Crea-RN fará ação para conscientizar colaboradores a diminuir acidentes de trabalho

Na próxima sexta-feira, dia 27, às 7h, no canteiro de obra do Condomínio Manhattan, no bairro do Tirol, o Crea-RN, em parceria com a Câmara Especializada de Engenharia e Segurança do Trabalho, realizará uma ação de conscientização com o objetivo de alertar o colaborador sobre a importância de prevenir os acidentes de trabalho.

A ação faz parte das comemorações do Abril Verde e acontece na véspera do dia 28 de abril, Dia Mundial da Segurança e da Saúde no Trabalho, e Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. A data busca advertir sobre os perigos que um local de trabalho pode proporcionar ao trabalhador.

Durante a ação, os técnicos do Crea-RN irão apresentar o protocolo Diálogo Diário de Segurança (DDS) que será apresentado pelo engenheiro civil e coordenador da Câmara Especializada de Engenharia e Segurança do Trabalho do Crea-RN, Pedro Rosas, durante uma palestra com duração de 30 minutos, os colaboradores serão instigados a pensar no que cada um pode fazer para reduzir os índices de acidentes.

Desde o início do mês o Crea-RN participa ativamente da causa. A fachada do prédio do Conselho está iluminada na cor verde, alusiva ao movimento. E durante a palestra na sexta-feira, 27, os colaboradores irão receber os lacinhos verde, símbolo da campanha.

Crea-RN intensifica número de fiscalização na área de segurança do trabalho

A Câmara Especializada de Engenharia e Segurança do Trabalho, do Crea-RN, realizou 187 visitas preventivas em empresas e obras durante ano de 2017 na tentativa de fiscalizar a aplicação de programas como o de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) e o Programa de Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção devidamente acompanhados por um profissional registrado junto ao Crea-RN.

Os programas visam à preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, através da antecipação, reconhecimento, avaliação e controle da ocorrência de riscos ambientais.

O Crea-RN também registrou um acréscimo no número de ARTs (Anotação de Responsabilidade Técnica) emitidas na área de segurança do trabalho. Em 2016 foram 192 solicitações. Em 2017 foram 245 emissões. Ou seja, um acréscimo de 27,6% feito por profissionais habilitados.

Justiça coloca futuro de Tião Couto na berlinda em ação sobre fraude na eleição de 2016

Uma ação de investigação judicial eleitoral do pleito de 2016 poderá enterrar as pretensões políticas de Tião Couto para este ano.

Está concluso para decisão da Justiça Eleitoral uma ação em que Tião é apontando como comandante de um esquema de abuso de poder econômico quando disputou a prefeitura de Mossoró.

“Os investigados, liderados pelo Sr. Sebastião Filgueira do Couto, o Tião da Prest, utilizaram-se de subterfúgios ilícitos durante todo o pleito eleitoral de 2016, com vistas à conquista de votos dos eleitores, comprometendo a lisura do pleito democrático, sem prejuízo da omissão escancarada de gastos”, acusou a peça que embasa pedido de inelegibilidade de Tião por oito anos.

Em dezembro do ano passado, após audiência com testemunhas, o MP pediu a quebra de sigilos de empresas para verificar a legalidade dos gastos. A ação apresentada é lastreada de provas que indicam ilegalidades.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tomaz disse:

    É do psdb.

PM apreende mais de 200 armas de fogo e recupera 86 veículos no 1º trimestre na Região Metropolitana

PM devolve motocicletas roubadas (1)A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), por meio da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte (PMRN), contabilizou durante o primeiro trimestre de 2016, a apreensão de 204 armas de fogo, 12 simulacros, 1.253 munições de diversos calibres, aproximadamente 27 kg de drogas e 17 balanças de precisão destinadas ao tráfico de drogas, somente em Natal e Região Metropolitana.

Além das apreensões, a PM ainda capturou cerca de 60 foragidos do Sistema Penitenciário do Estado, os quais foram reconduzidos aos estabelecimentos prisionais para o cumprimento de suas respectivas penas restritivas de liberdade.

A Polícia Militar ainda recuperou, somente na Região Metropolitana, quase 90 veículos que continham registro de roubo ou furto, que foram devolvidos aos proprietários. Foram atendidas mais de 42 mil ocorrências registradas pelo Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), pelo número 190.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Capitão-mor disse:

    Parece foto do poupa-ganha 🙂

  2. Lutemberg disse:

    Ao invés de tão somente criticar, deveria reconhecer o trabalho feito pelos policiais, com um efetivo muito abaixo do ideal, e mesmo assim, eles vêm se esforçando para prestar um serviço digno à população. Vale lembrar que os proprietários também poderiam ajudar instalando bloqueadores e/ou rastreadores em seus veículos, dificultando assim a ação dos criminosos e facilitando o trabalho da polícia, e cobrar de quem de direito leis que realmente punam os ladrões, ao invés de só beneficiá-los.

  3. caio fabio disse:

    Não informam a quantidade de veículos roubados no período para não mostrar o quanto tão insignificante foi o percentual de recuperação

Associação dos Magistrados emite nota contra ação aberta no CNJ contra Sérgio Moro

Federal Judge Sergio Moro during a session of the Committee on Constitution and Justice of the Senate that discuss changes in the Code of Criminal Procedure, in Brasilia, on September 9, 2015. Judge Moro leads Brazil's huge anti-corruption drive that investigates the cases of corruption in the state-owned oil company Petrobras. AFP PHOTO/EVARISTO SA
Foto: Evaristo Sá / AFP PHOTO

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) emitiu uma nota considerando inadmissível o processo disciplinar aberto no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra o juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Lato. Na nota a Associação diz que tal medida não pode ser usada para interferir na autonomia da magistratura.

Confira a nota na íntegra:

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) considera inadmissível a iniciativa do Sindicato dos Advogados de São Paulo em protocolar pedido de processo disciplinar no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra o juiz Sérgio Moro, que preside a Operação Lava Jato.

Para a AMB, o CNJ não pode ser encarado como uma instância recursal ou como caminho para cercear a autonomia da magistratura. Tal medida evidencia mais uma forma de intimidação dos juízes em suas atividades estritamente jurisdicionais e indica possível tentativa de impedimento à atuação do juiz que está à frente das investigações da Lava Jato.

A magistratura brasileira reafirma a sua confiança nas instituições, sobretudo no Poder Judiciário, e reitera que não se furtará diante de ações e manobras que venham a tentar paralisar o trabalho dos juízes no combate à corrupção.

