Governo diz ao STF que decretos de armas garantem legítima defesa

Foto: Jorge William/Agência O Globo

A Advocacia-Geral da União (AGU) afirmou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que a “insuficiência do aparelho estatal” para proteger os cidadãos a todo tempo justifica “mecanismos de legítima defesa”, mas disse que isso não configura uma “vingança privada”. A manifestação foi feita como resposta a quatro ações que contestam os decretos editados pelo presidente Jair Bolsonaro no mês passado para flexibilizar a posse e porte de armas de fogos.

A AGU enviou respostas quase idênticas às ações apresentadas por PT, PSB, PSOL e Rede. Nelas, rebate a tese de que os decretos teriam como objetivo “entregar ao particular, com exclusividade, a autotutela pela via da ‘vingança privada’ ou mesmo do exercício arbitrário das próprias razões”.

Segundo o órgão, “a autodeterminação individual para resistir ao ilícito não foi completamente suprimida com a formação do Estado, sendo legítimo o exercício desta faculdade, ou seja, da legítima defesa para assegurar a inviolabilidade do direito à integridade e à vida”.

O governo federal também afirmou que “nada há de verossímil” na tese de que os decretos possibilitariam a “a formação de milícias armadas com o aval do Estado”. A AGU alegou que os associados de entidades de tiros (que são alguns dos principais beneficiados pela medida) não possuem “nenhuma hierarquia ou obediência disciplinar que possa ao menos sugerir alguma semelhança com organizações paramilitares”.

O órgão ainda argumentou que “os decretos não visam alterar o marco legal sobre armas de fogo” e apenas “buscam conferir maior segurança jurídica”. Para a AGU, não houve uma “facilitação alarmante de aquisição de armas de fogo”.

Governo ignorou alerta do Exército

Bolsonaro editou, no mês passado, um pacote de quatro decretos sobre armas. Entre as medidas determinadas está a ampliação de quatro para seis no limite de armas que cada cidadão pode ter. Também foram alteradas diversas regras envolvendo o grupo de colecionadores, atiradores e caçadores (CACs), incluindo o limite de armas que cada pessoa pode comprar.

Na quarta-feira, o GLOBO mostrou que o governo federal ignorou uma nota produzida por técnicos do Estado-Maior do Exército que apontou que uma das medidas poderá fragilizar a segurança pública no Brasil e aumentar a disseminação de armamento no país.

Além disso, o governo não ouviu a Polícia Federal (PF) durante a elaboração dos decretos assinados. A PF é o principal órgão do Sistema Nacional de Armas (Sinarm) e vinha sendo consultada pelo governo em decretos anteriores sobre o tema.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    As se fosse por isso o interesse do mentiroso.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Pensar não dói viu bolsonaristas.

  2. Aluísio Valença disse:

    Simples assim. Arma todo mundo e extingue a polícia. Cada um por si nesse faroeste caboclo.

  3. Joao Bolsonaro disse:

    👉🏻👉🏻👉🏻👉🏻👉🏻👉🏻

Governo federal chegou a um acordo para a aquisição de 100 milhões de doses da vacina da Pfizer/BioNTech contra a covid-19, confirma ministro Fábio Faria

Foto: Reprodução/Instagram

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, confirmou na tarde desta quarta-feira(03) que o governo federal chegou a um acordo para a aquisição de 100 milhões de doses da vacina da Pfizer/BioNTech contra a covid-19.

VEJA MAIS: Governo decide comprar ‘todas as vacinas disponíveis’ da Pfizer e da Janssen

O ministro ainda destaca que a vacina, inclusive, já teve o registro definitivo aprovado no país pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O anúncio será feito de forma oficial ainda hoje pelo Ministério da Saúde.

“O acordo foi fechado em reunião do ministro da Saúde Eduardo Pazuello com o secretário-executivo da pasta, Elcio Franco”, disse.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jeremias disse:

    Pode comprar todas as vacinas do mundo que não muda o fato de estar atrasado ( já houve milhares de mortes desnecessárias e evitáveis) e sobretudo de ter feito isso graças ao Dória. É a reeleição que importa para esses idiotas.

  2. Cordeiro disse:

    Tem é que interna esse presidente

  3. João Soares disse:

    Chega quando, cavalo.

  4. João Soares disse:

    É prá ontem, corra animal.

  5. Carlos Brasileiro disse:

    Parabéns, Pr. Bolsonaro!!
    Continue firme porque a maioria dos brasileiros está do seu lado.
    A esquerda está dando os últimos suspiros.

  6. Tico de Adauto disse:

    Pezadello continua solto?

  7. Azevedo disse:

    Se tiver disponibilidade de produção o governo Bolsonaro vai comprar tudo para assistir a população brasileira, parabéns presidente.

  8. Potiguar disse:

    Excelente notícia, espero que seja viabilizado o mais rápido possível.

  9. Chicó disse:

    Ô governo bom !!!

Governo decide comprar ‘todas as vacinas disponíveis’ da Pfizer e da Janssen

FOTO: (JORGE GUERRERO / AFP) Jorge Guerrero/AFP

O Ministério da Saúde decidiu comprar “todas as vacinas disponíveis” dos laboratórios Pfizer/BioNTech e Janssen-Cilag, braço farmacêutico do grupo Johnson & Johnson, informou a pasta à CNN nesta quarta-feira (3).

O governo informa que a ordem para dar prosseguimento para a compra foi feita pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. O Ministério da Saúde não informa quantidade exata de doses, afirmando que isto dependerá dos estoques disponíveis.

“Número de doses vai depender de quanto as farmacêuticas poderão disponibilizar. Mas intenção é comprar todas as doses disponíveis”, afirmou fonte próxima ao ministro à CNN.

A vacina da Pfizer com a BioNTech é a única até o momento a ser aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para registro definitivo no país. As vacinas Coronavac e Oxford/AstraZeneca possuem a autorização de uso emergencial, que é temporária e restrita a grupos prioritários.

CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tico de Adauto disse:

    Desgoverno!!!
    O PR e milico fantoche soltos. Só nesse país mesmo.

  2. Pixuleco disse:

    Será que essas transformam em jacaré 🐊? Ai papai .

  3. Cesar Bomone disse:

    Os ESQUERDOPATAS chegam a ser cômicos, muitos países ainda nem começaram a vacinar. O Brasil porém está entre os 10 que mais vacinaram, mas para os ESQUERDOPATAS estamos muito atrasados.
    Criticam que somente agora o Presidente resolveu a compra das vacinas da Pfizer, mas esquecem que somente agora a Pfizer informou que suas vacinas podem ser usadas em temperaturas normais, já que antes os menos 70 graus eram inviáveis para nosso país que não possui super freezers em todo país.

  4. Papo_Reto disse:

    Hô Véiooo atrasado! Muitas pessoas morreram por falta de responsabilidade.

  5. Deco disse:

    Mas se Fátima chegar antes e comprar tudo?
    A muier junto com o consórcio nordeste tem cacife e podem comprar todas essas vacinas dando uma verdadeira rasteira no Pazuelo.
    Alguém aposta?

  6. Calígula disse:

    Hô Véio Bom da gota serena é o Presidente Bolsonaro.
    O Véio é imbroxável.
    MITO TEM RAZÃO
    MITO 2022

    • Manoel F disse:

      Ele tá atrasado "somente " uns 8 meses na compra dessa vacina que por negacionismo ele se negou a comprar a tempo de evitar a atual segunda onda… Pense num inepto, ow caba inepto esse presidente MINTOmaníaco!

