VENEZUELA: Juan Guaidó perde imunidade parlamentar e pode ser preso

O Tribunal Supremo de Justiça da Venezuela, controlado pelo chavismo, retirou nesta segunda-feira, 1, a imunidade parlamentar do líder opositor Juan Guaidó.

A decisão abre caminho para que o presidente da Assembleia Nacional, que se declarou presidente interino do país em janeiro, seja preso. O presidente do TSJ, Maikel Moreno, também bloqueeou os bens do deputado e reiterou sua proibição de deixar o país.

Guaidó convocou protestos em toda a Venezuela contra o apagão que afeta o país há mais de 4 dias
Guaidó convocou protestos em toda a Venezuela contra o apagão que afeta o país há mais de 4 dias Foto: REUTERS/Marco Bello
A A corte tomou a decisão ao considerar que o deputado – reconhecido como chefe de Estado interino por mais de 50 países – infringiu uma proibição de saída do país que tinha sido imposta a ele em 29 de janeiro.

Nesse dia, o TSJ abriu uma investigação contra ele por “usurpar” as funções do presidente venezuelano, Nicolás Maduro.

Guaidó saiu clandestinamente do país em fevereiro e retornou em 4 de março procedente da Colômbia, pelo aeroporto internacional de Maiquetía, em Caracas. O congressista fez, na ocasião, uma visita a vários países da região, após o fracasso, em 23 de fevereiro, de sua tentativa de fazer entrar na Venezuela doações de alimentos e medicamentos enviados pelos EUA.

A decisão anunciada ontem pelo TSJ é a última de uma série de medidas contra Guaidó e seu entorno, que começou há duas semanas, após a Rússia ampliar seu apoio ao regime de Maduro, até mesmo com o envio de pessoal militar e equipamentos. O chavismo vinha hesitando em agir contra o líder opositor, após receber ameaças explícitas dos EUA de retaliações caso algo ocorresse com Guaidó.

A primeira ação chavista contra Guaidó foi a prisão de seu chefe de gabinete, Roberto Marrero, em março. Na sequência, segundo a mulher do opositor, Fabiana Rosales, parentes do deputado passaram a ser hostilizados por chavistas.

Na semana passada, a Controladoria-Geral da Venezuela, também alinhada ao regime, suspendeu os direitos políticos de Guaidó por 15 anos.

ESTADÃO CONTEÚDO

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jonatas Calças dos Santos disse:

    O ditador da Venezuela vai varrer de seu caminho todos os opositores.
    Quantos mortos ele tem nas costas?
    Nicolas Maduro foi financiado por recursos brasileiros enviados pelo PT através do BNDES, assim como financiou Hugo Chaves que deu o golpe e iniciou a ditadura na Venezuela.
    Quer dizer que financiar as ditaduras de Cuba e da Venezuela o PT pode e deve, mas a do Brasil é demonizada, já que afastou, na época, os líderes do partido. Sei! Me engana que eu gosto!

  2. #Lula Na Cadeia disse:

    Olha o modelo de governo que os PTralhas queriam , há 20 anos atrás a Venezuela era um país próspero, ai chega um ditadorzinho FDP e conseguiu quebrar um dos países mais rico em petróleo, que hoje não tem papel higiênico para limpar a bunda da população, SEUS PTRALHAS SE MUDEM PARA A VENEZUELA

  3. Lúcia disse:

    O que está acontecendo na Venezuela foi o planejado pelos Petralhas pra executar aqui no Brasil, o que deu errado foi colocarem anta da dilmanta. Aqui já tinham cooptados a oposição, os grandes empresários, os beneficiários do bolsa família, e parte da justiça. A pedra no caminho foi o Moro, a PF ei MP

    • Ricardo Carvalho disse:

      Concordo com tudo, só faltou acrescentar que não conseguiram cooptar as forças armadas, aí estávamos lascados! #EsquerdaNuncaMais

    • José Gabriel disse:

      Cada vez fico mais consciente da quantidade de imcautos ou são verdadeiros defensores da direita radical. Mais vc ser ter uma posição política não é nada errado. Errado é ser cego.

    • Potiguar disse:

      Lúcia, a senhora poderia cobrar para fazer palestra. Kkk "os petralhas queriam fazer igual a Venezuela" conte mais. Sugiro um livro ou uma tese de doutorado sobre o tema. Os petralhas fizeram igualzinho liberando dinheiro para empresários, universidades particulares. Estude um pouco, até o bolsa família é pago em dinheiro e ativa a economia, na Venezuela é doado aliemento, outra diferença minha casa minha vida de lá é de graça. Aqui alimentou indústria da construção civil e os bancos. Enfim, muitas diferenças. A começar pelo preço da gasolina.

COMENTE AQUI