Atlético-PR oficializa contratação de Adriano Imperador

AdrianoO mistério terminou. O Atlético-PR confirmou nesta terça-feira, através do seu Twitter oficial, a contratação do atacante Adriano, que assinou com o Furacão até dezembro deste ano. Agora, ele espera ser relacionado pelo clube entre os jogadores que vão disputar a fase de grupos da Copa Libertadores. O Imperador, de 31 anos, chegou ao Furacão em dezembro do ano passado para tentar recuperar a forma física. Mais magro, ele deverá ter um contrato de produtividade com o clube paranaense. As cifras do acordo rondam os R$ 100 mil mensais.

O Rubro-Negro corre contra o tempo para que o recém-contratado possa jogar a Libertadores. A Conmebol estabelece prazo para as equipes enviarem a lista de relacionados em até 48 horas antes da estreia. Para que o Imperador esteja entre os atletas rubro-negros, é necessária que a regularização dele no quadro da CBF e a futura inscrição na Federação Sul-Americana sejam realizadas ainda nesta terça-feira. O Atlético estreia na fase de grupos quinta, contra o The Strongest (BOL), às 20h, na Vila Capanema. O atacante treina entre os titulares, sob o comando do treinador Miguel Portugal, e caso a papelada seja posta em dia, deve ser relacionado e ficar no banco de reservas para a partida contra o time boliviano, por ainda não ter ritmo de jogo.

O Atlético-PR é mais uma chance de recomeço que o jogador tem na carreira. Desde 2010, enquanto jogador do Flamengo, que o Imperador não tem uma continuidade no futebol. Ele não joga uma partida oficial desde março de 2012, quando ainda era vinculado ao Corinthians – clube que defendeu em poucas ocasiões. Depois que saiu do Timão, o Botafogo mostrou interesse em recuperar o jogador – sem sucesso – e o Internacional tentou a contratação do atleta, que acabou reprovado nos exames físicos e teve a ida a Porto Alegre vetada.

TRAJETÓRIA NO FURACÃO

O Imperador chegou ao CT do Caju em dezembro do ano passado. Ele mesmo teria procurado a diretoria do Furacão para fazer um trabalho de recuperação. O jogador ficou encantado com as instalações da casa atleticana.

Os trabalhos iam bem e Adriano estava muito melhor fisicamente, até que na última semana de janeiro, o centroavante recebeu folga, junto com todo o elenco atleticano. Ele viajou ao Rio de Janeiro, para visitar a família e os amigos. Segundo reportagem do Jornal Extra, o Imperador teria feito uma festa até o raiar do sol na terça-feira (21). Ele não se reapresentou ao Atlético no dia 23 de janeiro, quinta, conforme combinado anteriormente.

Ele justificou a ausência com o pretexto de fazer o registro da filha recém-nascida, Lara – sem aviso prévio ao Rubro-Negro paranaense. O clube acordou com o atleta que ele voltaria às atividades na segunda-feira (27), mas novamente ele não apareceu. Apenas na quinta, dia 30 de janeiro, Adriano voltou ao CT do Caju e tirou fotos sorridentes ao lado da diretoria. A relação não se abalou e o jogador acertou o vínculo contratual com o clube nesta segunda.

O IMPÉRIO

O Adriano que o mundo conheceu como um centroavante exemplar começou a carreira nas categorias de base do Flamengo. Ainda franzino, não chamou muita atenção em terras brasileiras, e acabou negociado com a Inter de Mião (ITA). Antes de se firmar nos Nerazurri, o jogador nascido na comunidade da Vila Cruzeiro foi emprestado para Fiorentina e Parma. Mais tarde, ganhou corpo e força e tornou-se titular absoluto na equipe de Milão. Xará do governante que reconstruiu o Panteão e fundou o Templo de Vênus na Roma Antiga, Adriano logo ganharia o título de Imperador.

Pela Inter foram quatro scudettos na Série A do Campeonato Italiano, duas Copas da Itália e duas Supercopas da Itália. As atuações clamorosas levaram o atleta a ser convocado para a Seleção Brasileira. O momento inesquecível do centroavante na Amarelinha foi durante a Copa América de 2004. A Argentina batia a Canarinho na final do torneio até os instantes finais. Quando a reação parecia improvável, Adriano acertou belo chute que levou a partida para os pênaltis, vencidos pelo Brasil.

Lancenet