Google lança plataforma esportiva; usuários podem formar grupos para prática de diversas modalidades

jogamaisum590O Google Brasil anuncia hoje uma nova ferramenta direcionada a praticantes de atividades esportivas. Integrando a rede social Google+ e o aplicativo Maps, o Joga + Um pretende ajudar usuários a encontrarem em regiões próximas parceiros ou formarem grupos para a prática de diversas modalidades.

Com foco especial no público mais jovem, o Joga+1 é lançado em parceria com várias ONGs da área esportiva, como Atletas pelo Brasil, Fundação Gol de Letra, CUFA, Instituto Bola para Frente e Liga Solidária.

A página principal da plataforma é bastante simples e conta com apenas dois campos. No primeiro, o usuário pode escolher entre 24 modalidades, que vão de skate a jiu-jitsu, passando por futebol e yoga. No segundo, digita a região que quer consultar. A partir desses dados, a ferramenta mostra em um mapa se há outros interessados. Também sugere locais para as atividades, como praças e parques perto do usuário. Embora brasileira, a ferramenta pode ser usada por qualquer pessoa no mundo, já que está baseada no Google Maps.

O Google disse que a plataforma será lançada já com 250 atividades cadastradas, através das ONGs parceiras. O Joga+1 está aberto para iniciativas amadoras, mas também para negócios, segundo a empresa. “Personal trainers e academias, por exemplo, podem usá-lo para anunciar seus serviços”, contou Flavia Simon, Diretora de Marketing para Consumidor do Google Brasil.

Perguntada se a empresa poderá se associar com marcas como Adidas ou Nike no Joga+1, Flávia respondeu que “estaríamos abertos” se isso ajudar a ampliar o alcance do projeto.

Cadastro

Para utilizar a ferramenta, é necessário ter conta no Google, uma vez que as funções sociais do Joga+1, como chat e formação de grupos, são realizadas através do Google+. Como a utilização da rede social do Google é baixa no Brasil em relação, por exemplo, ao Facebook (13 milhões de usuários ativos, segundo a ComScore), o sucesso de um plataforma como o Joga+1 pode ajudar a melhorar seus números. Para a executiva do Google, este não é um dos objetivos do Joga+1, que se vale do Google+ apenas enquanto serviço.

A diretora da empresa afirmou que as intenções por trás da ferramenta são usar a tecnologia para promover a prática de esportes e atividades físicas, “além da inclusão social”. Flavia cita um dado do Ministério da Saúde de que 51% da população brasileira está acima do peso. Com isso, o Google se alinha com uma das tendências mais visíveis da tecnologia em 2013, que é seu uso para atividades de saúde e boa forma (ver matéria ao lado).

O projeto foi totalmente concebido dentro do escritório brasileiro do Google, sendo posteriormente aprovado pela matriz em Mountain View, Califórnia. A filial local tem se mexido para apresentar ideias próprias, aproveitando a atenção que o País tem atraído no período entre Copa e Olimpíadas. “O diálogo está mais fácil”, diz Flávia.

Entre outros projetos criados pelo escritório brasileiro estão o Color+City, lançado que conectava artistas urbanos com pessoas dispostas a ceder um muro ou superfície, e o YouTube Edu, que reúne vídeos educacionais populares na plataforma de vídeos. Para a diretora do Google, essa criação é também reflexo do crescimento da filial brasileira, que em alguns anos cresceu de 100 para 600 funcionários.

Estadão