão cntactados por SMS ou WhatsApp, e depois receberão uma ligação telefônica para confirmar os dados e fazer o agendamento. No dia da visita, um profissional de saúde identificado irá coletar uma amostra de sangue dos participantes.

A presidente da Fiocruz, Nísia Trindade, destacou que o estudo possibilitará a coleta de dados sobre a vacinação contra a Covid-19 no país.

Além disso, parte das amostras será armazenada na Fiocruz para compor um biorrepositório — reservatório de amostras — nacional da infecção pelo Sars-Cov-2. Ele poderá ser usado para estudos complementares posteriores.

Ministério diz estar ‘empenhado’ em ampliar testagem

Queiroga também destacou ser necessário “pôr fim” à circulação do vírus para que “possamos ter nossa vida de volta como era antes” e defendeu a atuação do governo federal no enfrentamento à pandemia.

Queiroga afirmou que o governo “não mediu esforços para ter vacinas suficientes” e destacou que a maioria das doses de imunizantes contra a Covid-19 usadas no país serão produzidas em território nacional, em duas instituições públicas.

— O Brasil não pode persistir com complexo de vira-lata. Temos a capacidade de produzir vacinas para responder às epidemias e endemias que porventura assolem nossa sociedade — afirmou.

Queiroga também destacou a necessidade de continuar com medidas não farmacológicas e afirmou que o Ministério “está empenhado” em ampliar a testagem da população.

— Entendemos que com testagem adequada poderemos promover uma abertura segura da economia. Não podemos ficar na história de não fazer nada ou querer fazer tudo, e às vezes fazer de forma desarranjada que não traz os efeitos desejados pela sociedade e pelo governo. Bolsonaro tem de maneira clara externando sua preocupação em relação à saúde e à economia — disse o ministro.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Se fez estudo e pesquisas científica, e continua disseminando que aglomerar, ainda mais desprotegido pode, aí sim está tipificado o dolo, e é irrefutável essa constatação. Só resta impeachment e cadeia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Unimed Natal lança novo Centro Covid em Parnamirim

Foto: Divulgação

Com o objetivo de ampliar os serviços oferecidos aos clientes, a Unimed Natal está abrindo neste sábado, 1º de maio, o novo Centro Clínico – Unidade Cidade Verde para Covid, instalado na Rua Gastão Mariz, 1063, Nova Parnamirim, onde já está funcionando, desde o dia 19, um laboratório com todos os exames, inclusive SWAB, em sistema de drive-thru. Os atendimentos exclusivamente para casos suspeitos do novo coronavírus, sem necessidade de agendamento, serão realizados de domingo a domingo, das 07h às 18h. O laboratório funciona das 7h às 16h durante a semana e até 13h aos sábados.

A unidade do Via Direta, que realizou mais de 3500 atendimentos de pacientes suspeitos de Covid-19 nos últimos 45 dias, dando suporte à rede hospitalar, conclui suas atividades voltadas para esse fim nesta sexta-feira (30). A partir da próxima segunda-feira (3), o Centro Clínico Via Direta, com as múltiplas especialidades, volta ao seu funcionamento normal para consultas eletivas, de segunda a sexta-feira das 7h às 20h. O laboratório funciona até o sábado das 6h às 11:30h. Os agendamentos podem ser realizados pelo aplicativo, pelo site ou pelo 3220- 6200.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Governo do RN lança programa de concessão gratuita de CNH

Com investimento inicial de R$ 600 mil, a governadora Fátima Bezerra lançou nesta quinta-feira (15), o Programa CNH Popular,  voltado para regularizar a situação de trabalhadores que vivem na informalidade, dirigindo veículos automotores sem habilitação, além de possibilitar a geração de emprego e renda para os que desejam trabalhar como motorista de aplicativos, motoboy, taxista ou qualquer outra atividade que exija a Carteira Nacional de Habilitação.

As inscrições começam nesta sexta-feira (16), a partir das 10h, na página do Detran na internet, e vão até 30 de abril. O benefício pode ser pleiteado pelos inscritos no Bolsa Família do Governo Federal e em programas assistenciais do estado do RN, como agricultores familiares, pescadores artesanais, pequenos produtores rurais.

