Vou ajudar Dilma nem que seja última coisa da vida, diz Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva garantiu nesta quarta-feira que ajudará sua sucessora, Dilma Rousseff, a governar o país “nem seja a última coisa que faça na vida”, ressaltando que pode fazer isso mesmo se a Justiça mantiver a suspensão de sua nomeação como ministro da Casa Civil. “Aqueles que pensam que só posso ajudar como ministro se enganam”, disse Lula durante ato organizado por centrais sindicais em São Paulo.

Horas antes, o chefe do Gabinete Pessoal de Dilma, Jaques Wagner, a quem Lula sucedeu na quinta-feira passada na Casa Civil, afirmou que o ex-presidente poderia ajudar o governo como assessor se o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir manter a suspensão de sua nomeação. A decisão foi tomada pelo ministro Gilmar Mendes na sexta-feira passada por considerar que Dilma ofereceu a seu antecessor a pasta mais importante de seu gabinete “claramente” com o propósito de “impedir” um possível detenção de Lula.

No entanto, Lula voltou a negar que tivesse aceitado o cargo para proteger-se com o foro privilegiado, que o blinda perante os tribunais comuns, e sustentou que a única razão é ajudar o Brasil “a sair da crise”.

“Dilma já me chamou em agosto do ano passado e eu não quis (aceitar um ministério) porque não cabem dois presidentes dentro de um mesmo espaço. Mas agora, com a crise política e os adversários cada vez apertando mais a Dilma, venho fazer o que sei fazer melhor, que é conversar”, declarou aos sindicalistas.

O ex-presidente está sendo investigado em diversos processos e o Ministério Público de São Paulo chegou a pedir sua prisão preventiva após acusá-lo formalmente dos delitos de lavagem de dinheiro e falsificação ideológica.

Sobre essas acusações, Lula disse que “o nordestino que não morreu aos cinco anos, que escapou da fome e chegou à presidência da República, não vai desistir por uma dúzia de acusações…Continuem acusando”.

Lula também se mostrou crítico com os rumos da Operação Lava Jato, conduzida pelo juiz Sergio Moro, responsável por sua condução coercitiva a uma delegacia para prestar depoimento e por autorizar a monitoração das comunicações do ex-presidente.

“A operação de combate à corrupção é uma necessidade para esse país. Mas é bom vocês se reunirem, fazerem uma pesquisa, por que quando tudo isso terminar pode ter muita gente presa, mas pode ter muito desempregado nesse país”, advertiu.

Lula também aproveitou a oportunidade para criticar a oposição, que impulsiona no Congresso o processo de impeachment de Dilma, e destacou que não existem argumentos para que a presidente seja cassada. “Não há outra palavra, é um golpe e o país não pode aceitá-lo”, concluiu.

Terra

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos disse:

    Ó menino bom
    o ser mais honesto do Brasil. Do Brasil não do mundo
    Vai catar coquinho Luiz Inácio

  2. Rosaldo disse:

    Que seja breve…

  3. Jr silva disse:

    Ajudar em quer?? A sustentar o projeto do poder. Vai te catar jararaca, ninguém acredita mais em vcs. Esse discurso só entrar na cabeça de quem te segue, os militontos. É pra eles que tu fala, o restante da ouvido de mercador. Pilantra!

  4. Val Lima disse:

    Como bem vc disse…."é a última coisa da sua vida!!! " …..pois seja breve !!!

  5. Sérgio Nogueira disse:

    Acho que ajudar Dilma será a última coisa em liberdade que Nine Fingers fará.
    Esse discurso pobre de argumentação de que luta contra golpe só engana uma ou outra do grelo duro, e um out outro acarajé.
    O golpe que tentam evitar é não deixar Sérgio Moro chegar na verdade que muitos desconfiavam mas faltavam as provas: o PT e seus líderes usaram o poder para saquear o Brasil e enriquecerem!
    Ficam com essa ladainha de defesa de humilde, de mais médicos (como se não fosse uma forma de financiar a ilha de propriedade dos Castro), disso e daquilo, mas são carrapatos colados nas tetas dos cofres públicos.
    O golpe é não deixar a verdade vir a tona. Mas ela virá e haverá choro e ranger de dentes.
    Vocês não passarão, ladrões!

    • Brasil, Meu país NÃO será dos fascistas! disse:

      As planilhas da odebrecht com valores pagos a seus compadres do PSDB e DEMO aguardam suas considerações "éticas"e "morais".

    • Verdade seja dita disse:

      Não defendemos partidos, cadeia e multa para os corruptos, isso incluiu o maior pARtIDO criador da corrupção.

COMENTE AQUI