Esporte

Em guerra interna, Figueirense comunica à CBF que vai abandonar a Série B do Campeonato Brasileiro

Figueirense comunicou à CBF que vai abandonar a Série B do Campeonato Brasileiro — Foto: Robson Boamorte

O Figueirense comunicou oficialmente à CBF que decidiu abandonar a Série B do campeonato Brasileiro. A formalização foi feita no último fim de semana, pelo presidente da Elephant, Cláudio Honigman, empresa que administra o clube desde 2017. A entidade avalia a eficácia da decisão, uma vez que na última quinta-feira, o Conselho Deliberativo do clube divulgou documento informando que o contrato mantido entre o clube e a empresa teria sido desfeito.

A CBF vai enviar o comunicado ao STJD para que o caso seja analisado. Se o documento for considerado válido, o Figueirense estará sujeito ao regulamento do campeonato que prevê a suspensão automática do clube de todas as competições organizadas pela CBF (incluindo profissional e base). Com isso, o clube só poderia voltar a atuar na Série D, após a suspensão.

Nesta segunda-feira, em coletiva de imprensa, o presidente do Conselho Francisco de Assis, afirmou que a Elephant não administra o clube desde a última quinta. Ele afirmou que Honigman tenta reverter o distrato exigindo R$ 3 milhões, além do perdão das dívidas do clube.

Atualmente, o Figueirense acumula um total R$ 120 milhões, em dívidas, de acordo com o último balanço do clube.

Reunião na federação

Na última segunda, o presidente da federação catarinense de futebol Rubens Angelotti tentou promover um encontro entre Honigman e Francisco de Assis para que um acordo fosse selado. Mas não teve sucesso.

O Figueirense tem jogo marcado para esta terça, em casa, contra o Bragantino. Em nota oficial, o clube confirmou a realização da partida e comentou o caso:

O Figueirense Futebol Clube informa que não foi comunicado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sobre o pedido feito pelo ex-presidente, Claudio Honigman, de abandonar a disputa do Campeonato Brasileiro.

Nas próximas horas, a equipe jurídica do clube encaminhará à CBF toda a documentação necessária para desmentir a intenção de desistir da disputa.

O clube comunica ainda que nunca cogitou a desfiliação ou o abandono do Campeonato Brasileiro. O jurídico do clube analisa o caso.

Tranquilizamos a Nação Alvinegra e informamos que a partida desta noite, contra o Bragantino, no Estádio Orlando Scarpelli, está confirmada. Contamos com a presença e o apoio de nossa imensa e apaixonada torcida.

Veja o que diz o regulamento:

Art. 61 – Se uma equipe abandonar uma competição ficará automaticamente suspensa durante 2 (dois) anos de qualquer outra competição coordenada pela CBF.

Parágrafo único – Entende-se como abandono aquele Clube que desistir de disputar uma competição após a publicação oficial da tabela e regulamento correspondente do prazo legal estipulado pelo EDT.

Art. 62 – O Clube punido pela Justiça Desportiva por abandono de campeonato que adote o sistema de pontos corridos terá os resultados até então conquistados considerados sem efeito.

§ 3º – Em se tratando de competição com fases de pontos corridos e fases eliminatórias, as consequências incidirão na respectiva fase em que o abandono ocorrer.

Globo Esporte

 

Opinião dos leitores

  1. E a turma aqui chiando porque o ABC negociou um lote de seis milhões de dívidas com ações trabalhistas em parcelas de CEM MIL (vish…) por mês durante CINCO ANOS…
    Claro… Isso é só prá evitar a penhora e leilão do frasqueirão.
    Breve outro montante de ações trabalhistas deve dar o ar da graça.
    Diante das dívidas do Figueira, as mais de setenta ações trabalhistas do ABC é café pequeno….

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

VÍDEO – Campanha de Prevenção ao Covid-19 da Câmara Municipal de Natal – superpoderes

A Câmara Municipal de Natal alerta que o coronavírus ainda não acabou, e dá dicas com Campanha de Prevenção ao Covid-19 neste mês de abril.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Homem é executado com 15 tiros durante partida de futebol na praia de Muriú, no litoral norte potiguar

O Portal BO destaca nesta quinta-feira(22) a execução de um homem de 25 anos, na noite dessa quarta-feira (21), por volta das 19h, durante uma partida de futebol, na praia de Muriú, no litoral Norte potiguar. De acordo com a reportagem, a vítima foi surpreendida por homens que chegaram encapuzados em veículo de cor branca.