Paraná Pesquisas: 46,3% aprovam o governo Bolsonaro e 49% desaprovam

O presidente Jair Bolsonaro em visita a Tinguá CE) José Dias/Presidência da República/Divulgação

O país está dividido em relação ao governo Jair Bolsonaro, que tem a aprovação de 46,3% da população, mas é reprovado por 49%, segundo levantamento exclusivo do instituto Paraná Pesquisas feito entre os dias 25 de fevereiro e 1º de março.

A avaliação tem uma oscilação negativa em relação a janeiro (quando 47,2% aprovavam e 48,5% rejeitavam) e a dezembro de 2020, quando mais da metade dos entrevistados aprovava o governo (50,2%) contra 45,3% que o reprovava.

As maiores aprovações a Bolsonaro vêm dos homens (55,1%), dos moradores das regiões Sul (54,1%) e Norte/Centro-Oeste (50,1%) e daqueles que têm entre 35 e 44 anos (49,7%).

Já as maiores reprovações vêm das mulheres (56,1%), dos jovens de 16 a 24 anos (56,4%), dos moradores do Nordeste (55,6%) e daqueles que têm ensino superior completo (50,9%).

Quando os pesquisadores solicitam que os brasileiros definam sua avaliação da gestão Bolsonaro, 13,8% a consideram Ótima e 20,2% Boa, somando 34%. Além disso, 23,7% a avaliam como Regular.

Na avaliação negativa, 12,4% acham-na Ruim e 28,2% Péssima, totalizando 40,6%. Nessa questão, 1,7% dos brasileiros ficaram em cima do muro, sem opinar ou alegando não saber.

A pesquisa foi feita por telefone com 2.080 eleitores de 196 municípios nos 26 estados e no Distrito Federal. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Foto: Reprodução/Diário do Poder

Com Blog Maquiavel – Veja e Diário do Poder

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João Macena disse:

    Olavo Alconforado, excelente o seu comentário. Acrescento só uma coisinha: enquanto a maioria das pessoas não se conscientizarem, que deve usar máscara, álcool gel e não aglomerar, não sairemos tão cedo, desse momento terrível de pandemia. João Macena.

  2. Núbio disse:

    Fumo de Arapiraca esse Bolsonaro.
    Forte!!!!
    Tamos reeleitos!!

    • Zenobio Açougueiro disse:

      Exato. Forte, ruim, fede e mata igual ao fumo de Arapiraca.

  3. Fábio disse:

    Só pela fotografia ele deveria perder 100% dos votos. Dita povinho.

  4. Guto disse:

    O homi é forte demais, apesar da mídia bombardear 24hs por dia. Se juntar com os que avaliam como regular bate os 60%!

  5. Marieta disse:

    Se me perguntarem: DESAPROVO!

  6. Santos disse:

    Uma dúvida, aprovam oq?
    Alguém que aprova pode responder?

  7. Olavo Alconforado disse:

    Não sou muito ligado em política, mas tenho visto muita incoerência nesse período de pandemia e pouco respeito a vida.
    Temos 01 ano do país praticamente parado, e os governadores e prefeitos não tiveram tempo de abrir novos leitos? Não houve tempo para aprender a enfrentar o vírus?
    Como no período de pandemia se faz campanha política? Só poderia dar nessa infecção generalizada. Prefiro não pensar que foi de caso pensado, pois o combate ao vírus foi transformado em uma imoral e irresponsável disputa política.
    Agora fecham praias, praças, áreas de laser e locais abertos, mas a contaminação nesses locais não é muito mais difícil que em locais fechados sem circulação de ar?
    O que foi feito com a verba destinada aos governadores e prefeitos no ano passado?
    Porquê o combate a pandemia passa pelo fechamento do comércio, igrejas, escolas e paralisação da cadeia produtiva? Então podemos entender que as medidas sugeridas de distanciamento, uso de máscaras, tirar a temperatura, passar álcool nas mãos não valem nada.
    Aqui ainda vimos ações da prefeitura instalando o hospital de campanha em hotel na via costeira. Existiam vários postos de atendimento disponibilizados pela prefeitura, que adotou também a distribuição de medicação preventiva. Recentemente a prefeitura também separou o hospital dos pescadores para atendimento as pessoas com covid.
    Além disso, o que mais foi feito? Quais as ações tomadas pelo governo do estado? Onde estão as ações concretas de combate a pandemia? Chega de discurso enganador e acusatório, vidas estão sendo perdidas, respeitem a vida dos cidadãos.
    Hoje o discurso é confrontado com a realidade e não adianta mais falar uma coisa e praticar outra, os fatos sempre vão sobrepor o faz de conta. Os políticos ainda não aceitam isso?

    • Eliade Pimentel disse:

      O Governo do Estado abriu cerca de 700 leitos na pandemia. É pouco? Não. O problema é q as pessoas continuam desobedecendo as normas da vigilância sanitária.

  8. anderson disse:

    Fizeram essa pesquisa onde? Não conheço Ninguém que aprove esse desgoverno de ladrões. Aí papai. Alô Queiroz e Val do açaí, vamos nos encontrar na mansão de 6 🌽🌽🌽🌽

    • Soró disse:

      Recomendo vc fazer uma visitinha e uma pesquisa no YouTube.
      Isso se vc tiver coragem.
      Kkkkkkkk
      Cuidado pra não infartar.

    • Raimundo disse:

      Eu aprovo, a governadora tb deveria depois de 18 bi em receita extra

Dólar supera R$ 5,70 e Ibovespa cai com decisões tributárias do governo

Foto: Bruno Rocha/Estadão Conteúdo

O dólar opera em alta na sessão desta terça-feira (2). Às 12h40, a moeda americana avançava 1,23% em relação à divisa brasileira para R$ 5,7110.

Na B3, o clima era igualmente ruim no primeiros negócios do dia. Às 12h40, o índice recuava 1,07% para 109.162 pontos. Isso porque o mercado segue preocupado com as indefinições fiscais que rondam o país neste momento de tentativa de retomada econômica.

Nesse sentido, a PEC Emergencial deve ser apresentada nesta terça-feira e votada na quarta no Senado. A dúvida é se haverá contrapartidas — e quais serão — à extensão do auxílio emergencial.

Em um podcast ao youtuber conhecido como Primo Rico, o ministro Paulo Guedes disse que as novas parcelas serão de R$ 250, mas que virão com contrapartidas. Ele, no entanto, disse ser contra a cortar os gastos mínimos que são aplicados em educação e saúde.

Também está no radar dos investidores a isenção dos impostos sobre combustíveis e sua consequente alta em outros tributos, a exemplo da Contribuição Social sobre Lucro Liquido (CSLL), de instituições financeiras como os bancos.

O presidente Jair Bolsonaro disse que a suspensão da cobrança do PIS/Cofins por dois meses sobre o diesel tem como objetivo dar tempo ao governo para estudar uma desoneração definitiva. “O que acontece: quando você zera imposto, pela Lei de Responsabilidade Fiscal tem que arranjar recurso em outro lugar. Então fizemos um limite, esses dois meses é um prazo para a gente estudar, para a gente ver como, de forma definitiva, a gente vai zerar os impostos federais”, afirmou.

Lá fora

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em baixa nesta terça-feira (2), num possível movimento de realização de lucros, após reagirem com entusiasmo ao noticiário recente dos EUA no pregão anterior.

O índice acionário japonês Nikkei caiu 0,86% em Tóquio hoje, a 29.408,17 pontos, enquanto o Hang Seng recuou 1,21% em Hong Kong, a 29.095,86 pontos, e o Taiex ficou praticamente estável, com perda marginal de 0,04%, a 15.946,88 pontos, no retorno de um feriado em Taiwan.

