A LIÇÃO DA NOMEAÇÃO DO SENZALA – Natal a cidade da hipocrisia, das pessoas que não erram mas só olham para a vida dos outros

A hipocrisia anda mostrando a sua cara, todos os dias, principalmente nas redes sociais, e em Natal então…

E quando ela se junta ao falso moralismo, o estrago é grande.

O resultado disso são cenas explícitas de linchamento moral.

Foi o que aconteceu nas últimas 24 horas em Natal.

Um jovem de nome Amy Trajano foi nomeado assessor parlamentar da Câmara Municipal de Natal. NOMEADO EM ABRIL DE 2019.

Ninguém sabe por qual motivo, nem o interesse, a notícia se espalhou nesta segunda-feira, 09, e foi compartilhada por pelo menos 300 grupos de whatsApp, segundo pesquisa feita pelo BG.

Motivo da repercussão: pensou-se, a princípio que Amy nomeado, o Junior, se tratava Amy Trajano, o dono de fato e direito do Senzala, a casa noturna mais famosa da capital potiguar. Aquela que em outrora nos fez tão feliz. Não sou hipócrita, era muito bom meu amigo Amy, o pai, eu me refiro.

Era uma meia-verdade. O Amy nomeado assessor parlamentar, por indicação do vereador Raniere Barbosa, é filho do dono do Senzala. E para ajudar o pai a empresa é no nome dele. Amy Junior é casado, tem filhos e passa longe de atuar no seguimento noturno de entretenimento.

Bem, bastou a repercussão para, em questão de horas, o vereador Raniere Barbosa pedir a exoneração do jovem. No que foi prontamente atendido pelo atual presidente da Casa, Paulinho Freire.

A hipocrisia venceu. O falso moralismo triunfou.

Amy Trajano, o filho, não foi exonerado por não ter condições de ser assessor parlamentar, mas ser filho do dono do Senzala.

E quem é que criticou a nomeação quando ela foi feita? Não seria surpresa descobrir que, dentre tantos que criticaram a nomeação e compartilharam a notícia nas redes sociais no dia de ontem, estejam dezenas, centenas ou milhares que já frequentaram ou frequentam o Senzala, que exerçam cargo comissionado ou tenham vários familiares ocupando tal função.

E a atitude do vereador Raniere Barbosa, que sabia quem ele havia indicado, pode ser considerada de uma fraqueza imensa, de uma covardia sem tamanho, por aceitar o linchamento moral de um jovem que ele mesmo escolheu.

Lição que fica: quando a hipocrisia se junta ao falso moralismo e ganham a companhia da covardia, o resultado é um linchamento moral, patrocinado por quem não tem a mínima condição de atirar a primeira pedra.

Ou alguém aqui acha que quem frequenta casa noturna é melhor do quem é dono ou filho do dono?

Natal virou uma cidade de pessoas sem defeitos, corretas, corretíssimas, donas da verdade e que continuam deixando de olhar para sua vida para tomar conta da vida dos outros.

NATAL DA HIPOCRISIA DE DO FALSO MORALISMO.

TENHO DITO.

BG

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. 000002 disse:

    Se fosse um afro descendente,uma Lesbica ou um gay seria descriminaçao.
    BRASIL

  2. Boquinha disse:

    Tem que acabar com esses cargos comissionados!!!

    ISSO É UMA VERGONHA

    NÃO AOS CARGOS COMISSIONADOS!!!

  3. Ivan disse:

    Recentemente os petistas chamaram a Marcela Temer e a Michele Bolsonaro (inclusive a associando aos familiares de má conduta) de "cuidadoras de velhinos"…Quando o Bolsonaro comentou numa postagem (piada de mal gosto), os mesmos saíram dando chilique em favor da Sra. Macron….

  4. observador disse:

    Apenas reflexo do que esta acontecendo no Brasil todo. Olhem para Brasilia. Olhem para alguns religiosos ultraconservadores rodeando e comendo na mesa do Rei. Estao cegos?