O CNH Popular, que abrange a primeira habilitação e mudança de categoria, isenta o candidato do pagamento de taxas e das despesas referentes aos cursos teóricos e práticos de direção veicular, ministrados pelos Centros de Formação de Condutores (CFC).

Para 2021 serão 353 vagas, distribuídas da seguinte forma: 200 para Primeira Habilitação Categoria “A”, 111 para Primeira Habilitação Categoria “B”, 15 para Mudança de Categoria “C”, 15 vagas para Mudança de Categoria “D” e 12 para Mudança de Categoria “E”.

A gratuidade, no entanto, não será concedida a quem tiver cometido infração penal na direção de veículo automotor, com condenação em sentença penal transitada em julgado.

Inscrições: 16 a 30 de abril de 2021 no site do Detran – www.detran.rn.gov.br

Vagas: 353

Primeira Habilitação Categoria “A” – 200 vagas

Primeira Habilitação Categoria “B” – 111 vagas

Mudança de Categoria “C” – 15 vagas

Mudança de Categoria “D” – 15 vagas

Mudança de Categoria “E” – 12 vagas

Opinião dos leitores

  1. Engraçado é que o DETRAN não funciona a contento, como deveria com quem paga as altíssimas taxas, mas pra agradar ao eleitorado da governadora, abre até mão de arrecadação. São 600 mil q vão descer pelo ralo, pode ter certeza.

  2. Esse governo de Fátima é o melhor de todos. Só quero que você decida ficar mais 04 anos, pois a reeleição já é sua.

    1. Vc está brincando né?
      Pois eu procuro alguma coisa que ela tenha feito de bom ! Quando lembro que saí da coophab pra vota nela no centro da cidade, tenho vontade de me matar.

    2. Ótimo. Espero que não seja verba da fonte, que veio para saúde. Espero que seja dinheiro do fundo nacional do trânsito

    3. Nunca do BRASIL!
      UMA GOVERNADORA FÁTIMA DO PT, empobreceu os seus PELEGAS já disse tudo.
      Veja a GOVERNADORA FÁTIMA DO PT, deu aumento, Vocês se lembra qdo SENADORA, foi ultra radical contra a REFORMA DA PREVIDÊNCIA e qdo atual GOVERNADORA DO PT, fez a PREVIDÊNCIA aqui no ESTADO, foi uma das piores do país. Que empobreceu os APOSENTADOS E PENSIONISTAS, significa fizer: “DESIGUALDADE SOCIAL E INJUSTIÇA SOCIAL. VIVA O PT!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Evento online na noite desta terça lança livro que conta a história de ex-zagueiro Robson, ídolo americano

Fotos: Acervo pessoal Robson/Frankie Marcone

A história do ex-jogador e ídolo da torcida do América/RN, Robson Freitas, dá sequência a coleção #GrandesCraquesRN, série de obras produzidas pela Editora Primeiro Lugar que tem como proposta resgatar fatos relevantes do futebol potiguar, através de relatos das carreiras e vidas de grandes personagens que ajudaram a escrevê-la.

Escrito pelo jornalista Diego Breno, o livro-reportagem ‘Robson, o Capitão’ passeia por vários momentos da carreira do ex-zagueiro. Em ordem cronológica, Diego explora os fatos mais marcantes do Capitão e desvenda o ser humano além do atleta e ídolo. O livro narra as dificuldades na infância, o início no futebol amador em Sergipe, o apoio da família na ascensão ao profissional, as experiências em outros estados, mágoas e alegrias, além, claro, dos títulos e grandes conquistas, como o acesso à Série A com o América, em 2006, o último de um clube potiguar até o momento.

“Escrever um livro não é nada fácil. No entanto, escrever sobre Robson foi uma das coisas mais prazerosas que fiz durante a pandemia. A história de um cara que sai do interior de Sergipe e com sua dedicação, com sua persistência e disciplina, conquista o respeito dos torcedores, teria que ser descrita para que as pessoas pudessem sentir e compreender o porquê dele ter se tornado um dos melhores zagueiros do futebol nordestino”, relata o autor Diego Breno.