O sul-coreano Kospi também voltou de um feriado, mas com alta de 1,03%, levando a Bolsa de Seul a 3.043,87 pontos.

Na China continental, o Xangai Composto se desvalorizou 1,21% nesta terça, a 3.508,59 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto teve perda de 0,70%, a 2.332,76 pontos.

Na segunda-feira, os mercados asiáticos tiveram ganhos robustos, após a aprovação no fim de semana de um pacote fiscal trilionário na Câmara dos Representantes dos EUA e do aval concedido à vacina contra Covid-19 da Johnson & Johnson para começar a ser aplicada no país.

Na Oceania, a bolsa australiana também ficou no vermelho hoje, e o S&P/ASX 200 caiu 0,40% em Sydney, a 6.762,30 pontos. Nesta madrugada, o RBA, como é conhecido o BC da Austrália, decidiu manter seu juro básico na mínima histórica de 0,10%, mas disse que poderá estender seu programa de compras de ativos.

CNN Brasil, com Reuters

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bolsominion detector disse:

    O liberal Guedes afirmou que para o dólar chegar a R$5,00 , teria que ser feita muita m… Na economia do país. Adivinha?

  2. Edson Oliveira disse:

    Pagamos o combustível e o gás de cozinha em dólar e recebemos nosso salário em Real, é JUSTO isso ?

  3. Manoel disse:

    Mais aumento da gasolina a vista

  4. Antonio Turci disse:

    O jogo bruto, este do mercado financeiro.

Governo do RN altera trecho de decreto e autoriza serviço de transporte de passageiros durante toque de recolher

Está no Diário Oficial do Estado desta terça-feira(02). O governo do RN autorizou o serviço de transporte de passageiros durante o toque de recolher. Com isso, motoristas de aplicativo podem circular normalmente no período.

O toque de recolher – que proíbe a circulação de pessoas em todo o estado, entre 22h e 5h – foi decretado no último sábado (27) junto com outras medidas restritivas para tentar conter o avanço da pandemia da Covid-19. (ÍNTEGRA de republicação AQUI).

DECRETO Nº 30.385, DE 1º DE MARÇO DE 2021.

Altera o Decreto Estadual nº 30.383, de 26 de fevereiro de 2021, que dispõe sobre medidas temporárias de distanciamento social e institui o toque de recolher no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte, e dá outras providências.

A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das atribuições que lhe confere o art. 64, V e VII, da Constituição Estadual, Considerando o Decreto Estadual nº 30.347, de 30 de dezembro de 2020, que renovou o estado de calamidade pública, para os fins do art. 65 da Lei Complementar Federal nº 101, de 4 de maio de 2000, em razão da grave crise de
saúde pública decorrente da pandemia da COVID-19 (novo coronavírus), e suas repercussões nas finanças públicas do Estado do Rio Grande do Norte;

Considerando as Recomendações do Comitê de Especialistas da Secretaria de Estado da Saúde Pública para o enfrentamento da pandemia pela COVID-19, na qual sugerem a adoção de medidas que intensifiquem as medidas de restrição de circulação de pessoas, aglomerações e eventos, bem como as ações de vigilância;

Considerando a necessidade de manter sob controle a epidemia da COVID-19 no Rio Grande do Norte, e entendendo que os períodos festivos e de feriado prolongado foram provocadores de grandes aglomerações, com reflexo no aumento do número de casos;

Considerando a Região Metropolitana de Natal ter atingido, desde o mês de novembro de 2020, um platô alto no número de casos, com a Taxa de Ocupação de Leitos Críticos acima de 80%, alertando para um possível colapso de leitos na região;

Considerando a inevitável introdução de novas variantes do SARSCoV-2, em especial das três cepas mais recentes, já em circulação nos estados vizinhos, e possível circulação no Rio Grande do Norte, podendo contribuir para aumento da transmissibilidade;

Considerando a recomendação das autoridades sanitárias de diminuição das aglomerações e do fluxo de pessoas em espaços coletivos, para mitigar a disseminação do novo coronavírus no Rio Grande do Norte;

Considerando o ciclo de reuniões realizadas em 19 de fevereiro de 2021, com representantes dos municípios da região metropolitana e municípios pólos do Estado, Chefes dos demais Poderes do Estado e integrantes do setor produtivo;

Considerando o Decreto Estadual nº 30.379, de 19 de fevereiro de 2021, que dispõe sobre medidas temporárias de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus (COVID-19) no âmbito do Poder Executivo Estadual;

Considerando o iminente colapso das redes públicas e privadas de saúde e a consequente necessidade de adotar medidas sanitárias mais restritivas visando o enfrentamento à COVID-19;

D E C R E T A:
CAPÍTULO I
DO TOQUE DE RECOLHER

Art. 1º O Decreto Estadual nº 30.383, de 26 de fevereiro de 2021, passa a vigorar com a seguinte alteração:

“Art. 1º …………………………………………………………………………………..
………………………………………………………………………………………………
§ 2º ………………………………………………………………………………………
………………………………………………………………………………………………
XII – serviços de transporte de passageiros.
………………………………………………………………………………………………
§ 4º É permitido o deslocamento durante a vigência do toque de recolher, seja mediante serviço de transporte de passageiros ou veículo próprio, restritamente em situações de emergência ou para o deslocamento entre o local de trabalho e o domicílio residencial.” (NR)

“Art. 11-A A Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP) editará os atos complementares ao presente Decreto, devendo consultar e coordenar a edição de tais atos de forma conjunta com as demais pastas de governo que eventualmente sejam atingidas pelas matérias.” (NR)

Art. 2º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Palácio de Despachos de Lagoa Nova, em Natal/RN, 1º de março de 2021, 200º da Independência e 133º da República.
FÁTIMA BEZERRA
Cipriano Maia de Vasconcelos

Estabelecimentos que podem funcionar dentro do horário, segundo o decreto:

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Waldemir disse:

    Eu não entendi
    Se é toque de recolher nao.pode ter circulação de pessoas CERTO
    O URBE vai circular com quem ?????

    • observando. disse:

      Com os trabalhadores que estao voltando do trabalho. Bares, Restaurantes, etc. Garcons, garconetes, copeiras, barman, cozinheira, etc, etc, etc

  2. DARY FILHO disse:

    E o cidadão que vai embarcar em um vôo qualquer durante a madrugada está impedido? Pelo decreto sim. E aí?

Controlador-Geral do Estado diz que Governo do RN não recebeu R$ 18 bilhões em 2020 do governo federal, e cita “valor real” de pouco mais de R$ 5 bilhões

O Controlador-Geral do Estado, Pedro Lopes, disse nesta segunda (1) que a informação do Governo do RN ter recebido em 2020 R$ 18 bilhões do Governo Federal não é verdadeira. “O valor real, conforme consta no  site do Tesouro Nacional foi de R$ R$ 5.040.931.457,53”, explica.

“Deste valor, R$ R$3.101.202.906,76 são decorrentes de tributos pagos pela população ao estado brasileiro, especificamente o imposto de renda e o imposto sobre produtos industrializados, sendo arrecadados pela União e em seguida redistribuídos aos estados e municípios, porque a estes pertence, conforme preceitua a Constituição Federal”, diz o release da assessoria do Governo do Estado.

