Justiça suspende prorrogação de mandato de Amaro Sales na Fiern

Foto: Reprodução

É destaque no Justiça Potiguar nesta terça-feira(26). O juiz da 4ª Vara do Trabalho de Natal, Manoel Medeiros, suspendeu em decisão liminar a prorrogação do mandato do presidente da FIERN, Amaro Sales.

Foi atendido pedido impetrado pro sindicatos filiados que alegaram fraude na Ata da reunião que aprovou o terceiro mandato.

Matéria completa aqui.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gil disse:

    Esse aí é igual a Evo Morales, quer ficar na cadeira para sempre kkkk

  2. Tales disse:

    Se fosse ruim ele queria mudar a Lei? Queria pow, rabo cheio desse, que a Justiça não volte atrás na decisão.

  3. Cigano Lulu disse:

    Pense numa teta farta de leite condensado só é a cadeira de presidente da Fiern. Uma vez apojado nela o cidadão não quer largar nunca mais, parece até que dá câimbra na mandíbula do aloprado.

BRIGA NA FIERN: Juiz dá prazo de 72h para presidente Amaro Sales se manifestar e julgará liminar que pode suspender mandato

Foto: Reprodução

A briga judicial desencadeada na Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN) sobre a prorrogação do mandato do atual presidente, Amaro Sales deverá ganhar um novo capítulo nas próximas 72 horas. Esse foi o prazo dado pelo juiz do Trabalho, Manoel Medeiros Soares de Sousa, na última segunda-feira, 28, para que Amaro Sales, a FIERN e o secretário Heyder Dantas se manifestem. Notícia completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Ah, se Bolsonaro não fosse tão bravateiro e tivesse a hombridade de acabar com a "boquinha" do famigerado Sistema S… Talvez a civilização brasileira começasse por aí.

  2. Paulo disse:

    BG
    Tem que cancelar as mudanças nos estatutos para intermináveis reeleições e determinar novas eleições sem a presença do presidente atual, já extrapolou os seus mandatos.

Presidente da FIERN, Amaro Sales garante que prorrogação de mandato é legal e aguardará Justiça

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (Fiern), Amaro Sales, emitiu nota sobre a publicação veiculada na última sexta-feira, 25, no Justiça Potiguar sobre a ação judicial movida por três sindicatos filiados à Federação para apurar possível fraude na ata de prorrogação do mandato do atual presidente que será concluído no dia 30.

Amaro afirmou que recebeu a notícia com surpresa e garante que tudo foi feito dentro da legislação da Casa.

Confira nota aqui no Justiça Potiguar.

Fiern faz demissão em massa

A Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte(Fiern) realizou uma demissão em massa nesta terça-feira(30).

Informações que chegam ao Blog dão conta da demissão de cerca de 50 pessoas, a maior parte, do setor jurídico.

Em decisão da Fiern, o setor jurídico será terceirizado.

ATUALIZADO ÀS 06:12H: A FIERN confirmou 63 demissões em diversos setores da entidade como forma de se adequar a nova realidade financeira da instituição.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João Pombão disse:

    Lamentamos

  2. C C S disse:

    É uma instituição totalmente assediadora, falta de respeito é o que prevalece, gestores de nível médio e os colaboradores de nível superior sendo demitidos. Superintendência corporativa um lunático na qual para ele manda quem pode e obedece quem tem juízo. Acobertado infelizmente pelo Presidente Sr Amaro Sales. Isso é a real história do Sistema. Sou ex. Colaboradora.

  3. Júlio a rruda da Silva disse:

    São esses empresários que massacram com nós trabalhadores brasileiros.
    MN.

    • Chico disse:

      Se acha injustiçado? Monta uma empresa e vai gerir seu próprio negócio. Depoisdeseis meses volta aqui e conta como vai indo o negócio.

  4. Luciana Morais Gama disse:

    Capitão Meriva recebe por lá sem nunca ter trabalhado. Será que ele também foi demitido.

  5. Júlio Arruda da Silva disse:

    São os capitalistas quem surrupia os trabalhadores desse país.cauzando mizeria na população desse país.

    • Severino disse:

      Tá serto, companheiro. Vamus faze ingual a venezuela e tomar tudo dos grandis capitalsitas e entregar ao povo trabalhado.

  6. Francisco disse:

    Falar das demissões é facil…
    quero ver soltar os podresssss!
    Diversos colaboradores sofrendo assédio moral diariamente, terrorismo psicológico… muita gente vive de mamata lá dentro… esses colaboradores que saíram nem faziam cócegas no orçamento da FIERN!

