Dezessete presos envolvidos no Massacre de Manaus são transferidos para presídio federal de Mossoró

Foto: Marcelino Neto/O Câmera

A direção do presídio federal  de Mossoró confirmou a chegada  de dezessete detentos na noite dessa quinta-feira(30) envolvidos no massacre de 55 presos em presídios do Amazonas. A maioria dos apenados mortos nesta semana morreu de asfixia ou golpeada por objeto perfurante.

Sobre o massacre em Manaus, a suspeita das autoridades é que tenha sido motivada por uma disputa pelo comando de uma mesma facção.

Vale lembrar que em 2017, os presídios de Manaus já tinham sido palco do maior massacre do sistema penitenciário do estado, com 65 mortes dentro de unidades prisionais. Naquela época, membros da Família do Norte (FDN) atacaram presos do Primeiro Comando da Capital (PCC) durante uma rebelião que durou 17 horas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Mossoró talvez seja a única cidade brasileira a se dar o luxo de ter um aeroporto destinado exclusivamente à mobilidade de bandidos de alta periculosidade. Vôts.

  2. Arnaldo de Oliveira Franco disse:

    Taí o grande legado dos governos do PT para o RN (Presidio Federal de Mossoró) Natal, que era a terceira capital menos violenta do País, hoje é manchete como uma das mais violentas do mundo.

    • João Rodrigues disse:

      Deixe de canalhismo, outras cidades receberam presídios federais com RDD. A merda são os presídios estaduais (vide alcaçuz nas dunas).

  3. Anti-Robô disse:

    Caramba, depois da PF anunciar um possível salve para próxima semana ainda ganhamos na sena…

COMENTE AQUI