  5. Ernandes disse:

    Muito bom o texto. Mais uma vez, nossa classe política mostrando o que ela é de fato. Fraca, mesquinha e covarde

  6. Henrique disse:

    "Natal virou uma cidade de pessoas sem defeitos, corretas, corretíssimas, donas da verdade e que continuam deixando de olhar para sua vida para tomar conta da vida dos outros"

    E os que são donos de blogs então…

  7. Flauberto Wagner disse:

    Aqui em terras de Poti é assim mesmo as pessoas buscam fazerem sempre o pior em detrimento ao melhor, o cidadão foi escolhido para o exercício de um cargo de assessor como outros tantos são!
    É interessante observar que o alvo da ira de muitos não é diretamente ele, e sim seu pai, em razão do mesmo desenvolver uma atividade a margem do bem querer da sociedade falsa e cheia de virtudes de cunho duvidoso.
    Como é interessante as pessoas buscarem através dos subterfúgios do falso moralismo e da hipocrisia.
    O puritanismo de nosso povo é algo tão assustador que estamos evidenciando a implantação do linchamento publico pelo simples bel-prazer de alguns.
    Concordo plenamente com você BG e digo mais a coisa só piora a cada dia em terras de Poti!

  8. #quemconfialevantaamão! disse:

    Interessante essa defesa… No entanto, algumas coisas que ficam no ar… 1) qual o currículo diferenciado do rapaz que o habilita (a mais do que milhares outros) a ser assessor parlamentar? Quer publicar, para que todos se orgulhem dos profissionais que assessoram parlamentares no RN, ao invés de criticar suas nomeações? Torne públicos os currículos dos assessores dos poderes… 2) Se ele era (é) tão competente, porque "cabritaram" da nomeação?? Cara-de-pau já foi o ato de nomear… não precisava voltar atrás, já que a vergonha já fora feita… 3) Pelo visto, o rapaz consta como sócio da empresa. Sabe o que significa, não? 4) Hipocrisia ainda maior se percebe quando as defesas partem de quem usufrui (ou vive disso) dos cargos em comissão. Como bem colocado pelo Eduardo em seu comentário, "idolatram e babam políticos"… é o que mais tem. E que se vendem também, pelos cargos em comissão! Isso sim é uma enorme hipocrisia e falso moralismo. Mais que isso: é IMORALIDADE MESMO!
    E não é só em Natal… essa praga está no país inteiro!

    • Judas disse:

      Espero que você um dia não fique desempregado ou necessitando de uma renda extra para sustentar a sua família!

  9. André disse:

    Melhor seria era exonerar logo pelo menos três "Assessores" destes de cada "Representante do Povo", e o Presidente propor uma redução no duodécimo do Poder Legislativo Municipal.

  10. Ronaldo Lamas disse:

    Concordo plenamente BG . Aqui se olha mais para vida alheia, e não vêem seus rabos. Absurdo !!! Triste.

  11. Beto guedes disse:

    Brilhante amigo

  12. natalsofrida disse:

    Gostei BG, não é só em Natal, é no Brasil todo. O maior patrimônio de uma nação é o seu povo, estamos lascados.

  13. Eduardo disse:

    Natal, uma cidade de cheia de hipocrisia. Pessoas q vivem uma vida q não podem, q idolatram e babam políticos, q compram um carro “zero” mas não tem uma casa para morar, q viajam pelo mundo mas não pagam seus compromissos.

  14. Dilermando disse:

    Perfeito, Bruno!