Segundo a Polícia Militar, cerca de 15 pessoas estavam no local quando aconteceu o atentado. Na ocorrência, ignoraram a presença de testemunhas e atiraram 15 vezes no homem com uma pistola e em seguida efetuaram um disparo de espingarda calibre 12 no rosto da vítima.  Na ocasiãi, uma pessoa também foi atingida pelos tiros, mas foi socorrida.

A motivação do crime ainda é desconhecida. O caso será investigado pela delegacia de Ceará-Mirim.

Texto na íntegra com foto aqui.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Inscrições para concurso de professor na UFRN com 29 vagas encerram nesta quinta

Foto: Anastácia Vaz

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp) da UFRN realiza concurso com 29 vagas para professores do magistério superior. As informações estão disponíveis nas páginas eletrônicas do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos – SIGRH (Menu Concursos) e da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas – Progesp (Menu Concursos > Novos > Edital N.013 Magistério Superior > Vagas, Conteúdos e Projetos Pedagógicos). As inscrições estarão abertas até 22 de abril, quinta-feira, por meio do SIGRH da Universidade.

As vagas são distribuídas entre os cargos de professor Adjunto-A, Assistente-A e Auxiliar, com regime de trabalho de dedicação exclusiva ou 20h. Os valores das taxas de inscrição variam de acordo com a classe/padrão e regime de trabalho, custando entre R$ 50 a R$ 220.

Avaliações e áreas de conhecimento do concurso 

A prova escrita de todas as áreas de conhecimento será aplicada no dia 18 de julho, domingo, às 8h, em Natal (RN), observando as normas de biossegurança, caso esteja vigorando o estado de calamidade pública devido a pandemia da covid-19. As demais etapas do concurso serão realizadas no período de 19 a 30 de julho, segunda-feira a sexta-feira, conforme calendário a ser divulgado posteriormente, de acordo com as normas do edital (item 11).

O concurso contará com quatro tipos de avaliações, realizadas na seguinte ordem: I – Prova Escrita (fase eliminatória e classificatória); II – Prova Didática (fase eliminatória e classificatória); III – Defesa de Memorial e Projeto de Atuação Profissional (fase eliminatória e classificatória); e IV – Prova de Títulos (fase classificatória).

A seleção é voltada para as  seguintes disciplinas/áreas de conhecimento: Ciências Sociais; Geografia Física; Dança e Educação; Dermatologia; Hematologia; Doenças do Sistema Gastrointestinal e Coloproctológico (Gastroenterologia Clínica); Fundamentos da Anestesiologia; Otorrinolaringologia; Endodontia; Saúde Bucal Coletiva; Medicina de Urgência – Trauma Clínico e Cirúrgico; Pediatria Geral; Ginecologia e Obstetrícia; Voz; Oceanografia; Microbiologia Médica; Métodos potenciais; Dinâmica, Dinâmica Aplicada às Máquinas e Vibrações; Sistemas Hidráulicos e Pneumáticos e Elementos de Automação Industrial; Transmissão de Calor e Mecânica dos Fluidos; Estudos Urbanos e Regionais; Engenharia da Qualidade; Sistemas de Telecomunicações; Língua Brasileira de Sinais – Libras; Antropologia Social;  Atenção Fisioterapêutica na Saúde da Criança; Matemática; Inteligência Artificial; Canto Popular; e Direito Privado.

Com UFRN

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Associação de Oficiais denuncia que Justiça está concedendo promoções na carreira de Oficiais PM sem justificativa

Foto: Reprodução

A Associação dos Oficiais Militares do Rio Grande do Norte (ASSOFME) emitiu nota oficial para denunciar que o Judiciário está interferindo no quadro administrativo da Polícia Militar. No comunicado, a instituição aponta como um dos exemplos o caso de um militar que buscou o judiciário na comarca de Arez e foi promovido por suposto ato de bravura.

A Associação destaca que o critério de “bravura” ocorre para os oficiais apenas em tempo de guerra e a análise técnica, para esse tipo de promoção, é feita por uma comissão de oficiais. A entidade denunciou que o Judiciário concedeu promoção por bravura, quando esse tipo de ato no caso de oficiais, só poderia ocorrer em tempo de guerra.

Leia matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. BG.
    Este País não é para amadores. A constituição está sendo estrupada diariamente, só naõ ver quem não quer. Até quando?????

