Em ação, ex-partido de Bolsonaro diz que juiz de garantias ‘está na contramão dos anseios da sociedade’

Na Ação Direta de Inconstitucionalidade apresentada ao STF para tentar barrar a criação do juiz de garantias, o PSL, ex-partido de Jair Bolsonaro, defende que a medida, sancionada pelo presidente da República no pacote anticrime, traz “profunda insegurança jurídica” e “coloca em risco a punibilidade de inúmeros criminosos”.

O partido também afirma que a lei aumenta o risco de impunidade e está na contramão dos anseios da sociedade.

Eis um trecho da peça assinada pelo escritório do advogado Alberto Rollo:

“As pesquisas realizadas por ocasião do último pleito nacional revelaram que os brasileiros não aguentam mais o aumento da criminalidade e a impunidade, em grande parte decorrente da arcaica legislação brasileira. É verdade que, em parte, a Lei n°13.964/2019 atende a esses anseios. No entanto, no que diz respeito à criação do ‘Juiz de Garantias’ a lei, como visto, se mostra materialmente inexequível, trazendo o risco de questionamentos da sua não aplicação, logo após o início da sua vigência, por parte de réus, trazendo insegurança jurídica,risco de impunidade e de prescrição de milhões de processos.”

O PSL também questiona o fato de a medida ter sido instituída sem estudo prévio de impacto financeiro e orçamentário.

“O trabalho judiciário praticamente será dobrado no processo penal, tornando necessários mais juízes. Tanto a criação de novos cargos quanto o ‘rodízio de juízes’ implicam na criação de despesas para Tribunais e outros entes federativos, sem previsão orçamentária e sem estudo prévio do impacto orçamentário. Tanto é assim que esse C. STF teve que constituir às pressas um grupo de trabalho, que deverá promover estudo profundo em exíguos quinze dias do período de recesso.”

Confira clicando aqui a íntegra da ação.

O Antagonista

José Agripino emite nota após ação do MPF por improbidade em decorrência da “Sinal Fechado”

O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com Ação Civil por Ato de Improbidade Administrativa (AIA), na Justiça Federal no RN, contra o ex-senador José Agripino Maia, Rosalba Ciarlini – ex-governadora e atual prefeita de Mossoró – e seu marido Carlos Augusto Rosado. Eles responderão por solicitação e recebimento de mais de R$ 1 milhão em propina para manter contrato de inspeção veicular ambiental com o Detran/RN, obtido irregularmente através de licitação fraudada, em 2010. Segundo o órgão, o dinheiro foi utilizado como “caixa dois” na campanha de reeleição do parlamentar e de eleição da ex-governadora.

Veja nota:

Diante da notícia veiculada no dia de hoje, dando conta de que o Ministério Público Federal ajuizou ação de improbidade administrativa contra a minha pessoa, venho esclarecer que a acusação que me fazem é a de ter interferido junto ao Governo do Estado para a implementação de um serviço que jamais foi contratado ou autorizado.

Esta acusação é feita por um delator em busca de seus interesses, quais sejam, obter benefícios com a Justiça através de um acordo com o Ministério Público, o que escancara a fragilidade das alegações.

Confiando em que a verdade dos fatos será esclarecida, mantenho-me, como sempre, à disposição do Poder Judiciário.

José Agripino Maia

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Saulo disse:

    Iria ser golpe do século no RN. Porém o Ministério Público jogou água na fervura. Lembro bem quando quando no icício de 2011 um aspone do DETRAN, sendo entrevistado e na maior cara de pau afirmando o início da inspeção veicular e os falados esfregando a mão pensando na fortuna que iriam ganhar estorquindo a população. A ganância era tão grande que carro com um anos de uso já teria que passar pela inspeção. Vão todos de f… bandos de fdp.

  2. Carlão disse:

    Esse nunca irá preso.

  3. Luiz Antônio disse:

    É mais uma vítima de perseguição… ele e o filho do capitão

    Façamos arminhas

  4. Gilvan disse:

    A cada dia, deixamos de acreditar em políticos, principalmente os do RN, oportinistas.

  5. Cristian disse:

    B L I N D A D O ! ! !

SINAL FECHADO: MPF ingressa com ação contra o ex-senador José Agripino e a atual prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, por propina de mais de R$ 1 milhão

O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com Ação Civil por Ato de Improbidade Administrativa (AIA), na Justiça Federal no RN, contra o ex-senador José Agripino Maia, Rosalba Ciarlini – ex-governadora e atual prefeita de Mossoró – e seu marido Carlos Augusto Rosado. Eles responderão por solicitação e recebimento de mais de R$ 1 milhão em propina para manter contrato de inspeção veicular ambiental com o Detran/RN, obtido irregularmente através de licitação fraudada, em 2010. O dinheiro foi utilizado como “caixa dois” na campanha de reeleição do parlamentar e de eleição da ex-governadora.

Na investigação, o MPF constatou que os valores foram pedidos a George Anderson Olímpio da Silveira, que tinha interesse em pagar para assegurar o contrato celebrado com o Consórcio Inspar, administrado por ele. Em colaboração premiada, o empresário afirmou que também houve acordo para o pagamento mensal de vantagens indevidas. A propina foi negociada diretamente pelo ex-senador e Carlos Augusto Rosado.

O valor de R$ 1.150.000, pedido como “doação eleitoral” extraoficial, foi repassado de forma fracionada. Os primeiros R$ 300 mil vieram de recursos próprios do empresário e os demais R$ 850 mil através de empréstimos junto a agiotas (aos quais pagou juros até o início de 2011) e a uma empresa do próprio Agripino Maia (R$ 150 mil).

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Beto Araújo disse:

    Baluarte da moral e bons costumes…

  2. Observando disse:

    Aguardar o transito em julgado no STF daqui a 30 anos.

Em ação do MPRN, Justiça decreta indisponibilidade de bens de prefeito na Grande Natal

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio de uma Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa, obteve na Justiça potiguar a indisponibilidade de bens do prefeito de Extremoz, Joaz Oliveira Mendes da Silva, do ex-vereador de Extremoz e empresário Valdemir Cordeiro Lopes, mais conhecido como Mica, e outras oito pessoas e empresa. Ao todo, estão indisponíveis R$ 2.480.657,55, valor pago em contratos fraudulentos com a RB Locações e Construções Eireli – ME.

A ação é fruto de uma investigação inciada em janeiro de 2017 sobre dois procedimentos licitatórios e uma dispensa de licitação, todos realizados pela Prefeitura de Extremoz para fins de fornecimento de serviço de manutenção de iluminação pública. No decorrer da investigação, detectou-se outros contratos da empresa com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Extremoz e com a Câmara de Vereadores local. Para o MPRN, as pessoas e empresa investigadas teriam formado um esquema articulado desde as eleições municipais de 2016 para, dentro da gestão de Joaz Oliveira Mendes da Silva como prefeito, auferirem vantagens financeiras por meio da prática de atos ímprobos em prejuízo ao erário.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eleição disse:

    Joaz afundou a cidade de Extremoz.

MPRN move ação de improbidade contra prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini

Foto: Reprodução

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) moveu uma Ação Civil Pública (ACP) de improbidade administrativa contra o município de Mossoró, a prefeita Rosalba Ciarlini Rosado, e os secretários municipais de Administração, de Finanças e da Fazenda, Pedro Almeida Duarte, Erbênia Maria de Oliveira Rosado e Abraão Padilha de Brito, respectivamente.

A 19ª Promotoria de Justiça da cidade de Mossoró pede a condenação dos demandados por ato de improbidade administrativa em face da apropriação indevida dos valores descontados nos contracheques dos servidores públicos a título de empréstimos consignados.

Segundo levantamento, até o momento, o valor devido pelo Município às instituições financeiras (Banco Olé Bonsucesso e Caixa Econômica Federal), totaliza R$ 7.941.539,73, relativos aos descontos efetuados por averbação de consignação em folha de pagamentos, oriundos de empréstimos consignados, contratados por servidores públicos junto às instituições financeiras conveniadas, os quais deveriam, obrigatoriamente, ser a elas repassados mensalmente, por força de convênio de mútua cooperação, no entanto, foram utilizados em despesas diversas.

Matéria com todos os detalhes aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Façam e aconteçam e de tomar a prefeitura de Rosalba se esqueçam. E não é porque ela seja nenhuma sumidade administrativa ou tenha carisma político insuperável. Nada disso. É que as oposições de Mossoró (sim, junte-se tudo num único caçuá) nunca tiveram e continuam sem ter nenhum projeto de desenvolvimento para a cidade.
    Não é à toa que tudo em Mossoró, salvo raríssima exceção, foi obra de algum Rosado – goste-se deles ou não. Uníssonos, os opositores dos Rosados alardeiam ancestralmente que a prefeitura está quebrada, mas querem todos eles poder comandá-la: ai se eu te pego, bichinha…
    Problema é que eles são mais incapazes que o bando de Lampião. Ou capazes de tudo, ninguém duvide.

  2. BC3331986GAC disse:

    Essa Manicaca Fez o que fez no Estado e Os Mossoroenses elegeram essa Incompetente, Sofram !!!

  3. Anti-Politico de Estimação disse:

    E já é bem a décima vez que ela é eleita Prefeita de Mossoró. Parece que o povão não aprende nunca…

  4. Povo burro disse:

    POVO BURRO…ESSA PARASITA JÁ HAVIA QUEBRADO O ESTADO , aí os IDIOTAS a elegeram em MOSSORÓ, castigo para BURRO É CHIBATA, povo MERECE SE ARREBENTAR…POVO BURRO

    • joaozinho da escola disse:

      Nao sei se o povo é burro.. mas esse mesmo povo tambem votou nas promessas de Fatima…. em lula condenado e outros.

Genial! Disco voador de Messias Targino-RN era ação da Black Friday Borges Eletromóveis

Não existem mais limites para a criatividade do pessoal que trabalha com marketing. A história do disco voador de Messias Targino, noticiado por este blog e por alguns dos maiores veículos de comunicação do estado, como a TV Ponta Negra, era na verdade uma grande ação de marketing para gerar curiosidade e promover a Black Friday Borges Eletromóveis – preços do outro mundo, que acontece de 28 a 30/11.

A promoção promete invadir todas as lojas da rede com ofertas incríveis em móveis, eletrodomésticos e eletrônicos, além da conhecida facilidade de negociação e pagamento. O blog parabeniza a Borges Eletromóveis e sua agência, a ART&C/MaxMeio, pela sacada criativa que se espalhou por todo o estado.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. hein? cuma? disse:

    Desvendei essa marmota desde a primeira postagem!! Ô povo besta.

  2. Carlos disse:

    Parabéns a todos

  3. Paulo disse:

    Parabéns a todoss

  4. Oscar disse:

    Incrível vou comprar

  5. J. Dantas disse:

    Sacada criativa e genial? Pagar matéria em um blog para humilhar e chamar a população de uma cidade de matutos que acreditam em saci , mula sem cabeça e disco voador. Usar fotos de imagens montadas se passando por verdadeiras em um blog que pensei ser sério e de credibilidade. Sinceramente, essa campanha foi um insulto a inteligência dos cidadãos desta cidade…. lamentável e infeliz!

Prefeitura de Parnamirim realiza ação na praia com portadores de necessidades especiais

Foto: Divulgação

O projeto Se Cuida Parnamirim, apoiado pela Prefeitura, realiza nesta sexta-feira (1) a ação inclusiva Praia Acessível em Pirangi do Norte. O evento é em parceria com o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD), Sociedade Amigos do Deficiente Físico (SADEF) e empresas privadas.

De acordo com o Ângelo Santos, idealizador do “Se Cuida Parnamirim”, o objetivo da ação é mostrar que o município também é uma cidade inclusiva: “Dentre todas as cidades do Estado, apenas Natal tem essa ação, e por que Parnamirim com um litoral tão bonito não poderia ter um trabalho desse? É um desejo do prefeito e acredito que esta ação vai impactar muitas vidas. Além do benefício para a saúde, a intenção também é aproximar a Prefeitura desse público e fazer com que tenham acessibilidade e reconhecimento”, falou.

O evento conta com diversas ações que envolvem inclusão, acessibilidade e muita diversão para as pessoas com deficiência e voluntários. Entre as atividades estão os exercícios físicos, banho de mar com “stand-up paddle” adaptado aos cadeirantes e dança.

É a primeira vez do Praia Acessível em Parnamirim e a intenção é que a ação aconteça mensalmente. Ainda segundo Ângelo Santos, estarão envolvidos cerca de 40 profissionais da saúde. “Através de parcerias, vamos contar com fisioterapeutas, educadores físicos, enfermeiros e cuidadores. Inclusive, eles passarão por um treinamento para saber como atender melhor as pessoas com deficiência”, disse.

Pensando na comodidade dos participantes, dois ônibus, e um micro-ônibus adaptado, serão disponibilizados para as pessoas se locomoverem até a Praia de Pirangi do Norte. A concentração acontece no Parque Aluízio Alves, localizado na Cohabinal, com saída marcada para as 7h.

Ao todo 100 pessoas com deficiência poderão participar da ação em Parnamirim. Para mais informações sobre as inscrições, o público pode procurar o Professor do “Se Cuida”, Ângelo Santos no Gabinete Civil do Centro Administrativo, localizado na Avenida Castor Vieira Régis, Cohabinal, ou ligar para a Casa do Conselho, no telefone (84) 3645-4515.

MP ajuíza ação de improbidade contra vereador de Mossoró e ex-assessor que recebia, mas nem morava no RN

Foto: Reprodução

O Ministério Público do Rio Grande do Norte, por meio da 19ª Promotoria de Justiça de Mossoró, ofereceu uma denúncia e uma ação civil pública de improbidade administrativa contra Genilson Alves de Souza, vereador do Município de Mossoró, e seu ex-assessor parlamentar, José Ubiraci Gomes Duarte, pedindo a condenação de ambos pela prática do crime de peculato e de atos de improbidade administrativa.

Embora constasse na folha de pessoal da Câmara Municipal como assessor parlamentar do vereador no período de janeiro de 2013 a novembro de 2016, as provas produzidas na investigação apuraram que José Ubiraci Gomes não residia na cidade de Mossoró nem no Rio Grande do Norte desde pelo menos julho de 2013.

No entanto, mesmo residindo fora do Estado – fato esse de conhecimento do então vereador Genilson Alves de Souza, chefe imediato de José Ubiraci – o assessor parlamentar permaneceu recebendo normalmente seu salário até novembro de 2016. Ele foi exonerado da Câmara Municipal em dezembro de 2016, por ato do presidente da Casa numa demissão coletiva.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

Desembargador julga improcedente ação de Municípios do RN que pedia inconstitucionalidade do PROEDI

Foto: Divulgação/TJRN

O desembargador Saraiva Sobrinho, do Tribunal de Justiça do RN, julgou improcedente o pedido de liminar impetrado por um grupo de municípios potiguares que queriam a inconstitucionalidade do Programa de Estímulo ao Desenvolvimento Industrial do Rio Grande do Norte (PROEDI), criado em julho por decreto da governadora Fátima Bezerra.

Em sua decisão, o desembargador utilizou jurisprudência em casos semelhantes, inclusive do Supremo Tribunal Federal, afirmando que o pedido era improcedente e não afetaria a destruição de impostos entre os entes federados e não iria de encontro ao que preconiza a Constituição Federal.

A ação foi movida pelos municípios de Nova Cruz, Tenente Ananias, Bodó, São Bento do Norte, Canguaretama, Santo Antônio, Serrinha, Lagoa Danta, Bento Fernandes, Taipu, São Pedro, Caiçara do Norte e Patu.