  15. Lúcifer disse:

    A presença das tropas norte americanas em solo potiguar por ocasião da segunda guerra mundial – quando fomos feitos de bucha de canhão pelos yankes – deixou não apenas uma prole mestiça tanto na capital quanto no interior do estado mas também um legado de falso elitismo no povo norteriograndense como um todo.
    Basta observar o descaso principalmente do natalense com sua história e cultura.
    Dando uma passadinha na ribeira boêmia por exemplo (segundo bairro mais antigo da cidade) nos deparamos com verdadeiros tesouros arquitetônicos jogados ás traças e servindo de mictório para vagabundos. Enquanto nas capitais vizinhas toda a arte barrôca é cuidadosamente preservada.
    O garotão não tem onde cair morto, mas tem uma L200 na garagem mesmo que nem tenha dinheiro pro combustível.
    E a gatinha? Usa calçinha furada comprada nos camelôs da vida, mas ostenta uma bolsa de grife no ombro, preferencialmente passeando só prá "aruerar"(olhar, sem comprar p….nenhuma) nos shoppings certers.
    Ou seja, Natal é a cidade dos que querem ser o que não são, compram o que não podem e falam do que não sabem!
    Obs:
    Antes que atirem a primeira pedra, eu sou Natalense. Mas não sou burro…
    Sei ao menos porque as ruas do bairro do Alecrim são numeradas e porque o bairro de Petrópoilis ainda hoje é chamado de "plano Palumbo"…

  16. paulor disse:

    Bráááááá!

  17. SOCORRO COSTA disse:

    Nem que fosse o PAI. Não tem nada demais…
    Vivo cansada de "podridão" social. Esse rapaz não era para ter sido exonerado.
    Que o vereador Raniere, reveja essa situação e o nomei .

  18. Wendell Fernandes disse:

    Parabéns pelas palavras, você deu a famosa "tapa de luva"… Sinceramente REPITO… Parabéns pelo texto, disse toda a verdade.

  19. Ricardo Weber disse:

    Quando a notícia em outro Blog achei covardia, por uma notícia as vendem até a alma, não querem saber quanto pode prejudicar a reputação de uma pessoa.

  20. Winston disse:

    Vdd BG o que vc falou, mas como todo assunto hj viram memes, foi mais um que virou. Agora se os parlamentares não tiveram coragem de assumir os seu indicados aos cargos, é outra coisa.
    Até pq em vários programas, inclusive em jornais aqui do estado, que seja através das redes sociais ou não, quando é um assunto em outro estado, ou em outra família que não tenhamos conhecidos ou amizades, fazem memes tbm, ou comentários, exemplo disso foi sobre o fato do predidente ter chamado uma pessoa feia no seu ponto de vista. Foi uma algazarra grande nos programas de entretenimento jornalístico.
    Lamento pela pessoa citada, mas como o pai é uma figura pública diante dos os que o conhecem através do seu empreendimento, será nornal sugir comentários sempre.
    Falaram até de um padre que cantou "boate azul"? Levaram para outro contexto!

  21. Antônio disse:

    Tem que acabar com as nomeações dos "assessores".

    Usar a prata da casa, a concursada.

  22. Augusto disse:

    A hipocrisia é se apresentar como empresário e ganhar um cargo público. Tá certíssimo Sr. Vereador. Façam concursos ou outras vias mais imparciais, o que não pode é dar emprego para quem já tem e ficar por isso mesmo, coisa que a gente vê desde sempre mas que deve ser COMBATIDA!

  23. Neto disse:

    Sucupira perde

  24. Franklin disse:

    Um verdadeiro absurdo ! Primeiro, o dono da casa noturna não é um marginal , segundo, o filho dele tbem não é marginal e nem trabalha com o Pai.
    Fizeram um julgamento / linchamento indireto com o rapaz , não por motivos justos, mas sim por inveja, por causa da nomeação do mesmo para um cargo comissionado na Câmara dos Vereadores. Quanta hipocrisia , que vergonha para os que "jogaram pedras", pois prejudicaram uma pessoa e seu Pai por motivos fúteis.

  25. Judas disse:

    Muito fraco esse vereador que voltou atrás na nomeação do rapaz. Hipocrisia é pouco para definir isso. Ninguém nesse mundo pode ser responsabilizado por qualquer ato praticado por nenhum familiar. Outra coisa, o pai dele oferece um serviço que existe desde que o mundo foi criado. Alguém vai forçado se divertir na casa? Alguma mulher trabalha obrigada naquela casa? Tomara que esse profissional consiga uma colocação o quanto antes e dessa forma continue tendo uma vida digna ao lado de sua família.

  26. Santos disse:

    Parabéns pelo reportagem BG

COMENTE AQUI