Colégio em Natal é prejudicado por veículos estacionados em local inadequado, denuncia internauta

Um internauta denunciou ao Blog o caos que vem se tornando o momento da entrada e saída na escola Primeiros Passos, na Afonso Pena. Ele relata que os funcionários da Procuradoria Geral do Estado estacionam seus carros na frente do estabelecimento educacional (local que deveria ser de embarque e desembarque das crianças), restando uma única alternativa para os pais pararem seus carros em fila, ocasionando congestionamento e com risco de acidente grave.

Segundo o denunciante, já houve diversas pequenas batidas de carro nessa localização. Ele ainda destaca que também falta uma faixa de pedestres na frente da Escola. A escola realizou diversos pedidos a Secretaria responsável pelo trânsito, não havendo nenhum retorno ou fiscalização na área.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. tereza disse:

    Isso porque as escolas de hoje em dia acham que podem montar uma super estrutura sem ter espaço razoável. O poder público deveria exigir um estudo mais criterioso de impacto de trânsito antes de liberar o funcionamento das escolas. Essas escolas, que se transformaram em grandes empresas, deveriam buscar instalações com espaço suficiente para um amplo estacionamento e área de embarque e desembarque, e não ficar questionando porque outros cidadãos usam a rua para estacionar. Desde que não seja local proibido de estacionar (indicado com faixa amarela), o cidadão pode estacionar na rua livremente.

  2. Edward disse:

    O brasileiro, especialmente o natalense, só pense em si e esquece a coletividade, o resultado é o caos generalizado. Ontem eu estava fazendo cooper a noite e ao passar na Av Hermes da Fonseca, tive que deixar a calçada e correr na rua, carros estacionados na calçada desde a AABB até a Rua Maxaranguape.

  3. silmara disse:

    E dos pais sem um pomo de educação ué param em fila dupla e vão buscar seus filhos lá no Colégio e enquanto isso o vizinhos do Colégio que esperem…. O primeiro ato de educação deveria vir dos pais.
    Moro na rua do Colégio e toda vida na hora da entrada e saída é uma verdadeiro caos. Realmente acho que deveriam chamar os amarelinho para multar alguns pais sem noção.

  4. thiago disse:

    Pior é no CEI da Romualdo Galvão existe uma faixa de pedrestes no semáforo na esquina da própria escola aí veio um sabido e criou outra a menos de 20 m do semáforo só pra beneficiar a escola e atrapalhar a mobilidade de milhares de pessoas numa das principais avenidas de Natal ABSURDO! !!!

  5. Henrique disse:

    Infeliznente no nosso país não são respeitadas as placas de trânsito nem muito menos os espaços destinados aos transportes escolares já reclamamos muitoa SEMOB sobre este desrrespeito, quanto ao fato da escola observamos que elas vêm crescendo a cada dia e não se preocupando em criar estacionamentos para os pais causando estes transtornos no trânsito, para isto foi criado na gestão do atual Deputado Kelps Lima o Via Livre nas Escolas, projeto este q incentivava aos pais a colocarem os seus filhos em um transporte escolar o qual retira em média dez carros da rua por turno. ASS CARLOS HENRIQUE DA C DANTAS Secretario da COOPTEN.

  6. Francisco Dias disse:

    Se o estacionamento é na rua, a escola não pode, nem os pais dos alunos devem, achar que a frente do estabelecimento é exclusivo de um para uso do outro. Que tal a escola criar um estacionamento interno, e aí sim, de uso apenas aos pais dos alunos?
    Ocorre que, não raro, querem usar o espaço público como estacionamento de clientes.

COMENTE AQUI