Lançamento do 'Agosto da Alegria' 2012 acontece amanhã

O lançamento do projeto cultural “Agosto da Alegria” 2012 acontece amanhã, durante uma coletiva de imprensa. O  Governo do Estado, por meio da Secretaria Extraordinária de Cultura (Secultrn/FJA), vai apresentar a iniciativa cultural, às 8h, no Restaurante Mangai, na Avenida Amintas Barros.

Entrando em sua segunda edição em 2012, o projeto será realizado de 8 de agosto a 2 de setembro e terá como tema “É Festa para Deífilo”, em homenagem ao poeta e pesquisador Deífilo Gurgel, falecido em abril deste ano. Durante a coletiva, imprensa e empresários do setor turístico irão conhecer detalhes sobre a programação.

O Agosto da Alegria 2012 vai mobilizar cerca de 160 grupos folclóricos e 18 mil participantes. A programação será dividida 11 eixos temáticos e se espalhará por 35 pontos da capital, além de contar com programações nos municípios de Caicó e Mossoró. Serão cerca de 600 eventos divididos entre exposições fotográficas e de artes plásticas, mostras de audiovisual, palestras, peças de teatro, grupos folclóricos e parafolclóricos, lançamento de publicações e apresentações musicais de nomes como Martinho da Vila, Tulipa Ruiz e Khrystal. A ideia é reunir diferentes manifestações culturais e expressões artísticas em uma mesma festa, onde a cultura potiguar é o destaque, ao mesmo tempo em que se alimenta da diversidade de outras linguagens.

O Agosto da Alegria é uma realização do Governo do Estado e conta com parcerias da UFRN, UNP, SEBRAI, SESC, Forró da Lua, FUNARTE e Fundação Joaquim Nabuco.

Sobre o Agosto da Alegria

Criado pelo Governo do Estado e Secultrn/FJA em 2011, o Agosto da Alegria, evidenciou, durante mais de 30 dias de atividades, toda a riqueza e diversidade da cultura popular do Rio Grande do Norte e estados convidados, numa vasta programação, distribuída em linguagens que contemplaram diversas vertentes como apresentações Folclóricas e Parafolclóricas, audiovisual, artes visuais, discussões acadêmicas, música e artesanato. Estima-se que 100 mil pessoas participaram das manifestações culturais da primeira edição do evento.

Fonte: Assessoria Secultrn/FJA