João Ricardo Costa
Presidente da AMB

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Esmael Leite da Silva disse:

    Os novos aiatolás do judiciário brasileiro.
    Estando presentes os “pressupostos de admissibilidade do provimento jurisdicional”, a AMB não tem de achar nada, tem de ater-se a Lei e esta nota não condiz com aqueles que juraram defender a Constituição Federal em vigor, é uma tentativa grosseira de substituir a lei, pela opinião.
    O judiciário atropelando a lei de forma escancarada arroga-se o direito de desconsiderar desde princípios mínimos até a derrogar a própria constituição, o centro da crise não está na esfera política, ela é causada principalmente pelo judiciário, vide Teoria do Domínio do Fato utilizada na AP 470 e na mesma AP 470 a derrogação da dupla jurisdição, junte-se a isso derrogação do artigo 5º, inciso LVII, da Constituição Federal e por ai vai, A ditadura do Judiciário é a pior das ditaduras, é hora de restaurar-se o legalismo dentro do Judiciário, o final das ditaduras sempre teve péssimos resultados para aqueles que indevidamente tentam se apoderar do Estado, está mais do que claro que muitos agem como se fossem Aiatolás, e vocês não detêm nem representatividade popular e nem poder divino, são funcionários do Estado e deviam ater-se ao seu papel.
    Em que pese a liberdade de opinião, é triste saber que a AMB tem esta.

  2. Henrique Dasilva disse:

    Os juízes nunca erram, nunca comentem deslizes…o caso do juiz que desfilava com o porsche de Eike Batista, foi um caso raro…..deve ter sido intriga dos advogados!

  3. Ceará Mundão disse:

    É triste vermos entidades representativas dos advogados defendendo a corrupção e o atentado sistemático às instituições nacionais, num flagrante desrespeito à democracia. Antigos defensores da ordem democrática, combatentes da ditadura, as associações de advogados estão, vergonhosamente, assumindo posições contrárias à sociedade. Isso sempre tem seu preço.

  4. Silva disse:

    Moro 2018.

  5. Sergio Nogueira disse:

    Mais uma vez a Advocacia, que outrora ombreou contra a ditadura, se alia a uma visando apenas uma forma de vingar-se pela perda de honorários de êxito.
    Como não conseguem mais usar de chincanas, não conseguem usar os vazios legais e estão vendo suas medidas protelatórias não darem resultado, resta apenas mirar em quem está fazendo o certo.
    Por isso indago: você compraria um carro usado de um desses advogados ou de Moro?

CENSURA? Globo notificará sites que falam de operação da emissora com o BNDES

globoO Grupo Globo decidiu notificar extrajudicialmente sites e blogs que têm noticiado um suposto empréstimo do BNDES que teria beneficiado a emissora.

O assunto foi levantado pela ex-funcionária da TV Globo Mirian Dutra, que teve um relacionamento pessoal com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Ela afirmou em entrevista que a Globo a teria “exilado” com contratos na Europa para evitar que sua volta ao Brasil e a relação com FHC prejudicassem a imagem do então presidente. Em troca, a emissora teria recebido financiamentos do BNDES a juros baixos.

A Globo tem em seu site uma versão para essa história: o BNDES era sócio da Globo Cabo, companhia de TV por assinatura do Grupo Globo, e acompanhou o aumento de capital da empresa realizado em 1999. O banco não teria realizado nenhum financiamento ou empréstimo a empresas do grupo.

A novidade neste episódio foi o Grupo Globo tomar a iniciativa de notificar os sites e blogs para que reafirme a informação ou se retratem. A ideia é processar os que não responderem de acordo com o que a emissora considera a versão correta dos fatos.

Fonte: Fernando Rodrigues / UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Anonimo disse:

    KKKKKKK… quando leio coisas como "a tendenciosa justiça do Moro", eu só consigo rir mesmo. Lembro ao cidadão que boa parte das ações e decisões de Moro tem sido confirmadas pelo, este sim, tendencioso STF, cuja formação foi cuidadosamente arquitetada pelo PT, mais preocupado com a ideologia do que com o notável saber jurídico dos indicados. E mesmo assim, esse STF não consegue desarticular e livrar a cara dos "companheiros" que vão, um a um, fazendo fila na cadeia, graças à "tendenciosa" vontade do Juiz Moro de botar corrupto na cadeia.

  2. Beto costa disse:

    Ta certo a globo. A lei existe p isso..

  3. Vitor disse:

    A cara da Globo começa a aparecer.
    Estão se sentindo como no tempo da ditadura, protegidos pela "tendenciosa" justiça do Moro.

  4. Brasil, meu país! disse:

    A globo pedir versão corretas dos fatos?
    A piada da noite de hoje!
    A maior manipuladora das mentes fracas desse país!

    • Paula Castelamare disse:

      Mente fraca igual a sua que vive de Bolsa Vagabundo e não tem coragem de trabalhar, se tem manifestação com direito a pão com mortadela e R$ 50,00 não perde a oportunidade de ir alienado Apaixonado por políticos ladrões que não esta nem ai para o futuro do Brasil

Sesap vai ampliar serviços de habilitação para atender crianças com microcefalia

Na reunião técnica entre os representantes do Ministério da Saúde (MS) e da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), uma das definições é a prioridade à ampliação da rede de serviços de habilitação e reabilitação física para as crianças com microcefalia.

A coordenadora do Departamento de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência, Vera Mendes, afirmou que o MS irá ampliar este serviço para que todas as regiões do Estado sejam atendidas. “Há uma determinação da presidente Dilma Roussef no sentido de garantir que todas as regiões tenham referências qualificadas para as mães e suas crianças”, afirmou.

Segundo a coordenadora do MS, após um mapeamento das unidades aptas a prestar esse serviço, será avaliada a necessidade de sua ampliação, tanto da rede própria e inclusive, se for o caso, firmando convênios com instituições filantrópicas.

O documento com as Diretrizes de Estimulação Precoce das crianças de 0 a 3 anos com atraso no desenvolvimento neuropsicomotor decorrente de microcefalia foi lançado pelo ministério em janeiro deste ano. São orientações direcionadas aos profissionais das equipes da Atenção Básica e Atenção Especializada para a estimulação precoce.

Na avaliação do diretor do Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas do MS, Maurício Viana, tanto o RN como o município de Natal estão senhores da situação por deterem um bom nível de informação acerca do problema. “O Estado e o município sabem exatamente o que está se passando com relação à microcefalia e sua estrutura e ambos tem um plano de enfrentamento bastante consistente. Lógico que todo sistema sofre com algumas fragilidades relacionadas à falta de certos insumos, mas levantamos a situação e a partir de agora é construir um plano para alinhar as expectativas nas esferas federal, local e estadual”, afirmou.

