Virou rotina vereadores de Natal abandonarem sessão antes do final do expediente

Passados os momentos de auge da Câmara Municipal de Natal, com as votações do “Passe Livre” e da “Bilhetagem única”, muitos vereadores “esqueceram” que precisam continuar trabalhando para aprovar os projetos que estão na pauta da Casa.

Nesta semana, projetos de lei que estavam na ordem do dia deixaram de ser votados por falta de quórum. No início da sessão, até que os vereadores se fazem presentes. Mas, no final da tarde, mesmo a sessão ainda rolando e com projetos para serem votados, é difícil chegar ao quórum mínimo de 15 parlamentares.

Os vereadores Rafael Motta (PROS), Eudiane Macedo (SDD), Felipe Alves(PMDB) e Adão Eridan (PR) são dos poucos que ficam do início da sessão até o final. Os vereadores Luiz Almir (PV), Jacó Jácome (PMN), Albert Dickson, Paulinho Freire e Bertone Marinho (PMDB) são conhecidos pelas ausências em meados da sessão.

Cada vereador recebe de salário R$ 15 mil brutos por mês. Mesmo assim, muitos se dão ao luxo de abandonar a sessão no meio do expediente.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Daniel Judson disse:

    Luiz Almir? aquele que diz que move céu e terra pelo povo Natalense no seu programa matinal? ( que serve mais como palanque ).São todos uns ridículos.

  2. William disse:

    Ótimo exemplo do presidente da "Casa" (de mãe Joana, pelo jeito).

  3. Ruy disse:

    É dificil colocar os nomes de todos que ficam do inicio até o final?

COMENTE AQUI