Ministro da Educação estuda dar bolsa para quem tiver nota alta no Enem e quiser ser professor

Ministro da Educação Abraham Weintraub planeja premiar os bons alunos no Enem que quiserem ser professores. Foto: André Borges/MEC

Quase uma semana após as grandes manifestações que marcaram o País na quarta-feira passada (15) – em que estudantes e professores cobraram do ministro da Educação, Abraham Weintraub, uma mudança na sua gestão da pasta – o homem escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para cuidar da educação do País tem uma nova proposta.

De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo , o ministro da Educação estuda criar uma bolsa de estudos para jovens que quiserem seguir a carreira de professor no ensino básico. A ideia seria a de premiar alunos com altas notas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que queiram cursar Pedagogia.

A proposta de Weintraub , já é realidade em países como Chile e Cingapura. Esses dois países, inclusive, têm programas semelhantes e com bons resultados. O ministro tem se reunido com fundações que apoiam a educação e a proposta teria surgido nessas conversas.

Hoje, 70% dos alunos que escolhem Pedagogia no Enem têm notas abaixo da média. A intenção de programas como esse é a de estimular que os melhores alunos do ensino médio queiram ser professores. Afinal, a bolsa seria dada ao aluno durante a graduação.

O grande problema para essa questão é que o projeto está vinculado ao fim do contingenciamento de recursos, que reduziu as verbas do Ministério da Educação . Assim, ainda não há previsão de qual o valor que seria pago a esses aluno e nem de quando a ideia poderá ser colocada em prática.

IG, com Estadão

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    Era bom que o Brasil todo visse o que acontece nos bastidores da Universidade em Brasilia para poder opinar. É com isto que gastamos nossos dinheiros com pagamento de impostos para mandar para as Universidades e ver um comportamento como este que foi visto ali.
    Vergonhoso e lamentável.

  2. Nilvan Rodrigues da Silva disse:

    Eu tô ligado.
    Depois de dar uma paulada no setor de educação, cortando recursos da educação, condicionando retornar, caso a Reforma da Previdência seja aprovada, vem com essa de dar uma Bolsa pro aluno de nota alta.
    Há Arnado, isso pode?

    • Marcos disse:

      Verdade, corta na educação e depois quer mostrar que apoia a docência.

    • Júnior disse:

      Não faça contingenciamento de seus gastos e sua casa não, e depois me fala oq acontece. Ahh faz o Lula livre! Esse resolve até freio pra gato.

    • Verdade disse:

      Faça contingênciamento na educação dos seus filhos, tirando eles de escola particular e colocando em escola publica para ver o futuro deles… Ahhhh… Depois faz arminha com a mão!! Para ver se resolve.

    • Ceará-Mundão disse:

      Quanta falta de memória e de bom senso. Expectativas de receitas frustadas, constantes no orçamento elaborado no ano passdo, obrigam o atual governo a contingenciar despesas. Como TODOS os governos anteriores fizeram. Por que os esquerdopatas não agem com decência, aceitando a realidade? Porque esse povo não sabe o que significa esse termo "decência". Simples.

COMENTE AQUI