Esporte

Futebol do América definido

Apesar da situação politica ainda não está totalmente definida, pelo o que sabemos o Presidente Clovis Emídio ainda pondera em renunciar, apesar de toda sua Diretoria ter isso em mente. O Futebol do América vai se desenhando para o restante da Temporada.

Paulinho Freire vai comandar o Futebol do Clube, tendo Eduardo Rocha na retaguarda, o gerente de Futebol vai ser João Maria Belmont, tendo Francisco Diá, como Técnico do time. O trabalho de Diá já começou e, nomes têm sido analisados.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Guedes diz que auxílio de R$ 400 é temporário e que parte do valor pode ficar fora do teto de gastos

Foto: Antonio Molina/Fortoarena/Estadão Conteúdo – 02/09/2021

O ministro da Economia, Paulo Guedes afirmou nesta quarta-feira, 20, que as parcelas de R$ 400 do Auxílio Brasil terão caráter temporário e que parte do valor para inflar o substituto do Bolsa Família pode ficar fora do teto de gastos, a regra que limita as despesas da União ao Orçamento do ano anterior, mais a inflação.

Segundo o chefe da equipe econômica, a trava da reforma do Imposto de Renda no Senado obriga o lançamento de um “componente transitório” para turbinar as parcelas em meio ao aumento do custo de vida causado pela alta da inflação.

“Os cidadãos com mais recursos seriam tributados, e esses recursos seriam reciclados para um programa de renda básica familiar de bases permanentes”, afirmou o ministro. “Nós não conseguimos isso porque a reforma não avançou no Senado, embora tenha sido aprovada pela Câmara dos Deputados. E nós, então, temos esses componentes transitórios, essa camada de proteção temporária, para ajudar as famílias brasileiras a comprarem o gás, que ficou mais caro”, disse Guedes em participação em evento promovido pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc).

Guedes afirmou que o financiamento do novo benefício ainda não está decidido e que a equipe econômica estuda duas formas para arcar com os recursos. Uma das opções seria a antecipação do prazo de revisão do teto de gastos, atualmente previsto para o ano de 2026. Outra alternativa seria excluir da regra fiscal cerca de R$ 30 bilhões.

“Como queremos aumentar um pouco essa camada de proteção aos mais frágeis, nós pediríamos que isso viesse um como um waiver [renúncia] para atenuar o impacto socioeconômico da pandemia. Estamos ainda finalizando se conseguimos compatibilizar isso”, afirmou o chefe da equipe econômica. Guedes também afirmou que o ministério estuda sincronizar os índices de despesas do governo.

Em diversas oportunidades o ministro citou que a estratégia da equipe econômica era custear o Auxílio Brasil com a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, para abrir espaço no Orçamento, com verbas carimbadas pela reforma do Imposto de Renda, que tramita no Senado. O ministro também afirmou que o governo busca ser reformista e popular, e não populista. “Continuaremos lutando por reformas. Quem dá o timming das reformas é a política. Se a política quisesse, ela faria a reforma do Imposto de Renda e nos daria um programa permanente. Como a política não entregou no Senado a reforma do Imposto de Renda, nós temos que fazer o mesmo olhar de solidariedade aos mais frágeis, só que não conseguimos o mesmo nível permanente, tem que ter um componente transitório”, disse.

O ministro ainda afirmou que o programa estava previsto para entregar R$ 300, mas que a alta da inflação levou ao acréscimo temporário. “Ele nos leva justamente até dezembro do ano que vem, ou seja, enquanto nós sofrermos esses impactos trazidos pela calamidade da pandemia.”

Jovem Pan

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Ação do MPRN cobra restauração de rodovias estaduais na região do Vale do Assu no prazo de 6 meses

Trecho entre Porto do Mangue e Bela Vista, comunidade de Carnaubais – RN 404 | Foto: MPRN

Foi ajuizada pela 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Assu, uma Ação Civil Pública – ACP (veja aqui) para que o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) seja obrigado a, no prazo máximo de seis meses, iniciar e concluir dentro do prazo contratual, as obras destinadas à restauração total das Rodovias Estaduais nos trechos entre Assu e Carnaubais e entre Carnaubais e Porto do Mangue, todos na região do Vale do Assu.