Leia matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. rodrigo disse:

    Quem conhece sabe o belo trabalho que o Desembargador Saraiva fez e faz, estude antes de escrever algo que você pensa q sabe. @ Cigano

  2. Cigano Lulu disse:

    Os desembargadores temem ficar sem salários, só isso.

TSE rejeita ação que questionava favorecimento da Record a Bolsonaro

Foto: Roberto Jayme/TSE 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou, nesta quinta-feira (24), improcedente denúncia de suposto favorecimento do Grupo Record aos então candidatos Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão nas eleições de 2018, por meio de um tratamento diferenciado à chapa na cobertura realizada por veículos do grupo, como a TV Record e o Portal R7.

A ação, ajuizada pela candidatura de Fernando Haddad, da coligação PT, PC do B e PROS, alegava uso indevido de meios de comunicação argumentando que a empresa teria atuado de forma desequilibrada, favorecendo a chapa vencedora tanto na programação da emissora de TV de mesmo nome quanto do Portal R7, ambos veículos controlados pelo grupo.

Os ministros seguiram a avaliação contrária do relator, Jorge Mussi, chegando a uma decisão unânime. Segundo Mussi, a cobertura realizada pelos veículos da empresa teve caráter apenas jornalístico, sem apelo ao eleitorado. Entre os argumentos contrários ao questionamento, os ministros apontaram falta de provas.

O julgamento foi iniciado em setembro. O relator Jorge Mussi apresentou sua posição contrária. A análise foi suspensa para a solicitação de mais elementos. Foi retomada com o voto do ministro Edson Fachin, que considerou as provas apresentadas pela coligação de Haddad insuficientes.

Agência Brasil

Zoonoses realiza ação de desratização na orla de Ponta Negra

Foto: Beatriz Monteiro

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Centro de Controle de Zoonoses de Natal (CCZ) e em parceria com a Agência Reguladora de Serviços de Saneamento de Natal (Arsban) e a Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana), realiza, esta semana – de 21 a 23 de outubro – o terceiro ciclo de desratização na orla de Ponta Negra, na zona Sul da cidade.

O serviço, que vem sendo feito trimestralmente desde o início do ano, tem o objetivo de erradicar a população de ratos das praias, de forma a evitar a proliferação de doenças como a leptospirose, hantavirose e a tifo.

Durante a ação, é feita a vistoria e a verificação dos alvarás para confirmar se as exigências da Secretaria Municipal de Saúde em relação ao controle de pragas estão sendo cumpridas. Em seguida, ocorre o processo de iscagem, que é a implantação de iscas para capturar os roedores. Após oito dias, as equipes retornam para a reiscagem, que consiste na retirada de animais mortos e limpeza da área, sendo esta última realizada pela Urbana.

Humberto Nascimento, chefe de operações de campo do Distrito Sanitário Sul, afirma que, para 2019, foram programados quatro ciclos de desratização na orla de Ponta Negra e nos imóveis da rede de hotelaria e comércios da encosta. “Os ciclos trimestrais estão surtindo efeito. A tendência é que, com esses resultados satisfatórios nas ações de prevenção, haja uma diminuição da necessidade dessas ações, que vão passar a acontecer num intervalo de tempo maior”, destacou.

Comerciante da região há quatro anos, Orizonina Oliveira falou um pouco sobre os efeitos positivos das desratizações. “Antigamente, a gente trabalhava aqui e era muito chato porque os turistas ficavam perguntando ‘o que é isso?’ e a gente tinha que dizer que eram ratos. Aquilo chocava muito a gente que trabalha com alimentos. Mas, graças ao trabalho do pessoal aqui, melhorou cem porcento. A imagem de Ponta Negra melhorou muito. A equipe tá de parabéns por ter feito esse trabalho, ter nos ajudado. Para a gente que vive da praia, isso é muito importante”, afirma.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Anderson disse:

    A prefeitura deveria realmente fiscalizar essa orla, algum tempo não frequentava a orla de ponta negra e resolvi num sábado passar um período tomando uma simples água de coco, um caldo é um petisco de carne, para minha surpresa fui cobrado em R$ 170,00 e ainda queriam cobrar 25 pela barraquinha. Um absurdo….

    • José disse:

      Deixei de frequentar faz tempo, por causa da exploração nos valores das bebidas e petiscos.

  2. Cristian disse:

    Finalmente! E aumentar a escassa faixa de areia, será que acontecerá um dia?

    • ABC sempre disse:

      Parabéns a Prefeitura, e os abusos dos barraqueiros quem um dia irá fiscalizar? Natal é a Capital do Nordeste onde se come mais caro em praias urbanas.

Em ação do MPRN, policial militar e filhos são presos por tentativa de homicídio na Grande Natal

Foto: Ilustrativa

Uma ação do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) realizada nesta sexta-feira (18) resultou na prisão de um policial militar e dois filhos dele. O trio é suspeito de uma tentativa de homicídio registrada no dia 10 de outubro passado, em Extremoz. Além de invadirem a casa da vítima e atirarem diversas vezes contra o homem dentro do local, o PM e os filhos dele ainda são suspeitos de roubarem a arma pertencente ao dono da residência. Os três foram presos preventivamente.

Segundo relato de testemunhas, o PM e os dois filhos dele chegaram à casa da vítima por volta das 23h30. O trio se anunciou como sendo policiais, tendo invadido o local em seguida. De acordo com depoimentos do homem e da mulher dele, assim que entraram na casa, os três presos passaram a disparar várias vezes contra a vítima e, em seguida, roubaram a arma de fogo dela. O homem ainda está internado com lesões corporais graves, sem previsão de alta.

As três prisões são baseadas em provas de existência do crime e indícios suficientes de autoria. Além disso, servem para garantia da ordem pública e por conveniência da instrução criminal, uma vez que as testemunhas temem represálias.

Ao pedir a prisão preventiva dos três, o MPRN destacou a gravidade do crime cometido pelo PM e pelos filhos dele, “uma vez que agiram em quantidade expressiva de agentes (três no total), todos armados, invadiram a casa da vítima sob a justificativa de se tratar de uma operação policial, a alvejaram e subtraíram a sua arma de fogo”.

“Além disso, a vítima e seus familiares estão com imenso medo dos acusados, pois são prova viva e presencial do cometimento do crime. Assim, a manutenção dos acusados em liberdade, pode interferir na instrução processual”, frisa o pedido de prisão do trio.

O policial militar ficará preso no quartel do Comando Geral da PM. Os dois filhos dele serão encaminhados ao sistema prisional potiguar.

MPRN

Pleno do TSE indefere a unanimidade ação do PSDB e mantém mandato da senadora Zenaide Maia

Foto: Divulgação

O Pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou nesta quinta-feira, 10, ação do PSDB-RN que pedia a cassação do mandato da senadora potiguar Zenaide Maia (Pros). Os ministros seguiram o voto do relator Jorge Mussi e a unanimidade rejeitaram a ação, mantendo o mandato da senadora eleita no último mês de outubro.

Leia matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Zenaide está nem aí para o iminente fechamento do Hospital Ruy Pereira, da Sesap. E olha que o patrono era irmão do seu marido.

Ação que pede prestação de contas de shopping de Natal se arrasta há 11 anos sem decisão no Judiciário

Foto: Reprodução

Uma simples ação judicial que pede a prestação de contas movida por um empresário contra o Partage Norte Shopping se arrasta por nada menos que 11 anos no Judiciário potiguar aguardando a decisão. O juiz responsável pelo caso é Otto Bismarck Nobre Brenkenfeld, da 4ª Vara Cível da Comarca de Natal.

Segundo o empresário Luiz Murillo Lopes de Britto, autor da ação, relatou ao Justiça Potiguar que o processo foi iniciado em 2008, após ele encerrar o funcionamento de uma loja no shopping e pagar algumas multas e taxas exigidas pelo shopping, mas que desde então não tinha sido prestado contas sobre a utilização dos valores cobrados aos empresários que tinham pontos comerciais no estabelecimento. O autor da ação então procurou o caminho jurídico para uma solução rápida, o que não aconteceu.

Acesse conteúdo completo aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bergson Albuquerque disse:

    a unica justiça rapida no brasil, é a favor de lula, ou pra ferrar a população, o resto se arrasta até a prescrição.

  2. Chico disse:

    Agora para pegar a grana na transferência de imóveis a justiça é rápida igual a um foguete.

  3. Ana leticia disse:

    Camarada Luiz, soluçao rápida pela justiça só se for em outro país, nesse aqui é uma porcaria. tenho algumas ações que já tem mais de 15 anos e não sei nem se um dia sai a decisão, incompetência pura de nossa in"justiça".

Câmara Municipal de Parnamirim realiza nesta quinta ação com foco à prevenção ao suicídio

Com o tema “Sua Vida Importa, Sim!”, a Câmara Municipal de Parnamirim elaborou uma programação alusiva à campanha Setembro Amarelo – mês de combate e conscientização sobre a prevenção do suicídio. Nesta quinta-feira(26), das 8h às 17h, a sede do legislativo abrigará diversas ações como palestras, seminário, além de atendimentos em saúde.

A ação é uma iniciativa da Comissão Permanente de Saúde, Educação e Assistência Social da Câmara de Parnamirim em parceria com a UNI-RN, prefeitura municipal e demais instituições. “A casa do povo vai abrir suas portas e abrigar mais uma importante ação. Desta vez, estaremos ressaltando a importância de evidenciar à prevenção ao suicídio – um tema triste que tem assolado nosso estado como um todo . Para isso, estaremos realizando um dia inteiro de ações para que a população tome conhecimento dos serviços que a mesma tem à disposição”, enfatizou a presidente da Comissão Permanente, vereadora Vandilma Oliveira.

A programação contará com palestras com caráter preventivo, seminário, apresentações culturais e de projetos sociais, roda de conversa, distribuição de material educativo, além de atendimentos em saúde, como plantão psicológico, práticas integrativas(PIC’s), testes de Glicemia e aferição de pressão.

Confira a programação:

• Dia 26/09/19 – Manhã
Seminário “Sua Vida Importa, Sim!” – 08h30min às 12h.
Ø 8h30min – Credenciamento, acolhimento e coffee break
Ø 9h – Composição da mesa das autoridades.
Ø 9h– Apresentação Cultural – Monólogo A’CORDA – Anderson Albuquerque.
Ø 9h30min – Abertura Oficial do Seminário.
Ø 10h- Alisson de Oliveira Santos – Psicólogo Clínico.
Ø 10h30min – Ciro Sampaio – Psicólogo da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (SEMTAS) e voluntário do Centro de Valorização da Vida (CVV).
Ø 10h45min – Leila Maia – Projeto Ponte da Vida.
Ø 11h – Mítia Costa Montenegro – Psicóloga, Arquiteta e idealizadora do Projeto Social Doe Amor – (Apresentação da Cartilha).
Ø 11h15min – Jacyara Rangel – Coordenadora de Saúde Mental do Município de Parnamirim/RN.
Ø 12h – Encerramento.

• – Tarde
Ø 14h – Roda de Conversa (UNI/RN)
Ø 14h às 17h – Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS).
Ø Plantão Psicológico.
Ø Atendimentos em Saúde.

Ação do MPRN prende italiano suspeito de ordenar assassinato de compatriota em Natal

Foto: Ilustrativa

Uma ação do Ministério Público do Rio Grande do Norte, com o apoio da Polícia Militar, prendeu nesta sexta-feira (13) o italiano Pietro Ladogana. Ele é suspeito de ordenar o assassinato do compatriota Enzo Albanese, crime cometido em 2014, em Capim Macio, na zona Sul de Natal. Além do mandado de prisão, foi cumprido um mandado de busca e apreensão nas casas que o europeu tem no Estado. Veja todos os detalhes aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. PAULO disse:

    A Investigação que culminou com a prisão desse italiano, ainda em 2014, foi toda realizada pela Polícia Civil/RN.