  7. Flávio Henrique disse:

    Concordo com as demissões no jurídico ali é um cabide de emprego pra filhos de juízes e desembargadores não fazerem nada…

  8. Rosângela Maria disse:

    É assim que estão combatendo o desemprego?? Colocando mais país de Família nas ruas, KD os empregos que iam ser gerados com a famigerada Reforma Trabalhista??🤮

  9. Ivan disse:

    Terceirização é o caminho p/a redução de custos com pessoal…Ou fazemos uma reforma trabalhista de verdade ou inúmeros cortes acontecerão!!!!

  10. Rosângela Maria disse:

    E não diziam que a reforma trabalhista iria gerar mais empregos?? É assim que o combate ao desemprego? Colocando mais gente na rua do desemprego??🤮

  11. Cláudio disse:

    … e é porque nem abriram ainda a caixa-preta do Sistema S.

  12. Rodrigo Câmara disse:

    Triste notícia. O setor jurídico da FIERN era composto por profissionais extremamente competentes! Nossa solidariedade aos colegas!

  13. carlos cunha disse:

    Manda correrem para a OAB lá tem vaga.

Carlos Eduardo e Fátima Bezerra apresentarão propostas de governo nesta segunda-feira, 22, na Fiern

A Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte realizará segunda-feira, 22, edição especial do Fórum FIERN Caminhos do RN, com os candidatos ao governo do estado, no Segundo Turno, a senadora Fátima Bezerra, e o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo.

No Primeiro Turno, o Fórum teve participação de todos os candidatos ao Governo, que receberam, na ocasião cópias do MAIS RN, projeto de desenvolvimento do estado.

O evento acontecerá na Casa da Indústria e é fechado, apenas para empresários do setor produtivo potiguar. A candidata Fátima participará às 10 horas; e o candidato Carlos Eduardo às 14 horas.

No estilo sabatina, o encontro com os dois candidatos tratará de seis temas previamente definidos com as assessorias dos candidatos:

Equilíbrio Fiscal
Geração de empregos
Segurança
Política de incentivos à indústria
Segurança jurídica
Licenças ambientais

FIERN divulgará neste domingo, pelo Twitter, pesquisa sobre as eleições 2018

A partir das 7 horas da manhã deste domingo (06) o Rio Grande do Norte ficará sabendo quem são os preferidos dos eleitores para a presidência da República, governo do estado e senado. Nesse horário a FIERN inicia, exclusivamente pelo Twitter (twitter.com/sistemafiern), divulgação da pesquisa de opinião sobre as eleições 2018.

Às 14 horas do domingo (06) a pesquisa estará disponível na íntegra no portal da FIERN (www.fiern.org.br).

Registrada na justiça eleitoral sob os números RN-01096/2018 e BR-08786/2018, a pesquisa “Retratos da Sociedade Potiguar” foi realizada em todo o estado pela Certus para a Federação das Indústrias. Vários cenários eleitorais são levantados junto aos eleitores.

O levantamento também mediu a rejeição dos pré-candidatos à presidência da república, ao governo do estado e ao Senado, bem como apurou os índices de rejeição do presidente Michel Temer e do governador Robinson Faria.

Garibaldi Alves passa mal em evento da Fiern, mas é socorrido por deputado e passa bem

O senador Garibaldi Alves Filho passou mal agora a noite durante um evento da Federação da Indústria do Rio Grande do Norte (Fiern) com a presença do senador presidenciável Álvaro Dias.

Ele sentiu uma tontura, provocado por uma queda de pressão e passou mal. Ele foi socorrido pelo deputado federal Antônio Jácome, que é médico por formação, e já passa bem.

Ele saiu do evento após se sentir melhor e já concedeu até entrevistas. Ele deve repousar o resto da noite em casa com a família.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. gilvanir disse:

    Imagina após à DERROTA EM OUTUBRO!!

Metade do eleitorado afirma que votará pela renovação na política potiguar

54.29% dos entrevistados afirmaram que, para governador ou senador, é mais fácil votar em um candidato novo, empresário ou pessoa influente que não esteja atuando na política do que votar em quem já está estabelecido.

Já 49,18% afirmaram, em outra pergunta, que se identificam com “Mudança total” e que não votam em nenhum candidato que esteja na política hoje.

Quando indagados sobre os critérios adotados para a escolha de seus candidatos, 38,1% responderam que o candidato não pode ser ficha suja e 28,4% afirmaram que ele precisa ser novo na política.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. joão disse:

    votar nulo é a solução

  2. Everton disse:

    Novos bandidos ou velhos larápios?

  3. giosrw disse:

    Não acredito muito no povo do RN. Segundo as pesquisas para Senado, quem ganharia hoje seria Garibaldi (novo?) e empate entre Agripino (novo?) e Zenaide . Para Governo, segundo o cenário político a disputa está entre Carlos Eduardo e Fátima (novos?). Então não acredito no povo do RN. Desde que me entendo de gente a única coisa que muda nos nossos políticos são apenas o nome, por que o sobrenome é o mesmo.

  4. paulo martins disse:

    Desde quando votar em oligarquias é renovação? Pois bem, o PT potiguar não passa de uma reles oligarquia sindical. Um grupelho inexpressivo (Fátima-Mineiro-Hugo-Lucena) que se reveza no poder às custas de massas de manobra sindicalizadas.
    O RN parece assim condenado a cumprir a maldição dos medíocres para todo o sempre.
    Fátima Bezerra não tem experiência administrativa mínima que seja. Ela apenas pretende repetir a façanha do palhaço Tiririca: "adeministrá num sei u quié, mais vóti em mim qui dipois eu digo".

  5. JegueDegue disse:

    Professor Robério Paulino meu voto lhe pertence.

  6. Júnior disse:

    Renovar trocando seis por meia dúzia?

  7. Antônio disse:

    Lá nos meados dos anos 80 o papa veio ao Brasil perguntou ao presidente Figueiredo pq ele tinha 12 ministros, ele respondeu biblicamente: Jesus não tinha 12 apóstolos! Perguntaram pra Dilma pq ela tinha 40 ministros , ela respondeu: Alibaba não tinha 40 ladrões!

  8. Bruno moura disse:

    Quem apoiar Bolsonaro aqui no RN vai vencer!!!

  9. Daniel Sam disse:

    Ô ê ô vida de gado, povo marcado, povo feliz. Já dizia o poeta!

  10. Martins disse:

    Renovação é votar nos filhos ou nas mulheres dos atuais políticos.

Para o Senado, Garibaldi e Zenaide seriam eleitos

Para o Senado, na pergunta estimulada da pesquisa Consult/Fiern, primeiro voto, Garibaldi Alves Filho tem 15,76%, Zenaide Maia, 12,12%, José Agripino, 6,94%, Magnólia Figueiredo, 2,41% e Tião Couto, 1,41%. A preferência, segundo voto, ficou assim: José Agripino, 6,18%, Garibaldi Alves Filho, 3,12%, Zenaide Maia, 3,12%, Magnólia Figueiredo, 2,59% e Tião Couto, 1,12%.
Quando se consolidam os dois resultados, se a eleição fosse, pelo cenário da Consult, Garibaldi Filho e Zenaide Maia seriam os senadores do Rio Grande do Norte.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lorena Galvão disse:

    deus me livre, vou justificar para não dar cabimento

  2. Frasqueirino disse:

    Reeleger Garibaldi Alves Filho que votou a favor da reforma trabalhista e vai votar a favor da reforma da previdência é um.retrocesso.. Temos que mudar.

  3. Edu disse:

    Gagá e Zenaide? Vamos continuar nas mesas bostas.

  4. Silvio disse:

    Grande mudança essa. É o mesmo que trocar seis por meia-dúzia. Basta de castas, oligarquias, grupos políticos corrompidos…Fora! Chega! Soltem o osso!

12ª edição do Troféu Cultura acontece esta quinta-feira na Fiern

Trofeu - banner Toinho Silveira - foto por Canindé SoaresEvento idealizado pelo jornalista Toinho Silveira receberá atores globais e premiará 14 categorias da cultura potiguar

São 12 anos de estrada do Troféu Cultura com mais uma página escrita nesta quinta-feira (26). Atores globais, pré-lançamento de filme, apresentação dos 30 anos do Festival de Cinema e Vídeo de Natal e muito mais estarão no palco do auditório da Federação das Indústrias do RN (Fiern), a partir das 19h.

Durante a cerimônia serão entregues 14 troféus – que este ano leva o nome da escritora e imortal Anna Maria Cascudo – a diferentes manifestações da cultura potiguar, nas áreas de Artes Cênicas, Artes Visuais, Audiovisual, Dança, Fotografia, Literatura e Música, Produção Cultural, além do Artista do Ano.