O Controlador salienta que é centenária a regra de financiamento da República Federativa do Brasil, “respeitada por todos os presidentes, inclusive os militares, na época da ditadura militar, como também na atual redemocratização: Fernando Collor, Itamar Franco, Fernando Henrique, Lula, Dilma Roussef e Michel Temer”.

O texto ainda diz que o Governo do RN ainda recebeu R$ 870.474.483,96 a título de FUNDEB, que é um fundo constitucional de financiamento da educação, que inclusive tem como maior fonte a arrecadação de ICMS, imposto de competência arrecadatória dos Estados.

“Relativo exclusivamente a transferência vinculada à ações de enfrentamento ao coronavírus, o Governo do RN recebeu R$ 358,494 milhões. Para compensar as perdas de arrecadação própria decorrente da pandemia, o Governo do RN recebeu R$ 811,654 milhões”, destaca o Governo do RN.

O texto do Governo do Estado finaliza:

Depõe Pedro que a metade desses recursos enviados aconteceram por uma ação do Congresso Nacional, “que derrotou o presidente Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes, duplicando as verbas previstas originalmente, e não tenho dúvidas em afirmar que ao final contribuíram para a mínima estabilidade da economia nacional”.

Todas as informações de aplicação de recursos na pandemia pelo Governo do RN estão disponíveis no Portal da Transparência do Governo do RN:

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Júnior disse:

    Portal da Transparência, olha lá! Acabou o tempo de vcs falavam mentiras e nós engoliamos , agora eu pergunto! Aonde foi parar toda essa verba ?????

  2. Xbox on disse:

    Hoje em dia, ou fala a verdade ou é desmascarado.
    É só vê o portal da transparência.
    Kkkkkkkkkkkk
    O povo hoje não engole mais essas mentiras.
    Xupa petezada.
    Derrotados.

  3. Manoel g disse:

    Impressionante como os “come capim” acreditem numa fake news e deliram, escorregam na maionese .
    O governo federal não mente pra fazer populismo como fazia o PT , quadrilha que enganava o povo arrotando mentiras. Bando de alienados ! Xupaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa otarios

  4. Cris disse:

    Dá uma olhada no portal da transparência do Gov federal.
    MPF , MPRN?

  5. Jeremias disse:

    Agora que foi pego em outra mentira, acusando irresponsavelmente os governadores (só os que são oposição) Bozo deve prestar contas pra que essa historia fique bem esclarecida. Já não basta o pagamento irregular do auxílio Corona? Aonde foi parar o dinheiro que ele diz que mandou? Toneladas de sal e milhões de latas de leite condensado, pra que? Será que estamos assistindo a uma imensa rachadinha? Com a palavra o STF.

  6. Jean François disse:

    Quem conhece Pedro Lopes, prof. da UFRN e Auditor Fiscal do Estado, sabe sua seriedade e compromisso com o serviço público.
    Foi direto e didático na informação.
    Parabéns.

  7. Thiago Lopes disse:

    A essa altura ainda tem quem acredite nas mentiras do mitômano Bolsonaro?

  8. Luiz Antônio disse:

    Bolsonaro tem sido coerente ao longo da sua vida: foi um mau militar, um inoperante deputado federal e está sendo um péssimo presidente.
    Falta competência e sobra ignorância.

  9. Tico de Adauto disse:

    O PR bovino é um mentiroso miliciano bovino. Só sai ruindade daquela cabeça.

  10. Everton disse:

    Essa cipuada da CONTROL fez Calígula, Neto e Ceará Bobão espumarem de ódio.

  11. João disse:

    Bolsonaro é MENTIROSO!
    Qual a novidade?
    Ele precisa desviar o foco…senão o gado percebe que ele nada faz…
    Muuuuummmmmm

  12. Aprígio disse:

    Fátima até agora, passados dois anos de governo foi gerar desemprego.
    Prometeu pagar os atrazados da gestão anterior que ela tanto criticou, e nada.
    Sindicatos dominados, não dão um piu.
    Todos assistindo e aplaudindo de pé o desmantelo.
    Isso é uma vergonha!

  13. Julia disse:

    Parabéns Dr. Pedro Lopes, excelente gestão a frente da CONTROL.

  14. Luciano Brito disse:

    Governo incompetente do RN, acaba com a vida do trabalhador e do comerciante, agora que desmentir o portal da transparência.

  15. Homem Aranha disse:

    Perdão de dívida não conta? Fale a verdade governdora.

  16. Natalense disse:

    Governozinho medíocre, vive de mentiras. Povo paga caro pela eleição de Bolsonaro.

“Governo vai entregar 140 milhões de vacinas para os meses de março, abril e maio. Também ficou acertado o auxílio emergencial, que deve ser de R$ 250 até junho”, anuncia Lira

Foto: Reprodução/Twitter

O presidente da Câmara Federal, Arthur Lira, destacou na manhã desta segunda-feira(01), em suas redes sociais, o acerto com o governo do auxílio emergencial, que deve ser de R$ 250,00, até junho.

Lira ainda anunciou a entrega de 140 milhões da vacinas de março a maio:

“Agora na TV Record, anunciei que o governo vai entregar 140 milhões de vacinas para os meses de março, abril e maio. O assunto foi tratado ontem na reunião com o presidente Bolsonaro”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tico de Adauto disse:

    E se gritar pega Centrão não fica um meu irmão, se grit…..

  2. Junim disse:

    Praquê querer remanejar dinheiro da reta tabajara se o governo federal tá agindo.
    Qual a diferença de comprar pelo ministério da saúde, pra ir comprar pelo consórcio Nordeste??
    Tem dedo de deputado esquerdista nisso.
    Nada de desviar dinheiro da obra.
    Tá bom de mais assim.
    Consórcio nordeste, não sabe comprar nada.
    Onde já se viu, comprar respiradores a empresa que vende produtos a base de maconha?
    É querer comprar material de construção numa farmácia, não vai encontrar.
    É por isso que os 5.000 milhões foi pro beléleo e ninguém está preso.
    Mada de consórcio Nordeste, risco grande do dinheiro do povo levar fim.

  3. Direita Honesta disse:

    O governo federal está tentando fazer sua parte, apesar dos inimigos do Brasil, que fazem oposição irresponsável e torcem sempre pelo pior, politizando o combate à pandemia. E o que fez de efetivo, ATÉ AGORA, o governo do estado do RN? Trancar as pessoas e destruir a economia do estado só vai piorar as coisas.

    • Jeremias disse:

      O governo federal não está tentando nada além da própria reeleição. Não vem com esse papo de honesta que não cola. É um governo fraco, incapaz de se movimentar e que mesmo com a ajuda do centrão, cheio de corrupção, não consegue fazer nada de bom pelo país. É o pior governo desde a redemocratização, disparado, e responsável principal pelo caos em que se encontra a saúde. Só tem levado a retrocessos econômicos, sociais e políticos. Esse nhen nhen do Direita honesta não convence ninguém. Conversa fiada.

  4. Tico de Adauto disse:

    Acredite quem quiser. Eu não.

    • Lutemberg disse:

      Cara, se tu chegas a acreditar que o Lula é inocente, então…

    • Observador disse:

      No dia q sai o aumento da gasolina, mais um ora não esquecer, ele joga essa da vacina para os brasileiros ficarem calados. eu queria acreditar, mais vindo dessa turma q brinca com a doença e o povo fica complicado.

Cooperativa consegue liminar para anular contratação irregular de anestesistas pelo Governo

Foto: Ilustrativa

A Cooperativa de Médicos Anestesiologistas do Rio Grande do Norte (Coopanest-RN) ganhou liminar que determina a suspensão dos efeitos da decisão administrativa do Estado do RN que cancelou, arbitrariamente, a Concorrência Pública Nacional n.º 003/2020, para a contratação de médicos anestesistas.

