Adolescente que participou de morte de agente penitenciário assaltou joalheria no Midway

DeFato

A adolescente de 16 anos confessou nesta quinta que participou da ação que vitimou o agente penitenciário Maxsuel André Marcelino, de 44 anos morto hoje na tentativa de resgate de um preso identificado como Wilson Rodrigues de Medeiros Filho em Parnamirim. A menina também confirmou em entrevista a rádio 96 FM que participou do assalto a uma joalheria do Midway Mall no último mês de maio. Na ação de hoje, ela acabou atingida por tiros. Wilson seria seu namorado e ela ainda revelou que queria entrar na Marinha.

“Eu dei um tiro, mas depois não vi mais nada, pois fui logo atingida. Queria resgatar meu namorado. Quanto ao assalto ao Midway, fui eu que fiz também. Usei lá a mesma pistola 380 que utilizei hoje. Me arrependo, mas agora não tem mais como voltar atrás”, disse a menina, enfatizando em seguida que pretendia entrar na Marinha. “Eu pensei em fazer aula de tiro, até comecei, mas depois parei. Tinha objetivo de entrar na Marinha”, afirmou.

Os tiros que atingiram a adolescente foram apenas superficiais. Os outros envolvidos no crime, segundo ela três, seguem foragidos. O agente penitenciário, que tinha 11 anos de serviços prestados, chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para o Hospital Regional Deoclécio Marques, mas não resistiu aos ferimentos. Wilson, que responde por homicídio, foi reencaminhado para o Presídio Estadual de Parnamirim (PEP) onde cumpre pena. Ele receberia progressão de regime em janeiro.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sergio Nogueira disse:

    Sempre o mesmo caminho: agem com extrema violência, com desprezo pela vida humana e quando dá errado aparecem as estórias de desacerto familiar, de abandono, de poucas oportunidades e, para ser a cereja do bolo, que pensavam em adotar uma postura honesta em futuro breve. Tudo para que o sentimento de pena tome conta da sociedade e fazer com que achemos que na verdade a VÍTIMA é ela.
    Essa vagabunda não sai desse roteiro. Uma inútil social. Um peso inservível até para segurar papel. Participou ativamente da morte de um trabalhador. Participou de um assalto a uma joalheria. Vem com essa que estava se preparando para entrar na Marinha? Faça-me o favor!
    Essa preparação não se faz planejando e executando crimes e assassinando pessoas e sim com livros e dedicação.
    Infelizmente uma cambada de alienados (cujas profissões geralmente terminam em "ólogo" ainda acham, e pior, defendem, que esse verme não tem consciência do que fez e que por isso deve receber tratamento ou invés de uma punição severa.
    Bastava que alterassem a lei, já que diminuir a maioridade é tão difícil, determinando que a pena para menores que cometem esse tipo de ato fosse a metade prevista para um adulto.
    É o Brasil: terra onde até os 18 anos se pode fazer o que quiser, com quem quiser e quantas vezes quiser.

  2. ciro disse:

    MENINA ??? Fala sério!!!!
    E vem o Menino de 13 que matou a família !! só faltou dizer "Matou a Família e foi ao Cinema"…
    Temo pelo futuro desses jovens!!!

COMENTE AQUI