Trabalhadores do Detran vão paralisar atividades por três dias em protesto contra decreto e em defesa da pauta da categoria

Foto: Lenilton Lima

Os trabalhadores do DETRAN/RN (Departamento Estadual de Trânsito) decidiram paralisar as atividades por três dias em protesto contra um decreto editado pelo governo estadual e para defender o atendimento da pauta da categoria. A deliberação aconteceu em assembleia nesta quinta-feira (18) na sede estadual do Departamento, em Natal. A paralisação acontecerá em todas as sedes do DETRAN no Estado nos dias 23 e 24 de julho, terça e quarta-feira, e em 13 de agosto.

A direção do SINAI-RN (Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Indireta do RN), Sindicato que representa a categoria, explica que a pauta dos servidores engloba os seguintes pleitos:

– Revogação do decreto 29007, que retira a autonomia financeira das autarquias, medida que atinge o DETRAN;
– Pagamento dos salários em atraso dos aposentados e pensionistas;
– Reposição salarial;
– Realização de concurso público para renovar o quadro;
– Fim as terceirizações;
– Melhoria das condições de trabalho.

Uma audiência com a Governadora será solicitada para tratar destas questões.

Categoria decide aderir a parada estadual marcada para 13 de agosto

Os trabalhadores do DETRAN também decidiram paralisar as atividades em 13 de agosto em adesão a parada do funcionalismo do RN convocada pelo Fórum Estadual dos Servidores.

A pauta tem itens como reposição salarial de 16,38% para todos, a apresentação do calendário de pagamento do ano 2019 e das folhas em atraso de servidores da ativa, aposentados e pensionistas, a realização de concursos públicos, a reestruturação do calendário de pagamento apresentado pelo governo para os meses de julho, agosto e setembro sem redução da faixa salarial e contra a conta única que retira a pouca autonomia das autarquias estaduais.

A paralisação vai acompanhar a luta nacional contra a reforma da previdência, articulada por centrais sindicais, movimentos, confederações e frentes. No âmbito local, o SINAI-RN é contra que o governo estadual faça qualquer negociação quanto esta Reforma que retira direitos dos trabalhadores e, consequentemente, dos servidores estaduais.

A programação local definida é a seguinte:

8h – Concentração dos servidores no Centro Administrativo, em frente à Governadoria, onde será servido café da manhã e realizado ato político com intervenção das entidades e atividades culturais
12h30 – Almoço
14h – Integração dos servidores ao Ato Nacional contra a Reforma da Previdência