Além disso, o Estado do Rio Grande do Norte não poderá contratar o Instituto Baiano para o Desenvolvimento da Saúde (IBDS) até o julgamento final da Ação. A decisão foi proferida pelo Juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública de Natal, Luiz Alberto Dantas Filho.

Matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos disse:

    Corporativismo puro.

  2. Brasil disse:

    Esse LEVIERE, nome de remédio genérico, prefere ladrao CONDENADO LULA, profissional do roubo , VAGABUNDO VÁ trabalhar

  3. Lucianobrito disse:

    Governo desastroso, não esqueçi dos 5 milhões.

    • Leviere Novais disse:

      E eu do Leite Moça, das Rachadinhas, das Laranjas, do Chocolate…

  4. Manoel disse:

    A turma que votou no neoliberal que adora uma reserva de mercado.

Governo do Estado emite nota sobre leitos de UTI em Mossoró e região

O Governo do Estado em nome da Sesap esclarece que nenhum leito de UTI foi fechado em Mossoró e em nenhuma região do estado. Com aval do Ministério Público, alguns leitos foram revertidos durante a estabilização da pandemia para leitos não covid, atendendo outras patologias, além da transferência de leitos de alguns hospitais, como aconteceu com o Hospital Wilson Rosado para a rede pública, de forma sustentável e correta.

A SESAP informa ainda que além da transferência, é importante destacar que o Hospital São Luís tem hoje quarenta (40) leitos de UTI contratados pelo estado e está em fase de expansão de mais dez (10) leitos críticos, totalizando 50 leitos críticos de UTI. Além disso, o estado expande, nesse momento, mais dez (10) leitos clínicos no Hospital Rafael Fernandes, ambos referências Covid na região. Em dezembro, com o aumento de casos, dez (10) leitos de Leitos críticos de UTI Covid foram abertos no Hospital Rafael Fernandes.

Prova disso é a transferência de pacientes da região metropolitana do estado para a cidade de Mossoró, devido à disponibilidade atual de leitos.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. PEDRO Jr. disse:

    Essa nota é um argumento para justificar os investimentos no hospital São Luís. Os valores são altos . SIM É correto todo investimento para hospital. Salva vidas, porém o que falta é transparência dessas empresas e da secretária de saúde do estado, empresas aberta só para prestar serviços, sempre é bom. Porém seria ótimo fiscalização da receita federal e do SUS, já que auditoria do governo do estado é frágil e fraca. A onde existe privado misturado com filantropia e bom ver com um olhar cirúrgico a onde está sendo colocado o dinheiro do contribuinte. NÃO, vejo com bons. Olhos funcionários que são auditores públicos, sendo administradores de hospital privado. Será que a lei permite? Como pode a raposa cuidar do galinheiro. Espero que Capa preta não fique só nos ombros do Batman. Pois o mosego não enxerga, MAS escuta bem os sinais. FUIIIIIII.

  2. Lucianobrito disse:

    Governo incompetente da desgraça.

  3. Jailson disse:

    Fatão já é a melhor governadora da história do RN. Disparado!!!
    E se comparar com Robinson e Rosalba então… vixe Maria!

  4. PT só CANALHAS disse:

    GRANDE professora,INIMIGA DA EDUCAÇÃO. Está próximo de 1 ano e nem uma mão de cal deram nas escolas. O RN tá LASCADO!!!

  5. Olimpio disse:

    Professora de que!

  6. Tulio disse:

    Vamos vê se a professora Fátima faz alguma coisa também na EDUCAÇÃO.
    UM ANO SEM AULAS, e não tiveram tempo pra preparar os colégios, é imoral.
    Em quanto isso, a rede privada segue preparando alunos de todas as faixas etárias.
    O que vai provocar num curto espaço de tempo uma desigualdade social sem precedentes.
    Isso tudo, é porque a governadora é professora, muito embora não se ter notícias de um ex aluno dela.
    Isso é uma vergonha!!!

Projeto de privatização dos Correios será enviado entre esta quarta e quinta, anuncia ministro Fábio Faria

Foto: Agência Brasil

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, afirmou ao Valor que o projeto de lei de privatização dos Correios está tendo a revisão finalizada na Casa Civil e será enviado ao Congresso entre hoje e amanhã.

O envio faz parte do esforço do governo de mostrar que continua comprometido com a agenda econômica liberal, após o presidente Jair Bolsonaro criticar a política de preços da Petrobras e trocar seu presidente. Esse movimento derrubou o valor das ações da estatal.

Como reação, o governo enviou a privatização da Eletrobras por medida provisória na terça-feira, sancionará nesta quarta-feira o projeto de lei que dá autonomia ao Banco Central, com mandatos para seus diretos e presidente, e também enviará o projeto de privatização dos Correios.

Valor

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chicó disse:

    O Correios já faliu há muito tempo, perdendo sua razão de existir. Entregam um serviço horrível e caro !

  2. Rodrigo Duarte disse:

    Não entendo essa gente que gosta de pagar 2 à 3 vezes para poder usar os correios e ainda acha isso bom, maravilhoso, às mil maravilhas. Mesmo quando vc não está usando você está pagando os funcionários e os serviços por meio de impostos, quando precisa usar ainda tem que pagar o envio da encomenda. Num serviço privado vc só pagará quando usar e ponto, se tiver concorrência eles ainda vão disputar para oferecer o melhor preço e serviço para agradar o cliente.

  3. Japiense disse:

    Só fumo p o Brasileiro

SP: Governo decreta restrição de circulação das 23h às 5h em todo o estado

Foto: CNN Brasil

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (24) que irá restringir a circulação das 23h às 5h em todo o estado.

A medida acontece depois que o estado atingiu o maior número de pacientes internados em UTIs com Covid-19 em toda a pandemia. O decreto vale do dia 26 de fevereiro ao dia 24 de março.

Além da restrição de circulação no período noturno, fica proibido aglomeração em qualquer horário. Serão aplicadas multas por descumprimento das medidas.

O governador João Doria (PSDB) argumentou que não foram adotadas medidas mais restritivas durante o dia porque as pessoas tendem a beber menos nesse horário e estão dedicadas ao trabalho.

Até esta segunda (22), havia 6.410 pacientes internados em leitos intensivos. Antes, o maior número havia sido de 6.250, em julho de 2020.

“É um recorde histórico desde fevereiro do ano passado, quando tivemos o primeiro caso de covid no Brasil e no estado de São Paulo”, disse o governador do Estado de São Paulo João Doria.

O coordenador do Centro e Contigência do Covid-19, Paulo Menzes, avalia que o aumento no número de internações ocorreu por causa das aglomerações ocorridas durante o período do carnaval, mas também pela circulação da variante de Manaus do novo coronavírus em São Paulo.

“Isso é consequência, provavelmente, da aglomerações que ocorreram há 10 dias, mas pode haver mais fatores”, afimrou Paulo Menezes.

O governo do Estado anunciou a criação de uma força-tarefa de fiscalização formada pelas vigilâncias sanitárias municipal e do estado, pela Polícia Militar e pelo Procon.

Dentre as medidas anunciadas pela PM para coibir as violações, serão realizadas blitz, informes com uso de viaturas da polícia e encremento do policiamento com apoio do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (DEOP) da Polícia Civil.

O governador João Doria afirmou que a prioridade da força-tarefa será a de coibir a realização de festas clandestinas.

“Quem infringir o decreto comete uma infração pluriofensiva, pois infringe o Código Penal, o Código do Consumidor, normas da Prefeitura e normas sanitárias”, afirmou Fernando Capez, diretor executivo do Procon.

Segundo o governo, haverão restrições na circulação do transporte público, mas garantiu que trabalhadores não serão prejudicados, ou multados por estarem na rua após as 23h.

Vacinação

O governador João Doria anunciou que serão entregues mais 900 mil doses da vacina Coronavac – desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan – ao Ministério da Saúde para integrar o programa nacional de imunização.

O governo de São Paulo promete entregar 15,4 milhões de doses da vacina da Covid-19 à pasta da Saúde até o dia 5 de março, totalizando 46 milhões doses encaminhadas ao Sistema Nacional de Imunização até o dia 30 de abril.

Doria autorizou o Instituto Butantan a encomendar novas remessas de insumos para a produção da vacina Coronavac. O governador afirmou que vai deixar de realizar negócios exclusivos com o Ministério da Saúde para distribuir doses do imunizante a outros estados e para priorizar o estado de São Paulo.

CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. L.l disse:

    Esse deve ir a Miami.
    Kkkkkkk
    Tá mais baixo nas pesquisas do que cu de cobra.
    Perdeu a reeleição, pra largar de burro.

  2. VA GA BUN DO disse:

    E tem mais, crítica aglomeração, fala em escola, como? Esquecendo que fechar ou abrir, segundo o STF, é função dos senhores governadores e prefeitos, se considerarmos esse premissa, quem deveria mandar aqui nós sabemos quem devia.

  3. VA GA BUN DO disse:

    Mais rapaz pense numa biruta, pensou? Ela tem nome e partido, achar que só os eleitores do presidente é quem não tem educação, pode uma maluquice dessas? o compadre do companheiro meliante, extremamente educado está ficando maluco de vez, será abstinência de trabalho? E por ultimo, afirmar que a educação no país existe desde o descobrimento. Deus. é muita insanidade.

    • TRA BA LHA DOR disse:

      Deixe de falar besteira e vá procurar procurar o cabo de uma enxada (ou inchada).

  4. ZéGado disse:

    Pode ter o fechamento de hoje até o fim do ano, geral! Tudo! Não vai adiantar de absolutamente NADA!
    Não adianta fechar tudo, arrebentar com comércio, se a boiada não tem educação, não sabem manter o distanciamento que se exige para conviver com essa desgraça desse vírus.
    O pior de tudo são as escolas, o buraco na educação vai ser praticamente impossível de fechar e com esse governo, que “adora” investir em educação, estamos fudidos.

  5. Neutro disse:

    Mas pode ? Aqui no Rio grande do Norte têm recomendação e não decreto. Pois não pode fazer decreto.
    Os perfeitos que façam.

VÍDEO: Pfizer negocia 100 milhões de doses com o governo federal

CNN Brasil detalhe em reportagem a negociação do governo brasileiro com a Pfizer para vacina contra covid-19. Primeiro lote pode ser entregue até final de junho.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Japiense disse:

    A vacina que foi ( dentre tantas ) ignorada pelo governo federal

  2. Jailson disse:

    Agora vai!!

  3. Observando. disse:

    Desde setembro 2020 q negociam.

    • Fran disse:

      Num é… Uma coisa tão fácil que é comprar vacinas. É a mesma coisa de comprar um pão na esquina.

    • Papa Jerry Moon disse:

      Doria conhece melhor o caminho da padaria!

Com Bolsonaro “nu”, entidade Repórteres Sem Fronteira lança campanha contra “desinformação” do governo

Foto: Repórteres sem fronteiras

A entidade Repórteres Sem Fronteira denunciou a estratégia do governo de Jair Bolsonaro de disseminar desinformação sobre a pandemia e lançou, nesta segunda-feira, uma campanha pela defesa do direito à informação confiável no Brasil.

A campanha traz uma fotomontagem de Bolsonaro sem roupa, coberto apenas por uma placa que informa o número de mortes causadas pela covid-19 e o número de casos confirmados da doença no país. No Brasil, são mais de 246 mil óbitos por conta do vírus, além de 10,1 milhões de contaminações.

“A verdade nua”, nome da iniciativa da agência BETC Paris, destaca a “importância crucial do jornalismo para garantir o acesso a informações confiáveis sobre a pandemia”.

“Enquanto a covid-19 provoca estragos no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro contribui para aumentar o número de mentiras em circulação e segue atacando a imprensa – numa tentativa de esconder sua incapacidade de administrar a crise sanitária”, diz.

“A nova campanha da RSF no Brasil defende que se mostre “a verdade nua”, a crua realidade dos fatos, para além de alegações fantasiosas ou manipuladoras”, argumenta.

A entidade aponta que optou pela fotomontagem como forma simbólica de confrontar o presidente com a “realidade nua e crua dos fatos, enquanto ele acusa a imprensa pelo caos instalado no país para desviar a atenção de sua desastrosa gestão da crise sanitária”.

O Brasil é hoje o terceiro país mais afetado no planeta pela pandemia. A campanha, portanto, reforça a importância de conhecer os fatos para compreender a pandemia e poder agir sobre ela.

“Essa campanha propositalmente chocante visa despertar as consciências a reagirem aos ataques permanentes do sistema Bolsonaro contra a imprensa, afirmou Christophe Deloire, Secretário-Geral da RSF.

“Os ataques não são apenas moralmente intoleráveis, mas também perigosos para a população brasileira que se vê privada de informações vitais sobre a pandemia. O trabalho dos jornalistas é fundamental para relatar os fatos e informar as pessoas sobre a realidade da crise sanitária. Mais do que nunca, o direito à informação, intimamente ligado ao direito à saúde, deve ser defendido no Brasil”, analisa Deloire.

ONU soa alerta contra a desinformação na pandemia

No mesmo dia em que Bolsonaro é alvo de uma campanha, o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, usou seu discurso de abertura no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas para fazer um alerta sobre líderes que disseminam desinformação na pandemia.

“O acesso à informação que salva vidas foi ocultado – enquanto que a desinformação mortal foi amplificada – inclusive por aqueles no poder”, alertou Guterres. Ele não citou nomes. Mas, nos bastidores, diplomatas admitiram que a situação no Brasil era uma das referências preocupantes.

Para a RSF, o trabalho da imprensa brasileira tornou-se particularmente complexo desde que Jair Bolsonaro assumiu o poder em 2018. “Insultos, difamação, estigmatização e humilhação de jornalistas passaram a ser a marca registrada do presidente do país”, diz a entidade.

“Sempre que informações contrárias aos seus interesses ou aos de sua administração se tornam públicas, ele não hesita em atacá-los com violência. No final de janeiro, por exemplo, Jair Bolsonaro mandou os jornalistas para ” a puta que o pariu ” e afirmou que a lata de leite condensado era para ” enfiar no rabo […] da imprensa”, lembrou.

“Essa declaração delirante faz parte de uma estratégia bem azeitada de ataques contra a imprensa coordenados pelo presidente e seus familiares que ocupam cargos eletivos, conforme apresentado pelo relatório da RSF que lista nada menos que 580 ataques apenas em 2020”, completa a entidade.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Jamil Chade – Colunista UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Edilson lacerda disse:

    Resumindo as choradeiras petralhas acima:
    A caça aos petralhas continua….a limpeza moral é o foco, não sobrará comunistas pra contar vitoria, ladrão no governo nunca mais. Bolsonaro 2022

  2. Neto disse:

    Kkkkkkkkkkkk
    Com o PR Jair Messias Bolsonaro fica claro fazer gracinhas, quero vê neguinho ter coragem de fazer com o cabeça de piroca.
    Kkkkkkkkkkkk
    Kkkkkkkkk
    MITO
    2022.
    Bota pra torar véi arrochado.
    Quem não quiser cair, se deite.
    Nós começamos agora.

  3. Ivan disse:

    Essa ONG lançou alguma campanha quando o país estava sendo surrupiado pelo PT? Não, eles estavam mordendo também…kkkkkkkkkkkkkkkkkkk….A MAMATA acabou pohaaaa!!!!

  4. zanGado disse:

    O Gado fica louco quando manda divulgar informações, esses robôs do Bozo pegam logo ar.

    Se tem informação da imprensa é pra divulgar, quem está com mimimi são vocês.

    Simples, a imprensa tem que trabalhar e mostrar os dados, agora… vocês querem ficar falando asneiras nos grupos de WZ, face, insta… e fazendo desinformação, digam logo.

    FICA A PERGUNTA: A QUEM INTERESSA A DESINFORMAÇÃO? QUE MEDO É ESSE DOS JORNALISTAS?

  5. Thiago Lopes disse:

    Adoro ver esse mimimi dos outrora críticos do "politicamente correto".

  6. Tarcísio Eimar disse:

    Pelo q eu saiba ele não matou ninguém ainda. Se for assim, todos os políticos matam todos os dias o povo de fome, sem saúde, segurança e educação.

  7. José disse:

    Fazer essa gracinha com Bolsonaro é fácil ele é um democrata, dúvida fazer com Alexandre Morais do STF

  8. Direita Honesta disse:

    O Brasil é o 23° país no mundo em óbitos por COVID por milhão de habitantes e o 3° em velocidade de vacinação contra esse vírus, atrás apenas dos EUA e da China. Mas, essa turma insiste nessa narrativa mentirosa e irresponsável. Chama-se abstinência de dinheiro público, já que o governo Bolsonaro "fechou as torneiras" para essa imprensa militante e mentirosa.

  9. Cavalo Doido disse:

    Com Bolsonaro, Repórteres sem fronteiras e sem bufunfa. Vão esmolar nos sinais, quem sabe não me encontram por lá e eu não os darei uma pataca.

  10. neto disse:

    A nudez física diante a nudez moral, é fichinha!!
    Tudo deverá piorar, pricipalmente no Rio Grande do Norte que estar a caminho de uma catástrofe na saúde, e as "autoriades" com algumas exceções não estão nem aí.

  11. Medeiros disse:

    Tem que fazer uma capa dessas para os Presidentes dos seguintes países:
    França, Inglaterra, Portugal, Espanha, Itália, EUA, Bélgica, México, Suécia, Suíça, Rússia, Rep. theca, Eslovênia, Bulgária, Croácia, Hungria, Peru, Argentina e etc. —-. Todos tem mais mortes proporcional que o Brasil. A esquerda é só narrativa. Não é a toa que a Entidade é francesa, e é replicado pelo o UOL/Folha.

    • João Soares disse:

      concordo Medeiros, apesar da tragédia, estamos bem melhor que esses países

  12. Silva disse:

    Por qual motivo eles não fazem isso com os países que têm mais mortes por milhão que o Brasil? A Entidade é da França, pq não fizeram a imagem do Presidente Francês? Eles tem mais mortes que o Brasil

  13. manezinho disse:

    Por mais que o presidente seja desbocado.. o problema maior talvez seja a qualidade desses jornalistas que vivem as custas do dindin do Estado. Perdi a confiança a anos nos jornais.. E colocar a foto de um cara nu pra protestar sobre ele é no minimo estranho.

  14. Santos disse:

    🎼Não vou passar vergonha e quem quiser que escute esse pamonha!

  15. Manoel F disse:

    O mundo todo tá errado! A imprensa toda tá errada! Países como Israel, Alemanha, Austrália, Portugal dentre outros que fizeram lockdown pra conter a pandemia estão todos errados, tudo comunista! Tudo que dizem está errado! O único certo eh o Messias , MEU PRESIDENTE! Inclusive todos os corruptos do centrao viraram santos imaculados após estarem na presença do MINTO ou após ele fazer acordos por trocas de emendas! Só meu MINTOmaníaco eh perfeito e eu o idolatro por isso talkei! E ninguém tem nada a ver se tomo cloroquina e não quero tomar vacina talkei!

  16. Chico 100 disse:

    Bolsonaro não termina o mandato! Está com o " Zé Golinha" que não passa nem Sinal de Wi-fi. Não sabe administrar um chiqueiro de galinha. kkkkkk. Vai acabar com o Brasil rsrs. Até essa data na presidência, não produziu a metade de sua vida política como Deputado kkkkk. Ou seja, um Zero a esquerda kkkkkkkk

    • José de Arimatéia disse:

      Simesmente será reeleito Presidente do Brasil em 2022. Chora petralhada, a mamata acabou.

    • Priziaka disse:

      Pois é, ele é um "zero a esquerda'' mas é o Presidente da República.! E vc é quem mesmo? Kkkkkkkkkkkk

  17. Onaireves Caba de Peia disse:

    E não tuzinho dos governadores e prefeitos não vai nada?

  18. Antonio Turci disse:

    O Presidente não é contra a vacina. Já disse inúmeras vezes que, sendo aprovada pela Anvisa, não há problema. O resto é Mi-mi-mi esquerdóide.

  19. EVERTON COBRA disse:

    Essa entidade, fundada na França, país que difama o Brasil e compra madeira retirada ilegalmente da Amazônia. França, país cujo Presidente defende as ONGs Da Amazônia que permitem a exploração do nosso solo, sem pagar qualquer imposto.
    Antes de qualquer discursão, quem mais difama e distorce a verdade no Brasil?
    Na real, temos MAIS UMA ENTIDADE MANTIDA e patrocinada pela esquerda, A SERVIÇO DA ESQUERDA, e se acha no direito de falar em nome da "verdade". Mas aí tem uma enorme pegadinha: "A VERDADE DELES E NÃO A ENCONTRADA NA VIDA REAL".
    Como todo esquerdista, acusam o Presidente daquilo que eles praticam.
    Devem ter esquecido que o STF decidiu e atribuiu aos governadores e prefeitos as medidas efetivas no combate a PANDEMIA DO COVID. Que as INFORMAÇÕES NASCEM NOS ESTADOS E SÃO REPASSADAS AO GOVERNO FEDERAL.
    Então a situação COMEÇA com TUDO ERRADO, INVERTIDO, DISTORCIDO pois deveriam estar COBRANDO DOS GOVERNADORES E PREFEITOS.
    Tem muita mídia e meio de comunicação derretendo sem credibilidade por criar, manter e insistir nas versões vendidas como "verdade".

  20. Potiguar disse:

    Gostaria que esses papas bolas, fizessem o mesmo com os Presidentes dos 23 países que tem mais números de mortos por 1 milhão de habitantes.

  21. Mgil disse:

    Besteirol. O que estão acusando é justamente o que fazem, só que ao contrário. Pensam que engana quem? A abstinência faz isso.

  22. ZéGado disse:

    Presidente chacota, genocida e negacionista.
    Vai mandar o min da justiça abrir inquérito contra os jornalistas….Covarde.

    • Calígula disse:

      Tem que processar mesmo.
      O Luladrão mandou deportar um jornalista americano que o chamou de cachaceiro.

  23. João Soares disse:

    Só lembrando, inglaterra tem menos de 1/4 de nossa população e já tem mais de 100 mil mortos. Será que eles estão fazendo a mesma coisa do bozo?

    • ZéGado disse:

      A diferença é que lá, o 1º min (lá o sistema é parlamentarismo, não sei se você sabe) é a favor das vacinas, não é negacionista.

    • Roberto disse:

      Zé do Gado, se informe primeiro antes de escrever asneiras, só pelo fato de agredir gratuitamente. O Presidente Bolsonaro, eleito democraticamente, não é contra a vacinação. Ele só não é irresponsável de liberar as vacinas, sem antes, a ANVISA aprová-las. Deixe de ser revoltado! Bolsonaro 2022, não tem pra ninguém.

Governo do RN viabiliza abertura de 39 novos leitos críticos de UTI Covid na Região Metropolitana nos próximos 15 dias

Diante do crescimento da taxa de ocupação de leitos Covid no Rio Grande do Norte, com percentual acima dos 80%, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) está trabalhando para abertura de 39 novos leitos críticos de UTI Covid na Região Metropolitana de Natal: 09 no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), 10 no Hospital Giselda Trigueiro, 10 no Hospital de Campanha de Natal (com disponibilização de equipamentos), 05 leitos no município de São Gonçalo do Amarante e 05 em Parnamirim. Desses leitos, 13 já estão disponíveis, seis leitos no HUOL e sete no Hospital de Campanha de Natal. E 26 leitos críticos em processo de operacionalização para ser disponibilizado o mais breve possível no sistema de Regulação do Estado.

O Governo do Estado entrará em parceria com os hospitais municipais fornecendo Kits completos de UTI (monitores, ventiladores e bombas de infusão), o que garante a abertura dos leitos. “Estamos numa força tarefa, finalizando os reparos estruturais para a montagem dos leitos com todo o suporte necessário”, afirma Maura Vanessa Sobreira, Secretária Adjunta da SESAP.

Em reunião na manhã desta sexta-feira (19), com o Ministério Público Estadual, a Sesap garantiu o comprometimento com a abertura dos novos leitos nesse momento crítico da pandemia no território. Para esse momento da pandemia, a SESAP se compromete ao Uso da Gestão da Clínica; Ampliação de novos leitos críticos de imediato; Incentivo aos gestores da qualificação do cuidado na APS e a Intensificação do Pacto pela vida; De acordo com a promotora Iara Pinheiro, a Gestão Estadual tem monitorado a rede assistencial e os indicadores em tempo real. “Atuando preventivamente aos possíveis cenários, com resposta adequada, ordenada e integrada intra e inter institucionalmente, em tempo oportuno”, disse a promotora.

Também foram intensificadas as medidas de vigilância, como: ações conjuntas da Vigilância Sanitária e Epidemiológica Estadual e vigilâncias municipais nas escolas que estão funcionando presencialmente; atuação da Vigilância Sanitária junto aos laboratórios de análises clínicas privados; reuniões sistemáticas de avaliação do cenário epidemiológico com os municípios, por região de saúde; intensificação das ações de busca ativa de novos casos, assim como a investigação e monitoramento de casos suspeitos ou confirmados de COVID-19 pelas equipes de Atenção Primária à Saúde.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Justino disse:

    Vamos ficar atentos aí pessoal.
    Os leitos do Hospital da UFRN não pode entrar nessa conta.
    Tem que abrir novos mesmo.
    Esse povo do PT gosta de dar drible da vaca nas pessoas.
    Vamos acompanhar pra vê se eles não vao inserir nessa conta.

  2. Calígula disse:

    Se ela fechou 80 leitos e vai reabrir 39 kkk é menos que a metade.
    Hô Governadora chibata é essa Fantoche do PT.
    MITO TEM RAZÃO.

Operação Verão 2021 no RN: abordagens, fiscalizações ou ações pontuais das polícias e bombeiros resultam em prisões, autuações e salvamentos; veja números

Fotos: Divulgação

O Governo do Rio Grande do Norte por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) intensificou o trabalho e deu atenção especial aos municípios litorâneos durante a Operação Verão 2021. Em meio ao período de pandemia do coronavírus, que resultou na suspensão do Carnaval no Rio Grande do Norte, as instituições de segurança reforçaram as ações do Pacto pela Vida e realizaram inúmeras atividades de patrulhamento e fiscalização, que resultaram em prisões, apreensões, autuações e advertências.

Com investimento de R$ 7 milhões de reais para um reforço extraordinário de 800 agentes de segurança pública, entre homens e mulheres da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, ITEP, a SESED atuou com base no planejamento definido pela Política Estadual de Segurança Pública, desenvolvendo atuações estratégicas de forma ostensiva, investigativa e de fiscalização, principalmente em apoio aos cumprimentos dos decretos estaduais e municipais para coibir aglomerações.

Além das instituições de segurança, também ficou estabelecida a participação, de forma integrada, do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN-RN), do Departamento de Estradas e Rodagem (DER-RN), do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA-RN), da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP-RN) e da Secretaria de Estado do Turismo (SETUR-RN).

Polícia Militar

No cumprimento as ações específicas da Operação Verão, em abordagens, blitzes, fiscalizações ou ações pontuais, a Polícia Militar, por parte do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) registrou a prisão de 245 pessoas em flagrante delito, a recuperação de 211 veículos e 83 armas apreendidas.

Nas estatísticas do Comando de Policiamento do Interior (CPI), 227 pessoas foram presas em flagrante, 136 veículos foram recuperados e 40 armas de fogo foram apreendidas pelo interior.

Nas ocorrências de trânsito, o Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) fiscalizou 53.833 veículos, conduziu 51 pessoas à delegacia, recuperou 18 veículos, apreendeu 5 armas de fogo e prendeu 36 pessoas.

Polícia Civil

Em atuação no litoral do Rio Grande do Norte, a Polícia Civil trabalhou com delegacias fixas e móveis em locais estratégicos de veraneio na região da grande Natal e também no interior. Foram realizadas 30 prisões em flagrante, sendo cinco prisões por tráfico de drogas, cinco por porte ilegal de arma de fogo e três por embriaguez ao volante. Também houve registro de 298 assinaturas de Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) e 3 boletins de ocorrência para atos infracionais.

A instituição também atendeu a uma ocorrência importante na praia de Barra de Maxaranguape, ao encerrar uma festa e conduzir 33 pessoas à delegacia, com autuação por descumprimento do decreto estadual.

Corpo de Bombeiros

Ao realizar constantes ações de prevenção nas praias do litoral potiguar, o Corpo de Bombeiros Militar registrou 18.988 orientações e 8.318 advertências no período da Operação Verão. A ocorrência mais registrada por parte da corporação foi de resgate de vítima em meio liquido com 65 episódios, sendo 27 somente na praia de Pipa e 16 na praia do Meio.

ITEP

De 1º de janeiro a 17 de fevereiro, o Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) confeccionou 25.343 registros gerais (RGs).

CIOSP

No período em que estava deflagrada a Operação Verão, o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP), responsável por receber as notificações e distribuir as ocorrências da região metropolitana de Natal, registrou 6.254 ligações com denúncias de perturbação de sossego. Desse quantitativo, 3.379 notificações aconteceram em Natal.

Operação Integração 167

Durante a agenda oficial do Ministro da Justiça e Segurança Pública André Mendonça ao Rio Grande do Norte, a SESED, com apoio das instituições federais de segurança, realizou a Operação Integração 167, em que foram realizadas 158 prisões entre cumprimentos de mandado de prisão e autos de prisão em flagrante.