O personagem do livro, Robson, que atualmente exerce a profissão de professor de Educação Física numa Escolinha para jovens em Natal, ao lado de outro ídolo americano, Fabiano Paredão, destaca a importância da publicação.

“É uma satisfação enorme. É uma homenagem muito relevante. A gente não tem a dimensão da nossa representatividade. Com tantos outros ídolos no estado, ter meu nome lembrado é uma honra muito grande. Só tenho que agradecer a Deus e a todos que me ajudaram a chegar aonde cheguei. Isso prova que toda a luta valeu a pena. Que outras histórias sejam contadas, pra manter viva a memória do futebol do Rio Grande do Norte”.

‘Robson, o Capitão’ será lançado no dia 13 de abril, às 20h, em evento online, no YouTube da Editora Primeiro Lugar. O evento contará com a participação do editor Rafael Morais, do autor Diego Breno, do próprio Robson, de outros ídolos americanos, além de representantes da torcida. Enquanto isso, o leitor pode adquirir seu exemplar durante a pré-venda, através do site da editora (www.edprimeirolugar.com.br/robson). Para assistir o evento de lançamento, o leitor/torcedor pode acessar o link www.youtu.be/r4hRh6RasCk.

Coleção #GrandesCraquesRN

O livro-reportagem dá sequência à coleção #GrandesCraquesRN, série de obras publicadas pela Editora Primeiro Lugar que tem como proposta resgatar fatos relevantes do futebol potiguar, através de relatos das carreiras e vidas de grandes personagens que ajudaram a escrevê-la. A publicação ‘Robson, o Capitão’ é o livro 4 da coleção. Além desse, a coleção já conta com os títulos “Ivan, o Terrível”, “Moura, o Príncipe Negro” e “Fabiano, o Paredão”.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

WhattsApp lança figurinhas de apoio à vacinação contra a Covid-19, em parceria com a OMS

Foto: Reprodução/Blog do Whatsapp

O WhatsAPP, em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS), lançou um novo pacote de figurinhas chamado ‘Vaccines for All’ (Vacinas para todos, em português).

Em comunicado divulgado em seu blog, WhattsApp diz esperar que as figurinhas ofereçam um modo divertido e criativo de expressar não só a alegria, o alívio e a esperança com as possibilidades trazidas pelas vacinas contra a Covid-19, mas também a gratidão aos profissionais de saúde.

O WhatsApp conta ainda com um chatbot em português, em parceria com a OMS, para informações sobre o coronavírus. É o Alerta de Saúde da OMS, que pode ser contactado pelo número +41798931892 no link https://wa.me/41798931892?text=oi.

O aplicativo lembra que, desde o início da pandemia, firmou parcerias com governos federais, estaduais e municipais, e também com organizações, como OMS e Unicef, para oferecer canais de apoio sobre a Covid-19 e conectar seus usuários a recursos e informações precisas sobre a pandemia.

Com a pandemia entrando em uma nova fase em muitos países, os governos estão usando os canais de apoio para se conectar diretamente com os cidadãos, oferecendo informações precisas.

Através dessas ferramentas, também é possível fazer o agendamento para a vacina em países como Indonésia, África do Sul, Argentina, Brasil e Índia.

— Enquanto as vacinas para COVID-19 são distribuídas em todo o mundo, este novo pacote de figurinhas visa a incentivar sua aceitação e representar nossa esperança — disse Andy Pattison, líder da equipe de Canais Digitais da OMS.

“As vacinas são um divisor de águas, mas, por enquanto, devemos continuar a usar máscaras, seguir o distanciamento social, evitar aglomerações, ventilar espaços internos e manter as mãos bem limpas.”, reforça o aplicativo, em seu comunicado.

O Globo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Com Bolsonaro “nu”, entidade Repórteres Sem Fronteira lança campanha contra “desinformação” do governo

Foto: Repórteres sem fronteiras

A entidade Repórteres Sem Fronteira denunciou a estratégia do governo de Jair Bolsonaro de disseminar desinformação sobre a pandemia e lançou, nesta segunda-feira, uma campanha pela defesa do direito à informação confiável no Brasil.

