Alstom e Siemens contratam firmas de fachada no Uruguai

Três empresas uruguaias contratadas pela Alstom e pela Siemens para dar consultoria sobre projetos do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) são de fachada. Investigadores brasileiros e suíços suspeitam que essas empresas foram usadas para pagar propina a agentes públicos das estatais de São Paulo dentro do esquema do cartel.

A Gantown, a Leraway e a GHT Consulting usam como endereço em seus registros oficiais um imóvel comercial de Montevidéu onde funciona um escritório de contabilidade chamado Guyer y Regules. Esse escritório tinha como uma de suas especialidades criar sociedades anônimas, muito usadas para impedir a identificação de seus proprietários. Tal expediente era permitido no Uruguai até 2013.

A Polícia Federal e os órgãos de registro de São Paulo nunca conseguiram encontrar dados sobre essas empresas no Brasil ou suas atividades no País, apesar das tentativas.

A prática de contratação de consultorias fictícias para o pagamento de propina levou as duas multinacionais a serem condenadas judicialmente fora do Brasil. A Siemens foi condenada na Alemanha e nos Estados Unidos; e a Alstom, na Suíça.

O escritório que sedia as três empresas uruguaias não dispõe de expertise para prestação de serviços de consultoria na área de transportes. O Uruguai não tem tradição na área metroferroviária. Não tem metrô e dispõe de apenas uma linha de trens de passageiros que conta com cinco carros e transporta somente cerca de 1.200 pessoas por dia.

As três empresas nem sequer estão registradas como consultorias no país vizinho, mas como “assessoramento de investimentos financeiros”.

A reportagem foi até o prédio onde fica o escritório de contabilidade, mas um funcionário informou não ter autorização para permitir a entrada.

O promotor criminal uruguaio Juan Gomez disse que só poderia iniciar uma investigação sobre as empresas com um pedido de cooperação judicial do Brasil, o que nunca foi feito desde o início dos inquéritos sobre a Alstom e a Siemens (mais informações abaixo).

Contratos. Segundo o Ministério Público suíço, a Alstom firmou, em 1999, contratos com a Gantown e a GHT Consulting. O objetivo era a prestação de consultoria para fornecer 129 composições à CPTM. A promotoria suíça sustenta que as empresas eram “destinatárias do pagamento de comissões efetuadas por companhias da Alstom no âmbito dos projetos da CPTM”.

Já a Siemens assinou dois contratos idênticos, um com a Gantown e outro com a Leraway, no mesmo dia de abril de 2000, para consultoria relativa à implantação da Linha 5 (Lilás) do Metrô – o maior dos seis contratos que a Siemens denunciou ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica por formação de cartel.

Nem a Siemens nem a Alstom concordaram em revelar ao Estado quais os relatórios produzidos pelos consultores. Também não informaram com quem trataram nas empresas uruguaias. A Siemens também não esclareceu por que fez contratos idênticos, assinados no mesmo dia de abril de 2000, com duas das sociedades anônimas para o mesmo projeto do Metrô.

Delator. Em colaboração premiada feita na Polícia Federal, o ex-diretor da Siemens Everton Rheinheimer disse que os fornecedores de equipamentos da Linha 5 pagaram de propina 9% do total do contrato de R$ 945 milhões, em valores atualizados.

A Gantown, a Leraway e a GHT fazem parte de uma lista de empresas que o Ministério Público da Suíça e Rheinheimer atribuem aos consultores Arthur Teixeira e Sérgio Teixeira. Sérgio morreu em 2011. Arthur é hoje um dos indiciados pela Polícia Federal no inquérito do cartel, suspeito de intermediar as propinas. Segundo os investigadores suíços, o dinheiro transitava entre contas das empresas e de seus donos no Uruguai, na Suíça e na Inglaterra e depois era transferido por doleiros para destinos desconhecidos.

Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos Aurélio disse:

    Comemorar, Denunciar, Constatar, Verificar, entre outros Verbos, POSSUEM SIGNIFICADOS DIFERENTES. Uma coisa é comemorar, outras coisas são o restante. O que causa indignação nos que lutam verdadeiramente contra a CORRUPÇÃO é constatar a SELETIVIDADE e DIRECIONAMENTO da chamada JUSTIÇA, para atingir apenas "ALGUNS" em detrimento da proteção aos DEMAIS. Isso é que é inaceitável e deveria ser o alvo da revolta de todos que não são apenas "torcedores e fanáticos apoiadores de agremiações" numa luta fratricida "APENAS" pelo PODER.
    aCORDE hOMI, a CORRUPÇÃO não começou agora e possui história que começa antes da chegada das Caravelas de Cabral ou da Família Real…

  2. Carvalho disse:

    Os corruptos, independente de qual seja o seu partido político, tem que sofrer todo o tipo de punição que a justiça e a sociedade puderem aplicar.
    Não adianta os PTralhas hipocritamente comemorarem quando alguém de um partido que não seja o seu for acusado de algum ato de corrupção. Principalmente pq todos os dias vem à tona notícias e mais notícias de casos de corrupção envolvendo integrantes do PT, justamente esses que passaram quase trintas anos chamando o Maluf entre outros de ladrão.

  3. Luciano disse:

    Impressionante a reportagem!!! Procurei PSDB e nao achei em nenhum cantinho!!!

    AHhhhh se fosse o PT!!!!
    Como disse o colega: "A corrupção só provoca a nossa indignação (principalmente da mídia vendida) quando é cometida por Pobres, Pretos, Prostitutas e agora Petistas"

  4. Rafael Vale disse:

    Impressionante a proteção da mídia quando se trata de escandalos envolvendo o PSDB.
    Fico imaginando quais seriam as manchetes caso os envolvidos tivessem alguma ligação com o PT.
    Esse escandalo sim pode ser chamado de maior corrupção ja descoberta no país e faz mensalão virar troco de cafezinho.

  5. TITICO disse:

    OS LADRÕES VERDADEIRAMENTE RICOS E PROTEGIDOS PELA IMPRENSA, MINISTÉRIO PÚBLICO E STF.

  6. Marcos Aurélio disse:

    A técnica refinada da notícia direcionada evita qualquer menção ou/e associação do caso "Alstom e Siemens" com os Governos TUCANOS de Mário Covas, Serra e Alkimim…
    Talvez, somente talvez; se estivessem petistas envolvidos…
    Com certeza as CHAMADAS seriam bem diferentes e as matérias bem mais batidas.
    Longe de defender os petistas, sinto falta apenas de ISONOMIA no tratamento, pois fora disso, o que existe é mera ficção feita de HIPOCRISIA, ONDE É FALSA A BUSCA POR JUSTIÇA E A LUTA CONTRA A corrupção, que só existe e provoca a nossa indignação quando é cometida por Pobres, Pretos, Prostitutas e agora Petistas.
    Até quando vamos continuar fingindo que somos contra a CORRUPÇÃO, quando na verdade somos apenas manipulados pela GRANDE MÍDIA que é contratada e gratificada para favorecer interesses econ^ômicos poderosos vindo do interior do País ou ainda de interesses de países estrangeiros que continuam influenciando e até mandando em diversos setores da economia com objetivos de dominação ideológica e comercial de exploração da ignorância e pobreza para sugar o sangue e as riquezas da terra de nossos ancestrais…
    Quando o crime é cometido por Petistas é GRAVE, TERRÍVEL, INSURPOTÁVEL…
    Quando é cometido por qualquer outro Partido, como o DEM

COMENTE AQUI