A atuação do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da referida Promotoria de Justiça, foi deflagrada após particulares formularem representação acompanhada de fotografias e abaixo assinado contendo mais de 100 assinaturas, relatando que as rodovias da região encontravam-se esburacadas.

Diante disso, a 1ª Promotoria de Justiça de Assu instaurou procedimento de investigação ministerial visando à apuração da representação e, após diligências pertinentes, foi verificado, depois de algumas respostas do Demandado, acompanhadas de documentos, que havia o contrato entre o DER/RN e uma empresa visando a prestação de serviços de conservação da malha rodoviária estadual (tapa buraco) do I Distrito Rodoviário. Em inspeção visual nas citadas rodovias, o Oficial Ministerial reforçou a presença de buracos em trechos das vias, além da falta de sinalização em praticamente todas as estradas.

Trecho da comunidade Fazenda Nova, Assu – RN 016 | Foto: MPRN

Na ação judicial, o MPRN destacou ainda que “(…) resta claro que a realização de serviços de “tapa-buracos” nas rodovias estaduais 016 (Assu/Carnaubais) e 404 (Carnaubais/Porto do Mangue) se mostrou insuficiente, o que se comprova pelas imagens anexadas aos autos, além dos seguidos relatos, feitos pelo denunciante, da persistência dos problemas, e da própria afirmação do Requerido de que as sobrecitadas vias possuem um estado de conservação ruim e que, por fim, se constatou “a necessidade de restauração total”.

Na ACP, o Ministério Público do Rio Grande do Norte, por meio da referida Promotoria de Justiça, requer ainda a sinalização horizontal e vertical, dentre outros serviços necessários para tornarem as vias completamente seguras, dentro das normas técnicas aplicáveis.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

FOTOS: Acidente entre trem e carro deixa motorista ferida, em Dix-Sept Rosado, Zona Oeste de Natal

Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Uma mulher de 25 aos ficou ferida em uma batida entre um carro e um trem, em Dix-Sept Rosado, na Zona Oeste de Natal. O acidente aconteceu na passagem de nível entre a Rua Sampaio Correio e a Avenida Nascimento de Castro, na tarde desta quarta-feira (19).

Testemunhas contaram que a motorista estancou o carro em cima da linha e não conseguiu sair a tempo de evitar a colisão. O veículo ainda foi arrastado pelo trem por alguns metros.

Reclamando de dores na cabeça e na coluna, a condutora do veículo foi socorrida pelo Samu e levada ao hospital.

O acidente causou um atraso na viagem entre as estações Parnamirim e Ribeira, segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). A companhia também informou que o sinal sonoro do trem estava funcionando normalmente e que ele é programado para trafegar com velocidade entre 20 e 30km/h no trecho urbano.

Com informações de g1-RN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil divulga detalhes da ‘Operação Sinaloa’ que terminou com a morte de irmãos da prefeita do município de João Dias

Foto: Polícia Civil

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), em ação conjunta à Polícia Civil da Bahia (PCBA) – por meio do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado/BA (DRACO/BA) e Coordenação de Apoio Técnico à Investigação/BA (CATI/BA), deflagraram, nesta terça-feira (19), a Operação “Sinaloa”, nas cidades de Vitória da Conquista e Barras, interior do estado da Bahia. O objetivo da operação é o combate à atuação de narcotraficantes no Nordeste.

No primeiro momento, no município de Vitória da Conquista/BA, Romeu Jacome de Oliveira, 35 anos, foi detido dentro de um shopping. Em seu desfavor, existia um mandado de prisão em aberto, decorrente da prática dos crimes de: tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e organização criminosa. O processo tramitou na Justiça Federal, no âmbito da Superintendência Regional do Paraná.

Já na zona rural do município de Barras/BA, as equipes visavam cumprir os mandados de prisão preventiva em desfavor de Francisco Deus Amor Jacome de Oliveira e Leidjan Jacome de Oliveira, decorrente dos crimes de: tráfico de drogas internacional, associação ao tráfico e organização criminosa. Entretanto, no momento em que as equipes policiais chegaram ao local, os suspeitos efetuaram diversos disparos de arma de fogo; ocasião que provocou confronto, em reação à injusta agressão. Os dois suspeitos foram atingidos, socorridos ao hospital, mas não resistiram e foram a óbito.

Em posse de Francisco Deus Amor e Leidjan Jacome, foram apreendidos: um veículo de luxo, duas pistolas e munições. Os suspeitos são apontados como os principais fornecedores de drogas no Nordeste, chegando a comercializar, durante os meses de investigação, mais de trinta milhões de reais em maconha. Além disso, a dupla atuava como uma empresa, com divisões de tarefas e filiais dentro e fora do país.

Foto: Polícia Civil

Em setembro de 2020, a DEICOR/PCRN deflagrou a primeira operação de combate ao tráfico de drogas, onde foram detidos o pai dos suspeitos Laete Jácome de Oliveira, atual vereador e presidente da Câmara de Vereadores, a irmã Damaria Jácome de Oliveira, atual prefeita, todos vinculados à cidade de João Dias, interior do Rio Grande do Norte (RN), e além deles, o cunhado Carlos André Freire da Silva, também foragido internacional. Já no dia 24 de junho, a DEICOR/PCRN deflagrou a segunda fase da operação e prendeu Samuel Jacome de Oliveira, outro irmão dos suspeitos, também envolvido com a prática do tráfico de drogas.

Os nomes dos quatro irmãos integravam parte da lista dos procurados pela Organização Internacional de Polícia Criminal (INTERPOL) e, há anos, estavam foragidos da Justiça, vivendo uma vida confortável, a partir de rendimentos oriundos da venda de drogas. Romeu Jacome foi detido e recambiado ao RN, onde permanecerá à disposição da Justiça.

A operação integra o Projeto Mosaico, que visa à integração das Polícias Judiciárias, por meio do Ministério da Justiça e Segurança Pública, com a troca de informações e diligências investigativas nos estados envolvidos. A Secretaria de Operações Integradas (Seopi) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) criou o Projeto Cangalha, com objetivo de reprimir o tráfico de drogas no Nordeste.

A operação contou com a integração de diversos órgãos de segurança: das Polícias Civis da Bahia, de Sergipe, de Alagoas, da Superintendência Regional da Polícia Federal no Rio Grande do Norte, da Superintendência Regional da Polícia Rodoviária no RN e em AL, além do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN).

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181, ou por meio do Disque DEICOR, no número: (84) 3232-2862, além do aplicativo WhatsApp: (84) 98135-6796.

Operação Sinaloa

O nome da operação faz referência à cidade de Sinaloa, localizada no oeste do México, utilizada como ponto estratégico de atuação do cartel para a prática do tráfico de drogas, comercializando para dentro e fora do país.

Opinião dos leitores

  1. PARABÉNS À DEICOR!

    DE qual partido são os políticos da família dos envolvidos???? Será que são do PT???? Parece que não……Qual será o partido???? Tem ligação política com quais lideranças estaduais????

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

BG tem 123 mil páginas visualizadas com publicação de pesquisa realizada nos supermercados de Natal

A publicação da pesquisa BG SUPERMERCADOS fez o Blog do BG bombar na terça-feira (19).

Foram 123.525 páginas visualizadas e 87 mil acessos. Ao todo 36.469 pessoas acessaram o Blog do BG somente no dia da publicação da pesquisa.

A pesquisa mostrou onde é mais barato e mais caro para adquirir produtos de higiene e limpeza, açougue, mercearia, hortifruti, além dos produtos da cesta básica e estabelecimentos onde se tem mais opções de compra. O levantamento foi feito em 12 supermercados, em todas as regiões de Natal.

Nosso muito obrigado! E vem mais por aí!

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

Supermercado Extra é notificado pelo Procon por entrega de bandeja de carne vazia até que pagamento seja concluído

Foto: Aldieres Batista/Arquivo pessoal e Reprodução/Facebook

O Procon notificou nesta terça-feira (19) a rede de supermercado Extra por entregar bandejas de carne vazias até que pagamento seja comprovado.

Os esclarecimentos foram pedidos após uma cliente da unidade do Jardim Ângela, na Zona Sul de São Paulo, denunciar o caso nas redes sociais.

