TJ nega recurso do Governo para sacar dinheiro do Fundo Financeiro do RN

O Tribunal de Justiça negou o mandado de segurança impetrado pelo Governo do Estado, solicitando a retirada de R$ 300 milhões do Fundo Financeiro do Rio Grande do Norte (Funfirn). A decisão saiu nesta quarta-feira (21) e é da desembargadora Judite Nunes.

Em entrevista à Inter TV Cabugi na manhã desta quarta (21), o governador Robinson Faria garantiu que colocaria em dia os salários dos servidores em dois meses. Para isso, o chefe do Executivo estava contando com uma decisão favorável do TJ, para conseguir usar o dinheiro do Funfirn. O que não aconteceu. Porém o Governo ainda pode entrar com um agravo interno e encaminhar o processo ao Pleno do Tribunal de Justiça.

Os servidores estaduais convivem com atrasos salariais, praticamente, desde o início da atual gestão. A folha de janeiro, por exemplo, ainda não foi finalizada. Ainda esperam receber cerca de 10 mil servidores que ganham acima de R$ 4 mil. E o 13º salário também não tem data para ser pago.

 

Com informações do G1/RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lorenzo disse:

    VIXI

  2. fabio soares lins disse:

    Repudio a decisão da desembargadora em não permitir que o governo saque o dinheiro dos aposentados para pagar a eles próprios os seus salários atrazados. Seria a mesma coisa de vc ter uma poupança aplicada e numa necessidade urgente não puder sacar.

  3. Haroldo disse:

    Lamentável a postura dessa inJUSTIÇA.
    Se eu fosse governador, mesmo q sofresse impedimento, só repassaria o duodécimo após pagar a todos os servidores ativos, inativos e pensionistas. Ou seja, repassaria a sobra até limite legal.

  4. Ivan disse:

    Decisão prudente da desembargadora, se deixar, o governador "raspa o tacho" e deixa o buraco p/a próxima gestão…Parabéns TJRN, temos que frear esses irresponsáveis gestores "torradores" dos recursos públicos.

  5. Pedro disse:

    Colocar o salário em dia acabando com o fundo de aposentadoria ??????

  6. Gilson disse:

    Deve tb devolver as drogas. Kkkkk

  7. Rômulo disse:

    Como sempre o tribunal de injustiça atrapalhando a vida dos servidores, aposentados e pensionistas do Estado. Queria ver se o Estado deixasse de pagar o duodécimo… Com certeza a decisão seria diferente. A desembargadora não deixaria jamais os deuses ficarem de joelhos e com pires na mão! Mas como é verba para pagar os simples mortais…

  8. Heineken disse:

    Contagem regressiva: O Estado do RN entrará em colapso em 10, 9, 8, 7,…..

    Salvesse quem puderrr

COMENTE AQUI