Ações da Petrobras valem menos do que um coco

água-de-cocoA ideia foi levantada pelo Antagonista, mas o blog foi analisar e constatou a verdade: uma ação preferencial da Petrobras vale, hoje, menos do que um coco comprado em algumas barracas de Ponta Negra. O coco que, há bem pouco tempo atrás, valia R$ 3, já é encontrado facilmente em Ponta Negra pelo valor de R$ 5, por causa da alta estação.

Mas o interessante é que um coco vale mais do que uma ação preferencial da Petrobras, maior empresa de petróleo do Brasil. O pregão hoje fechou com queda de 4,93% nessas ações que terminaram cotadas a R$ 4,43. Não dá nem pra comprar um coco.

Vai um coco ou uma ação da Petrobras?

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fala sério disse:

    Dá-lhe PT, dá-lhe PT, dá-lhe PT…
    Aperte o 13 e confirme… e tome corrupção, impunidade e falência de uma empresa petrolífera… precisa ser realmente incompetente ao extremo para conseguir falir um empresa de petróleo. Viva o PT!!!

  2. Joca Brasil disse:

    DAQUI A POUCO, VALERÁ MENOS QUE UM COCÔ…OU MESMO UM PUM…OU MESMO SÓ A CATINGA.
    A PROPOSITO, PODEM VISITAR-ME:

    http://blogdojocabrasil.blogspot.com.br/?m=1

TJ recebe denúncia contra prefeito por suposta fraude em licitação

ivan pendenciasO Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, na segunda sessão plenária de 2016, nesta quarta-feira (13), acatou os argumentos do Ministério Público e recebeu a denúncia contra o atual prefeito de Pendências, Ivan de Souza Padilha, por supostas fraudes em procedimentos licitatórios.

A decisão é relacionada a uma ação penal, na qual a Procuradoria Geral de Justiça pede a condenação pela prática do crime descrito no artigo 90 da Lei 8.666/93 (conhecida como Lei de Licitações) e na forma do artigo 71 do Código Penal, que ocorre quando o autor e, mediante mais de uma ação ou omissão, pratica dois ou mais crimes da mesma espécie.

Segundo a denúncia, o chefe do Executivo, junto a outros envolvidos, nos anos de 2010 e 2011, fraudou o caráter competitivo de procedimentos licitatórios, mediante ajuste e falsificação de documentos, a fim de beneficiar a empresa Breno Padilha de Lima-ME.

O MP ainda narra que houve uma simulação de existência de empresas concorrentes, o que foi confirmado pelos respectivos representantes, ao afirmarem em depoimento que não enviaram proposta e não reconheceram as assinaturas.

“Com efeito, os fatos imputados ao prefeito se acham circunstanciados, em observância ao disciplinado no artigo 41 do CPP, viabilizando, assim, o exercício dos direitos constitucionais, relacionados à ampla defesa e ao contraditório”, ressalta o relator da Ação, desembargador Saraiva Sobrinho, o qual destacou que há provas mínimas que baseiam a denúncia.

MPF quer combate a irregularidades no “Minha Casa” em Triunfo Potiguar

O Ministério Público Federal (MPF) em Assu recomendou à Prefeitura e à Secretaria de Assistência Social de Triunfo Potiguar que providenciem, em 30 dias, o recadastramento, mediante relatório social, de todas as famílias beneficiadas com imóveis do “Minha Casa, Minha Vida”. O MPF vem apurando possíveis irregularidades na gestão do programa no município, como a venda ou o aluguel ilegal dos imóveis e até mesmo a inclusão de beneficiários que não se enquadravam nos requisitos.

Com base no procedimento que tramita na Procuradoria da República em Assu, foram colhidas informações de que diversos imóveis destinados ao programa estão abandonados, ou sendo utilizados irregularmente por parte dos beneficiários. Pelas regras do “Minha Casa, Minha Vida”, as famílias integrantes da faixa de menor renda devem se manter nos imóveis por, pelo menos, 10 anos, ou até quitar o financiamento. Caso contrário, tem de devolvê-lo para que seja repassado a outra família que necessite de moradia.

Além do aluguel e venda irregular de casas, foram identificadas ainda famílias beneficiárias que não atendiam aos requisitos de seleção do programa, quando ganharam os imóveis. O recadastramento, solicitado na recomendação assinada pelo procurador da República Victor Queiroga, visa identificar as famílias que não atendem às exigências para permanecer no programa e até mesmo as que omitiram ou falsearam informações, quando do cadastro.

Dentre as suspeitas, estão a de famílias que entre o cadastramento no programa e a entrega das casas passaram a possuir imóvel próprio. Após o recadastramento, o MPF cobra dos agentes municipais as providências necessárias para apurar os casos suspeitos, inclusive quanto aos critérios de prioridade adotadas na seleção das famílias.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. RoSaldo disse:

    Cadeia para estes criminosos. Sem dó.

Governo e prefeituras definem medidas para combate aos efeitos da seca

reunião governoO Governo do Estado reuniu nesta segunda-feira (21), na Governadoria, prefeitos das cidades em colapso no abastecimento de água.  O encontro teve como principal objetivo operacionalizar as ações que serão realizadas nas áreas urbanas dos  municípios afetados com a seca, buscando alternativas para resolver o problema e garantir o acesso à água para a população.

O Governador Robinson Faria abriu a reunião destacando as medidas adotadas pelo Estado. “Estivemos em Brasília na semana passada e entregamos ao ministro da integração um relatório da parte emergencial e das metas do Governo para ações de convívio com a seca em curto e médio prazo. Essa é uma questão que o Governo tem tratado com a seriedade que merece. Já investimos, do tesouro estadual, mais de R$20 milhões e agora queremos contar com a ajuda do Governo Federal. Chamamos os prefeitos aqui para formamos uma parceria e assim otimizar os resultados do combate aos efeitos da seca no Rio Grande do Norte”, disse. As ações emergenciais da Operação Vertente, que irá distribuir água através de carros-pipa, foram detalhadas pelo Coronel Dantas, Coordenador da Defesa Civil.

A captação da água será feita em reservatórios monitorados pela Caern, como os localizados em Apodi, Vera Cruz e Macaíba.  Já o transporte será realizado por carros-pipa geomonitorados, que deverão ser contratados por meio de licitação. Dependendo da cidade que precisa de abastecimento o transporte poderá se dar por um raio de até 200 km. O abastecimento nas zonas urbanas dos municípios em colapso acontecerá por meio de centros de distribuição centralizados (chafariz ou caixas d’água), ficando a cargo das prefeituras o controle do abastecimento, assim como o teste de potabilidade. Para isso, deverão ser formadas comissões municipais com três integrantes, sendo um da prefeitura, um da comunidade, além do Coordenador Municipal de Proteção e Defesa Civil.