Na segunda (18), a reportagem do g1 verificou que a prática também ocorria na unidade do Cambuci, na região central. Funcionárias das duas lojas disseram que a estratégia era usada para evitar roubos.

VEJA MAIS: Extra entrega bandeja de carne vazia até a comprovação de pagamento no caixa, reclamam clientes

Em nota, o Extra admitiu a ‘falha de procedimento’. Nesta terça (19), a prática já tinha sido suspensa nas unidades.

Segundo o diretor do Procon, Fernando Capez, se for comprovado que o procedimento era adotado por unidades de determinados bairros, a autuação poderá ser feita com base no faturamento global e chegar a R$ 10,9 milhões.

“Vai ser apurado e pode ser que a multa seja aplicada com base no faturamento global, e a empresa que vá se defender depois”, disse Capez ao g1 por telefone.

“É inaceitável critérios de discriminação, em razão do local ou porque qualquer outro critério. Se em outros estabelecimentos, em outros bairros, não existe esse tipo de exigência, não se justifica que a população do Jardim Ângela seja submetida a um vexame”, disse o diretor em um vídeo divulgado pelo Procon.

Caso tenha sido uma determinação do gerente da unidade, o valor será aplicado com base no faturamento da loja.

Em nota, a empresa admitiu que a prática não é pontual, mas declarou que não “não faz parte de sua política de atendimento” e que se trata de “uma falha de procedimento”. O Extra declarou ainda que toda a rede “tomou providências para que a prática fosse imediatamente descontinuada”.
g1

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Brasil registra 373 mortes e 15,6 mil novos casos nas últimas 24h

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quarta-feira (20):

– O país registrou 373 óbitos nas últimas 24h, totalizando 604.228 mortes;

– Foram 15.609 novos casos de coronavírus registrados, no total 21.680.488.

O Ministério da Saúde calcula que 20.861.055 pessoas já se recuperaram da covid-19. Outras 215.205 seguem em acompanhamento.

A média móvel de casos é de 11.791 e está em queda de -29,71% em relação a 14 dias atrás. Já a média móvel de óbitos que é de 379 está em queda de -17,96% em relação à 14 dias atrás.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

PGR pede arquivamento de ação contra Alcolumbre por demora na sabatina de Mendonça

Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado

A Procuradoria-Geral da República (PGR) opinou pelo arquivamento de uma ação apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF) que pede a investigação do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) pela demora em pautar a sabatina de André Mendonça, indicado para ocupar uma vaga de ministro na Corte. Alcolumbre é o presidente da Comissão e Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, onde o nome do indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) precisa ser aprovado.

A manifestação da PGR foi dada em uma ação protocolada por um advocado que aponta que o senador cometeu crime de responsabilidade, discriminação religiosa e contra o Estado Democrático de Direito ao não pautar a sabatina de André Mendonça. O autor do pedido ainda solicitava o afastamento de Alcolumbre do comando da CCJ.

“Não havendo providências criminais a serem adotadas junto à Suprema Corte pelo titular da ação penal, e sendo incabível a figura da reclamação, entende o Ministério Público que a hipótese é de extinção da presente petição”, disse o parecer assinado pelo vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros.

A relatora deste caso é a ministra Rosa Weber, que encaminhou a notícia-crime para a PGR no último dia 15. O envio para a procuradoria é praxe neste tipo de ação.

Mendonça foi indicado por Bolsonaro em 13 de julho, um dia após a aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello. Seu nome foi encaminhado à CCJ logo em seguida. O tempo para que a sabatina seja marcada já é o mais longo desde a redemocratização. Com isso, o Supremo passou a funcionar com apenas dez ministros.

Recentemente, o ministro Ricardo Lewandowski negou pedido dos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Podemos-GO) para que o próprio magistrado marcasse a sabatina. Na decisão, no entanto, Lewandowski afirmou que a competência de fazê-lo é do Congresso Nacional.

Em resposta a um pedido de informações feito nesta ação, Alcolumbre se manifestou alegando que a sabatina ainda não foi agendada porque não foi construído um consenso em torno da questão. Nos bastidores, é apontado que o senador tem travado o processo da indicação por insatisfação com Bolsonaro, e não esconde a preferência pelo atual procurador-geral da República, Augusto Aras, para a vaga ao STF.