  2. Vai chegar um momento que a polícia vai mais oficias e sargentos que soldados. Que força militar exdrúxula é essa??!!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

Antes de cúpula sobre o clima, EUA anunciam corte de emissões de carbono em 50% até o fim da década

Foto: Tom Brenner/Reuters

Os Estados Unidos vão se comprometer a reduzir as emissões de gases responsáveis pelo aquecimento global pela metade até o fim desta década, de acordo com um comunicado desta quinta-feira (22) do governo do país.

A redução das emissões tem como parâmetro o nível que era observado em 2005. Os EUA são responsáveis por cerca de 15% das emissões globais.

Joe Biden, o presidente do país, deverá anunciar oficialmente a meta na Cúpula de Líderes sobre o Clima, evento virtual que acontece nesta quinta e sexta-feira (23) com 40 líderes de Estado ou organizações. O presidente brasileiro Jair Bolsonaro é um dos convidados a falar sobre o combate às mudanças climáticas.

A nova meta dos EUA é quase o dobro da anterior, que tinha sido fixada por Barack Obama —em 2015, o país tinha se comprometido a cortar as emissões entre 26% e 28%.

Para chegar a essa meta, o governo vai analisar como cada setor da economia pode cortar poluição. Haverá metas para outros níveis de gestão, como governos estaduais e prefeituras. Também devem ser impostos objetivos para a iniciativa privada.

As medidas precisarão ser aprovadas pelo Congresso do país.

O plano dos EUA é que em 2035 toda a geração de energia seja neutra. Depois de outros 15 anos, em 2050, o país inteiro não emitirá gases que aquecem o globo (ou seja, os EUA terão atingido a neutralidade de emissões).

EUA querem incentivar outros países a adotar metas

Os americanos esperam também incentivar outros países a assumir metas audaciosas para o combate às mudanças climáticas em seus próprios territórios.

Na terça-feira (20), a União Europeia chegou a um acordo climático provisório para a redução de pelo menos 55% nas emissões líquidas de gases do efeito estufa até 2030. Além disso, o bloco tem o objetivo de atingir a neutralidade de emissões até 2050.

Outros países responsáveis por uma parte significativa das emissões, como a China e a Índia, devem aumentar as suas emissões ou mantê-las estáveis durante a próxima década.

A China é hoje o maior emissor de gases de efeito estufa. O país já afirmou que o pico de suas emissões se dará por volta de 2030. A partir de então, passará a decrescer para chegar a zero em 2060.

G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Covid: mais de 80% da população do RN vive em zona de alerta

A situação da pandemia do coronavírus no Rio Grande do Norte permanece em alerta para 81,9% da população potiguar. A constatação é feita a partir da avaliação periódica feita pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) em parceria com a Universidade Federal do RN (UFRN) que gera o relatório do indicador composto.

Segundo o documento finalizado na terça-feira (20), a situação mais crítica é na Região Metropolitana de Natal. O indicador dá notas de 1 a 5, a partir da análise de nove variáveis (óbitos, internações, testes, casos ativos, entre outros), sendo 1 a melhor situação, com sinal verde, e 5 a pior, com sinal vermelho. Assim, toda a população da RMN está em sinal amarelo, entre 3 (97,9%) e 4 (2,1%).

Logo na sequência, também estão com sinal amarelo em grande parte da população as regiões do Vale do Açu (92,7%) e de Mossoró (91,7%).

Na outra ponta, com o sinal chegando em quase metade dos moradores da área, estão o Potengi-Trairi (49,6%), Alto Oeste (46,6%) e Mato Grande (46,3%).

Tomando a avaliação geral dos indicadores, a média do Rio Grande do Norte está no sinal amarelo da nota 3, ainda com uma nota 5 na taxa de casos ativos.

O que é o indicador composto

O indicador composto é uma construção coletiva entre a equipe da Sesap, o Comitê de Especialistas e a UFRN, sob a coordenação do professor Kênio Lima. O estudo permite o mapeamento da evolução semanal de casos por município e assim ter um monitoramento da pandemia em todo o estado.

O estudo reúne nove variáveis que traçam um olhar mais apurado sobre a situação de cada município e um escore que mostra a evolução a cada semana. Os dados servem de subsídio para a tomada de decisões na gestão da pandemia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Frota integral de ônibus custaria R$ 10 milhões em Natal

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) apresentou uma nota técnica com o balanço tarifário do sistema público de transportes de Natal para justificar a impossibilidade de garantir 100% da frota de ônibus circulando. De acordo com o documento, exisitiria um déficit de mais de R$ 10 milhões por mês. Esse valor seria coberto pela Prefeitura ou pelas empresas, mas ambas alegam não dispor do recurso. Como o sistema é custeado unicamente pela tarifa que o usuário paga, o valor da passagem poderia subir para R$ 8,50, inviabilizando o sistema.

 

Os números foram apresentados em audiência de conciliaçãona última quinta-feira (15), pelo Juiz da 6ª Vara da Fazenda Pública de Natal, Francisco Seráphico da Nóbrega. A intenção foi solucionar com as partes envolvidas o impasse sobre a determinação para que o Município restabeleça 100% da frota que está em menos de 70%.

A redução do número de passageiros foi de 47,5%, comparando-se a primeira semana de março de 2020 ao mês de fevereiro de 2021. De 328.256 passageiros/dia caiu para 172.175. As viagens reduziram de 141.496 por mês, com 81 linhas, para 85.236 e 54 linhas, segundo a nota técnica. Ou seja, atualmente são quase 40% de viagens e 33% de linhas a menos em relação ao período pré-pandêmico.

A nota técnica detalha que a quantidade de veículos que compõem a frota é baseada nos cálculos do último reajuste da tarifa, ou seja, de 2019, com 657 ônibus, sendo 556 da frota efetiva e 91 da reserva. Atualmente, com a pandemia, há menos veículos operando o sistema. De acordo com o Painel de Monitoramento de Frota e Demanda na Pandemia de Covid-19, disponibilizado pela STTU, até ao dia 18 de março passado havia 388 ônibus em circulação, o equivalente a 69,7% da frota efetiva.

Os números foram colocados como forma de argumentar que, para efetivar 100% da frota os custos aumentariam e não existiria receita, pois a demanda caiu e é o pagamento da tarifa integral pelos passageiros que custeia o sistema.

Com o valor atual, a receita mensal do sistema é de R$ 10.064.028,68. Com 100% da frota em circulação, o custo total fica em R$ 20.207.291,24 incluindo cobradores, o que gera um déficit de R$ 10.143.262,56. Para esse cenário, a STTU calculou que, se somente a tarifa custear o serviço, o custo unitário da passagem subiria de R$ 4 para R$ 8,50.

Se retirar o custo com cobradores, a despesa total ficaria R$ 18.341.552,15 com um déficit mensal de R$ 8.277.523,47 elevando a tarifa para o valor de R$ 7,72, valor considerado impraticável até mesmo pelo Seturn.

Em ofício encaminhado ao TRT, em virtude das negociações do dissídio coletivo dos rodoviários, a STTU informou que atualmente, com a frota reduzida, a passagem deveria estar em R$ 4,90 ou R$ 4,72 se considerar a redução da alíquota de ISS.

Seturn condiciona mudança na frota a subsídio
Durante a audiência de conciliação na última quinta-feira (15) o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Natal (Seturn) informou que tem condições de colocar até 100% da frota em circulação, desde que sejam feitas compensações financeiras.

Em reportagem publicada pela TRIBUNA DO NORTE no dia 10 de março, a entidade havia informado que não dispunha mais da mesma quantidade de ônibus que corresponda aos 100% solicitados, pois as empresas venderam ou desmontaram os veículos para cobrir despesas. Contudo, a afirmativa de agora está condicionada à cobertura garantida no pagamento, assim teria como dispor da frota a ser contratada.

Pelo Município, participaram da audiência o prefeito Álvaro Dias, o procurador-geral Fernando Benevides, o titular da STTU, Paulo César Medeiros, além de técnicos da pasta e representantes do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPRN) e da Defensoria Pública do Estado, do Seturn e do Sitoparn.

O prefeito alegou que o Município não tem recursos financeiros para arcar com esse custo, mas anunciou que vai zerar o ISS (Imposto Sobre Serviço) do transporte e pediu que os órgãos da Justiça cobrassem que o Governo do Estado zerasse o ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias) do diesel. Mesmo assim, a redução dos tributos terão um impacto mínimo nas despesas.

A STTU argumentou na audiência que a solução para diminuir a ocorrência de lotação nos ônibus neste período de pandemia, motivo pelo qual a Justiça determinou o restabelecimento de 100% da frota, não é uma relação direta do aumento do número de veículos, mas sim do número de viagens, o qual pode, ou não, acarretar aumento da frota, de forma a corrigir distorções entre a quantidade de viagens e a demanda em determinada faixa horário.

A Defensoria Pública destacou que esse tipo de medida não resolveu o problema e solicitou que a Prefeitura de Natal apresente objetivamente, linha por linha, qual o aumento do número de ônibus que será implementado, sobretudo naquelas de maior fluxo, quais os percentuais efetivos de aumento da frota por linha, bem como quais medidas serão adotadas caso seja identificada sobrecarga de passageiros.

Além disso, pediu que a Prefeitura se comprometa a atualizar diariamente o portal da mobilidade urbana com os dados do número de veículos por linha, a frota operante e o número de passageiros, tendo em vista a necessidade de controle social, e que, caso venha a operacionalizar a isenção de 100% do ISS, que indique quais as contrapartidas que devem ser cumpridas pelo Seturn relativamente ao aumento da frota para obtenção do benefício.

 

Confira matéria completa na Tribuna do Norte.

Opinião dos leitores

  1. Sai mais lucro comprar uma bicicleta, fazer exercicio, do que andar de onibus. Se as distancias forem maiores, melhor se arriscar numa motoneta.. do que tomar virus, risco de assalto, desconforto, tempo perdido etc. E com essas eletricas de 50km/h ainda sai mais rapido, confortavel e ainda sobre dimdim pra uma cervejinha todos os meses.

  2. Vixe, que sucata cara da porra é essa. Ônibus velhos, desconfortáveis, sujos, bancos duros, sem ar-condicionados, sem falar na demora e super lotação.
    Esses rodoviários são uma comédia.

  3. Sou dono de ônibus urbano(coletivo) e vejo o quanto tem pessoas que tentam fazer o povo de beata, não sei, até hj, quem ganha com isso, mas não justifica esse valor. O ônibus anda sempre cheio, aliás, sempre lotado se tão vendo que tá dando prejuízo abre espaço para os pequenos q tenho certeza que essa prestação de serviço iria melhorar no sistema público que é privado. Desculpe mas ainda não entendo esse sistema.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Técnico do ABC é demitido após goleada para o Potiguar

Após a derrota de ontem por 4 x 2 para o Potiguar de Mossoró, a diretoria do ABC se reuniu com o treinador Sílvio Criciúma depois da partida e decidiu pela não permanência do profissional no comando do Mais Querido.

“O ABC Futebol Clube agradece ao treinador pelos serviços prestados e deseja sucesso para a sequência de sua carreira”, disse o clube por meio de nota.

A direção agora trabalha para contratar um novo comando técnico para os próximos jogos e competições importantes que o clube está disputando.

“A hora é de decisão rápida e a certeza que o clube irá trabalhar muito mais para reverter o atual cenário. A união pelo Alvinegro fará toda diferença nesse momento de retomada. Juntos vamos reconquistar vitórias importantes e a confiança da Frasqueira”, finaliza a nota.

GRANDE PONTO

Opinião dos leitores

  1. Lamentável a situação do ABC, sem plantel (time), sem treinador, sem dirigentes, pois os que ai estão são da mesma espécie daqueles que tem acabado com o ABC. Contrata mal, paga muito para os oportunistas da hora e querem que a torcida esteja ao lado deles. Mais um ano se desenha de sofrimento, humilhações e sofrimentos. Pois que sofre somos nos torcedores o resto é resto mesmo. Parabéns diretoria pelo excelente trabalho neste 4 meses do ano.

  2. O problema do ABC, não é o técnico e sim plantel. Faz tempo que o ABC vem arquejando.sem dinheiro, com várias broncas trabalhistas. E anote aí, Silvio Criciúma, vai ser mais um que vai colocar o ABC no pau.

    1. Oxi, e a fortuna que recebeu por ter passado pelo galáctico Botafogo nos penaltis?

    2. A justiça do trabalho deu uma abocanhada grande no DINDIN da classificação.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Espanha vai doar 80 mil kits intubação ao Brasil, diz Ministério da Saúde

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta quarta-feira (21) que a Espanha vai doar 80 mil itens do kit intubação para o Brasil. A previsão de chegada dos insumos é na próxima semana.

De acordo com o médico, a pasta também vai fazer um pregão nacional e internacional sem fixação de preços para tentar normalizar os estoques de medicamentos usados na intubação de pacientes nas unidades de terapia intensiva.

O ministro destacou também a doação de 2 milhões de kits feita pela Vale, e afirmou que o ministério “também espera uma execução contratual com a indústria nacional de 400 mil itens do kit intubação até o final do mês”.

“Estamos trabalhando na prospecção desses insumos, seja no Brasil ou no exterior, de tal sorte que não haja um desabastecimento no mercado. A minha opinião é que a fase mais crítica em relação a kits de intubação e oxigênio estamos muito próximos de vencer”, disse.

Novo coquetel

Durante a coletiva, Queiroga afirmou que o coquetel REGN-COV2 ainda precisa passar por outros testes antes de ser incluso no SUS. “Os dados são preliminares. Ainda aguardamos por dados definitivos. Há cientistas que defendem que esse medicamento pode incentivar variantes novas do vírus. Isso deve ser feito com muita cautela”, ressaltou.

Por unanimidade, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta terça-feira (20) o uso emergencial, em caráter experimental, de um coquetel contra a Covid-19 composto por casirivimabe e imdevimabe – dois remédios experimentais já utilizados nos Estados Unidos, que a farmacêutica Roche pediu autorização para uso emergencial no Brasil.

Os remédios são uma combinação de dois anticorpos monoclonais que têm como alvo a proteína espicular S do SARS-CoV-2. O coquetel tem por objetivo o tratamento da Covid-19 em adultos e crianças acima dos 12 anos de idade, que pesem no mínimo 40 kg e que não necessitem de suplementação de oxigênio.

A Anvisa destacou que os benefícios conhecidos do medicamento superam os riscos potenciais analisados e atendem a critérios mínimos de qualidade, segurança e eficácia para ser autorizado e permitido o uso emergencial no Brasil – REGN-COV2 é o nome comercial adotado para o coquetel.

CNN BRASIL

Opinião dos leitores

  1. Quando o país tem um presidente honesto, outros países doam com satisfação, sabendo que deram utilizados de forma clara e adequada.

    1. Kkkkkkkkkkkkkk. Já pode fazer show de stand up contando piada de que o presidente inepto que temos eh honesto… A única prioridade do governo dele eh tão somente proteger as rachadinhas da família!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Fim da pandemia pode ser só em 2023, diz diretor de pesquisas do Butantan

A pandemia de coronavírus deve se estender até 2023. A previsão, feita pelo diretor médico de pesquisa clínica do Instituto Butantan, Ricardo Palácios, não significa que as restrições que o país –e boa parte do mundo– enfrenta no momento serão mantidas até lá. Haverá uma flexibilização à medida em que a vacinação avance.

“A gente tem que entender que esse vírus veio para ficar. E, como acontece com a influenza [vírus da gripe], nós vamos ter que aprender a conviver com ele”, afirmou em entrevista ao Poder360. “Nós temos casos de pessoas com influenza grave todos os anos. Pessoas que morrem e temos vacinação. O que acontece? Colocamos a Influenza em um nível que é manejável para o sistema de saúde e manejável para a sociedade”, detalhou.

O processo, para ser efetivo, precisa de coordenação global, já que novas variantes podem aparecer e dificultar o processo de vacinação. “Como tenho falado, desta temos que sair todos juntos. Isso será parte do problema. Estamos vendo um acesso muito desigual a recursos no mundo e isso vai fazer com que vários países tenham demora em incorporar medidas profiláticas“, disse.

Como parte desse processo de adaptação social e do sistema de saúde à vacina, Palácios lidera duas iniciativas do Instituto Butantan que tem potencial de ajudar na reversão do quadro de mortes e esgotamento do sistema de saúde. De um lado, o Butantan produz um soro anticovid. O laboratório também é responsável pelas pesquisas da ButanVac, uma vacina nacional que pode reduzir os custos de produção de imunizantes.

Sobre o soro, ele alerta que é necessário modular as expectativas. “É para casos que estão no início. Isso tem que ser colocado. Uma pessoa vai evoluir para um caso grave perto da 2ª semana. A ideia é poder chegar a tempo e fazer uma intervenção para interromper o avanço para um caso grave”, explicou.

A nova vacina, por outro lado, tem potencial de auxiliar a CoronaVac, que é produzida em parceria com a chinesa Sinovac, por utilizar um método distinto, para o qual o instituto já tem todas as instalações montadas.

“É a mesma [fábrica] que usamos para a vacina de influenza, na qual o Butantan é dos grandes produtores do mundo. Está pronta e o Butantan já realizou os lotes de testes para a vacina. Quando falamos que já é do Butantan por completo, é porque já produzimos”, explicou.

PODER360

Opinião dos leitores

  1. Se Bolsonaro renunciasse ou saísse do cargo o Coronavírus acabava no dia seguinte.
    Mas o Véio Bolsonaro é duro, o homem é bom, o homem é espetacular.

    1. Kkkkkkkkk… Esse Calígula é uma onda… Rapaz, no dia q descobrirem sua real identidade, tu ta lascado..kkkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *