Adolescente morre afogado no dia do aniversário ao tentar atravessar açude no Seridó

O portal G1-RN noticia que um adolescente de 15 anos morreu afogado no dia do seu aniversário ao tentar atravessar um açude no município de Caicó, na região Seridó potiguar. O caso aconteceu no início da tarde do sábado (17), segundo o Corpo de Bombeiros.

Segundo os bombeiros, o jovem participava de um retiro de uma igreja evangélica no sítio Belém, na zona rural do município. Em um momento de descontração, enquanto estava tomando banho de açude com outros jovens, tentou fazer uma travessia com cerca de 50 metros, quando começou a se afogar. O jovem ainda tentou se apoiar em outro colega, mas não conseguiu.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 13h, fez buscas na região e encontrou o corpo do adolescente a três metros de profundidade.

Com acréscimo do G1-RN

8 de outubro, Dia do Nordestino? Entenda a data e saiba por que mudou

Criado em outra região, o Dia do Nordestino caiu nos gostos de quem nasceu no Nordeste. Mas a data pode esconder vários estereótipos (Foto: O POVO.doc)

“Não nego meu sangue, não nego meu nome, olho para fome e pergunto: o que há? Eu sou brasilêro, fio do Nordeste, sou cabra da peste, sou do Ceará…”, enarrou Patativa em uma de suas inúmeras produções na pequena Assaré, município da Chapada do Araripe que emprestou seu nome ao poeta popular. Em homenagem ao centenário de Patativa do Assaré e aos nordestinos vivendo ali, a Câmara Municipal de São Paulo criou, em 2009, por meio da lei 14.952, o Dia do Nordestino, celebrado no 8 de outubro.

Dez anos depois, no entanto, o texto da lei que foi revogado pela lei 17.145 e a data acabou sendo alterada para o dia 2 de agosto, sendo este, agora, o Dia do Nordestino na capital paulista. O novo dia marca a morte do cantor e compositor Luiz Gonzaga, falecido a 2 de agosto de 1989. O pernambucano, um dos maiores expoentes da música brasileira, é considerado um dos porta-vozes da cultura nordestina no Sudeste. O 2 de agosto também marca a Semana Nacional da Cultura Nordestina, de maior abrangência, embora esta não seja uma data instituída por força legislativa.

No 8 de outubro de 2009, quando foi comemorado o primeiro Dia do Nordestino, a Câmara de São Paulo homenageou não só Patativa do Assaré, mas também o poeta nordestino Catulo da Paixão Cearense. Catulo é apontado por muitos como um dos mais prolíficos compositores da música nacional, autor de canções como “Luar do Sertão”, cantada por Luiz Gonzaga, Chitãozinho & Xororó, entre outros nomes da música nacional.

Natural do Maranhão e filho de pai cearense, o poeta nasceu em 8 de outubro. É justamente o nascimento do Catulo o mais próximo de uma justificativa para a comemoração na data. Apesar de homenagem solene a Patativa, o cearense nasceu em um 5 de março e morreu a 8 de julho

Catulo da Paixão Cearense ganhou a alcunha de “poeta do sertão”. Fez músicas, poesia e até teatro (Foto: Reprodução/Jornal do Commercio)

O fato da certidão de nascimento do Dia do Nordestino estar em São Paulo não é contraditório. A capital paulista recebe, desde o século passado, um intenso fluxo de imigrantes nordestinos. Segundo a Folha de S. Paulo, uma Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílio (PNAD) realizada no final da década de 90 apontava que 37% dos nascidos na maior cidade do Brasil tinham pais de origem nordestina – um número superior aos nascidos com pais de origem no estado de São Paulo.

Em 2009, segundo a Câmara Municipal de São Paulo, pelo menos 4 dos 11 milhões de habitantes da cidade tinham descendência de algum estado do Nordeste. O próprio projeto foi proposto pelo então vereador e hoje deputado federal Francisco Chagas (PT), natural de Riachuelo, no Rio Grande do Norte.

No ABC paulista, uma região tradicionalmente industrial na Região Metropolitana, 20% da população são de imigrantes nordestinos. Há em São Paulo o Centro de Tradições Nordestinas (CTN), uma das principais organizações voltadas para difusão e preservação da cultura dos migrantes do Nordeste, fundado em 1991 e prestes a completar 30 anos com mais de 70 mil visitantes mensais, segundo dados da instituição.

Ainda assim, São Paulo não foi a primeira capital a introduzir uma data deste gênero. Em 2005, quatro anos antes, o Rio de Janeiro criou o Dia do Nordestino no 13 de dezembro, data de nascimento de Luiz Gonzaga. A homenagem carioca, no entanto, não recebeu tanta atenção quanto a paulista.

A despeito da alteração no calendário comemorativo, o 8 de outubro parece ter caído no gosto popular e foi bem recebido nos estados do Nordeste, onde costuma ser lembrado pelos governos, Câmaras e empresas, mesmo sem existir oficialmente aqui. Em 2019, quando já havia sido alterada a data, inúmeros usuários das redes sociais, famosos e até parlamentares prestaram homenagens aos nordestinos ou expressaram orgulho de suas origens, como o ator global Lázaro Ramos e o cantor Gilberto Gil.

Os homenageados e o Dia do Nordestino: uma cultura a celebrar?

A conexão de Catulo e Luiz Gonzaga ao Dia do Nordestino, seja no 8 de outubro ou 2 de agosto, tem algo em comum: as obras destes dois tiveram boa inserção no Sudeste. Gonzaga viveu por anos em São Paulo; Catulo, inclusive, morreu no Rio de Janeiro. Patativa nasceu e morreu em Assaré, mas sua produção tem adentrado, nos últimos anos, nos centros urbanos da região mais rica do País.

Os três, de origens distintas – Maranhão, Ceará e Pernambuco -, são símbolos, no entanto, de um título mais geral: o nordestino. Contudo, é possível falar em uma cultura nordestina? “Uma coisa é a cultura do Nordeste, no singular. Porque tem muitos Nordestes dentro do Nordeste. Outra coisa é falar da cultura do nordestino, porque o nordestino é uma construção histórica, caótica”, pondera o professor de Mestrado da Ciência da Informação na Universidade Federal do Ceará (UFC), Tadeu Feitosa.

Em 2019, completam 30 anos da morte do cantor pernambucano Luiz Gonzaga (Foto: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM)

“Há uma cultura do modo de falar, do modo de viver, do que se come, do que se veste”, explica o docente, destacando as variações culturais entre os estados nordestinos e dentro destes estados. “Todo lugar, toda cidade, todo bairro, toda região tem um sotaque, uma aparato comportamental, uma produção de símbolos. O termo nordestino é perfeito se atrelado ao Nordeste e à sua cultura, mas ele foi incluído numa leitura que subtrai dele toda essa riqueza e pluralidade que ele tem”.

Isto porque, segundo o professor, a cultura se explica pelo que lhe é exterior. Assim como o bem se explica pelo mal, ou o bonito se explica pelo feio, traços culturais são identificados ou explicados ao serem postos em comparação. O problema é que estas percepções, muitas vezes, geram os discursos “preferenciais”, maneiras mais econômicas, mais simples de explicar algo. Daí nascem, por exemplo, os estereótipos, que “resumem” aquela cultura.

Datas como o Dia do Nordestino cumprem uma função simbólica, um rito de calendário, muitas vezes aproveitada nestes discursos preferenciais. Mas também acabam disputadas em ressignificações políticas, o que explica muitos nordestinos terem adotado o 8 de outubro como um dia para expressar seu orgulho nas redes sociais, ainda que a data tenha sido criada em outra região.

“O ato de dizer ‘eu sou’, com o sotaque que se tem, é um ato político. Uma das características da cultura é a demarcação de fronteiras. Ratificar nossa marca simbólica, na música, nos discursos, isso é demarcação política, posicionamento político. Essa demarcação é salutar e é o próprio sangue do que chamamos de cultura”, diz o professor Tadeu Feitosa. Uma manifestação saudável, distinta de um discurso preferencial supõe um nordestino único, viciado em estereótipos, sem sua pluralidade e complexidade. “Como dizia Patativa do Assaré, ‘nordestino sim, nordestinado não’. E eu acompanho ele”, finaliza.

Patativa nasceu e morreu em Assaré, mas sua produção tem adentrado, nos últimos anos, nos centros urbanos da região mais rica do País. (Foto: Tiago Santana)

Com O Povo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lourdes Siqueira disse:

    Senhor Absurdo. Acho que o senhor não leu o que escrevi. E acredito totalmente que os gaúchos não se exasperam sem mais nem menos como Vossa Excelência fez. Você leu quando falei que somos fortes, valorosos e admiráveis? Em momento nenhum tenho vergonha de ser nordestina. Quanto ao dia do Gaúcho está baseado num fato histórico: A Revolução Farroupilha tendo como líderes Bento Gonçalves, Giuseppe Garibaldi, etc. Nao é uma data aleatória. Quanto a lavar roupa suja, faço com muito orgulho na minha casa, nunca achei humilhação. Discorde, mas não agrida as pessoas.

  2. Antonio Turci disse:

    Concordo com dona Lourdes. É muita babaquice e falta de ter o que fazer. Adoro o Rio Grande do Sul, mas não concordo com dr. Absurdo.

  3. Lúcia Vasconcelos disse:

    Concordo plenamente

  4. Lourdes Siqueira disse:

    Sou nordestina, porém, me incomoda essa babaquice. O paulistano criar o dia do Nordestino e o nordestino achar isso homenagem. Algumas datas buscam valorizar aqueles que de certa forma são considerados frágeis ou invisíveis para a sociedade: dia do índio, dia da mulher, dia da criança, dia do idoso, uma forma de compensar essa suposta "fragilidade". E o nordestino é frágil onde? Cadê o dia do Sulista? do Nortista?
    Não precisamos de UM DIA para nos sentirmos fortes, valorosos e admiráveis. Viva o povo brasileiro! Seja ele da região que for.

    • Absurdo disse:

      Deixa de polemizar …dia20 de SETEMBRO FOI O dia da revolução FARROUPILHA, constituindo o DIA DO GAÚCHO ,, sou gaúcho com o maior orgulho, e acredito que se temos o dia do nordestino, tem sim que se valorizar o povo NORDESTINO, trabalhador, honesto , raçudo, sofrido pela seca e antes de tudo com HONRA …vá arrumar uma tanque de roupa suja e deixa de encher o saco

Deputado estadual Albert Dickson propõe em audiência da Assembleia Legislativa o dia da Visibilidade Heterossexual

Foto: Reprodução/ALRN

O deputado estadual Albert Dickson(PROS), propôs nesta quarta-feira(23), em audiência da Assembleia Legislativa, o dia da Visibilidade Heterosexual,  a ser comemorada no dia 30 de agosto.

A proposta ocorre após a governadora Fátima Bezerra sancionar o Dia Estadual da Visibilidade Lésbica, a ser comemorado anualmente em 29 de agosto.

Veja íntegra da proposta do parlamentar:

“A Excelentíssima Governadora do Estado do Rio Grande do Norte,

Faço saber que a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º – Fica instituído o Dia Estadual da Visibilidade Heterossexual no Estado do Rio Grande do Norte, a ser celebrado, anualmente, no dia 30 de agosto.

Art. 2º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

JUSTIFICATIVA

Os valores humanos podem ser definidos como os princípios morais e éticos que conduzem a vida de uma pessoa. Eles fazem parte da formação de sua consciência e da maneira como vivem e se relacionam em uma sociedade.

Os valores humanos funcionam como normas de conduta que podem determinar decisões importantes e garantir que a convivência entre as pessoas seja pacífica, honesta e justa. São os valores cultivados por uma pessoa que vão basear suas decisões e demonstrar ao mundo quais os princípios que regem sua vida.

Há coisas que aprendemos com nossos pais que não se aprendem nas Universidades, os maiores valores adquiridos de um ser humano são que se aprendem desde o primeiro dia de suas vidas, a importância dos valores familiares não nos dão diplomas, mas nos capacitam para desenvolver as mais diversificadas tarefas no mundo em que vivemos, é fácil perceber os valores de um Homem de uma Mulher somente em olhar sua postura, ou se tivermos o contato verbal.

Somente lembrando que a heterossexualidade tem origem na Bíblia sagrada no livro do Gênesis. E a ciência tem sido clara de que a perpetuação da espécie humana só ocorre por essa opção predominante entre os sexos opostos. Ainda que pouco Institui no Calendário Oficial do Estado do Rio Grande do Norte o Dia Estadual da Visibilidade Heterossexual. lembrada e a mais atacada quando se fala em transtornos familiares e violência doméstica. Valorizar o papel do homem e da mulher na família como perpetuadores da espécie humana é nosso objetivo com esse projeto.

Assim, diante de todo o exposto, contamos, uma vez mais, com o apoio de nossos nobres pares para a aprovação desta propositura”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rogério disse:

    A família tradicional e a base da sociedade, devemos sim respeita a todos pelas suas opções, agora querer colocar de goela a baixo não é correto .

  2. Mailson disse:

    Enquanto isso em terras potiguares!!!
    a governadora come pipoca bônus, grita é gopi, lulalivre e meu guverno não está devendo folha, quem deve é o guverno anterior…

    • João sem paciência disse:

      Então quer dizer que a governadora compra uma casa sabendo que tem um banheiro que está entupido mas, como não foi ela que entupiu, ela não conserta e mora tranquilamente na casa desse jeito. É isso?

  3. Maria disse:

    Tem que criar também o dia da professora gopi que nunca deu aula.
    #ForaFatãoGopi
    #PTNuncaMais

  4. Lobão disse:

    Dia do falo rudimentar !!!

  5. Marcia disse:

    Concordo

  6. Edivan disse:

    Parabéns deputado Albert Dikson, pela iniciativa desse projeto mais que justo.
    👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼

  7. Barba disse:

    Agora lascou! Quero o dia do galado! Era p ter nessa cidade o dia do galado. Feriado municipal! Homenagem a todos os potiguares! Que TB era p se chamar de galado e não de potiguar! Tenho dito!

  8. Minion alienado disse:

    Macho man hahahaha

  9. Andrea disse:

    essess deputados nao tem o que resolver não, o Estado nao tem problema nenhum, fabrica fechando, desemprego, etc e se preocupando cm uma coisa dessas. Vergonhoso!

    • Jean Carlos disse:

      Corretíssimo, não criaram o dia da Lésbica, porque não dos Héteros ? O pau que bate em Chico tem que bater em Francisco também.

  10. João Macena disse:

    Concordo com vc, caro Giovanni. Perfeito o seu comentário. João Macena.

  11. Hanna disse:

    O dia para pagar o atrasado de 2018 tb foi promulgado?

    • Lucia Helena Silva disse:

      Concordo plenamente com você. Ninguém fala nisso..É como não existisse

  12. Armário porto mirim flat. disse:

    Concordo com deputado.

  13. Santos disse:

    Tá bom de criar dia dos puteiros, raparigueiros, cachaceiro etc. O estado com tanto problemas na decadência financeira essa governadora e deputados sem compromisso com o povo do RN.

  14. Bolsovirus disse:

    Não é preciso de um dia para afirmar a heterossexualidade. Mas tem muitos que precisam sair a gritar "eu sou macho". Talvez o deputado tenha essa necessidade. Não vejo, também, ninguém ser agredido ou desmoralizado por ser hetero, nem ser discriminado por isso.

  15. Ivana Sem Amor disse:

    Vá se preocupar com dízimo da Igreja, omi

  16. Edison Cunha disse:

    Perfeito!!!
    Eu apoio essa idéia.
    Parabéns Deputado Albert Dickson pela brilhante iniciativa.

  17. CIÇO disse:

    Só falta "DIA DO BAITOLA", vão fazer ????

  18. Abmael lima disse:

    A uma lavagem de roupas ! Bando de desocupados!

  19. Chicó disse:

    É justo !!!

  20. Tarcísio Eimar disse:

    Por conta dessa putaria ninguém produz nada, nada de leis q levem o estado pra frente.

  21. Giovanni disse:

    É não ter mesmo o que fazer, tantas coisas mais importantes para se preocuparem, façam mais pelo povo nas areas da segurança, da educação, da saúde…

  22. eloisa disse:

    Gostei

  23. adalberto disse:

    ufa…

  24. Cabo Silva disse:

    Virou a guerra dos sexos????

    • João Paulo disse:

      Problema é que os héteros já começam perdendo o jogo de 2×1… rsrsrs

Carlos Bolsonaro critica sanção do Dia da Visibilidade Lésbica no RN: “Ninguém deve ser valorizado por sua opção sexual, mas por seu caráter e competência”

(Foto: Reprodução/Twitter)

O vereador Carlos Bolsonaro, através do microblog Twitter, destacou a publicação do Diário Oficial do Estado desta terça-feira(22). Em tom de crítica, relembrou que o Dia da Visibilidade Lésbica, rejeitado na Câmara do Rio (19×17), em trabalho junto a outros vereadores, foi sancionado no RN.

“Agenda de esquerda que descaradamente divide para conquistar. Ninguém deve ser valorizado por sua opção sexual, mas por seu caráter e competência!”, disse.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paraiba disse:

    Errado ele não esta!

  2. Roberto Carlos disse:

    Carlos Bolsonaro uma das reservas Morais deste país e os milicianos do grupo Antifacista da governador (a) continuam aprontando contra os verdadeiros policiais.

  3. Manoel disse:

    Valorizado por roubone milícia, pode Carluxa?

  4. Direita Honesta disse:

    "Lindos" os comentários dos "lacradores" por aqui. Esquecem que o RN está "quebrado", que as empresas estão indo embora do estado (e levando consigo empregos e arrecadação de impostos) e que a governadora do PT NADA faz para reverter essa situação. Ao invés disso, perde seu tempo com ações esdrúxulas e sem a menor importância como a edição dessa lei. Como essa "homenagem" só se aplica às lésbicas, devemos aguardar também a criação de dias para todos os outros tipos da comunidade LGBT? Porque segundo o "site" inglês The Gay UK, LGBTQQICAPF2K+ é a nova sigla da comunidade LGBT. E o sinal "+" no final parece demonstrar que a sigla não terá fim. Portanto… Será que a governadora vai criar todos eles e decretar feriados no estado? Francamente!

  5. Théo disse:

    Quem é ele pra falar em caráter e competência?

  6. Ivana Sem Amor disse:

    Percebi uma pontinha de despeito em Carluxo!!!!!!!!!

  7. Cabo Silva disse:

    Os milicianos que ele condecorou são exemplos de que????

    • M.D.R. disse:

      A REFORMA DA PREVIDÊNCIA do ESTADO, é verdadeiro G O L P I , tudo que dizia no SENADO ñ passa de um faz de conta. Comer até QUENTINHA" por que era contra a REFORMA DA PREVIDÊNCIA , que destruía os direitos dos trabalhadores / trabalhadoras principalmente os mais prejudicados estão APOSENTADOS E PENSIONISTAS. GOVERNADORA será que é G O L P I.
      O silêncio dos PELEGAS, ñ vei de graça , cai na conta do SINDICATO, aproximadamente R$ 6 MILHÕES de REAIS.

  8. Ciro Espítama disse:

    Aí complica pra ele, pois não tem nem caráter nem competência…

Com quatro jogos por dia, Fifa divulga desenho da tabela da Copa do Mundo de 2022; veja horários de transmissões

Foto: Divulgação/Fifa

Enquanto as seleções ainda se preparam para dar início à disputa das eliminatórias, a Copa do Mundo de 2022 já tem uma tabela desenhada. A Fifa divulgou nesta quarta-feira o primeiro esquema da agenda de jogos do próximo Mundial, que será realizado no Catar. A novidade será a fase de grupos com quatro jogos por dia, sendo realizada com menos datas, em 12 dias. A Copa teve início confirmado para 21 de novembro, com final realizada em 18 de dezembro. Os ingressos começarão a ser vendidos no fim de 2020.

A abertura do Mundial ocorrerá no estádio Al Bayt, que chama a atenção por seu formato, inspirado nas tradicionais tendas árabes. A seleção do Catar protagonizará a partida, ainda com adversário a ser definido. A final foi confirmada para o estádio de Lusail, que ainda está em obras e terá capacidade para 80 mil pessoas. A disputa do terceiro lugar ocorrerá no Khalifa Stadium, estádio mais tradicional do país, que foi reformado e reinaugurado em 2017 – e abrigou a final do Mundial de Clubes do ano passado.

A primeira fase da Copa, que geralmente conta com três partidas a cada dia, passará a ter um jogo a mais em cada data. Desta forma, serão quatro horários diferentes de partidas, com a maratona começando no início da tarde e terminando no fim da noite, no horário local: 13h, 16h, 19h e 22h. Em dezembro, o horário do Catar costuma tem uma diferença de seis horas para o Brasil. Desta forma, os fãs brasileiros devem acompanhar os jogos às 7h, 10h, 13h e 16h (de Brasília) – mas tudo depende da existência ou não de um horário de verão.

Tabela flexível pensando em TV e “rodada dupla” para torcedores

A Fifa destacou que a tabela da Copa de 2022 terá uma novidade importante com relação às anteriores. A entidade apontou que poderá modificar horários depois do sorteio final, quando as seleções já estiverem definidas, em março de 2022. A flexibilidade serviria para agradar os donos dos direitos de transmissão, além de permitir o deslocamento de fãs e equipes.

Esta tabela flexível tem como trunfo a logística ímpar do Mundial do país, com os oito estádios concentrados na região metropolitana da capital Doha, em um raio de 55 quilômetros. A organização do torneio aposta, inclusive, que torcedores possam assistir a mais de um jogo por dia – uma vez que o deslocamento de uma arena para a outra pode ser feito em questão de minutos através do recém-inaugurado metrô, que ligará sete arenas.

– Uma vez que os pares sejam conhecidos, a possibilidade será discutida para oferecer um horário mais benéfico para os públicos nos países ou para os fãs no Catar, de acordo com a localização do estádio. Essa flexibilidade adicional é possível sem afetar nenhum aspecto técnico, já que todos os estádios estão localizados em um raio compacto, e o clima é perfeito nessa época do ano, seja com um início mais cedo ou mais tarde – defende a Fifa em seu site oficial.

O Comitê Organizador afirma que segue com o compromisso de entregar os estádios dentro do prazo inicial, mesmo diante das circunstâncias causadas pela pandemia do coronavírus, afirmando que respeitará as medidas de proteção demandadas para operários e outros envolvidos nas obras. O país mantém os planos de inaugurar mais dois estádios da Copa do Mundo de 2022 até o fim do ano: o Al Rayyan, com capacidade para 40 mil pessoas, e o Al Bayt, para 60 mil fãs.

As datas da Copa do Mundo de 2022, por fase:

Fase de grupos: 21 de novembro a 2 de dezembro (quatro jogos por dia)

Oitavas de final: 3 de dezembro a 6 de dezembro (dois jogos por dia)

Quartas de final: 9 e 10 de dezembro (dois jogos por dia)

Semifinais: 13 e 14 de dezembro

Disputa de 3º lugar: 17 de dezembro

Final: 18 de dezembro

Globo Esporte

Dia dos Namorados no motel: como celebrar a data com segurança na pandemia

(Foto: Fiesta Motel/Divulgação)

O Dia dos Namorados se aproxima (12/6) e os casais procuram maneiras de comemorar juntinhos essa data especial. Uma das formas tradicionais de celebrar é aproveitar uma noite a dois em motéis da cidade. Mesmo diante da pandemia causada pela covid-19, esses estabelecimentos permanecem em funcionamento, com autorização do governo, e adotam medidas de prevenção a contaminações pelo coronavírus. Confira orientações de especialista para curtir de maneira segura um momento romântico e sensual no motel.

As idas a motéis podem ser muito comuns entre pessoas que não moram na mesma residência, no entanto, essa programação é recomendada apenas para casais que dividem o mesmo lar. “O indivíduo pode estar na fase de incubação, ou seja, já infectado, contudo, sem sintomas, e então transmitir a doença. É um risco para ambos quando não o casal não vive junto”, explica o infectologista e consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), Julival Ribeiro.

Em relação a pessoas consideradas do grupo de risco, o infectologista não aconselha a visita a motéis. “O grupo de risco jamais deve frequentar um ambiente desse, por ser fechado e sem ventilação, a probabilidade de pegar o vírus no motel é bem maior”, frisa o médico.

Cuidados

Se o casal optar por celebrar o 12 de junho no motel, será necessário tomar algumas precauções. Julival Ribeiro recomenda a higienização constante das mãos ao entrar em contato com superfícies como máquinas de cartão de crédito e de débito, telefones, maçanetas e, na hora de comer, se possível utilize pratos e talheres descartáveis. E, claro, não esquecer de usar máscara nos ambientes comuns como recepção e estacionamento.

Para os estabelecimentos, o infectologista sugere a disponibilização de álcool com porcentagem de 70%. “Espera-se uma boa limpeza. Porém, eu recomendo que a empresa deixe à disposição álcool no quarto, para que, quando a pessoa toque em uma superfície que porventura esteja contaminada pelo vírus, transmitido por gotículas de secreção respiratória, ela possa desinfectar as mãos com facilidade”, reforça Ribeiro.

Segundo a Associação Brasileira de Motéis (ABMotéis), os estabelecimentos sempre se preocuparam com a limpeza e, nos tempos de pandemia, essa prática ficou ainda mais reforçada. A associação disponibilizou uma cartilha com orientações de higiene e desinfecção aos empresários do setor. Nela, há instruções de como limpar as superfícies desde a recepção aos ambientes mais íntimos, como banheiras, chuveiros e camas. Na cartilha, também, estão disponíveis informações sobre a quantidade de funcionários e os cuidados a serem seguidos por eles.

Em nota, a ABMóteis afirma: “O setor moteleiro sempre atuou de forma rígida e profissional em relação às questões sanitárias e boas práticas de higiene, utilizando produtos químicos da linha profissional, que são capazes de esterilizar e desinfetar todas as superfícies, hidros e demais áreas das suítes. Esse cuidado segue vigente e foi reforçado em razão das medidas de segurança para combate o novo coronavírus”.

Correio Braziliense

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. nasto disse:

    Gente, fique em casa. No próximo ano todos aos Motéis. Umazinha pode ser em casa esse ano.
    Não deem sorte para o azar.

Francisco Diá, treinador do ABC, está em isolamento domiciliar

O radialista e comunicador Marcos Lopes noticia que o treinador do ABC, Francisco Diá, por orientação do presidente do clube, Fernando Suassuna, médico infectologista, está em isolamento após sentir algumas sintomas que levariam suspeita do coronavírus.

” Estou sentindo dificuldade para respirar, e como fizemos viagens recentes procurei o presidente Suassuna e ele mandou eu ficar isolado”, disse o comandante alvinegro.

 

Bolsa cai mais de 15% e aciona circuit breaker pela 2ª vez no dia

FOTO: CRIS FAGA/ESTADÃO CONTEÚDO

A Bolsa de Valores do Estado de São Paulo entrou em seu segundo circuit breaker na manhã desta quinta-feira (12). Às 11h14, o Ibovespa chegou aos 72.026,68 pontos, com uma baixa de 15,43% no valor das ações.

Entre as ações que puxam a queda da Bolsa de São Paulo estão as das companhias aéreas Azul e Latam, que anunciaram redução de 30% nos voos internacionais.

Os papéis da Azul caíam 27,31% no momento da segunda paralisação, enquanto os da Latam despencavam 26,71%.

A paralisação das operações ocorre sempre que as negóciações caem exageradamente. Às 10h21, o índice Ibovespa caía 11,65%, com 75.247 pontos, o que fez a B3, administradora da bolsa, suspender as operações por 30 minutos.

Após o retorno, a queda foi maior ainda, ultrapassando o marco dos 15%.

Se na volta das operações, após uma hora, a desvalorização no pregão ultrapassar os 20%, a B3 pode determinar o cancelamento das negociações por tempo indeterminado.

Esta é a quarta vez na história que a Bolsa brasileira utiliza duas vezes no mesmo dia o circuit breaker.

A queda nas ações ocorre por causa do temor mundial com o novo coronavírus, que fez quarta-feira o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, suspender os voos da Europa para o país, e a liga de basquete norte-americana (NBA), interromper seus jogos.

R7

 

Diá fala em favoritismo do Vasco contra o ABC nesta quinta, pela Copa do Brasil, mas acredita na classificação

Foto: Luciano Marcos/ABC F.C.

O ABC não tomou conhecimento do Palmeira e venceu o adversário nesse domingo (1), no Frasqueirão, pelo placar de 8 a 0. O jogo foi válido pela 3ª rodada do segundo turno do Estadual e o resultado manteve o Clube do Povo com 100% de aproveitamento e na liderança do returno da competição.

Francisco Diá falou sobre a partida e destacou a superioridade do Alvinegro. “Imprimimos um ritmo forte do começo ao fim, se dar espaço, sem dar chances ao adversário, e acredito que o placar, se tivéssemos forçado mais um pouquinho, teria sido até maior. Precisamos desse saldo de gols para caminhar em busca da classificação e, se possível, conquistar o primeiro lugar”, comentou o técnico.

Agora, o treinador já esquece o Estadual e quer foco total na decisão contra o Vasco/RJ pela Copa do Brasil. Diá sabe das dificuldades que a equipe encontrará, mas garante um ABC competitivo.

“A nossa equipe está consciente da sua capacidade e do que pode fazer. Sabemos que o Vasco é um gigante do futebol brasileiro, principalmente jogando no Maracanã, com casa cheia. É um adversário muito difícil, qualificado e é favorito. Nos resta descansar os jogadores, corrigir algumas coisas que vimos no jogo de hoje, e preparar bem o time para esse confronto importante, ver o que teremos de melhor para ir com uma equipe competitiva e tentar essa classificação”, destacou.

O confronto contra o Vasco/RJ está marcado para a próxima quinta-feira (5), às 21h30, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Com ABC

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tatuador disse:

    Conversa.
    O ABC é favorito sim, o Vasco está vivendo uma crise sem precedentes na história além de ter um time medíocre onde o melhor jogador é Marcos Júnior, que jogou no América e depois no próprio ABC.
    Diá está fazendo o papel dele passando a responsa pro time carioca mas sabe que o alvinegro potiguar vive um melhor momento.
    O ABC só não se classifica diante do Vasco se conseguir ser pior que ele, mesmo o jogo sendo no maracanã.

  2. Luciano disse:

    Diá, excelente treinador, é raposa velha. Tirou carta de seguro ao jogar o favoritismo do jogo para o Vasco. Aqui pra nós e todo mundo, dizer que o time do Vasco é qualificado e um gigante do futebol brasileiro é uma piada. O time no Campeonato Carioca, um dos mais fracos tecnicamente, não consegue ganhar do Cabofriense, do Bangu, do Resende. Só para falar dos pequenos. Em tempo, sou vascaíno (decepcionado).

  3. Mito disse:

    Excelente treinador. Fico imaginando se ele tivesse um plantel melhor, com certeza conseguiria o impossível, pois conhece profundamente o futebol.

Beber 2 litros de água por dia, principalmente no calor infernal no RN neste período, faz mais sentido do que nunca

“Por que faz sentido para seu corpo beber 2 litros de água por dia”. Matéria é um dos destaques da Galileu nesta semana. Confira abaixo leitura importante para o potiguar, que vem sofrendo diariamente com o calor no período de fim de ano.

De acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC-Inpe), o verão no país está sendo mais quente que o normal, com média de temperatura na marca dos 31,5 ºC entre 21 de dezembro e 20 de março, último dia da estação.

Neste período, a regra de consumir – ao menos – 2 litros de água por dia deve ser seguida à risca para evitar a desidratação e a consequente dificuldade do organismo realizar funções vitais que vão da boa digestão dos alimentos e o transporte de nutrientes até funcionamento dos rins. Isso porque no verão as pessoas transpiram mais e estão mais tempo sob o sol.

Como o corpo também perde água:
• Suor – 23%
• Urina – 58%
• Fezes – 4%
• Respiração – 15%

E a explicação para a boa hidratação é fisiológica. De acordo Andrea Pereira, nutrólogia do Hospital Israelita Albert Einstein, cerca de 60% do corpo humano é formado por água. O organismo produz, em média, 7 litros de liquido por dia – entre saliva, suco gástrico e bile – e o intestino absorve 9 litros. “Então, a conta não fecha. Por isso é preciso a ingestão de água”, explica a médica.

Caracterizada pela baixa concentração de água, sais minerais e líquidos orgânicos no corpo, a desidratação, de acordo com seu grau, pode matar. Por isso o corpo dá sinais que está precisando de água. O primeiro deles é a sede. “Sentir sede já significa que o organismo está com um grau leve, de 2% a 3% de desidratação”, explica a médica do Einstein.

Nas fases leve e moderada, os sinais de desidratação são sede, boca e pele secas, diminuição da sudorese, câimbras. Já na fase grave, os sintomas são dor de cabeça, tontura, confusão mental, fraqueza, cansaço e aumento da frequência cardíaca são alguns sintomas da desidratação grave.

Confira alguns outros sinais que seu corpo pede água

• Sensação de fadiga, confusão mental e câimbras
• Prisão de ventre
• Pele e cabelo sem elasticidade
• Falhas cognitivas, como perda de memória
• Urina escura e infecções urinaria (eliminamos, pela urina, as bactérias do trato urinário)
• Doenças respiratórias (a água umidifica o sistema bronco-pulmonar e facilita o transporte de oxigênio)

(Fonte: Agência Einstein)

Galileu

Técnico Diá, em apresentação: “Vou dar tudo de mim para fazer um ABC forte, um ABC vencedor”

Foto: Luciano Marcos/ABC F.C.

O presidente do ABC, Fernando Suassuna, apresentou na tarde dessa terça-feira (24), em coletiva de imprensa realizada no Auditório Dr. Ernani Alves da Silveira, o treinador Francisco Diá, comandante abecedista para a temporada 2020. O técnico esteve ao lado do auxiliar técnico, Romildo Freire, e do treinador de goleiros Valter Lucena, o Tinho.

Anunciado oficialmente na sexta-feira passada (20), o técnico falou do momento especial e disse estar muito feliz com a oportunidade.

“Hoje é um dia muito especial para mim. Estou realizando um sonho do meu pai, que foi abecedista. Se ele estivesse vivo, tenho certeza que ele estaria muito feliz. Estou feliz por receber esse convite para comandar o ABC em 2020 e pretendo com toda garra, toda determinação, dar tudo de mim para fazer um ABC forte, um ABC vencedor e dar alegria ao torcedor, que tanto merece”, afirmou o treinador.

Francisco Diá vem para a sua terceira passagem no Clube do Povo, a primeira na equipe profissional. “Essa é minha terceira passagem pelo ABC. Eu passei duas vezes pelas categorias de base e tive a felicidade de ser campeão nas duas vezes. Espero que agora, no profissional, não seja diferente. Vamos disputar quatro competições e vamos forte para todas elas”.

Depois de anunciado, o técnico definiu junto ao presidente a comissão técnica e agora passa a pensar na montagem do grupo. Com o fim da temporada 2019 de forma não esperada, a expectativa é de um elenco totalmente renovado.

“Vamos começar a trabalhar a partir de hoje e olhar com carinho as contratações. Tenho tido a felicidade por onde passei, por montar equipes fortes, competitivas e, além de equipes vencedoras, sempre revelando jogadores para grandes clubes do futebol brasileiro. Sabemos da situação e dentro do orçamento temos condições de montar uma equipe forte e competitiva. Vamos começar praticamente do zero, pois a maioria dos jogadores encerraram contrato, e vamos montar uma nova equipe”, ressaltou.

Dentro desse novo panorama que se desenha, Diá fez questão de destacar a importância que o torcedor terá nesse processo. “A torcida do ABC terá um papel fundamental. A torcida aqui sempre jogou junto com o time e quando ela está do lado da diretoria, da comissão, o ABC se torna muito mais forte. Tenho certeza que essa integração entre torcida, comissão técnica e diretoria vai fazer o clube forte e competitivo”.

Com informações do site do ABC

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. EU AVISEI disse:

    O FUTEBOL POTIGUAR TÁ TÃO RUIM, MAS TÃO RUIM, QUE SE JUNTAR AMÉRICA, ABC E GLOBO NÃO DÁ UM TIME QUE PRESTE…

  2. Bosco disse:

    Rodrigo Macedo! Ainda tens fôlego para criticar o ABC ? Vai pra o quarto ano de série D e ainda respira ? Nannnn ! Rsssssssss

  3. Rodrigo Macedo disse:

    Professor Francisco Diá só quero ver o quando oABCzinho começar a não pagar seu salário em dia pra ver se vc vai ter a essa garra toda de fazer esse timinho forte e vencedor, professor diá o problema aí não é vc, e sim a diretoria do clube.

    • jpaulo disse:

      Vai cuidar do teu time e arranjar dinheiro para terminar o campo de rodeiro que tem o apelido de arena da rapadura de japecanga.

    • Lulapreso disse:

      Cuida do seu time que está há 4 anos na série D.

Você tira o celular do bolso mais de 200 vezes por dia: smartphone já vicia mais gente, e de forma mais intensa, do que o cigarro, informa pesquisa

(Tomás Arthuzzi/Superinteressante)

Fumar era normal. As pessoas acendiam o primeiro cigarro logo ao acordar, e repetiam o gesto dezenas de vezes durante o dia, em absolutamente todos os lugares: lojas, restaurantes, escritórios, consultórios, aviões (tinha gente que fumava até no chuveiro). Ficar sem cigarro, nem pensar – tanto que ir sozinho comprar um maço para o pai ou a mãe, na padaria da esquina, era um rito de passagem para muitas crianças. O cigarro estava na TV, nos filmes, na música, na propaganda (nos EUA, ficou famoso um anúncio que dizia: “Os médicos preferem Camel”). 30% a 40% da população, dependendo do país, fumava.

O cigarro foi, em termos absolutos, a coisa mais viciante que a humanidade já inventou. Hoje ele é execrado, com razão, e cenários assim são difíceis até de imaginar. Olhamos para trás e nos surpreendemos ao perceber como as pessoas se deixavam escravizar, aos bilhões, por algo tão nocivo. Enquanto fazemos isso, porém, vamos sendo dominados por um vício ainda mais onipresente: o smartphone.

Quatro bilhões de pessoas, ou 51,9% da população global, têm um, de acordo com uma estimativa da empresa sueca Ericsson. E o pegam em média 221 vezes por dia, segundo uma pesquisa feita pela consultoria inglesa Tecmark. O número de toques diários no aparelho é ainda mais impressionante: são 2.600, segundo a empresa de pesquisa Dscout Research. O smartphone já vicia mais gente, e de forma mais intensa, do que o cigarro.

O smartphone já vicia mais gente, e de forma mais intensa, do que o cigarro.

Vivemos grudados em nossos smartphones porque eles são úteis e divertidos. Mas o que pouca gente sabe é o seguinte: por trás dos ícones coloridos e apps de nomes engraçadinhos, as gigantes da tecnologia fazem um esforço consciente para nos manipular, usando recursos da psicologia, da neurologia e até dos cassinos. “O smartphone é tão viciante quanto uma máquina caça-níqueis”, diz o americano Tristan Harris. E o caça-níqueis, destaca ele, é o jogo que mais causa dependência: vicia três a quatro vezes mais rápido que outros tipos de aposta.

Harris trabalhou quase cinco anos no Google, primeiro como programador e depois como “especialista em ética de design”: a pessoa encarregada de garantir que os apps e serviços do Google não fossem manipulativos ou viciantes. Em 2016, saiu da empresa para criar uma ONG, que se chama Center for Humane Technology e reúne programadores alarmados com o impacto da indústria da tecnologia. “Estamos colocando toda a humanidade no maior experimento psicológico já feito, sem nenhum controle.

A internet é a maior máquina de persuasão e vício já construída”, diz o programador Aza Raskin, criador daquilo que o que viria a se tornar um dos elementos mais viciantes dos smartphones: a “rolagem infinita”.

A internet é a maior máquina de persuasão e vício já construída”, diz o programador Aza Raskin. Você provavelmente nunca ouviu falar dele, mas Raskin é famoso no Vale do Silício. Isso porque, em 2006, ele inventou o que viria a se tornar um dos elementos mais fundamentais (e viciantes) dos smartphones: a “rolagem infinita”. Sabe quando você vai descendo pela tela e o conteúdo nunca termina, pois vai aparecendo mais? Trata-se da rolagem infinita, que torna mais prático o uso do smartphone – mas também mexe com a sua cabeça.

“Se você não dá tempo para o seu cérebro acompanhar os seus impulsos, simplesmente continua rolando para baixo”, diz Raskin. Ele não imaginava o poder viciante de sua criação, e hoje se arrepende dela – tanto que é um dos fundadores do Center for Human Technology. “A pergunta que nós nos fazemos no Vale do Silício é: estamos programando apps ou pessoas?”, diz. “Só Deus sabe o que estamos fazendo com o cérebro das crianças”, afirmou Sean Parker, um dos fundadores e primeiro CEO do Facebook, num debate em 2018. “Nós exploramos uma vulnerabilidade da psicologia humana. Eu, Mark (Zuckerberg), Kevin Systrom (criador do Instagram), todos nós entendemos isso, conscientemente, e fizemos mesmo assim”, afirmou.

Você deve estar pensando: será que não tem um certo exagero nisso? Afinal, você não controla o uso que faz do smartphone, e pode tranquilamente deixá-lo de lado, certo? Mais ou menos. Primeiro, você provavelmente é bem mais dependente dele do que imagina. Segundo, na prática é difícil conter o uso do celular. Foi o que constatou uma pesquisa feita pela consultoria Deloitte com 2 mil brasileiros. 30% das pessoas disseram que têm problemas com o uso excessivo do smartphone, como dificuldade de concentração ou insônia, e 32% já tentaram maneirar – sem sucesso. Uma pesquisa do Hospital Samaritano de São Paulo revelou que oito em cada dez motoristas usam celular enquanto dirigem, embora 93% deles reconheçam que isso é perigoso.

É por isso que boa parte das pessoas está sempre com a cara enterrada na tela, mesmo nos momentos mais impróprios para isso: atravessando a rua, na praia, num show, etc. “Está havendo um sequestro da atenção, da consciência, da perspectiva de você se conectar com o mundo à sua volta. Uma epidemia da distração”, diz o psicólogo Cristiano Nabuco de Abreu, coordenador do Grupo de Dependência Tecnológica do Hospital das Clínicas (USP).

Estudos mostram que o uso excessivo de smartphone está ligado ao aumento das taxas de ansiedade, depressão e déficit de atenção, inclusive com alterações na estrutura do cérebro. Os sintomas começam a se manifestar quando a pessoa gasta mais de três horas por dia no celular, e nós já passamos disso: o brasileiro gasta em média 3h10 diárias nessa atividade.

Super Interessante

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lúcifer disse:

    O processo de idiotização da humanidade está de vento em pôpa.
    Mas isso está escrito…
    Na cabeça de anta de muito idiota que depende de um celular prá viver!

Aplicativo acaba com as ligações indesejadas do telemarketing de bancos e operadoras que atrapalham seu dia

Aplicativo gratuito ajuda a evitar interrupções e melhora a produtividade do usuário

Feito para quem está cansado de receber chamadas indesejadas do telemarketing de bancos e operadoras, o Whoscall é um aplicativo gratuito, disponível para iOS e Android, que permite ao usuário identificar e bloquear números desconhecidos sem a necessidade de atender à ligação.

Para fazer isso, o programa conta com uma base de dados de mais de 1 bilhão de números de telefones cadastrados do mundo todo. Sempre que o celular do usuário recebe uma chamada, o número é checado e, se estiver cadastrado nessa base de dados, um alerta informa a sua origem – “telemarketing”, por exemplo. Em seguida, o usuário pode escolher se rejeita a chamada e se já bloqueia o número desconhecido, o que ajuda a evitar ligações de números insistentes.

Com o fim dessas chamadas, o usuário ganha em produtividade, pois não precisa se preocupar com interrupções quando está concentrado em uma tarefa no trabalho ou quando está no meio de uma reunião importante.

Além das identificações automáticas, o programa também permite que o usuário faça bloqueios por categorias específicas. É possível impedir ligações pelo DDD, bloquear números privados e até mesmo evitar chamadas internacionais. Também dá para bloquear números de instituições como bancos e operadoras, o que ajuda a acabar de vez com as interrupções do telemarketing.

Segurança e economia

O Whoscall não apenas melhora a produtividade do usuário, com o fim das interrupções indesejadas no dia a dia, mas também traz funções que ajudam na segurança e na economia. Uma dessas funções é a interação que o aplicativo permite dos usuários com a sua base de dados. Qualquer usuário do Whoscall pode informar ao programa que um determinado número é indesejado ou malicioso.

Para fazer isso, é preciso escolher algumas tags que informam o motivo da adição do número à base de dados do app, como “trote”, por exemplo. O algoritmo do Whoscall analisa essas tags e, quando os critérios de aprovação são alcançados, a informação é compartilhada com todos que utilizam o programa. Com isso, o usuário consegue ter mais proteção contra ligações de presídios, golpes de sequestro e clonagens de celular.

O aplicativo também possui uma função que permite descobrir qual é a operadora de todos os números cadastrados na agenda de contatos. Dessa maneira, caso o usuário tenha mais de um chip de operadora em seu aparelho, poderá verificar se um deles não é da mesma operadora do seu contato antes de fazer a ligação. Assim, é possível aproveitar as promoções que as operadoras oferecem e economizar na conta do celular no fim do mês.

Olhar Digital

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José disse:

    Acho que todos os celulares novos vêm com essa função. Para os "antigos" já existe vários aplicativos que fazem a mesma função. Acho que a única alternativa seria punir essas empresas de telemarketing, principalmente as que ligam e não falam um "oi".

  2. hein? cuma? disse:

    O TRUECALLER já faz isso a anos, ainda gerencia SMS e os bloqueia também.

MEIO-DIA RN: Nesta terça entrevista o padre Sávio e o cel. Sandro Vasconcelos, da Operação Potiguar

O programa Meio-Dia RN receberá nesta terça-feira (9) o padre Sávio, assessor nacional da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude. A campanha “Eu acredito na força da paz”, promovida pela Arquidiocese de Natal, através da Rádio Rural de Natal AM 1090, será um dos assuntos debatidos durante o bate-papo com o sacerdote.

Ainda no programa desta terça-feira, uma entrevista com o coronel Sandro Vasconcelos, porta-voz da Operação Potiguar.

Participe enviando a sua pergunta para o WhatsApp do programa, que é o 99212-2276, ou através das nossas mídias sociais: Twitter: @meiodiarn_; Facebook: /meiodiarn e Instagram: @meiodiarn.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Anderson disse:

    BG pergunte ao Coronel se o nosso Exército não fará nenhuma ação mais contundente contra a bandidagem, por exemplo invadir e ocupar alguns clássicos redutos do tráfico em nossa Cidade, fazer um pente fino em regiões de violência endêmica. Pois acredito que só ficar nas esquinas, apesar de ajudar um pouco, mais é apenas um efeito paliativo e midiático, precisamos do combate direto aos causadores destes atentados que tanto mal fez a nossa sociedade, precisamos suprimir a fonte de renda dessas facções que é o tráfico de drogas, é uma maneira de fazer isso é ocupando e restabelecendo o poder do Estado nos seus redutos e trincheiras.

  2. Fabio Costa Araújo disse:

    Na minha casa somos todos "Meio Dia RN" programa de muita informação e acima de tudo credibilidade. Se possível mande-nos um alô: Fábio, minha esposa Anastácia e minhas filhas: Fábia e Alice. Todos os dias ligadinhos no programa, na hora do almoço a audiência é sagrada !
    Rui Barbosa RN