“Será uma noite de confraternização dos que fazem a cultura do Estado. Não há intenção de premiar o melhor. Queremos apenas mostrar que a cultura pode e deve ser reverenciada, e tudo isso num clima de acolhimento, festa e algumas surpresas”, destaca o idealizador do evento, o jornalista Toinho Silveira.

Instituições voltadas à arte e à educação, municípios e gestores, artistas, empresários e jornalistas que prestaram serviços à cultura potiguar, também serão agraciados com o Prêmio Educação Professora Noilde Ramalho, o Prêmio Cidade, e a Medalha ao Mérito Djalma Marinho.

Também durante a festa será apresentada a 30ª edição do FestNatal 2016, com presença de atores globais, como Othon Bastos. Todos serão homenageados durante a apresentação do evento. No telão serão exibidos depoimentos sobre o Festival, de Luana Piovanni, Silvio Coutinho, Léa Garcia, Roberto Bomtempo e outros.

Em outro momento especial da noite, o cineasta Edson Soares promoverá o pré-lançamento do filme ‘Nova Amsterdã’, que conta a história da invasão holandesa no RN. O filme mesclou no elenco atores renomados, como Paulo César Peréio, com atores e atrizes locais, como Nara Kelly e Thalita Kumme.

Além de Peréio, que fará o papel do dono do Ferreiro Torto, o elenco conta com Roney Villela (Tropa de Elite); Anselmo Vasconcelos; Leonardo Miggiorin; Cristina Prochaska; Joanna Fomm; e Marcélia Cartaxo. Toda a equipe técnica é formada por profissionais locais.

‘Nova Amsterdã’ é apenas o terceiro longa-metragem de ficção produzido na história do cinema potiguar. Os outros dois – Jesuíno Brilhante (direção de Willian Cobbet, 1972) e Boi de Prata (Augusto Ribeira Jr, 1980) – datam de mais de 30 anos. Em janeiro, o filme terá lançamento nacional.

VOTAÇÃO

Este ano, o Troféu Cultura aprimorou o sistema de votação permitindo apenas um voto por IP. Ainda assim foram contabilizados 11.342 votos, distribuídos entre os cinco indicados em cada uma das 14 categorias da premiação. A votação esteve hospedada no portal de cultura Substantivo Plural http://www.substantivoplural.com.br/.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Por um Brasil melhor disse:

    Toinho Silveira, grande nome, hoje com certeza era para ser Secretário de Cultura do nosso Estado, más isso ainda vai ser reparado. Imparcial, fiel, toda missão que recebe é coroada de sucesso. Parabéns.

Câmara Municipal homenageia 60 anos da Fiern

HOMENAGEM FIERN (43)
A Câmara Municipal de Natal prestou homenagem aos 60 anos da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte numa sessão solene realizada nesta terça-feira (9) no plenário da Casa.

A iniciativa proposta pelo presidente da Câmara Municipal de Natal, vereador Albert Dickson (PP), contou com a presença do prefeito da cidade de Natal, Carlos Eduardo Alves e do presidente do Sistema Fiern, Amaro Sales, além de representantes do Serviço Social da Indústria (Sesi), do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e do governo do Estado do RN.

Na ocasião, o presidente da CMN Albert Dickson e o prefeito Carlos Eduardo entregaram ao presidente da Fiern, Amaro Sales, o diploma comemorativo em homenagem aos 60 anos da Instituição. (mais…)

FIERN emite nota de pesar pela morte de Walter Dore

Nota de pesar

A Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN), lamenta informar, com profundo pesar, o falecimento do seu Diretor Emérito, Walter Biron Dore, ocorrido na madrugada de hoje.
Comunica que o velório está se realizando no Cemitério Morada da Paz, em Emáus.
Às 14h30 será celebrada uma missa e o enterro ocorrerá às 15h30.
Walter Dore deixa seu exemplo do pioneirismo dos bravos em defesa da indústria potiguar e muita saudade para seus familiares e amigos.
A FIERN exerna suas condolências à família.
A Diretoria
Biografia
Na madrugada deste domingo (29/07), às 00h30, faleceu Walter Byron Dore o diretor emérito da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN). Paraíbano, natural de João Pessoa, Dore completaria 88 anos no próximo dia 25 de setembro. Nos últimos meses o empresário enfrentava problemas de saúde. Ele faleceu em sua residência.
O empresário sucedeu o pai Sidney Clement Dore (1869/1955) na fabrica de Águas Gasosas Anglo Brasileira, que depois se tornaria a Dore Refrigerante. A Dore é a indústria de refrigerantes mais antiga do Nordeste e atualmente está instalada no polo industrial de Parnamirim, empregando cerca de 200 pessoas e outra em João Pessoa (PB).
Dore também fundou o Sindicato das Indústrias de Cervejas, Refrigerantes, Águas Minerais e Bebidas em Geral do Estado do Rio Grande do Norte, o SICRAMIRN, filiado a FIERN.
Walter Dore partiu deixando a esposa, Luzia Dore, quatro filhos, dez netos e seis bisnetos; e uma mensagem de empreendedorismo e dedicação.

Corpo de Bombeiros destaca a necessidade da prevenção contra incêndios

O Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte, Coronel Elizeu Lisboa Dantas, realizou uma palestra sobre prevenção a acidentes, incêndios e a estrutura do CBMRN para a diretoria da Federação das Indústrias (FIERN), durante a reunião realizada na manhã desta sexta-feira (13/07), no auditório Joaquim Victor de Holanda, na Casa da Indústria.

O objetivo da palestra foi apresentar aos empresários a necessidade da prevenção de acidentes nas indústrias, comércios e residências. “Nosso objetivo é apresentar a nossa estrutura, nossas ações e implantar uma cultura de prevenção. É necessário criar um juízo de valor sobre os cuidados que devemos ter para evitar casos de sobrecarga de uma rede elétrica, e outras situações de risco. Procuramos investir em uma cultura de prevenção e fazer com que a sociedade entenda que estes cuidados são um dever de todos, o que é muito difícil”, destacou o Coronel Elizeu Lisboa Dantas.

O presidente da FIERN, Amaro Sales, destacou a importância da prevenção nas indústrias. “Devemos estreitar a relação da indústria com o Corpo de Bombeiros. Essa apresentação surgiu de uma visita de cortesia do comandante, na qual detectamos algumas situações aqui no prédio da Casa da Indústria que merecem uma atenção especial”, afirmou.

O Comandante do CBMRN enfatizou a necessidade de treinamento de funcionários para combate em ações de risco. “Além de possuir o extintor é necessário que a indústria e o comércio também tenham alguém que saiba operá-lo. Um porteiro pode ter uma primeira ação importante no combate a incêndio. Há empresas que prestam cursos de combate ao fogo e primeiros socorros. Não é necessário formar socorristas, mas sim pessoas aptas a agir em situação de perigo até a chegada dos órgãos de socorro”, disse.

Ao final da reunião, Amaro Sales recebeu um kit promocional da Corrida Soldados do Fogo que é promovida pelo Corpo de Bombeiros há 18 anos e foi realizada nos dia 30 de junho.  O evento contou com o apoio do Serviço Social da Indústria (SESI-RN), entre outros parceiros.

Fonte: UNICOM-FIERN

Relatório mostra recuperação da atividade industrial do RN

A indústria do Rio Grande do Norte teve um aumento na sua atividade. Mas o quadro ainda é de oscilação, a exemplo da tendência nacional. Essas são algumas das constatações que podem ser feitas a partir dos dados da mais recente Sondagem Industrial, elaborada pela FIERN e CNI. O indicador de evolução da produção industrial cresceu 21,04% em maio, passando de 44,2 para 53,5 pontos, o que indica expansão da atividade. O nível médio de utilização da capacidade instalada (UCI) passou de 70% para 73%, de abril para maio. Mesmo assim, houve queda pelo quinto mês consecutivo no emprego industrial. A maioria dos executivos ouvidos na pesquisa apontou também acúmulo de estoques de produtos finais, embora as pequenas empresas tenham acusado estoques em baixa.

“A Sondagem revela que a trajetória da produção industrial potiguar tem sido oscilante desde o início do ano, acompanhando a tendência nacional, que vem intercalando aumentos de produção seguidos de declínio. Esse comportamento reflete o cenário de incertezas com que o setor produtivo se depara”, destaca a análise elaborada pela Unidade de Economia e Estatística da FIERN.

O indicador de evolução do número de empregados aumentou 5,08%, passando de 45,3 para 47,6 pontos, mas permanece abaixo de 50 pontos mostrando queda do emprego industrial em relação ao mês anterior. Esta tendência é reforçada pelos resultados do Caged do Ministério do Trabalho, que mostrou recuo de 1,41% no número de trabalhadores com carteira assinada nas indústrias extrativas e de transformação do Rio Grande do Norte.

Ao mesmo tempo, o nível médio de utilização da capacidade instalada (UCI) da indústria, em maio, ficou em 73%, três pontos percentuais acima do índice de abril (70%), mas dois pontos percentuais abaixo do valor observado em maio de 2011, quando o indicador alcançou 75%.

As expectativas para os próximos seis meses mostram otimismo do empresário quanto à demanda, ao número de empregados, às compras de matérias-primas e à quantidade exportada, embora três dos indicadores analisados tenham caído em relação ao levantamento de maio.

O indicador de expectativa quanto à evolução demanda aumentou 2,30%, passando de 60,9 para 62,3 pontos, revelando que os industriais potiguares esperam aumento da demanda nos próximos seis meses. Essa perspectiva otimista é compartilhada tanto pelas pequenas como pelas médias e grandes empresas, cujos indicadores alcançaram 63,1 e 62,0 pontos, respectivamente.

No que diz respeito à quantidade exportada, o indicador caiu 6,68%, passando de 56,9 para 53,1 pontos, mas permanece acima de 50, mostrando que os empresários potiguares estimam aumento da exportação de seus produtos nos próximos seis meses. Os resultados são diferenciados, segundo o porte da empresa. As médias e grandes empresas preveem estabilidade das vendas externa (indicador de 50,0 pontos), enquanto as pequenas indústrias esperam aumento, conforme indicador de 62,5 pontos.

Empresariado industrial potiguar está menos confiante

Os empresários industriais do Rio Grande do Norte estão menos confiantesem junho. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) potiguar caiu 1,69%, ao passar de 59,2 para 58,2 pontos entre maio e junho. O recuo foi generalizado entre setores e portes de empresas avaliados. As condições atuais da economia brasileira, da economia estadual e da própria empresa ainda são consideradas desaforáveis. As expectativas dos executivos com relação aos próximos seis meses são, também, menos otimistas do que no levantamento de maio.

A queda no ICEI reflete a persistente desaceleração da economia nacional, cujo cenário se tornou ainda mais incerto para os investimentos privados em decorrência do agravamento da situação internacional. Os estímulos contracíclicos oferecidos pelo governo com o intuito de aumentar o consumo e a produção industrial, o recuo nos juros, além da recente desvalorização cambial não conseguiram melhorar o ânimo do empresário, que parece estar mais influenciado por sinais negativos externos e atentos ao aumento da inadimplência da população. Em matéria de menor confiança, o Rio Grande do Norte acompanhou a tendência nacional.

Em junho, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) potiguar, elaborado com base na Sondagem realizada entre os dias 1 e 18 do mês, registrou recuo de 1,69%, passando de 59,2 para 58,2 pontos. Note-se, porém, que o indicador mantém-se acima da linha divisória dos 50 pontos, revelando que os empresários potiguares permanecem confiantes, ainda que em menor intensidade. Na comparação com junho de 2011, o ICEI caiu 4,43%.

O decréscimo no ICEI deve-se tanto à percepção de piora nas condições atuais dos negócios, quanto à diminuição do otimismo em relação aos próximos seis meses. O indicador de condições atuais recuou 2,50%, passando de 48,0 para 46,8 pontos (valores abaixo de 50 pontos indicam piora).  O indicador de expectativas, por sua vez, apontou queda de 1,70%, passando de 64,8 para 63,7 pontos (valores acima de 50 pontos indicam otimismo).

A confiança declinou nos dois segmentos pesquisados. As indústrias extrativas e de transformação mostrou a maior queda do indicador na comparação mensal (-2,68%), passando de 59,6 para 58,0 pontos. Já o ICEI da indústria da construção apontou declínio de 0,68%, passando de 59,0 para 58,6 pontos (valores acima de 50 pontos indicam empresários confiantes).

A retração no nível de confiança, em junho, ocorreu de forma mais intensa entre os pequenos empresários, cujo indicador caiu 2,61%, passando de 57,5 para 56,0 pontos. Já o ICEI dos médios e grandes empresários recuou 1,51%, passando de 59,8 para 58,9 pontos.

Comparando-se o ICEI do Rio Grande do Norte com o divulgado dia 20/06 pela CNI para o Brasil, observa-se, nos dois casos, queda no nível de confiança. Contudo, o indicador nacional reportou maior redução (-3,11%), passando de 57,9 para 56,1 pontos. Além disso, a maior queda ocorreu entre as médias e as grandes empresas.