Anvisa proíbe venda de Annita sem receita especial, remédio “secreto” teve bons resultados em testes de laboratório contra o coronavírus

Imagem: ilustrativa/REB Images/Getty Images

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publicou nesta quinta (16) uma norma proibindo a venda de medicamento à base de nitazoxanida sem receita médica especial. A droga é comercializada em forma de vermífugo com o nome de Annita.

O medicamento é o remédio cujo nome não foi divulgado pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, na quarta (15), quando ele informou que a pasta começará a testar em pacientes com o novo coronavírus um medicamento que, em laboratório, reduziu em 93,4% a carga viral em células infectadas pelo vírus.

“Fiz questão de não saber este nome para evitar uma correria em torno deste medicamento enquanto não temos certeza de que ele vai funcionar para isso”, afirmou o ministro Marcos Pontes.

A nova regra da Anvisa incluiu medicamentos à base de nitazoxanida na lista de substâncias controladas. Com isso, a sua entrega ou venda nas farmácias e drogarias só poderá ser feita para pessoas com a receita especial em duas vias —uma ficará retida na farmácia e outra, com o paciente.

Mônica Bergamo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Braulio Pinto disse:

    Annita é aquela cantora? Então não presta mesmo.

  2. Neto disse:

    Parabéns a imprensa que ajudou a divulgar o nome e provocar uma correria as farmácias

    • Ricardo lúcido disse:

      Imprensa informa , irmos ao é mercadoria que não se guarda . Vá reclamar com seu astronauta e aproveite para pedir a ale para não falar besteira.

COMENTE AQUI