Ação que pede prestação de contas de shopping de Natal se arrasta há 11 anos sem decisão no Judiciário

Foto: Reprodução

Uma simples ação judicial que pede a prestação de contas movida por um empresário contra o Partage Norte Shopping se arrasta por nada menos que 11 anos no Judiciário potiguar aguardando a decisão. O juiz responsável pelo caso é Otto Bismarck Nobre Brenkenfeld, da 4ª Vara Cível da Comarca de Natal.

Segundo o empresário Luiz Murillo Lopes de Britto, autor da ação, relatou ao Justiça Potiguar que o processo foi iniciado em 2008, após ele encerrar o funcionamento de uma loja no shopping e pagar algumas multas e taxas exigidas pelo shopping, mas que desde então não tinha sido prestado contas sobre a utilização dos valores cobrados aos empresários que tinham pontos comerciais no estabelecimento. O autor da ação então procurou o caminho jurídico para uma solução rápida, o que não aconteceu.

Acesse conteúdo completo aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bergson Albuquerque disse:

    a unica justiça rapida no brasil, é a favor de lula, ou pra ferrar a população, o resto se arrasta até a prescrição.

  2. Chico disse:

    Agora para pegar a grana na transferência de imóveis a justiça é rápida igual a um foguete.

  3. Ana leticia disse:

    Camarada Luiz, soluçao rápida pela justiça só se for em outro país, nesse aqui é uma porcaria. tenho algumas ações que já tem mais de 15 anos e não sei nem se um dia sai a decisão, incompetência pura de nossa in"justiça".

COMENTE AQUI