Bolsonaro anuncia que Brasil foi aceito como aliado extra-Otan

Foto: Agência Brasil
O presidente Jair Bolsonaro disse nesse sábado (15) em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, que o Brasil foi aceito pelos Estados Unidos (EUA) como um aliado extra-Otan, a Organização do Tratado do Atântico Norte. De acordo com Bolsonaro, com a “aliança” o país terá mais assistência no campo militar e também no mercado de defesa.

“Com muito orgulho, anuncio que há pouco colhemos um dos frutos da nossa viagem aos Estados Unidos, ao sermos aceitos pelo presidente Donald Trump como aliado extra-Otan”, disse Bolsonaro ao discursar em um evento militar na cidade gaúcha. “Possibilidade que permite nos equiparmos melhor e interagir mais com o mercado de defesa”, acrescentou

O presidente participou da Festa Nacional da Artilharia (Fenart), no 3º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado, que marca o aniversário do marechal Emílio Luiz Mallet.

Em seu discurso, ele voltou a defender o armamento da população. “Nossa vida tem valor, mas tem algo muito mais valoroso do que a nossa vida, que é a nossa liberdade. Além das Forças Armadas, defendo o armamento individual para o nosso povo, para que tentações não passem na cabeça de governantes para assumir o poder de forma absoluta. Temos exemplo na América Latina. Não queremos repeti-lo. Confiando no povo, confiando nas Forças Armadas, esse mal cada vez mais se afasta de nós”, disse.

Bolsonaro afirmou ainda que é preciso mais que o Parlamento para implementar as medidas políticas. “Precisamos, mais que um Parlamento, do povo ao nosso lado para que possamos impor uma política que reflita paz e alegria para todos nós”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pandora disse:

    Organização do Tratado do Atlântico Norte, mas se o Brasil é no Atlântico Sul porque entrar nessa bosta criada na Guerra Fria? E ser extra-Otam significa o que mesmo? Nem ele nem os assessores sabem, kkkkkkk.
    Se o povo estudasse entenderia que o Brasil agora tá lascado, com essa política de baba ovo dos EUA.

  2. Marcelo Costa disse:

    Cadê os empregos? Só os ricos podem possuir armas! O brasileiro pobre não tem sequer emprego, quato mais condições de comprar uma arma. Kkkkkkkkk

    • joaozinho disse:

      pergunte a dilma do PT.. Em 2016, a taxa média de desemprego ficou em 11,5%. e so subia ate o fim do governo dela…

  3. DIOGENES disse:

    Enfim, estamos todos a salvo, um viva a Bolsonaro!

  4. Escritor disse:

    No caso ja podemos comprar armamento de guerra dos americanos? Aviões, navios, tanques? Quando vamos invadir e libertar a venezuela? Avante generais.

  5. Antônio disse:

    Pronto, resolveu o problema do desemprego.

    • Rick disse:

      Frase gritante de desonestidade intelectual.
      Maus perdedores e inimigos do Brasil são assim mesmo.

  6. Lourdes Siqueira disse:

    Prefiro um Presidente "louco" como o Trump do que um ditador como o Maduro que "apodreceu"e empesteou sua Nação com seu odor.

COMENTE AQUI