A Operação Vertente atenderá as áreas urbanas dos municípios: Antônio Martins, João Dias, Luís Gomes, Paraná, São Miguel, Tenente Ananiais, Pilões, Carnaúba dos Dantas, Acari, Currais Novos, Jardim de Piranhas, Timbaúba dos Batistas, Alexandria, Ouro Branco, São José do Seridó, Caicó, Equador, Alexandria. O plano macro para o enfrentamento dos efeitos da seca no Rio Grande do Norte, contemplando ações emergenciais, deve beneficiar 153 municípios potiguares. Três pontos principais compõem o plano. No primeiro deles, o estado pretende equipar, perfurar e comprar materiais para poços; o segundo diz respeito à forragem e ração animal, principalmente para os pequenos agropecuaristas; e o terceiro se refere à operação de carros-pipa. Para a Secretária-chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, o momento é de unir forças. “Apesar da distribuição de água ser responsabilidade dos municípios, o Estado vai apoiar as ações e ajudar no que for possível. O Governo vai estabelecer uma parceria na Operação Carro-Pipa na Zona Urbana e agilizar a instalação de poços”, afirmou.

A força-tarefa conta com o Gabinete Civil do Governo do Estado, as secretarias de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, da Agricultura, além do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), da Companhia de Águas e Esgotos (Caern), do Instituto de Gestão de Águas (Igarn), e da Empresa de Pesquisa Agropecuária (Emparn). Os trabalhos terão execução da Defesa Civil, a partir de recursos estaduais e federais.

Ação em prol do Varela Santiago supera expectativa e arrecada R$ 29 mil para o hospital

IMG-20150513-WA0005

Sucesso da campanha resultou na boa ação de 145 pessoas que depositaram o valor simbólico de R$ 200,00(duzentos reais), por até então 100 coberturas do Garanhão Peppy Bryan Bar, na conta do Hospital Varela Santiago. Com a campanha superando as expectativas, os R$ 20.000,00(vinte mil reais esperados) se transformaram em R$ 29.000,00 em prol das crianças do Estado.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ana Claudia Carvalho disse:

    EBom Dia, eu quero lhe parabeniza pelo seu trabalho a frente desta obra tao nobre e a equipe que esta na frente ,que Deus abencoe a todos.

PT entra com ação contra Aécio por construção de aeroporto em MG

O PT ingressou nesta terça-feira (22) com pedido de instauração de inquérito na PGR (Procuradoria-Geral da República) para investigar a suspeita de uso de recursos públicos na construção de um aeroporto no terreno de parentes do senador Aécio Neves (PSDB-MG), candidato à Presidência da República. O terreno foi desapropriado pelo governo do Estado.

Os petistas pedem que o Ministério Público instaure três inquéritos – civil, público e criminal – para apurar a denúncia revelada pela Folha de S.Paulo. O partido também pede que a PGR investigue se o aeroporto opera sem autorização da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Na ação, o PT afirma que a construção e a administração “irregular” do aeroporto configuram crimes de improbidade administrativa, peculato, emprego irregular de verbas públicas, prevaricação e desrespeito ao Código Brasileiro de Aeronáutica.

O partido argumenta que houve uso de recursos públicos na construção do aeroporto na época em que Aécio era governador de Minas, por ser administrado pelo tio-avô do candidato – o que configuraria o desrespeito à Lei de Improbidade Administrativa. Na ação, os petistas também argumentam que há a exploração de um espaço em bem público federal sem autorização do órgão regulador.

Outra irregularidade, segundo o PT, está na escolha do local onde o aeroporto foi construído. “As opções para a escolha do local onde está situado o aeródromo e da empresa que executou as obras devem ser elucidadas, tendo-se em vista que as notícias publicadas remetem a possível quebra da impessoalidade na opção pelo imóvel e na empresa que executou a intervenção [doadora em campanha eleitoral], com impactos na Lei de Improbidade Administrativa”, diz a ação.

O PT ainda afirma que, segundo a reportagem, haveria suposta falta de envio de documentos à Anac para manter o controle do aeroporto em “mãos privadas”, o que caracteriza o crime de prevaricação.

Como revelado pela Folha, no fim do segundo mandato de Aécio como governador de Minas Gerais, o Estado construiu um aeroporto em terreno de Múcio Guimarães Tolentino, tio-avô do candidato tucano e ex-prefeito da cidade. O Estado gastou quase R$ 14 milhões na obra.

A área foi desapropriada pelo Estado antes da execução da obra, no município de Cláudio, mas o tio de Aécio contesta na Justiça o valor proposto pelo governo para a indenização, que ainda não foi paga. Com a desapropriação, o Estado obteve a posse do terreno, mas ele só poderá ser registrado em nome do governo após o pagamento.

A Anac vai investigar se aviões pousaram e decolaram a partir do aeródromo de Cláudio, construído num terreno de parentes de Aécio Neves desapropriado pelo governo do Estado. Segundo a agência, não há autorização legal para movimentação aérea no local porque o uso da pista ainda não foi liberado perlo órgão de fiscalização. Na prática, o aeroporto ainda não existe.

TUCANOS

O PSDB promete ingressar com ação contra a Anac e a presidente Dilma Rousseff no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) por uso da máquina pública. Os tucanos consideram que Dilma e o PT utilizaram a Anac para prejudicar Aécio, uma vez que o candidato afirma que o processo de homologação do aeroporto ocorreu de forma “legal e transparente” –enquanto a agência afirma que não autorizou movimentação aérea no local.

“É vergonhosa a utilização de mais uma estrutura do estado para perseguir adversários políticos do governo”, diz nota divulgada pela coligação de Aécio.

O PSDB ainda não informou quando vai ingressar com a ação.

Fonte: Folhapress

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Joana disse:

    Agora só porque foi Aecio que, por " acaso", desinteressadamente, com RECURSOS PÚBLICOS, construiu um aeroporto numa área particular, que pertencia ao seu tio ( não foi de um desconhecido qualquer, mas seu parente, prestem atenção), o fato virou uma uma coisa que pode ser relevada, uma besteira, sem importância. Não passa de puro desespero do PT. Faz-me rir bando de babões sem cérebro!!! Crucificam o PT, a todo custo, sem ponderar as melhorias que trouxeram na parte social ( e que foram muitas, posso dizer pelo que vivi. Estudei na UFRN, que na época de FHC tava aos pedaços, e depois, no governo de Lula, parecia outra Universidade, equipada, com arcondicionada, biblioteca setorial em varios cursos). Claro, que o governo do PT, especialmente da Dilma, não é perfeito (aliás, existe governo perfeito ?!!Porém, não sou cega como alguns que defendem a oposição, e que acham o Aecio o modelo de honestidade desse país). Ah…só um lembrete, não foi o PT que inventou o mensalão. Essa especialidade é do PSDB, que comandou o maior esquema da corrupção, para cooptar apoio para aprovação da reeleição (isso até as pedras do mar sabem), só que como, na epóca eles não permitiam que se investigassem, ficou a abafado.

