Vigilância Sanitária interdita 10 estabelecimentos no primeiro trimestre em Natal

Apenas nos três primeiros meses de 2018, 10 comércios foram interditados pelas equipes da Vigilância Sanitária (VISA). “A principal causa das interdições são as precárias situações sanitárias em que se encontram os estabelecimentos. Quando um estabelecimento é interditado, é descrito o Termo de Interdição e as ações necessárias para a solução do problema. Assim que as exigências são cumpridas, o local é desinterditado”, explicou José Antônio Moura, chefe da VISA na capital potiguar.

A Vigilância Sanitária tem um Plantão que funciona de domingo a domingo e recebe as denúncias da população. Para entrar em contato com os profissionais, basta ligar para a Central de Atendimento à Denúncias (CAD), através dos seguintes números: 0800-281-4031; (84)3232-8176; (84)3232-8608.

Todo estabelecimento que produz, embala, manipula e/ou comercializa bens e produtos de interesse para a saúde pública, tem que ter o alvará da vigilância sanitária. O alvará pode ser solicitado através do site. No espaço a população também encontra informações dos tipos de denúncias que podem ser feitas e que serão fiscalizadas pela VISA.

“A Vigilância Sanitária não tem a intenção de fechar nenhum estabelecimento. Porém, é nosso trabalho fiscalizar para que a saúde da população não seja colocada em risco”, afirmou José Antônio.