Citando decisão judicial, Rosalba diz que não vai convocar suplentes da PM

Em entrevista a uma rádio de Caicó, a governadora Rosalba Ciarlini não precisou de interlocutores para dizer que o Governo não tem intenção de convocar os suplentes da PM do concurso realizado em 2006.

Rosalba alegou que a convocação da PM é inconstitucional, pois o prazo de validade de dois anos do concurso, prorrogado por mais dois anos, venceu em 10 de janeiro de 2011.

“E foi uma decisão da justiça. E justiça não se discute. Se cumpre”, disse a governadora.

São mais 800 aprovados no concurso que já haviam realizados as duas primeiras etapas do processo de admissão da PMRN e alimentavam a esperança de serem convocados.

Parece que não vai rolar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Silva_d_santos disse:

    É o que ela vem alegando desde que assumiu o Governo do Estado.

  2. Cankan disse:

    é uma falta de respeito com 824 famílias!!!

  3. Cjpm disse:

    Quando alguém é aprovado em concurso público e é chamado para cursos de treinamentos e preparaçao, como é o caso desse em foco, eu entendo que esses prazos não contam mais, afinal, alguns desses aprovados foram obrigados a deixar seus empregos para se dedicar a esses cursos de formação!

  4. Napoleandro disse:

    Quando convém, esse povo respeita as decisões judiciais bem ligeirnho…

  5. Leo disse:

    A gov. está sendo incoerente, pois a Justiça decidiu pela convocação dos aprovados do DETRAN, que está dentro da validade, e ela afirmou que não irá convocar também!!!

COMENTE AQUI