Polícia

Caso Henry: laudo apontou 23 lesões no corpo da criança

Foto: Reprodução

O laudo da necropsia feito pelo Instituto Médico-Legal (IML), ao qual o GLOBO teve acesso, revela que no corpo de Henry Meirelles, de 4 anos, morto no dia 8 de março, tinha 23 lesões que não foram consideradas compatíveis com uma queda da cama, como foi sugerido por sua mãe, a professora Monique Medeiros, presa na semana passada com o namorado dela, o vereador Dr. Jairinho, acusados de envolvimento da morte. No laudo da reprodução simulada feita no apartamento onde Henry morava com a mãe, os peritos afirmam que “as lesões produzidas na vítima e o seu óbito ocorreram no interior do apartamento no intervalo entre 23h30m e 3h30m”.

Ainda de acordo com o documento, a imagem da câmera do elevador mostra que o menino já estava morto quando deixou o apartamento no colo de Monique para ser levado ao hospital. Jairinho também aparece na imagem reproduzida no documento. Segundo o laudo, ao analisar o vídeo, pôde ser constatado que o menino apresentava “abolição de motilidade e de tônus muscular”, “o que significa que o óbito tinha ocorrido havia pouco. As imagens mostram ainda que o casal saiu para o hospital às 4h09m do dia 8, 39 minutos depois de contarem ter encontrado o menino caído.

Segundo o documento do IML, todas as lesões são descritas minuciosamente no relatório. Os peritos explicam, por exemplo, que diferentes equimoses não podem ter sido causadas por uma única ação. Por isso, afirmam que elas “são sugestivas de diversas ações contundentes e diversos graus de energia”. Já as lesões intra-abdominais foram de alta energia, sendo decorrentes de um impacto mais forte. O corpo de Henry também tinha infiltrações hemorrágicas no couro cabeludo em três regiões (parietal direita, occipital e frontal), que correspondem a três ações contundentes distintas.

Entre os elementos colhidos pela Polícia Civil na investigação do caso da morte do menino Henry, chamou atenção dos agentes envolvidos os indícios da crueldade que teria sido praticada pelo vereador Dr. Jairinho sob anuência da mãe da criança, a professora Monique Medeiros da Costa e Silva. Os policiais afirmam que o garoto levava chutes, bandas e pancadas na cabeça.

Menino tinha medo de Jairinho

Seis dias após ser informada pela babá de que Henry levava bandas e chutes do seu namorado, Monique relatou a uma prima pediatra que o filho sentia “medo excessivo de tudo” e, quando via o político, chegava a “vomitar e tremer”. A troca de mensagens, recuperada no celular da professora pela Polícia Civil, consta no inquérito que apura a morte do menino e foi obtida com exclusividade pelo GLOBO. O alerta das agressões no apartamento da família, no condomínio Majestic, no Cidade Jardim, na Barra, foi dado em tempo real pela babá de Henry, Thayná de Oliveira Ferreira, na tarde de 12 de fevereiro.

Como o Fantástico, da TV Globo, mostrou no domingo, no dia seguinte, Monique e Jairinho procuraram um hospital particular, em Bangu. Na unidade, relataram que a criança estava mancando e com dores, pois tinha “caído da cama”, mas uma radiografia não mostrou dano à estrutura óssea. No inquérito que apura a morte de Henry, Monique também alegou que o filho poderia ter caído da cama pouco antes de ser levado sem vida para um hospital na Barra. A defesa do casal diz que Henry relatou uma dor no joelho e que Monique o levou ao hospital.

Às 16h53m do dia 18 de fevereiro, a professora então escreveu para a pediatra: “Henry está com medo excessivo de tudo, tem um medo intenso de perder os avós, está tendo um sofrimento significativo e prejuízos importantes nas relações sociais, influenciando no rendimento escolar e na dinâmica familiar. Disse até que queria que eu fosse pro céu pra morar com meus pais, em Bangu”.

Perguntas ainda sem resposta

Como o menino foi morto? O que causou tantas lesões?

Necropsia feita no corpo de Henry mostra que ele morreu de hemorragia interna devido à laceração no fígado, causada por ação contundente. Ele também foi machucado na cabeça. Os peritos já sabem que as lesões não foram causadas por acidente doméstico.