  2. Alberto Cesar disse:

    Será que aquele helicóptero dos Perrela com mais de 400 Kg de cocaína deveriater pousado nesse "Aecioporto" ? Isso 'cheira' muito mal.

  3. Potiguar disse:

    O NOME DISSO E DESESPERO!!!!! O PT AO PERCEBER QUE SUA QUEDA VERTIGINOSA NAS PESQUISAS , PARTE PARA ATACAR SEM QUALQUER RAZÃO O CANDIDATO QUE ESTÁ EMPATADO ! GRAÇAS A DEUS OS PETRALHAS PERCEBEM SOZINHOS O SEU FIM !!!! OVRIGADO POR VESTIREM A CARAPUÇA!!!! SHOOOOOWWWWWW

  4. Carvalho disse:

    Tudo isso por uns quilos de asfalto no chão, ah, quanta baboseira!!!

MP abre inquérito contra CBF e STJD, e pode salvar Portuguesa

Punida com a perda de quatro pontos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por utilizar o meio-campista Héverton de maneira irregular na última rodada do Campeonato Brasileiro, a Portuguesa ganhou novo fôlego na tentativa de permanecer na elite do futebol nacional. Nesta quarta-feira, o Ministério Público do Estado de São Paulo divulgou a instauração de um inquérito civil para analisar a punição dada ao clube rubro-verde.

Em evento realizado no centro da capital paulista, o Promotor de Justiça do Consumidor, Roberto Senise Lisboa, anunciou a abertura do processo legal para averiguar a decisão tomada pelo STJD. De acordo com Lisboa, uma pena imposta pelo órgão desportivo não pode prevalecer sobre o Estatuto do Torcedor, já que este último é uma Lei Ordinária, enquanto o primeiro impõe normas administrativas.

“O Ministério Público instaurou na tarde desta quarta-feira um inquérito civil contra a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o STJD. Quero, em primeiro lugar, enfatizar que não atuamos em função de nenhum clube de futebol. Nossa função é em defesa da sociedade. O Estatuto do Torcedor e o Código do Consumidor dão legitimidade para que cumpramos a lei. A questão não é para qual time se torce, e sim sobre o cumprimento daquilo que a sociedade espera de suas instituições”, afirmou o Promotor de Justiça.

Segundo o artigo 35 do Estatuto do Torcedores, as decisões tomadas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva devem ser disponibilizadas no site da entidade. Entretanto, a divulgação da punição de dois jogos ao meio-campista Héverton foi anunciada apenas em 9 de dezembro, um dia após o atleta entrar em campo durante o segundo tempo no empate por 0 a 0 com o Grêmio, no Canindé, em partida válida pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Há fortes indícios de que realmente houve uma falha. Qualquer estudante de direito aprende no primeiro semestre da faculdade que uma lei federal prevalece sobre normas administrativas. Caso a CBF não reveja essa conduta, o Ministério Público tem soluções previstas no próprio Estatuto do Torcedor”, completou.

Com a punição imposta pelo STJD, a Portuguesa perdeu quatro pontos no Campeonato Brasileiro e acabou encerrando a competição com 44 pontos. Com isto, o clube rubro-verde caiu para 17ª colocação, posição que o faria disputar a segunda divisão nacional na próxima temporada, e o Fluminense, com 46 pontos, deixou a zona de rebaixamento. No entanto, segundo Lisboa, há boas possibilidades de o quadro ser revertido.

“O futebol é a profissão e ganha pão de milhares de pessoas, então deve ser levado a sério, e não como simples brincadeira, como alguns procuraram dar a entender nos últimos dias”, completou o Promotor. “Há possibilidade de que não seja aplicada a penalidade da perda dos quatro pontos. E no entender do MP, é uma chance bem forte, e não remota”, encerrou.

Nas próximas semanas, o Ministério Público ouvirá pessoas ligadas ao caso, incluindo dirigentes da Portuguesa, em 22 de janeiro, às 15 horas (de Brasília). Caso a CBF não acate a decisão do órgão, o MP entrará com uma ação civil pública.

Terra

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Juliano Silva Aquino disse:

    É muita falta do que fazer e ao mesmo tempo desperdiçar nosso dinheiro o Ministério Público perder tempo e ajuizar uma ação dessas. Ganham fortunas, gastam mais ainda o dinheiro do órgão ministerial, recebem os imorais auxílios palitós para fazer isso? Produzir esse trabalho? Isso é uma vergonha

VÍDEO: caso de abordagem da PM que deixou bancário paralítico em Natal se arrasta na justiça

VídeoVEJA VÍDEO AQUI

Alvo de uma abordagem policial do BP Choque, no dia 12 de outubro de 2012, o bancário Hudson Pereira, desde então paralítico após ser atingido por 10 disparos de arma de fogo de grosso calibre, nas proximidades da Ponte da Redinha, encontra-se em licença de trabalho até hoje e vive a angústia do processo que se arrasta na justiça na 2ª Vara Criminal da Zona Norte.

“Era uma vítima indefesa e sem mostrar nenhuma reação, após adormecer dentro do meu veículo”, resume o bancário, que foi atingido por dois tiros na região das costas, causando a paralisia dos membros inferiores.

Como podemos visualizar em um vídeo publicado no Youtube, de identificação anônima, as circunstâncias e motivos da abordagem desastrosa ainda carecem de explicações.

No dia da ocorrência, os policiais alegaram que Hudson estava dentro de um carro e teria tentado fugir do local durante a tentativa de abordagem. Os policiais, inclusive, teriam dito que buscaram efetuar disparos em direção aos pneus,  com objetivo de conter uma possível fuga.

Na versão de Hudson, os policiais não atiraram em direção aos pneus. “Eles atiraram na minha direção. Houve uma falha dos policiais”, disse a Tribuna do Norte em matéria sobre número de punições na Polícia Militar, publicada em 8 de dezembro de 2013.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Espedito disse:

    Um absurdo o que aconteceu com Hudson, um homem de bem com uma vida fantástica pela frente, sendo brutalmente perseguido e maltratado pela policia. A policia que tem o dever de proteger o cidadão de bem e nesse caso o despreparo dos policiais foram nítidos. Como cidadão de bem fico indignado com uma ação catastrófica como essa. Um absurdo, que na realidade o maior prejudicado foi Hudson. Espero que pelo menos se faça justiça.

  2. Sheila disse:

    Cena triste que nos faltam as palavras p comentar tamanha brutalidade e despreparo da nossa policia,que na sua formaçao seria defender a populaçao. Indignaçao,rapaz jovem ,cheio de vida,tanto coisa pela frente,trabalhador,realmente estamos num mundo onde existem pessoas crueis que abusam de suas funçoes e tiram o brilho de tantas vidas.Tantos projetos e planos ceifados mas vamos tds clamar JUSTIÇA de Deus principalmento!

  3. Cristóvão disse:

    Policiais despreparados e truculentos, à começar pela pontaria. Como é que se atira nos pneus e atinge o motorista? Para que tantos tiros? Por que atirar se não houve nenhuma ação da vítima? Entendo que a ação dos policiais foi desproporcional e exagerada e merecem a devida punição.

  4. Arnaldo Galvão disse:

    Gente, que absurdo desses policiais. A justiça precisa ser feita e a sociedade precisa acompanhar isso

  5. Jurandir disse:

    Foi uma infelicidade, onde todos os dias nós vemos situações muito parecida com essa. Portanto, resta ao poder público do nosso Estado preparar, capacitar, simular, treinar de forma frequente a polícia militar.

  6. Itanildo disse:

    Acredito que houve falha na abordagem e a ação da polícia foi meramente reativa como se estivessem enfrentando bandidos, pelo que entendi o rapaz estava dormindo e com certeza deve ter assustado com a abordagem…Faltou comunicação de alerta e solicitação da identificação do bancário por parte da polícia. Vendo o vídeo também pude observar o total despreparo dos policiais quando removeram o rapaz baleado do carro, o que pode ter agravado as consequências do acidente. Policia melhore a comunicação das abordagens. afinal nas ruas pessoas de bem são maioria.

  7. Assum disse:

    Minha nossa… Como podem atirar assim? Cadeia é o mínimo pra esses policiais. Lembrei da história do carandiru

    • bruno disse:

      Amigo, já são vários comentários com o mesmo IP e sempre usando a mesma abordagem. Já liberamos alguns e excluímos vários. Não vamos mais aceitar comentários que venha desse endereço.

  8. bruno disse:

    Amigo, já são vários comentários com o mesmo IP e sempre usando a mesma abordagem. Já liberamos alguns e excluímos vários. Não vamos mais aceitar comentários que venha desse endereço.

  9. Hortênsia disse:

    Isso se chama Estrito Cumprimento do Dever Legal. Infelizmente em determinadas situações, como essa, a intervenção redunda em agressão a bens jurídicos como a liberdade, a integridade física ou a própria vida. Se esse bancário, que em tese é uma pessoa esclarecida, embora tivesse sob efeito
    de alguma substância, tivesse atendido a ordem de parar e sair do carro, certamente esse desfecho teria sido diferente.

  10. Henrique S. disse:

    A sociedade precisa dizer qual tipo de polícia ela quer para lhe proteger, se o policial age é truculento se não age é "cagão" e conivente com o crime. Ora se o estado obriga o policial a portar uma arma de fogo, então presumisse que ele capacitou e outorgou ao mesmo o direito de usá-la quando achar necessário. Infelizmente bandido não tem escrito na testa a frase "vida loka" nem tão pouco utiliza as vestes dos irmãos metralhas. Abusos e excessos policiais existem e devem ser punidos, mas precisa ser entendido que a polícia só é chamada quando a situação já saiu do controle e envolve alto risco, e que a mesma lida com o que tem de pior na sociedade, queria ver estes teóricos atuando em uma situação de risco, como a simples abordagem de um veículo suspeito e com vidros escuros sem saber quem e o que tem dentro, ou então pedir por favor para um criminoso com uma arma na mão parar.

    Agora esta sociedade hipócrita que é vítima da bandidagem e critica a falta de segurança, é a mesma que acha ruim ser parada em uma blitz e que fica revoltada quando seus filhos são presos por arruaças ou por dirigirem embriagados, mas acha lindo assistir em uma tv paga a atuação da NYPD ou da Londrina Scotland yard. Agora quando são vítimas da crescente violência brasileira se lembram logo de ligar para a Polícia e depois saem fazendo passeata pela Paz, pura hipocrisia.

    Agora experimentem desobedecer uma ordem de parada de um policial nos EUA ou então em uma abordagem mova as mãos para fora do campo de visão do policial, para ver o que acontece, e olhe que é um País civilizado e dito de primeiro mundo!!!!

    • Evaldo disse:

      Isto não é verdade. Cuidado com o que vê nos filmes. Também nos EUA é proibido atirar em pessoas simplesmente porque estãoq fugindo. Embora em cada estado haja diferenças, a Suprema Corte Americana ja julgou ilegal tal conduta, por ferir comandos internacionais.

  11. Andre disse:

    Se ele estivesse em casa provavelmente não teria acontecido isso, antes que alguém me critique não sou policial mas a sociedade que é um lixo tem a polícia que merece , os policiais no meu humilde ponto de vista agiram de maneira equivocada porém o cidadão que se diz cidadão estava em uma situação completamente errônea é claro que um erro não justifica o outro mas vale lembrar que os policiais estão continuamente sobre stress porém antes de você criticar quem está errado se coloque no lugar do policial e faça uma pergunta a se mesmo, e se fosse você no lugar do policial ? No Brasil a sociedade é muito hipócrita… Aqui nos E.U.A bandido que atira em polícia geralmente morre quando não, pega prisão perpétua. Policial aqui realmente representa a força do Estado, e você que vive criticando a polícia do Brasil faça o seguinte quando precisar dela e vai precisar mais cedo ou mais tarde chame a liga da justiça que eles irão te ajudar…

    • Weksley Viana disse:

      Amigo, por mais errado que estivesse o cidadão não justifica a conduta da policia em abrir fogo. Pois o mesmo estava desarmado. O que acho que falta é preparo para este tipo de situação. Até o momento os policiais não sabiam o que havia dentro do carro, então até que se apresentasse uma ameaça eles não poderiam abrir fogo em cima de hipoteses.

  12. Allan disse:

    Creio que não venha ao caso entrar no mérito do que poderia ter acontecido, muito menos querer culpar a vítima pela atitude imprudente e violenta da polícia. O que existe é um fato consumado, tiros disparados diretamente no condutor do veículo e um cidadão do bem com limitações físicas devido à ação estapafúrdia da polícia… Entendo que o objetivo não era parar o carro e sim, atingir o condutor!

  13. Carlos Augusto disse:

    Conheço o bancario, sei que ele bebe muito pouco e deforma moderada. Foi constatado que a ponte estava interditada e todos os carros voltavam pela contra mao. Como serjão já falou, foi detectado que o Hudson não havia bebido, e mesmo que ele estivesse errado por algum motivo, sabemos que esse 'policiais' serão punidos, e já foram indiciados por crime comum e irão a juri popular, e eu como advogado e amigo estarei lá. Os policiais assumiram o risco de matar, pois não podem atirar, nem em caso de furo de bloqueio, que não é o caso. Art 125 Prg 4 CF, decreto lei 1001 de 1969 art 9 paragrafo unico, jurisprudencia STJ CC 113020 3 seção. HC 173873 de setembro de 2012 e portaria interministerial.

    • Gustavo disse:

      Nobre Carlos Augusto, não apele para mentiras. Em momento algum a ponte estava interditada. Não sei de onde vc tirou isso. Infelizmente ele assumiu um risco mto grave dirigindo na contra mão o que poderia ter resultado é uma ocorrência drástica, podendo ceifar a vida de pessoas inocentes. Ele em nenhum momento obdeceu a ordem verbal e legal dos policiais militares. Agiu com irresponsabilidade em tentar fugar novamente, e que certamentente iria pegar outra contra mão, ou invadir uma residência, ou algo pior. A situação exigia uma resposta. Atirar nos pneus no intuito de cessar a ação do veículo pode ser valido, mas o policia assume o risco de errar. E foi o que aconteceu ao meu ver. Os policiais devem realmente responder pelo excesso, mas também não podemos esquecer de julgar a ação do condutor do veículo e ação como um todo.

  14. Sergio Almeida disse:

    A atitude foi desproporcional e deve ser punido. Tive acesso ao caso junto ao MP/RN, e não foi detectado alcool no rapaz, inclusive atestado pelo médico do hospital de primeiro atendimento.

  15. tiago disse:

    Qual o poder ofensivo para uma abordagem dessas? Abordagem infeliz da policia. Tem que preparar melhor esses policiais e haver punições em casos dessa magnitude.

  16. Cesar Rubim disse:

    Dizem que ela existe
    Prá ajudar!
    Dizem que ela existe
    Prá proteger!
    Eu sei que ela pode
    Te parar!
    Eu sei que ela pode
    Te prender!…

    Polícia!
    Para quem precisa
    Polícia!
    Para quem precisa
    De polícia…(2x)

    Dizem prá você
    Obedecer!
    Dizem prá você
    Responder!
    Dizem prá você
    Cooperar!
    Dizem prá você
    Respeitar!…

    Polícia!
    Para quem precisa
    Polícia!
    Para quem precisa
    De polícia…

  17. Carol Dias disse:

    Essa polícia e uma vergonha, a cada dia aumentam os erros e as desastrosas abordagens. Tenho muito medo de um dia precisar desses monstros, pois a única diferença entre eles e bandidos e a roupa. Absurdo total o que aconteceu com esse rapaz. E que a justiça seja feita.

    • gustavo disse:

      Carol Dias, cuidado com o que vc fala. Você fez um comentário extremamente infeliz. Espero que vc nunca precise da Policia, e que se um dia precisar tenha a hombridade de falar isso na cara do policial. Você só pode ja ter sido presa ou tem algum vagabundo na familia que ja foi preso. Tenha vergonha na sua cara e mais respeito a profissão policial.

  18. Breno disse:

    Independente do estado alcoólico do cidadão , ele NUNCA em hipótese alguma poderia ter sido alvejado, está com seqüela e poderia ter morrido.
    Polícia despreparada !!!!!

  19. ze disse:

    o começo da materia fala em 10 disparos, mas ele foi atingido por dois, e varios disparos na regiao inferior do veiculo. se fosse diretamente contra ele, ele estaria a sete palmos do chao pois foram 18 disparos nos pneus. ele omitiu o fato de ter saido na contra mao da newton navarro, estar embriagado e usando remedio controlado. como ele tem costas largas, ele mandou publicar uma reportagem na tribuna do norte aonde fala apenas a versao dele, e novamente na reportagem q fala sobre punicoes de policiais. sugiro o direito de resposta dos policiais envolvidos.

  20. Adriano Lima disse:

    Porque os policias não atiro logo no pneus do carro, quando o mesmo ainda estava parado, primeiro atira depois pergunta e sempre assim.

    • Rayane Araújo disse:

      Impressionante é ainda existir alegação para a atitude absurda desses policiais, só dá pra entender se vizualisarmos tal posição como advogado de defesa desses funcionários públicos. O que deve acontecer é a punição justa e eficaz por parte da justiça, cumprindo o seu dever de dar ao cidadão a possibilidade de ver seus direitos satisfeitos, pois a vida da vítima nunca mais foi a mesma, o sofrimento e a dor dos seus familiares e amigos são imensuráveis! E, de acordo com o nosso ordenamento jurídico, todo excesso é punível. Dessa forma, sob qualquer aspecto, a vítima está acobertada e, desculpe-me meu (minha) colega dw profissão que defende os policiais, qualquer justificativa se torna vazia e sem solidez diante das provas e das sequelas deixadas por seus clientes!

    • marcel guedes disse:

      ínfelismente ainda existe pessoa que querem mudar o rumo das coisas e dos acontecimentos,confesso que quando me falaram do ocorrido em primeiro momento achei que o condutor e hoje posso dizer vitima estivesse errado,mas hoje vendo as imagens nao posso ir de encontro ao velho jargao,que contra fatos nao existem argumentos.fora isso nao ha como nao se sensibilizar a revolta de familiares e amigos, que veem o tempo passar sem que nenhuma atitude seja tomada,estamos falando de um cidadao de bem que honra seus compromissos e paga seus impostos,mesmo que ele tenha furado uma barreira militar isso nao dar o direito de policiais mal treinados(falo isso com conhecimento de causa)abram fogo se em nenhum momento o rapaz colocou em perigo os mesmos….ja vimos por diversas veses marginais com armas na mao ameaçar refens e calmamente a policia negociar com marginais.isso acontece por que no pais que vivemos bandidos de verdade merecem respeito enquanto cidadao de bem recebe bala….chega nao da mais pra entender o rumo que esse pais que vivemos e se alguem ainda tem opniao divergente que seja humilde apenas por 2 minutos e assista as imagens

  21. Napoleandro disse:

    O cara que faz algo dessa natureza assume todos os riscos…Punir esses policiais é encorajar a todos a não considerar nem acatar nenhuma orientação da polícia numa eventual abordagem?

  22. Henrique S. disse:

    O Vídeo é bastante claro, não houve abordagem truculenta nenhuma, o que podemos ver é um veículo com vidros escuros tentando se evadir após a abordagem policial.
    Hora querer culpar os policiais neste caso é o mesmo que querer processar por danos morais uma caixa de supermercado que verifica se a nota com que estamos pagando é falsa, em ambos os casos eles estão no estrito cumprimento do dever e se utilizando de artificios que os preserve de maiores riscos.
    Pelo menos neste caso os policiais deram sorte se não fosse este vídeo, estariam todos expulsos da corporação e presos !!!
    A população precisa ser orientada de como se compotar em uma bordagem policial, tendo em vista que é um momento de grande risco e estresse para ambas as partes!!!!

    • Tetéu disse:

      Quem fica defendendo esses policiais , são os próprios colega de farda que querem encobrir o injustificável. O menino estava dormindo e se assustou com a lanterna.do PM.

  23. JONAS disse:

    Gosto muito da polícia, mas de alguns policiais que prestam seus serviços com atenção e zelo pela farda! Já outros quando vestem este uniforme, se transformam em um conjunto de PEDRA DESPREPARADAS, homens grossos, sem educação na abordagem, sem noção do que diz e faz, maldosos em muitas vezes. Abordagem desses polícias nesse vídeo mostra total despreparo. E agora?? Quem vai devolver o andar daquele bancário?? Será que o dinheiro, por mais que a indenização seja alta, paga seu movimento em sua vida????

  24. Juliana disse:

    O que nunca se conta dessa história é que antes de ser abordado pela polícia, o bancário atravessou toda ponte Newton Navarro na contra mão!
    E se alguém tivesse sofrido um acidente ou morrido por essa conduta imprudente do bancário? A ponte Newton Navarro não é curta…
    Achando pouco, ainda não respondeu às primeiras tentativas de abordagem da polícia, e no vídeo está bem claro que essas foram sem o emprego de arma de fogo.
    Isso só ajuda a concluir que o rapaz estava, no mínimo, sob o efeito de alguma substância, ou testando até onde iria a sua "gracinha" com as autoridades.

  25. Sergio Nogueira disse:

    No vídeo que assisti o carro tentou evadir-se do local ainda que muito provavelmente seu condutor tenha visto a viatura da PM e seus ocupantes. Quem corre de polícia é porque tem algum temor.

    • Alexandre Magnos disse:

      Este não é procedimento adotado em caso de fuga de um suspeito. Academia de Polícia nenhuma no Brasil ensina este procedimento. Essa foi uma ação desmedida, não houve nada que justificasse um disparo de fuzil. Os policiais tinham outras maneiras de parar o veículo, disparar contra um alvo sem saber quem pode estar dentro é muito despreparo. A desculpa de ter tentado atirar nos pneus é apenas uma tentativa covarde de justificar o injustificável, nunca ouvi falar que isso fosse uma ação controlada, na maioria das vezes ocorre desastres e por isso deve ser evitada ao máximo.Agora, existe uma pessoa que está sem os movimentos das pernas e que quer apenas que quem errou seja punido.

    • Gugu disse:

      Primeiramente queria te dizer que não foi tiro de fuzil e sim calibre .40, que é o usado pelas policias do Brasil em area urbana. Procure entender pra não falar besteira. Segundo, a situação exigia uma resposta imediata da policia, pois esse cidadão ja vinha na contra mão da ponte newton navarro colocando a vida de várias famílias em perigo. Já pensou se ele colide o carro frontalmente com outro veículo e tira a vida de um inocente?A abordagem seguiu um padrão, e houve insistência na verbalização. É visivel que ele não atende a nenhuma ordem de parada, e com certeza iria continuar a prática da direção perigosa podendo causar um transtorno imenso. De fato academia nenhuma ensina a disparar em veiculo em fuga, porem existem exceções na situação em que vida de inocentes estão em jogo. Que é o caso! A de se analisar as consequências da conduta desse motorista.

    • Renata disse:

      Muitos comentários fazem suposições dele colocar a vida de várias famílias em risco, mas momento algum a polícia quis poupar a sua. Hoje contribuo para a reabilitação do Hudson e acompanho de perto toda sua força de vontade e de determinação, e que por mais que essa ação lhe tirou os movimentos dos membros inferiores não tiraram o sorriso e a alegria do seu rosto.

FOTO(Fim da polêmica): Luta mista do Shooto é ação contra violência doméstica do Disque Denúncia

1509955_10152455588104606_1579360670_nO combate entre Emerson Falcão e Juliana Velasquez não vai acontecer. Todo o projeto do combate misto  de MMA não passava de uma campanha formulada por Dedé Pederneiras juntamente com o Disque Denúncia.

Por meio das redes sociais, Dedé divulgou um banner revelando a ação, e completou com a seguinte declaração:

“Vocês sabiam que a cada 90 minutos uma mulher morre vitima de agressão masculina? Não? Nem eu, até decidir fazer essa campanha”, disse Dedé em sua conta no twitter.

As opiniões ficaram divididas nas mídias após a revelação de Dedé. Uns apoiaram a ação do líder da Nova União, outros disseram que foi mal planejado, e alguns até afirmam que Dedé, após a má repercussão do caso, decidiu apagar o incêndio forjando a campanha.

Gracie Mag

MPF/RN ajuíza ação contra o Estado por falta de monitoramento do quebra-mar da Redinha

O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com um a ação civil pública contra o Estado do Rio Grande do Norte. O objetivo é obrigar a implantação de programas ambientais e medidas de monitoramento ambiental em razão da obra do quebra-mar da praia da Redinha Nova, construído em 2002 para sanar problemas de erosão costeira. A ação tem por fundamento o descumprimento da licença ambiental de instalação.

Essa licença, expedida em 2002, fixou condicionantes que deveriam ser cumpridas pelo Governo do Estado, dentre as quais a implantação de programas ambientais, com envio ao Ibama de relatórios semestrais. Previa ainda a execução do Plano de Monitoramento Ambiental da faixa e perfil da praia, dos parâmetros oceanográficos e da biota marinha (conjunto de seres vivos que habitam essa região).

Outra série de medidas fixadas na licença nunca foram concretizadas, conforme comprova a documentação juntada na ação. De acordo com relatório técnico do Ibama, não é possível obter dados sobre as consequências da obra e decidir sobre eventuais medidas corretivas, sem os relatórios de monitoramento.

Para o procurador da República Fábio Venzon, que assina a ação, o licenciamento ambiental somente se concretiza e alcança o seu objetivo na medida em que as condicionantes fixadas são atendidas pelo empreendedor, no caso o Estado. “As obras de contenção da erosão costeira, em que pese necessárias para proteção da costa, podem gerar impactos em outros locais ou no mar, razão da importância do monitoramento ambiental”, destaca.

A Ação Civil Pública nº 0005740-26.2013.4.05.8400 está tramitando na 5ª Vara da Justiça Federal e, se julgada procedente, determinará ao Estado o cumprimento das condicionantes fixadas na licença ambiental sob pena de multa diária de R$ 10 mil em caso de descumprimento.

MPF RN