Henrique comemora ampliação de recursos para cirurgias e UTIs pediátricas em Natal e Parnamirim

O Ministério da Saúde vai aumentar os recursos para cirurgias cardíacas pediátricas e serviços de UTI neonatal no Rio Grande do Norte.  As portarias com as decisões do órgão foram publicadas no Diário Oficial da União desta segunda-feira (9). Serão liberados R$ 1,3 milhão a mais para o estado.

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, ressaltou a importância da ampliação dos recursos para a área de saúde e lembrou que se empenhou, pessoalmente, para que os recursos extras fossem assegurados ao SUS do Rio Grande do Norte.

As cirurgias cardíacas pediátricas serão beneficiadas com a liberação de R$ 500 mil, além do teto, para serviços médicos de média e alta complexidade no estado. Esses recursos serão destinados ao município de Natal, onde estão concentrados esse tipo de procedimento na rede pública de saúde potiguar.

Em outra portaria, o Ministério da Saúde habilita os municípios de Natal e Parnamirim a receberem recursos para ampliação dos serviços de UTI neonatal (UTIN) e unidades de cuidados intermediários neonatal canguru (Ucinca).

O hospital e maternidade Dr. Sadi Mendes e a maternidade do Divino Amor, ambos de Parnamirim, vão receber R$ 440,00 mil para a ampliação dos serviços de UTI neonatal.  Já o hospital Dr. Pedro Bezerra, em Natal, vai receber R$ 228,00 mil para ampliar a UTI neonatal e R$ 153,00 mil para a unidade de cuidado intensivo neonatal canguru (Ucinca).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gerard Adriaan disse:

    "… lembrou que se empenhou, pessoalmente, para que os recursos extras fossem assegurados ao SUS do Rio Grande do Norte."
    Se a decisão foi tomada através de uma portaria do próprio ministério, como é que um legislador assegurou alguma coisa?

  2. Emanuel disse:

    "…e lembrou que se empenhou, pessoalmente, para que os recursos extras fossem assegurados ao SUS do Rio Grande do Norte."

    Bem enfático, percebi aqui. Engraçado que só se empenha pessoalmente para conseguir as coisas em ano de campanha, pra ter o que falar. Vai enganar outro, sanguessuga do dinheiro publico.

COMENTE AQUI