Por que a babá não contou à polícia que Henry foi agredido?

A babá Thayná de Oliveira Ferreira avisou à mãe de Henry, Monique Medeiros, que o filho saiu mancando do quarto onde ficou trancado com Dr. Jairinho. O menino sentia dores na cabeça e na perna. A mãe de Thayná trabalha para família de Dr. Jairinho.

A avó da criança não percebeu que o neto passava por problemas?

A professora Rosângela Medeiros da Costa e Silva, avó materna de Henry, disse à polícia que Dr. Jairinho dava presentes e chocolates ao garoto. O menino passava de três a quatro noites por semana em sua casa, em Bangu.

Por que o advogado do casal acompanhou depoimentos de testemunhas?

A juíza Elizabeth Machado Louro, que decretou a prisão de Jairinho e Monique, considerou “insólito” o fato de o advogado dos acusados ter acompanhado os depoimentos da babá e da empregada do casal, que não são defendidas por ele.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Dr.Jairinho…grande defensor da família e dos bons costumes(assim como flor de liz)…com certeza apertou 17….Pah….

    1. E quem apertou no 13 babaca. O que é que tem haver um crime desse com o eleitor de quem quer que seja. É bem capaz do crime ter sido cometido por Bolsonaro na visão destes cretinos esquerdopatas. Doentes mentais

    2. Deixa de ser idiota seu medíocre, quem defende bandido são vocês da esquerda, talvez por serem também.

    3. É incrível a falta de decência e compromisso com a verdade desses esquerdóides.

    4. Pesquise Direita Honesta. Eles votaram no seu candidato. Tudo gente de “bem”.

  2. Mesmo com as provas robustas desse caso, a exemplo dos processos de luladrão, a suprema corte inocentarão os autores, e até indenizados , já os agentes da justiça que se desdobram pra fazer justiça, no final serão condenados, senão passarão constrangimento iguais aos membros da lava jato. País sem jeito, lixo

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Justiça Eleitoral já recebeu mais de 206 mil novas urnas para eleições

Foto: TSE

A Justiça Eleitoral brasileira já recebeu mais de 206 mil novas urnas para uso no pleito eleitoral deste ano. A empresa Positivo Tecnologia ainda precisa entregar 18.800 unidades contratadas até outubro.

No total, 577 mil urnas serão utilizadas nas Eleições Gerais de 2022. Dessa forma, 39% das máquinas serão trocadas por novos modelos UE2020 produzidos pela Positivo.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Quina de São João terá premiação recorde de R$ 200 milhões neste sábado (25)

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Com a premiação estimada em mais de R$ 200 milhões, a Quina de São João 2022 (concurso número 5.581) será sorteada hoje (25), em caráter especial, em Campina Grande, na Paraíba. Este já é o segundo maior prêmio da história do concurso e, dependendo da arrecadação total – que será divulgada no final da noite -, poderá se tornar o maior prêmio da história da Quina.

O sorteio não acumula. Na ausência de  vencedores na faixa principal (com acerto de cinco números), o prêmio será dividido entre os acertadores da segunda faixa (quatro números) e assim por diante.

As apostas para a Quina de São João de 2022 estão abertas desde o dia 31 de maio e poderão ser feitas até as 19h de sábado. As apostas simples, com cinco marcações, custam R$ 2. É possível fazer apostas presencialmente nas lotéricas de todo o país ou pelo site da Caixa.

Caso apenas um ganhador leve o prêmio da Quina de São João e aplique todo o valor na Poupança da Caixa, receberá mais de R$ 1,3 milhão de rendimento no primeiro mês. O dinheiro do prêmio é suficiente para comprar 50 imóveis de alto padrão ou terrenos no valor de R$ 4 milhões cada.

Segundo informa o banco, ao fazer as apostas “os brasileiros contribuem com áreas essenciais ao desenvolvimento do país, como esporte, educação, cultura, segurança e seguridade social.”

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

Luva de Pedreiro: entenda a polêmica envolvendo influenciador e empresário

Foto: reprodução/Instagram

O futuro de Luva de Pedreiro, o influenciador de futebol mais seguido do Instagram, tem sido alvo de especulações dos fãs desde o início da semana nas redes sociais.

A polêmica começou após o jovem baiano anunciar uma pausa na gravação de vídeos, e fez com que o empresário responsável por sua carreira, Allan de Jesus, viesse a público na última quinta (23) para explicar contratos de publicidade que ainda não foram pagos ao influenciador.

O anúncio de pausa na carreira foi feito por Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro, no último domingo (19). Em um vídeo publicado em suas redes sociais, o jovem baiano se mostrou irritado com as cobranças que vinha sofrendo, o que preocupou os fãs.

Após a postagem, começaram rumores de que o influenciador teria rompido contrato com o empresário Allan de Jesus, responsável por gerenciar sua carreira.

Allan de Jesus se manifestou sobre o caso pela primeira vez na última quarta-feira (22). Ele disse que seu contrato com Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro, vale até 2026. Allan informou ainda que a empresa dele, a ASJ Consultoria, não tinha recebido qualquer comunicado sobre uma tentativa de rescisão.

Influenciador tem pelo menos R$ 2 milhões para receber

Na última quinta-feira (23) o empresário veio a público novamente para explicar contratos de publicidade que ainda não foram pagos a Luva de Pedreiro. Allan de Jesus disse que o influenciador tem R$ 2 milhões a receber. Ele afirmou que o pagamento será feito a partir de julho de 2022.

Quem é Luva de Pedreiro?

Iran Ferreira tem 20 anos e atualmente é o influenciador de futebol mais seguido no Instagram, com mais de 14 milhões de seguidores. No TikTok, mobiliza mais de 17 milhões de inscritos.

O nome Luva de Pedreiro faz referência às luvas utilizadas pelo jovem para jogar futebol. Ele se tornou uma sensação viral com o bordão ‘receba’, em vídeos de seus feitos em um campo de várzea da cidade de Quijingue, a 322 quilômetros de Salvador.

Menos de 24 horas depois de anunciar a pausa na publicação dos vídeos, o influenciador fez uma nova postagem, mas não comentou a decisão de voltar às redes.

O vídeo publicado por Luva de Pedreiro na segunda-feira (20) mostrava mais um de seus lances de futebol, acompanhado pela legenda: ‘Graças a Deus, pai’.

g1

Opinião dos leitores

  1. BolsoMítico promove a inclusão digital que permite que muitos jovens possam demostrar seus talentos e saírem da miseria

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

ABC abre comemorações dos 107 anos do clube com carreata neste sábado

O ABC realiza neste sábado uma carreata para marcar o início das comemorações dos 107 anos do clube. A partir das 12h, a torcida vai se encontrar ao lado do Teatro Alberto Maranhão (TAM), na Ribeira, bairro onde o Alvinegro foi fundado. O destino será o Estádio Frasqueirão, que recebe o jogo contra o Confiança a partir das 17h.

A saída da carreata será às 14h, subindo a lateral do colégio Salesiano, passando pelo Palácio dos Esportes até chegar ao Colégio Atheneu, passando pela Avenida Hermes da Fonseca, Midway Mall, Portugal Center, até chegar na BR-101. O comboio, então, seguirá pelo Viaduto de Ponta Negra, Avenida Engenheiro Roberto até chegar à Rota do So

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Ações contra planos de saúde crescem 39% no RN em dois anos

O número de processos ajuizados contra planos de saúde na Justiça do Rio Grande do Norte cresceu 15% nos cinco primeiros meses deste ano, no comparativo com o mesmo período do ano passado. Até maio, o Tribunal de Justiça do Estado (TJRN) contabilizou 914 ações de usuários contra as operadoras ante 793 ações no mesmo intervalo de 2021. Se comparado com 2020 (656 ações), o aumento verificado foi de 39%. A negativa de tratamentos é o principal motivo para os beneficiários  recorrerem à judicialização, de acordo com a juíza Valéria Lacerda, coordenadora do Comitê Estadual das Demandas da Saúde do Rio Grande do Norte.
“Acreditamos que o aumento em face dos planos seja em decorrência também das negativas surgidas na saúde suplementar, o que ocasiona também a demanda dos planos de saúde. A maioria das reclamações são negativas de atendimento”, ressalta. Na avaliação de Renato Dumaresq, presidente da Comissão de Saúde da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RN), além da recusa dos planos, ele acrescenta que as empresas vêm adotando medidas administrativas internas que contribuem para o aumento da judicialização da saúde suplementar.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Boletim da Balneabilidade aponta dez pontos impróprios para banho em praias do RN

Foto:Anadelly Fernandes

O Boletim da Balneabilidade das praias do Rio Grande do Norte Nº 23, emitido nesta sexta-feira (24), informa que 23 pontos seguem com condições adequadas de balneabilidade e 10 trechos analisados estão impróprios para banho. Os trechos identificados como impróprios foram: Foz do Rio Pirangi, em Nísia Floresta; Rio Pium (Ponte Nova), Rio Pium (Balneário Pium), Pirangi do Norte (APURN), Pirangi do Norte (Coqueiros), em Parnamirim; Via Costeira (Cacimba de Boi), Praia do Meio (Iemajá), Redinha (Rio Potengi), Redinha (Igreja), em Natal; e a Lagoa de Pitangui em Extremoz.

Foram coletadas e classificadas amostras de água em 33 pontos distribuídos na faixa costeira situada entre os municípios de Nísia Floresta e Extremoz, a fim de informar aos banhistas quais as condições das praias monitoradas. As análises registraram os dois locais com 1600 – NMP/100 ml de H2O, cada, que significa a presença de microrganismos pelo Número Mais Provável(NMP). A base dos dados analisa a quantidade de coliformes termotolerantes encontrados nas águas (Resolução nº 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA).

O estudo é uma parceria entre o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (FUNCERN), e faz parte do Programa Água Azul.

Para conferir boletins semanais basta acessar www.idema.rn.gov.br

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Justiça bloqueia valores de ex-deputado Antônio Jácome por dívidas da campanha de 2018

Reprodução

Decisão judicial contra o ex-deputado federal e então candidato a senador em 2018, Antonio Jácome, determinou o bloqueio de bens em processo movido por empresa de comunicação referente a dívidas de material de campanha que não teriam sido pagas.

A empresa reclama na justiça que cerca de 12 profissionais entre jornalistas, produtores, social media não receberam valores por serviços prestados na campanha. Até o momento a Justiça bloqueou cerca de R$ 12 mil do ex-deputado.

O processo tramita na 24ª Vara Cível de Natal e ainda cabe recurso.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Suprema Corte dos EUA derruba decisão que garante direito ao aborto

Foto: Reprodução

A Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu nesta sexta-feira (24) derrubar a decisão que garantia nacionalmente o direito ao aborto legal no país. Com isso, agora caberá a cada estado norte-americano decidir se permite ou não a interrupção da gravidez.

Por seis votos contra três, os juízes derrubaram a chamada ‘Roe contra Wade’, uma decisão histórica da própria Suprema Corte da década de 1970 que estabeleceu o direito ao aborto nos Estados Unidos.

A decisão, já adiantada por um rascunho vazado pela imprensa em maio, representa uma vitória para o Partido Republicano e as alas conservadoras e religiosas do país, que queriam proibir esse tipo de procedimento.

G1

Opinião dos leitores

  1. Com relação ao aborto não se pode “engessar”uma lei.
    Cada caso tem que ser tratado de forma adequada e diferenciada.
    Existem casos em que existe sim a necessidade de realizá-lo.
    Outros não.
    A hipócrita fábrica de massificar idiotas chamada religião adora julgar…mas quando é com os outros!
    A banda podre da sociedade que gosta de dar uma de bom moço, também. Um tema onde cada um quer posar de justiceiro.
    Até que a necessidade aconteça com ele.

  2. Louvado seja o nosso Senhor Jesus Cristo!

    “A vida humana deve ser respeitada e protegida, de modo absoluto, a partir do momento da concepção. Desde o primeiro momento da sua existência, devem ser reconhecidos a todo o ser humano os direitos da pessoa, entre os quais o direito inviolável de todo o ser inocente à vida”. 2270

    “A colaboração formal num aborto constitui falta grave. A Igreja pune com a pena canónica da excomunhão este delito contra a vida humana. «Quem procurar o aborto, seguindo-se o efeito («effectu secuto») incorre em excomunhão latae sententiae (49), isto é, «pelo facto mesmo de se cometer o delito» (50) e nas condições previstas pelo Direito (50). A Igreja não pretende, deste modo, restringir o campo da misericórdia. Simplesmente, manifesta a gravidade do crime cometido, o prejuízo irreparável causado ao inocente que foi morto, aos seus pais e a toda a sociedade”. 2272

    (Catecismo da Igreja Católica)

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Após prisão, mulher de Milton Ribeiro disse que ex-ministro sabia de operação da PF

FOto: Reprodução

Pouco depois de o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro ser preso pela Polícia Federal na última quarta-feira (22), a mulher dele afirmou a uma pessoa, por telefone, que ele já sabia que seria alvo de uma operação. A conversa, por telefone, foi grampeada pela PF.

“Ele ‘tava’, no fundo, ele não queria acreditar, mas ele ‘tava’ sabendo. Eu falei: ‘para ter rumores do alto é porque o negócio já ‘tava’ certo’”, disse Myrian Ribeiro ao comentar a prisão. O homem que conversa com ela foi identificado somente como Edu.

Em manifestação enviada à Justiça Federal, o delegado Bruno Calandrini, responsável pela investigação, diz que a declaração “leva a crer” que o ex-ministro havia sido informado com antecedência sobre a possibilidade de uma operação.

Opinião dos leitores

  1. O cachaceiro ladrão do lula mandou soltar os guerrilheiros sequestradores internacionais, (informação dita pelo próprio) deu asilo político ao Cesari battisti outro comunista guerrilheiro e assassino que pegou prisão perpétua na Itália, a Dilmanta estocadora de vento queria dar um ministério ao bandido para livra_lo da prisão, os presidentes das grandes estatais e fundos de pensão foram presos, quase faliu estas empresas, deu dinheiro para países comunistas, deixou várias obras de infraestrutura inacabadas, aí vem os esquerdopatas falar de vazamento na PF, de carro que vale mais de 80k vendido por 60k para dizer que foi propina. Só podem estar de sacanagem.

  2. Quando é da direita LEVA A CRER e já é condenado. A esquerda vive cometendo crimes e tá tudo normal. Eita Brasil veio de justiça bagunçada.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Bolsonaro exalta queda no desemprego para 9,4% e critica PT

Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PL) exaltou nesta 6ª feira (24.jun.2022) um levantamento divulgado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) que mostra a queda na taxa de desemprego no Brasil para 9,4% em abril de 2022. É o menor patamar desde outubro de 2015, segundo o estudo. Em seu perfil no Twitter, o chefe do Executivo celebrou dados da pesquisa e culpou o PT (Partido dos Trabalhadores) pelas taxas anteriores. Disse que a sigla foi responsável “pelo maior esquema da história do país”.

“O que conseguiram destruir em tempos normais, o Brasil está recuperando em meio a uma guerra e uma pandemia!”, escreveu o presidente”

Poder 360

Opinião dos leitores

  1. 🇧🇷É uma luta difícil baixar inflação e o desemprego, principalmente nas crises que passamos a hídrica, a da pandemia e agora a da guerra, mas com o aumento do auxílio e a inclusão da ajuda aos caminhoneiros vai ser possível aos poucos chegar em um índice mais baixo.🇧🇷

  2. Estou passado ! O véio arrochado é corrupto. Vou mudar meu voto é correr longe desse povo que anda com a Bíblia embaixo do sovaco.

  3. O governo do PT só quer saber de expandir o Bolsa Família, gerar emprego para o pai de família só no governo de Bolsonaro.

  4. A crise de 2008 foi 10x maior que essa guerra junto com essa pandemia!
    O PT que esse corno chamuscado tanto critica, tinha pleno emprego e o trabalhador dinheiro poder de compra!
    Hoje, além do trabalhador não ter poder de compra, ainda existe 40 milhões de famintos no país.

    1. A crise de 2008 seu jumento, foi no mercado financeiro, o mundo não parou de andar por conta de uma doença, é difícil você entender isso, você só relincha por lula

    2. Só se for na tua casa, que tem esses 40 milhões. Onde você buscou esses dados? Da boca do maior bandido da política nacional? Só se foi. O cara que se orgulha de mentir e soltar bandido.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *