Arena das Dunas e FIERN promovem seminário online sobre PPPs e Concessões

Foto: Divulgação

Webinário será realizado na próxima quarta-feira, dia 28 de outubro, às 9h30, e contará com os convidados renomados: Professor Carlos Ari Sundfeld (FGV) e Professor Sandro Cabral (Insper), além da participação de Ítalo Mitre (Diretor-Presidente da Arena das Dunas) e Amaro Sales (Presidente da FIERN).

Em parceria com a Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte – FIERN, a Arena das Dunas promove no próximo dia 28 de outubro, às 9h30, um seminário virtual sobre concessões e parcerias público-privadas (PPPs). O evento contará com as palestras dos professores Carlos Ari Sundfeld (Doutor em Direito Administrativo pela PUC-SP, Presidente da Sociedade Brasileira de Direito Público e Professor da FGV), e Sandro Cabral (Doutor em Administração pela UFBA e Professor Titular de Estratégia e Gestão Pública no Insper). Amaro Sales, presidente da FIERN, e Ítalo Mitre, diretor-presidente da Arena das Dunas, abrem o webinário, que poderá ser acompanhado gratuitamente pelos canais doe Youtube da Arena das Dunas ou da FIERN.

A iniciativa tem como objetivo quebrar paradigmas que limitam a interação entre o Estado e a iniciativa privada. trazer para a pauta os desafios e possibilidades que PPPs e concessões podem trazer para a interação entre os entes públicos e privados. Para Ítalo Mitre ““Este é um tema importante em ano de eleição. Será um debate proveitoso”, disse Amaro Sales.

Para Ítalo Mitre, o debate será uma grande oportunidade de difundir o conceito de parceria público- privada e concessões”., além de dirimir quaisquer dúvidas da relação do Estado com as empresas. Vale destacar que a Arena das Dunas é o primeiro empreendimento realizado pelo Governo do Estado do RN através de uma PPP.

PALESTRAS

Os palestrantes convidados vão discutir aspectos jurídicos e administrativos, mostrando o valor público gerado nos contratos de PPPs e concessões, além da eficiência na alocação de riscos e accountability (termo em inglês que pode ser traduzido como responsabilidade com ética, remetendo à obrigação, à transparência, de membros de um órgão administrativo ou representativo de prestar contas a instâncias controladoras ou a seus representados). O debate será de grande valia para gestores, investidores e estudiosos do tema em especial.