A campanha traz uma fotomontagem de Bolsonaro sem roupa, coberto apenas por uma placa que informa o número de mortes causadas pela covid-19 e o número de casos confirmados da doença no país. No Brasil, são mais de 246 mil óbitos por conta do vírus, além de 10,1 milhões de contaminações.

“A verdade nua”, nome da iniciativa da agência BETC Paris, destaca a “importância crucial do jornalismo para garantir o acesso a informações confiáveis sobre a pandemia”.

“Enquanto a covid-19 provoca estragos no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro contribui para aumentar o número de mentiras em circulação e segue atacando a imprensa – numa tentativa de esconder sua incapacidade de administrar a crise sanitária”, diz.

“A nova campanha da RSF no Brasil defende que se mostre “a verdade nua”, a crua realidade dos fatos, para além de alegações fantasiosas ou manipuladoras”, argumenta.

A entidade aponta que optou pela fotomontagem como forma simbólica de confrontar o presidente com a “realidade nua e crua dos fatos, enquanto ele acusa a imprensa pelo caos instalado no país para desviar a atenção de sua desastrosa gestão da crise sanitária”.

O Brasil é hoje o terceiro país mais afetado no planeta pela pandemia. A campanha, portanto, reforça a importância de conhecer os fatos para compreender a pandemia e poder agir sobre ela.

“Essa campanha propositalmente chocante visa despertar as consciências a reagirem aos ataques permanentes do sistema Bolsonaro contra a imprensa, afirmou Christophe Deloire, Secretário-Geral da RSF.

“Os ataques não são apenas moralmente intoleráveis, mas também perigosos para a população brasileira que se vê privada de informações vitais sobre a pandemia. O trabalho dos jornalistas é fundamental para relatar os fatos e informar as pessoas sobre a realidade da crise sanitária. Mais do que nunca, o direito à informação, intimamente ligado ao direito à saúde, deve ser defendido no Brasil”, analisa Deloire.

ONU soa alerta contra a desinformação na pandemia

No mesmo dia em que Bolsonaro é alvo de uma campanha, o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, usou seu discurso de abertura no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas para fazer um alerta sobre líderes que disseminam desinformação na pandemia.

“O acesso à informação que salva vidas foi ocultado – enquanto que a desinformação mortal foi amplificada – inclusive por aqueles no poder”, alertou Guterres. Ele não citou nomes. Mas, nos bastidores, diplomatas admitiram que a situação no Brasil era uma das referências preocupantes.

Para a RSF, o trabalho da imprensa brasileira tornou-se particularmente complexo desde que Jair Bolsonaro assumiu o poder em 2018. “Insultos, difamação, estigmatização e humilhação de jornalistas passaram a ser a marca registrada do presidente do país”, diz a entidade.

“Sempre que informações contrárias aos seus interesses ou aos de sua administração se tornam públicas, ele não hesita em atacá-los com violência. No final de janeiro, por exemplo, Jair Bolsonaro mandou os jornalistas para ” a puta que o pariu ” e afirmou que a lata de leite condensado era para ” enfiar no rabo […] da imprensa”, lembrou.

“Essa declaração delirante faz parte de uma estratégia bem azeitada de ataques contra a imprensa coordenados pelo presidente e seus familiares que ocupam cargos eletivos, conforme apresentado pelo relatório da RSF que lista nada menos que 580 ataques apenas em 2020”, completa a entidade.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Jamil Chade – Colunista UOL

Opinião dos leitores

  1. Resumindo as choradeiras petralhas acima:
    A caça aos petralhas continua….a limpeza moral é o foco, não sobrará comunistas pra contar vitoria, ladrão no governo nunca mais. Bolsonaro 2022

  2. Kkkkkkkkkkkk
    Com o PR Jair Messias Bolsonaro fica claro fazer gracinhas, quero vê neguinho ter coragem de fazer com o cabeça de piroca.
    Kkkkkkkkkkkk
    Kkkkkkkkk
    MITO
    2022.
    Bota pra torar véi arrochado.
    Quem não quiser cair, se deite.
    Nós começamos agora.

  3. Essa ONG lançou alguma campanha quando o país estava sendo surrupiado pelo PT? Não, eles estavam mordendo também…kkkkkkkkkkkkkkkkkkk….A MAMATA acabou pohaaaa!!!!

  4. O Gado fica louco quando manda divulgar informações, esses robôs do Bozo pegam logo ar.

    Se tem informação da imprensa é pra divulgar, quem está com mimimi são vocês.

    Simples, a imprensa tem que trabalhar e mostrar os dados, agora… vocês querem ficar falando asneiras nos grupos de WZ, face, insta… e fazendo desinformação, digam logo.

    FICA A PERGUNTA: A QUEM INTERESSA A DESINFORMAÇÃO? QUE MEDO É ESSE DOS JORNALISTAS?

  5. Pelo q eu saiba ele não matou ninguém ainda. Se for assim, todos os políticos matam todos os dias o povo de fome, sem saúde, segurança e educação.

  6. Fazer essa gracinha com Bolsonaro é fácil ele é um democrata, dúvida fazer com Alexandre Morais do STF

  7. O Brasil é o 23° país no mundo em óbitos por COVID por milhão de habitantes e o 3° em velocidade de vacinação contra esse vírus, atrás apenas dos EUA e da China. Mas, essa turma insiste nessa narrativa mentirosa e irresponsável. Chama-se abstinência de dinheiro público, já que o governo Bolsonaro "fechou as torneiras" para essa imprensa militante e mentirosa.

  8. Com Bolsonaro, Repórteres sem fronteiras e sem bufunfa. Vão esmolar nos sinais, quem sabe não me encontram por lá e eu não os darei uma pataca.

  9. A nudez física diante a nudez moral, é fichinha!!
    Tudo deverá piorar, pricipalmente no Rio Grande do Norte que estar a caminho de uma catástrofe na saúde, e as "autoriades" com algumas exceções não estão nem aí.

  10. Tem que fazer uma capa dessas para os Presidentes dos seguintes países:
    França, Inglaterra, Portugal, Espanha, Itália, EUA, Bélgica, México, Suécia, Suíça, Rússia, Rep. theca, Eslovênia, Bulgária, Croácia, Hungria, Peru, Argentina e etc. —-. Todos tem mais mortes proporcional que o Brasil. A esquerda é só narrativa. Não é a toa que a Entidade é francesa, e é replicado pelo o UOL/Folha.

    1. concordo Medeiros, apesar da tragédia, estamos bem melhor que esses países

  11. Por qual motivo eles não fazem isso com os países que têm mais mortes por milhão que o Brasil? A Entidade é da França, pq não fizeram a imagem do Presidente Francês? Eles tem mais mortes que o Brasil

  12. Por mais que o presidente seja desbocado.. o problema maior talvez seja a qualidade desses jornalistas que vivem as custas do dindin do Estado. Perdi a confiança a anos nos jornais.. E colocar a foto de um cara nu pra protestar sobre ele é no minimo estranho.

  13. O mundo todo tá errado! A imprensa toda tá errada! Países como Israel, Alemanha, Austrália, Portugal dentre outros que fizeram lockdown pra conter a pandemia estão todos errados, tudo comunista! Tudo que dizem está errado! O único certo eh o Messias , MEU PRESIDENTE! Inclusive todos os corruptos do centrao viraram santos imaculados após estarem na presença do MINTO ou após ele fazer acordos por trocas de emendas! Só meu MINTOmaníaco eh perfeito e eu o idolatro por isso talkei! E ninguém tem nada a ver se tomo cloroquina e não quero tomar vacina talkei!

  14. Bolsonaro não termina o mandato! Está com o " Zé Golinha" que não passa nem Sinal de Wi-fi. Não sabe administrar um chiqueiro de galinha. kkkkkk. Vai acabar com o Brasil rsrs. Até essa data na presidência, não produziu a metade de sua vida política como Deputado kkkkk. Ou seja, um Zero a esquerda kkkkkkkk

    1. Simesmente será reeleito Presidente do Brasil em 2022. Chora petralhada, a mamata acabou.

    2. Pois é, ele é um "zero a esquerda'' mas é o Presidente da República.! E vc é quem mesmo? Kkkkkkkkkkkk

  15. O Presidente não é contra a vacina. Já disse inúmeras vezes que, sendo aprovada pela Anvisa, não há problema. O resto é Mi-mi-mi esquerdóide.

  16. Essa entidade, fundada na França, país que difama o Brasil e compra madeira retirada ilegalmente da Amazônia. França, país cujo Presidente defende as ONGs Da Amazônia que permitem a exploração do nosso solo, sem pagar qualquer imposto.
    Antes de qualquer discursão, quem mais difama e distorce a verdade no Brasil?
    Na real, temos MAIS UMA ENTIDADE MANTIDA e patrocinada pela esquerda, A SERVIÇO DA ESQUERDA, e se acha no direito de falar em nome da "verdade". Mas aí tem uma enorme pegadinha: "A VERDADE DELES E NÃO A ENCONTRADA NA VIDA REAL".
    Como todo esquerdista, acusam o Presidente daquilo que eles praticam.
    Devem ter esquecido que o STF decidiu e atribuiu aos governadores e prefeitos as medidas efetivas no combate a PANDEMIA DO COVID. Que as INFORMAÇÕES NASCEM NOS ESTADOS E SÃO REPASSADAS AO GOVERNO FEDERAL.
    Então a situação COMEÇA com TUDO ERRADO, INVERTIDO, DISTORCIDO pois deveriam estar COBRANDO DOS GOVERNADORES E PREFEITOS.
    Tem muita mídia e meio de comunicação derretendo sem credibilidade por criar, manter e insistir nas versões vendidas como "verdade".

  17. Gostaria que esses papas bolas, fizessem o mesmo com os Presidentes dos 23 países que tem mais números de mortos por 1 milhão de habitantes.

  18. Besteirol. O que estão acusando é justamente o que fazem, só que ao contrário. Pensam que engana quem? A abstinência faz isso.

  19. Presidente chacota, genocida e negacionista.
    Vai mandar o min da justiça abrir inquérito contra os jornalistas….Covarde.

    1. Tem que processar mesmo.
      O Luladrão mandou deportar um jornalista americano que o chamou de cachaceiro.

  20. Só lembrando, inglaterra tem menos de 1/4 de nossa população e já tem mais de 100 mil mortos. Será que eles estão fazendo a mesma coisa do bozo?

    1. A diferença é que lá, o 1º min (lá o sistema é parlamentarismo, não sei se você sabe) é a favor das vacinas, não é negacionista.

    2. Zé do Gado, se informe primeiro antes de escrever asneiras, só pelo fato de agredir gratuitamente. O Presidente Bolsonaro, eleito democraticamente, não é contra a vacinação. Ele só não é irresponsável de liberar as vacinas, sem antes, a ANVISA aprová-las. Deixe de ser revoltado! Bolsonaro 2022, não tem pra ninguém.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Governo federal lança campanha contra pirataria de vacinas da covid-19; mais de 2 mil páginas virtuais suspeitas estão sendo investigadas

Foto: © Ministério da Justiça e Segurança Pública

O Ministério da Justiça e Segurança Pública lançou nesta quinta-feira (4) uma campanha para combater a comercialização de vacinas falsificadas contra a covid-19 pela internet. Com o slogan “Vacina Pirata, Não!”, o objetivo é alertar os cidadãos sobre os riscos à saúde e reforçar que, neste momento, apenas o poder público, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), está autorizado a fornecer a vacina, de forma gratuita.

Em nota, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) explicou que está analisando mais de 2 mil páginas virtuais suspeitas de estarem, de algum modo, oferecendo vacinas piratas ou induzindo o consumidor ao erro. Além disso, a Senacon também fará varreduras em plataformas de comércio eletrônico para identificar anúncios e comercialização ilegais.

A campanha será veiculada nas redes sociais do Ministério da Justiça e foi resultado da ação do Conselho Nacional de Combate à Pirataria (CNCP), em conjunto com outros órgãos públicos. “Com a crescente expansão do comércio eletrônico, principalmente durante a pandemia, a comercialização de produtos pirateados no meio digital já é de conhecimento do CNCP, o qual, inclusive, lançou em 2020 dois guias de boas práticas e orientações para mitigar o problema”, destaca a nota.

A Senacon também criou um canal exclusivo para concentrar as denúncias dos casos. Elas podem ser enviadas por meio do endereço eletrônico vacinapiratacncp@mj.gov.br.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Cantor e multi-instrumentista potiguar Diogo das Virgens lança “Todo mundo no verão!” nesta sexta

Cantor potiguar aposta na sua primeira música autoral nas plataformas digitais. Foto: Divulgação

Com uma levada pop e potencial para ser hit da estação mais comemorada pelos brasileiros, o músico potiguar Diogo das Virgens lança oficialmente nesta sexta-feira, 22, sua primeira música autoral em português e de sua carreira nas plataformas digitais.”Todo mundo no verão!” promete embalar os amantes do sol, mar e belezas naturais do país numa proposta dançante e convidativa a festejar a vida.

A nova música do multi-instrumentista será lançada no Spotify, Deezer, Apple Music e Amazon Music e o clipe no canal do YouTube DiogoDasVirgens. A divulgação ganha força nos últimos dias no seu Instagram, além de perfis de músicos, familiares, amigos e fãs.

Surgida numa brincadeira de amigos há poucos dias e vendo seu potencial, Diogo das Virgens correu pra produzir a música enquanto é verão. A composição é sua e de Enio Vasconcelos e foi produzida por ele e Diego Francisco (que antes usava nome artístico Diego Brasil). Na gravação, Das Virgens canta, toca violão, gaita e sax. Já Francisco, bateria eletrônica, baixo, guitarras e percussão.

CARREIRA MUSICAL

Cantor e multi-instrumentista, Diogo das Virgens toca violão, gaita, guitarra, piano e saxofone. Com cerca de 20 anos de carreira e shows na Holanda, Noruega e Estados Unidos, onde foi vencedor do Press Awards 2018 na categoria de melhor cantor brasileiro nos EUA, confirma ser um artista versátil, apresentando vários formatos de show, como solo, banda acústico, banda elétrico e DJ com Sax.

Seja na vibe praia, sunset ou festa, Diogo é garantia de entretenimento e diversão, sem deixar de lado a sofisticação e bom gosto musical. Explorando repertório de pop, rock, reggae e pitadas de blues, brazilian music e música eletrônica, o artista sempre agrada o público com sua performance única e carisma.

SERVIÇO

Lançamento oficial “Todo mundo no Verão”

Sexta-feira, 22 de janeiro

Spotify, Deezer, Apple Music e Amazon Music e clipe no YouTube.

Instagram.com/diogodasvirgens

Facebook.com/diogodasvirgensmusic

YouTube.com/diogodasvirgens

Spotify: https://open.spotify.com/artist/7hoaSGTb658Bemn9MxQMIU?si=WzxKx_5DQiWQmijTIRdZPA

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Governo federal lança programa de revitalização de bacias hidrográficas

Foto: CHESF – Divulgação

O governo federal apresentou nesta sexta-feira (18) os objetivos gerais de um plano de revitalização das principais bacias hidrográficas do país. Coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), o Programa Águas Brasileiras será desenvolvido em parceria com estados e municípios e terá participação de mais três pastas – Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Meio Ambiente e Ciência, Tecnologia e Inovação –, além da Controladoria-Geral da União (CGU).

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional, o programa reunirá iniciativas de preservação e recuperação de alguns dos principais rios brasileiros, começando pelas bacias do São Francisco, Tocantins-Araguaia, Parnaíba e Taquari. Uma das metas é, com a ajuda da iniciativa privada, plantar 100 milhões de árvores para recuperar áreas degradadas e preservar as nascentes dos rios.

O plano buscará também prevê atrair investimentos privados para o tratamento de esgotos e resíduos sólidos. “Quando falamos em revitalizar bacias […], é necessário não só plantar árvores, cercar e preservar as fontes, desassorear rios, resguardar ribanceiras. Também é preciso tratar o esgoto e os resíduos sólidos das cidades próximas aos rios. E, principalmente, incluir a população ribeirinha em um processo produtivo”, disse Marinho, durante o lançamento do programa.

Além do Marinho, participaram do evento realizado na cidade de Piranhas, no oeste goiano, os governadores de Goiás, Ronaldo Caiado, e de Mato Grosso, Mauro Mendes; prefeitos, parlamentares, secretários, produtores rurais e empresários, entre outros.

Simultaneamente ao Águas Brasileiras, foi apresentado o programa Juntos Pelo Araguaia, que congrega esforços dos governos federal e de Goiás e Mato Grosso e federal e tem a meta de recuperar 10 mil hectares no Alto Araguaia (cada hectare corresponde, aproximadamente, às medidas de um campo de futebol oficial). A iniciativa também prevê o plantio de 150 mil mudas de espécies nativas do Cerrado em uma área de 100 hectares e a construção do Centro de Desenvolvimento Florestal Sustentável do Cerrado, que contará com área para a produção anual de 600 mil mudas.

Só o projeto executivo entregue nesta manhã para subsidiar as futuras ações no Araguaia levou quase um ano para ficar pronto e consumiu cerca de R$ 3 milhões – dos quais R$ 2,6 milhões foram custeados pelo MDR. “Se o diagnóstico não é feito, o tratamento não dá certo”, disse o governador Ronaldo Caiado. Ele destacou a importância do cuidado adequado com o esgoto para manter a qualidade dos cursos d´água. “Não podemos admitir que as cidades ribeirinhas lancem seus esgotos ou resíduos sólidos no Rio Araguaia. […]. São milhares de toneladas de sedimentos jogados no leito do rio; aquelas barrancas perdendo a consistência devido à falta de um tratamento.”

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, destacou a urgência da questão ambiental. “Estamos sentindo cheiro de um problema hídrico que, talvez, poderemos ter. Em Mato Grosso, entre 15% e 20% da atual safra podem ser comprometidos por falta de chuvas. [Se acontecer], sabemos o quanto isto vai impactar a vida de milhões de pessoas”, disse Mendes. Para o governador, a sociedade brasileira está ciente da importância da preservação do meio ambiente. “Aquilo que fizemos muitas vezes no passado, quando estávamos desbravando o Brasil, é uma realidade do passado. Hoje sabemos o quanto o meio ambiente pode interferir na vida de todos nós. Não precisa ninguém apontar o dedo na nossa cara.”

Uma das ações previstas no Programa Águas Brasileiras é a criação da Plataforma Águas Brasileiras. Prevista para julho de 2021, a ferramenta digital permitirá que organizações e empresas de todo o país acessem e apoiem os projetos de revitalização de bacias hidrográficas em curso.

São Francisco

Ainda nesta tarde, o ministro Rogério Marinho participa, em Diamantina, Minas Gerais, do lançamento do Projeto Plantando Águas para o Rio São Francisco, cujo objetivo é atrair investimentos privados para as ações de revitalização da bacia e de recuperação de áreas degradadas. A parceria é entre o MDR e o governo de Minas Gerais.

Além disso, a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) anunciará a abertura de licitações para recuperar as bacias dos rios Verde e Jacaré, na Bahia, e 50 microbacias em Minas Gerais.

Em outra ação, o Ministério do Desenvolvimento Regional apoiará os governos de Minas Gerais, da Bahia, do Rio Grande do Sul, de Pernambuco e do Distrito Federal na elaboração de estudos e projetos de revitalização de bacias hidrográficas e áreas degradadas e em ações de segurança hídrica. O investimento federal nas ações será de R$ 8,5 milhões, com previsão de repasses ainda neste ano.

Agência Brasil

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *