Atendimento do Pronto Socorro do Hospital Santa Catarina está garantido

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) vem comunicar que o atendimento do Pronto Socorro do Hospital Santa Catarina será mantido, normalmente, apesar da solicitação de afastamento de um profissional do Quadro Médico que atuava na unidade e passou a exercer o mandato de vereador em uma cidade do interior do estado.

Recentemente, um médico da equipe, que atuava no Hospital Santa Catarina, cumprindo 24 plantões, o que é equivalente a 80 horas de serviço, solicitou afastamento da unidade para assumir o cargo eletivo, no qual era suplente.

Diante desse fato, a Secretaria de Estado de Saúde Pública confirmou que os plantões em aberto, deixados pelo profissional na escala deste mês, já estão sendo assegurados por profissionais da Cooperativa Médica (Coopmed), que já possuem contrato formalizado com o estado, de forma que a escala está completa e o atendimento não sofrerá solução de continuidade.

Paralelamente, a Secretaria estuda a possibilidade de novas convocações para Saúde Pública. Desde 2012, o Governo do Estado convocou 1.259 servidores, para trabalharem na Rede Estadual de Saúde, o que representou um acréscimo de mais de 8% na pasta.

Para a Secretaria, informações que circularam neste fim de semana nas redes sociais e ganharam espaço na mídia local, revelando um possível fechamento das portas do Pronto Socorro do Hospital Santa Catarina, foram precipitadas e tendem a causar um pânico desnecessário na população usuária do SUS.