Desembargadora diz que Marielle estava engajada com bandidos e é ‘cadáver comum’

A desembargadora Marilia Castro Neves, do Rio de Janeiro, escreveu nesta sexta (16) no Facebook que a vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada nesta semana, “estava engajada com bandidos”.

Afirmou ainda que o “comportamento” dela, “ditado por seu engajamento político”, foi determinante para a morte. E que há uma tentativa da esquerda de “agregar valor a um cadáver tão comum quanto qualquer outro”.

A magistrada fazia um comentário abaixo de um texto postado pelo advogado Paulo Nader na rede social em que afirmava entender a comoção gerada pela morte de uma “lutadora dos direitos humanos e líder de uma população sofrida”.

A desembargadora então postou o seguinte texto: “A questão é que a tal Marielle não era apenas uma ‘lutadora’, ela estava engajada com bandidos! Foi eleita pelo Comando Vermelho e descumpriu ‘compromissos’ assumidos com seus apoiadores. Ela, mais do que qualquer outra pessoa ‘longe da favela’ sabe como são cobradas as dívidas pelos grupos entre os quais ela transacionava.”

E seguiu: “Até nós sabemos disso. A verdade é que jamais saberemos ao certo o que determinou a morte da vereadora mas temos certeza de que seu comportamento, ditado por seu engajamento político, foi determinante para seu trágico fim. Qualquer outra coisa diversa é mimimi da esquerda tentando agregar valor a um cadáver tão comum quanto qualquer outro”.

Um grupo de advogados que leu o texto começou a fazer campanha nas redes para que Marilia Castro Neves seja denunciada ao CNJ (Conselho Nacional de Justiça) por ter “ironizado” a morte de Marielle.

A desembargadora afirmou à coluna que apenas deu a sua opinião como “cidadã” na página de um colega já que não atua na área criminal.

Ela afirma ainda que nem sequer tinha ouvido falar de Marielle até a notícia da morte. “Eu postei as informações que li no texto de uma amiga”, afirma.

“A minha questão não é pessoal. Eu só estava me opondo à politização da morte dela. Outro dia uma médica morreu na Linha Amarela e não houve essa comoção. E ela também lutava, trabalhava, salvava vidas”, afirma.

 Mônica Bergamo / Folha
OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mortadela com pão disse:

    A desembargadores já anda dizendo q o q ela escreveu foi um texto q leu no wa de um colega, ou seja, fake News. Agora ela vai ter q provar o q escreveu. Simples assim. Mais uma sem noção pra jogar fogo na cabecinha dos midiotas coxas.

  2. Claudia Santos disse:

    Parabéns a todos que espor suas opinião pois já chega de tanta falta de respeito desses partdos safado que se diz de esquerda emgana os desenformadas que é isso que eles querem a não educação no nosso país para manipular os analfabetos agora são muito ipocritas todos eles mais por dinheiro meu Deus só que rouba o país para isso eles sabem fazer muito bem aí os idiotas ainda fica em Deusando esse tipo de gente e como ela morreu vai morre todos que estão roubando a nação se Deus quiser para ficar limpo o nosso país dessa bandidagem esse Lula Temer Dilma toda esse corja imunda que saquiaram e ainda comtinua saqueando tenho fé no pai todo poderoso quebchegara a vez de todos eles E o meu desabafo espero que esse pouco que fica rendendo homenagem a bandidos e bandidas Dessa Laia dessa vergadura e outras iguais a ela quebrará cheio agora no nosso país se liguem abram os olhos pois no momento só tem direitos humanos para bandidos

  3. Agnaldo do nascimento freire disse:

    É assim que os nossos governantes querem uma população dividida.sem força pra lutar com opiniões diferentes sem chegar a um denominador comum,um povo totalmente sem rumo aonde vamos irmãos brasileiros 2018 é hora da mudança vamos renovar gerallll…..

  4. Waldemir disse:

    PARABÉNS maiúsculo a essa desembargadora

  5. Carlos Souto disse:

    Concordo com a desembargadora e parabéns por postar a sua opinião , no Brasil de hoje muitos tem medo de falar oq pensam

  6. #ficadica disse:

    Mas faz sentindo o q a desembargadora falou…. de repente é pode até ser uma linha de investigação… ou alguém duvida q isso tenha acontecido?

  7. msael disse:

    teria que entrar numa fila de investigações muitas pessoas morreram antes dela.Muitos outros crimes precisam ser elucidados ou só pq era política,negra e segundo a desembargadora participava de gupos de bandidos.

  8. Fábio disse:

    Nossa!!! Não sabia quem era a Vereadora, mas de uma hora pra outra já desvendou o assassinato como guerra de facções, mesmo não sendo sua área no direito!!! Se investigação de WhatsApp tivesse efeito todo mundo seria culpado!! E as pessoas ainda caem nessa!! As redes sociais estão imbecilizando as pessoas!!

  9. Ade pessoa disse:

    Certíssimo a posição dessa desembargadora,

  10. RB disse:

    Concordo plenamente com a magistrada

  11. Brasil não é de corruptos disse:

    Excelente posicionamento da desembargadora…..uma morte é sempre um sofrimento,mas achar que essa menina morreu é um mártir ? a esquerda esta querendo pegar carona na desgraça alheia

  12. Geraldo Luiz da Silva disse:

    Essa desembargadora quando pensou já fedeu e quando falou foi bosta pura. Lamentável seu ponto de vista.

    • Waldemir disse:

      Só porque ela falou o que a esquerda não quer ouvir
      Essa vereadora devia e subia o morro quando queria e todo mundo sabe que só com autorização do tráfico a pessoa sobe

  13. Azevedo Morais disse:

    Aguardem o desenrolar dos fatos, até inversão de valores provoca comoção social. Partidarizar qualquer crime pela comoção, quem sabe não seja de outra forma, uma violação à democracia. Aguardemos …

  14. Domingos Fernandes disse:

    Concordo plenamente com desembargadora.

  15. Wadame disse:

    Apoiada desembargadora !! 👏👏👏👏

  16. Alex disse:

    Meu total e irrestrito apoio à desembargadora. Chega desses pseudodefensores do povo, se aproveitar da inocência destes.

  17. Tomaz disse:

    Chapa quente no Complexo do Alemão,
    criança sangrando, mãe gritando e chorando,
    agarrada com o carrinho do bb, sentada no chão.

    E uma tia que sempre orando, com seus joelhos no chão,
    agora deitada, perde seu sangue e agoniza em meio a multidão.

    Aquele tio que chegava do trabalho cansado,
    Entrou na mira e foi atingido, morrendo em seguida, ao ser baleado.

    Que esculacho!
    Do mais novo a velha guarda,
    Eliminados.

    Choramos, gritamos, mas está acabado.
    Só nos resta resistir e tentar evitar,
    Que sejamos nós o próximo alvo.

    Terrível pensamento,
    Ter de seguir sobrevivendo,
    Em meio ao sofrimento,
    de quem não deveria desta forma sofrer.

    De nossos mortos,
    não devemos esquecer.
    Sou de favela,
    queremos viver!

    | Raull Santiago |

  18. . disse:

    Percebi isso, se aproveitaram do assassinato da mulher pra fazer comício em todo Brasil, esses esquerdista são uma vergonha.

    • M.D.R. disse:

      Deixe os fatos se concretizar, através de investigações que vão desencadeandos mais resposta no seu envolvimento com organizações criminosas.

  19. João Cláudio disse:

    Morem milhares de pessoas todos os dias parabéns desembargadora muito mimimi a filha e irmão quando fala da morte cita 46 mil votos já fazendo política como os pilantras dos políticos

COMENTE AQUI