No último dia 15, Alcolumbre divulgou uma nota em que afirmou que sua postura é legal e “em estreita observância às leis e à Constituição Federal, como já reconhecido pelo Supremo Tribunal Federal”.

O Globo

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Brasil receberá quase 8 milhões de doses da Janssen em novembro para reforço

Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF
Entre novembro e dezembro de 2021, como previa o contrato com a Janssen, fechado ainda no primeiro semestre, Brasil receberá 36,2 milhões de doses para reforçar a vacinação de todos com mais de 18 anos.

No próximo mês, virão 7,8 milhões, e, no último do ano, 28,4 milhões. Essas doses devem ser guardadas para 2022.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, deu os detalhes do calendário de entrega em evento, no Palácio do Planalto, sobre o Outubro Rosa, nesta quarta-feira (20).

“[Serão entregues] 7,8 milhões em novembro e 28,4 milhões em dezembro. É o que nós temos feito. Trabalhado fortemente para impulsionar uma das maiores campanhas de vacinação pública do mundo”, completou.

Na primeira semana de novembro, chegará o primeiro lote de 2 milhões, que virá entre 2ºC e 8ºC, que faz a validade se estender por 6 meses. Mas, os outros lotes virão a -20ºC, durando 24 meses.

A vacina da Janssen é de aplicação única e também está sendo utilizada, no Brasil, como reforço para idosos e imunossuprimidos. Em junho, recebemos um adiantamento de 1,8 milhão de doses da Janssen e, também da mesma marca, uma doação americana de 3 milhões de doses.

Mas o restante do contrato seria cumprido, realmente, no último trimestre de 2021.

Nesse mesmo período, a Pfizer terminará de entregar o que prevê o segundo contrato com a pasta: 100 milhões de doses. Também teremos a entrega 6 milhões de doses 100% nacional da AstraZeneca, feitas pela Fiocruz.

Sem contar o restante do contrato direto com a AstraZeneca, que ainda entregará à pasta mais de 60 milhões de doses.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Fifa anuncia Mundial de Clubes nos Emirados Árabes Unidos

Foto: REUTERS / LEONARDO FERNANDEZ VILORIA

A Fifa enfim confirmou nesta quarta-feira que o Mundial de Clubes será disputado nos Emirados Árabes Unidos, mais de um mês depois de o Japão desistir de receber o evento, em razão da pandemia de Covid-19. A entidade ainda não definiu a data exata da competição, que será realizada entre janeiro e fevereiro de 2022.

O Mundial terá um representante brasileiro, que será ou o Palmeiras ou o Flamengo. As duas equipes vão decidir a Copa Libertadores no dia 27 de novembro em Montevidéu, no Uruguai. E, como de costume, o campeão sul-americano entrará no torneio mundial com status de segundo favorito, atrás do último campeão europeu, o Chelsea.

Os demais participantes confirmados são o egípcio Al-Ahly, campeão africano, e o neozelandês Auckland City, representando a Oceania. Ainda não foram definidos os vencedores da Liga dos Campeões da Ásia, da Concacaf e do próprio país-sede do evento. O último campeão mundial foi o Bayern de Munique.

O Mundial de Clubes estava com sede e data abertas desde o início de setembro, quando o Japão oficializou sua desistência. O país asiático, que havia acabado de sediar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio, alegou dificuldades com a pandemia ao abrir mão do evento do futebol.

Diversos países se candidataram a receber o torneio, até mesmo o Brasil. O prefeito Eduardo Paes anunciou publicamente que o Rio de Janeiro entrara na briga. Mas acabou ficando para trás na disputa nas últimas semanas.

O Mundial de Clubes poderá ser disputado no atual formato pela última vez em 2022. Nos últimos anos, a Fifa vem elaborando mudanças profundas no torneio para receber um número maior de clubes, até 24, principalmente da Europa. Ele poderá ser disputado a cada dois ou quatro anos. Entre idas e vindas, a proposta já gerou polêmica, e a entidade máxima do futebol mundial não avançou com a ideia.

R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *