‘Não vejo nenhum crime do presidente’, diz Rodrigo Maia sobre pedidos de impeachment. O deputado ainda disparou “a Lava Jato é uma operação política”

O presidente da Câmara dos DeputadosRodrigo Maia, afirmou nesta segunda-feira, 3, que não encontrou embasamento legal nos quase 50 pedidos de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro enviados ao Congresso até agora. “Destes que estão colocados, eu não vejo nenhum tipo de crime atribuído ao presidente, de forma nenhuma”, disse em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura.

Maia afirmou ainda que o impeachment não pode ser instrumento para solução e crises. “Tem que ter um embasamento para essa decisão e não encontro ainda nenhum embasamento legal”, acrescentou.

Questionado sobre o motivo de ainda não ter ‘engavetado’ os processos, Maia justificou que ocuparia tempo na agenda do Congresso, que deve focar em pautas sobre o coronavírus. “Estamos no meio de um processo de pandemia e qualquer decisão agora leva um recurso ao plenário e nós vamos ficar decidindo impeachment sem motivação para isso. É por isso que eu não decido.”

O presidente da Câmara criticou a atuação de Bolsonaro na pandemia, fato que está no centro de alguns dos pedidos de impeachment. “O president errou na questão de minimizar o impacto da pandemia, a questão da perda de vidas. Vamos chegar a 100 mil vidas perdidas. Ele minimizou, criou um falso conflito.”

Lava Jato

Na entrevista, Maia afirmou que a Lava Jato é uma “operação política” e que cabe ao procurador-Geral da República, Augusto Aras, junto à Corregedoria e ao próprio Conselho Nacional do Ministério Público tomar decisões que, segundo ele, não foram tomadas no passado.

“Os fatos mostraram que excessos ocorreram e cabe ao procurador-geral, e aí defendo a posição do procurador-geral, junto com a corregedoria e com o Conselhor Nacional, tomar as decisões. Não cabe a outro poder interferir na procuradoria, no Ministério Público. Mas cabem decisões contundentes por parte da corregedoria e do procurador-geral. Acho que o Aras está indo no caminho correto, organizar o processo para que esses excessos não se repitam mais no nosso País.”

Sobre o projeto de quarentena para juizes, defendido por ele e pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, Maia garantiu que não atingiria o ex-ministro Sérgio Moro. “Seria legítimo (a candidatura de Moro). É um direito que ele tem, como qualquer um.”

O presidente da Câmara negou que o projeto tenha como objetivo impedir eventual candidatura do ex-juiz. “Claro que (o projeto de quarentena para juízes) não é para atingir o Moro. Os deputados, senadores ou o Supremo não encaminhariam uma tese de fazer uma lei para proibir uma pessoa de disputar uma eleição. Ficaria muito ruim para a democracia brasileira.”

PL das fakes news

Maia afirmou que colocará a PL das fake news em votação até o final do ano e que o texto aprovado deve garantir transparência. “Não queremos votar nenhum projeto que fere a liberdade de expressão, mas não podemos continuar aceitando que novas tecnologias continuem sendo instrumento de radicais.”

O presidente da Câmara relatou ter sido atacado nas redes sociais após chamar o youtuber e influenciador digital Felipe Neto para participar de uma reunião que vai discutir o PL 2630/2020. “Como se a Câmara, que é a casa do povo, não pudesse ouvir uma pessoa que é seguida por 40 milhões de pessoas.”

ESTADÃO CONTEÚDO

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    Quero ver os queridos dos esquerdopatas andarem tranquilos na rua, incluindo o mentiroso e traidor moro aliado da globolixo e o fique em casa mandetta que saindo ministério e foi para uma festinha com direito a abraços e beijos.
    Realmente eles representam muita gente que garanto não ser os brasileiros.

  2. Jório disse:

    Realmente se tornou política, porque a maioria dos políticos são corruptos.
    Por isso há quase uma unanimidade dos partidos contra.
    É uma pena que todos a ataquem e poucos defendam, até parte da imprensa.
    Nenhum inocente foi condenado, só ladrão e corrupto.

  3. Cidadão pagador de impostos disse:

    MORO 2022!!!
    Os corruptos estão em festa no governo Bolsonaro e dando risada da cara do povo.

  4. Emerson Fonseca disse:

    O Gado agora vai parar de mugir, Fora Maia,. 50 pedidos de impichimam e não existe nenhum procedente, a Lava Jato é política, só agora que viu? Talvez quando o Povo for para a Rua um dos pedidos, tenha " procedência "

  5. SUPER SÉRGIO MORO 2022 disse:

    Esses veteranos políticos com o capitão e o nhonho morrem de medo da Lava Jato, de Moro e Dallagnol.

  6. Manoel disse:

    E o gado querendo a cabeça do aliado Maia.
    Kkkkkkk

    • Absurdo disse:

      O nível desse cidadão, chamar o povo de gado , mostra a indignação desse MANOEL com a perda da teta , vá aprender a trabalhar e deixe de idolatrar BANDIDO , o país está nessa merda , por pessoas como você que divide o país , não existe o meu ou o seu , existe o BRASIL

    • Osvaldo disse:

      Muuuuuuuuuii kkkkk o gado está uma fera.

  7. Gito disse:

    Pelo menos num aspecto ele tá certo. Não há crime no governo Bolsonaro. Agora falar que a Câmara é a caso do povo, tá de sacanagem. Duvido ele chamar algum apoiador do Bolsonaro!
    Ele não fez nada em favor dos deputados que tiveram que ir a PF.

    • Dilermando disse:

      E tinha que fazer?

    • Minion alienado disse:

      Você acredita mesmo na volta do Messias. Não há crime no governo, só há acordos no momento, os crimes surgirão quando houver rachas, não lembras do Roberto? Aquele que iniciou a derrubada do petê articulado com o Eduardo. É só uma questão de tempo, um deslize e um processo se abrirá.

    • Jr disse:

      Kkkkkkkkk
      Esqueceu que Bolsonaro agiu de forma ostensiva p colocar Maia na presidência da Câmara, usando inclusive os métodos da velha política? Olha aí o pagamento! Conta outra táokei! Sabe nada inocente!

  8. Pepe disse:

    Êle,o Maia,está sendo político,uma abertura de novo afastamento presidencial,numa pandemia seria muito prejudicial para a nação,se o fizer será no meio do ano que vem,depois que o presidente produza mais uma centena de erros.
    MORO,verdadeiro MiTO,já aparece no retrovisor!

    • Vitor disse:

      Espera o tacla duran, que teremos o verdadeiro mito kkk
      Já começaram a tentar barrar o Aras.

COMENTE AQUI