Diversos

Para especialistas, churrasco de domingo é vilão do aquecimento global

churrasco2016Observatório do Clima diz que a carne, desde a criação do gado até a mesa, é responsável pela liberação de grande quantidade de gases que causam o aquecimento globalEBC

A picanha, a fraldinha e a maminha, bem salgadas, feitas na brasa, símbolos de um bom churrasco, estão se tornando inimigas do clima. É que a carne, desde a criação do gado até a mesa do brasileiro, é responsável pela liberação de grande quantidade de gases que causam o aquecimento global, segundo o Observatório do Clima (OC) – rede que reúne 40 organizações da sociedade civil. A recomendação é que o consumo de carne de boi seja menor e a produção mais eficiente.

Os impactos causados pela agropecuária são responsáveis por 69% das emissões de gases de efeito estufa do Brasil. Estão incluídos na conta poluentes decorrentes do processo digestivo e dejetos de rebanhos, o uso de fertilizantes e o desmatamento (43% das emissões nacionais).

Os números são do Sistema de Estimativa de Emissão de Gases de Efeito Estufa (Seeg), do Observatório do Clima, divulgados no Rio de Janeiro.

De acordo com a coordenadora de Clima e Agropecuária do Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), Marian Piatto, que integra a rede do observatório, somente o gado de corte é responsável por 65% das emissões de gases de efeito estufa na agropecuária.

Ela explica que um dos problemas está no sistema digestivo dos animais com dificuldades de processar o capim. “O gado bovino, quando se alimenta do capim, explicando de uma maneira bem simples, elimina metano por meio do arroto e do pum. Não é como nos carros, que vemos uma fumaça cinza, mas são poluentes”.

Marina lembra que o país tem um dos maiores rebanhos do mundo, cerca de 200 milhões de animais, o que agrava o problema. “É quase um por pessoa”, comparou.

Para chegar aos 69% das emissões nacionais do setor agropecuário, o coordenador do Sistema de Estimativa de Emissão de Gases de Efeito Estufa, Tasso Azevedo, acrescenta que, além dos problemas com o gado, entram na conta o transporte da carga, que, na maioria das vezes, usa diesel, o mais poluente dos combustíveis e o desmatamento para criação de pasto. Na Amazônia, onde avança o uso de terras para a atividade, é comum a ocupação de áreas derrubadas com o gado, denunciou Eron Martins, do Instituto Imazon.

“A relação entre a pecuária e o desmatamento é muito estreita porque a pecuária tem uma fluidez econômica muito rápida, o que facilita colocar a pecuária nos locais de expansão (desmatadas) para ter o direito daquela área mais tarde”, disse Martins. Ele contou que é comum a extração de madeira deixar áreas degradadas que, em seguida, acabam revertidas em pasto.

Soluções visam reduzir emissões

Segundo os especialistas, às vésperas de o acordo de Paris entrar em vigor em 2017, com metas para limitar o aumento da temperatura no planeta, há espaço na agropecuária para redução das emissões, como melhor manejo de pastagens e menor uso de fertilizantes. O governo, por sua vez, deve atrelar a concessão de subsídios, como o Plano Safra, às contrapartidas ambientais. Os ambientalistas, porém, são unânimes em recomendar menor consumo de carne.

“Cada bife que a gente come é responsável por impacto ambiental. Não comemos camarão e lagosta todo o dia, por que temos a necessidade de comer uma quantidade diária de carne bovina?”, questionou Marina. Uma meta internacional para tornar a carne brasileira mais sustentável foi descartada porque o destino de 80% do gado do país é a mesa do brasileiro, disse.

Para quem pensar em adiar uma mudança de hábitos à mesa, Carlos Rittl, secretário-executivo do Observatório do Clima, alerta que o aquecimento global é responsável por ondas de calor, com sensação térmica de 50º, como no verão, no Rio de Janeiro, falta de chuvas, como em São Paulo, e desastres ambientais. “A gente está falando de qualidade de vida e de economia, mudanças climáticas são um risco para um país que depende da agricultura e da pecuária”, afirmou.

CNA questiona números

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) questionou os dados e disse que a conta do Sistema de Estimativa de Emissão de Gases de Efeito Estufa é uma “visão parcial” da produção.

“Se a gente for levar em conta que o Brasil emite menos de 4% das emissões globais, que o sistema leva em conta as emissões e não o balanço, se a gente considerar os esforços empreendidos para redução das emissões no Brasil – que vêm diminuindo – e o comprometimento da propriedade rural na conservação da biodiversidade, no estoque de carbono e na recuperação de áreas degradas, [poderá constatar] que a agropecuária é uma atividade muito menos impactante do que se pintou no relatório”, afirmou o coordenador de Sustentabilidade, Nelson Ananias Filho.

“Precisamos promover políticas de recuperação de pastagens em degradação para aumentar produtividade e emitir menos gases, produzindo comida e o nosso churrasco de fim de semana”. Nelson confirma que uma pastagem bem manejada sequestra até 90% de toda emissão da pecuária.

Para incentivar o setor, o Ministério da Fazenda, por meio do Plano Safra, apresenta aos produtores técnicas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) de produção sustentável.

“Para o governo, é inviável financiar toda mudança tecnológica do setor. O que fazemos é mostrar as coisas que estão na prateleira e que são viáveis”, disse o coordenador-geral de Meio Ambiente e Mudanças Climáticas, Aloisio Lopes Pereira de Melo.

Agência Brasil

 

Opinião dos leitores

  1. Como é, agora só falta esses cientistas loucos dizer que a crise política é culpa da mandioca . kkkkk

  2. Kkkkkkkk, esses caras não têm o que fazer mesmo. O povo mais quebrado que arroz de terceira, comendo ovo com farinha pois nem feijão podem e o churrasco do domingo é culpado pelo aquecimento global. Deve ser piada de algum humorista.

  3. kkk… manda estes especialistas de volta pra escola… 90% da população mundial está atolada em dívidas e muitos vivem à base de farinha, ovos e verduras, onde é que vão arrumar dinheiro pra ir pra uma churrascaria? Uma só pessoa deixa no mínimo R$ 80,00 numa churrascaria fuleira… imagine de for no Porcão ou outras do gênero… Manda esse povo estudar e pesquisar coisas de mais importância…

  4. Esse cientista que afirmou isso é um tremendo de um vegetariano. Vai comer teus espinafres e deixa minha fraldinha suculenta em paz!!! #abaixoavaquejada

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Olaf Scholz é eleito chanceler e Alemanha encerra era Merkel após 16 anos

Foto: Reuters

O político de centro-esquerda Olaf Scholz tomou posse, nesta quarta-feira (8), e enfim assumiu o cargo de chanceler da Alemanha, encerrando 16 anos de governo Angela Merkel.

Scholz, líder do Partido Social Democrata (SPD), venceu a votação secreta no parlamento alemão como já era esperado – uma culminação de meses de negociações entre partidos após a vitória apertada do SPD nas eleições federais de setembro.

O resultado final foi de 395 votos favoráveis, 303 contrários, 6 abstenções e 3 votos nulos. Para ser eleito, era necessária a maioria simples do parlamento alemão, de 369 votos.

Seguindo os protocolos cerimoniais, Scholz foi visitar o presidente alemão Frank-Walter Steinmeier, que o apontou oficialmente como o novo chanceler do país. Ele então retornou ao Parlamento para fazer seu juramento e ser empossado.

A expectativa é de que o novo chanceler se encontre com Angela Merkel por volta das 11 horas, no horário de Brasília, para uma cerimônia simbólica de “passagem de bastão”.

Na vida política, Scholz tem se posicionado como um pragmático adepto ao diálogo – seu estilo político não é diferente do de Merkel. Os dois podem ser considerados semelhantes em muitos aspectos, apesar de virem de partidos rivais, analisam especialistas.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Em Natal, App recruta mulheres para parceria no segmento de beleza

Foto: Reprodução

Os aplicativos e plataformas digitais seguem facilitando o nosso dia a dia, diminuindo distâncias e possibilitando novas formas de trabalho. Eles são muito populares na área de transporte, alimentação, bate-papo, viagens e colocam na palma da nossa mão, de maneira prática e intuitiva, a solução para situações rotineiras.

Com a proposta de ser mais um recurso valioso na correria do cotidiano e, além disso, se tornar uma nova forma de renda para empoderar mulheres da capital potiguar, a CEO da B1Tech, Núbia Batalha, criou o app Belleza, uma nova forma de contratar serviços especializados de onde você estiver.

“Desenvolvemos um produto diferenciado com a proposta de atender a uma demanda de mercado, mas com um propósito ainda maior por trás, o de oferecer, principalmente às mulheres, uma forma independente, livre, e com opção de montar seus horários e agenda para trabalhar, a fim de que gerem a sua própria renda com os conhecimentos que já possuem”, comentou a CEO e idealizadora do App Belleza.

Na palma da mão, de forma gratuita, integrado às plataformas IOS e Android, o app Belleza vai oferecer serviços de: spa dos pés, corte de cabelo, escova especial, massagem, manicure, depilação, maquiagem, dentre outros, com preço adequado ao mercado local. Todas as ferramentas de marketing, pagamento e operação são integradas ao App. As especialistas devem se cadastrar, aceitar os pedidos dos clientes e efetuar os serviços onde for solicitado.

O momento é de recrutamento. “Estamos em busca de mulheres que trabalhem com serviços de beleza, que sejam boas profissionais e que desejem trabalhar no segmento de beleza de forma autônoma, com flexibilidade, montando seus próprios horários. Queremos oferecer a possibilidade de uma renda mensal oriunda de suas habilidades e com isso empoderá-las e torná-las mais independentes e livres”, relevou Núbia Batalha.

Para se credenciar na plataforma é preciso ter mais de 18 anos, habilidades na prestação de serviço (corte de cabelo, escova, massagem, manicure, depilação, maquiagem, entre outros) comprovada por meio de cursos específicos e conta corrente ativa. As interessadas devem acessar a plataforma https://www.belleza.app.br/parceiro.html, preencher o formulário de cadastro e aguardar a liberação.

Siga também no Instagram www.instagram.com/appbelleza e se mantenha informado. As vagas são limitadas.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Três doses de Pfizer neutralizam variante Ômicron, anuncia a farmacêutica

Foto: Myke Sena / MS

A vacina da Pfizer tem a eficácia reduzida com o esquema de duas doses contra a variante Ômicron do novo coronavírus. Estudos mostram que uma terceira dose do imunizante aumenta os títulos de anticorpos neutralizantes em 25 vezes em comparação com apenas duas doses.

Os anticorpos após a dose de reforço são comparáveis aos níveis de anticorpos após duas doses da vacina diante do vírus original.

A informação foi divulgada nesta quarta-feira (8) pela farmacêutica. Os resultados são de um estudo inicial demonstrando que os anticorpos induzidos pela vacina neutralizam a variante Ômicron do SARS-CoV-2 após três doses.

As amostras de soro obtidas de indivíduos vacinados um mês após receberem a dose de reforço neutralizaram a variante em níveis que são comparáveis aos observados pela ação da vacina em duas doses diante da linhagem original do novo coronavírus.

Os soros de indivíduos que receberam duas doses da vacina mostraram, em média, uma redução de mais de 25 vezes nos títulos de anticorpos de neutralização contra a variante Ômicron em comparação com a cepa original.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Musical “Filho de Deus, menino meu” será apresentado dia 10 de dezembro na Árvore de Mirassol

O espetáculo musical “Filho de Deus, menino meu”, concebido pela Comunidade Católica Shalom e inserido na programação do Natal em Natal, será apresentado no dia 10 de dezembro, a partir das 20h, no palco da Árvore de Natal, em Mirassol. A programação é gratuita.

Estreado em 2015, “Filho de Deus, menino meu” narra a história de uma trupe de andarilhos que encena mundo afora o musical natalino, formando uma inusitada performance de um show dentro do outro. A récita conta o nascimento de Jesus de forma irreverente, construída por meio da arte circense.

O regionalismo está presente nas músicas – todas compostas para o espetáculo, – figurinos e falas dos personagens, que, por mais de uma hora, brindam o público com uma mensagem de alegria.

Xote, baião e forró perpassam as cenas que contam o nascimento de Maria, seu casamento com José, a fuga para o Egito, a apresentação no templo, entre outros momentos marcantes da infância de Jesus, que fazem parte da origem da festa natalina.

Alegria e descontração são marcantes no espetáculo, que também surpreende o espectador em seus momentos dramáticos. A trilha sonora é eclética. Vai do tango ao pop, passando pelo forró, jazz, soul, blues, samba e outros estilos musicais. O espetáculo possui montagens realizadas em 16 estados do país, além de apresentações internacionais.
Milhares de espectadores já tiveram a oportunidade de prestigiar e se emocionar com o trabalho, que, por meio da arte, permite uma experiência única com o Amor de Deus.

O musical “Filho de Deus, menino meu” é adaptado do livro homônimo da cofundadora da Comunidade Católica Shalom, Maria Emmir Nogueira. O texto é de Wilde Fábio. Em Natal, a direção artística fica por conta de Sara Furlan e a cenografia e desenho de luz a cargo de Ciro Othon. Na produção geral, estão Jackson e Nadja Di Cavalcante. O elenco conta com 30 pessoas.

Serviço:

Musical “Filho de Deus, menino meu”.
Local: Teatro da Árvore do Natal, em Mirassol.
Data: 10 de dezembro.
Hora: 20h.
Entrada franca.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Solidariedade RN não vai se aliar a nenhum candidato do PT

Foto: Reprodução

O Presidente Estadual do Partido Solidariedade RN, Janiel Hercílio, declarou que o partido não irá se aliar com nenhum candidato do PT nas eleições de 2022.

“O Partido Solidariedade do Rio Grande do Norte vem a público informar que NÃO COGITA SE ALIAR A NENHUM CANDIDATO DO PT nas eleições 2022″, afirmou Janiel.

“Qualquer outra informação além dessa, partindo de fonte que não seja a Presidência do Partido, é Fake News”, completou.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

FOTOS: Homem morre em incêndio dentro de casa na Zona Oeste de Natal

Fotos: Kleber Teixeira / Inter TV Cabugi

Um homem morreu durante um incêndio que aconteceu na casa em que morava na madrugada desta quarta-feira (8) no bairro Felipe Camarão, na Zona Oeste de Natal.

Vizinhos relataram que ainda tentaram apagar o fogo e abrir a porta do imóvel para resgatar a vítima, mas o teto caiu, bloqueando a passagem. O homem foi identificado inicialmente pelos vizinhos como João Batista, mais conhecido como “Gogó”.

O Corpo de Bombeiros informou que foi acionado por volta das 4h para a ocorrência na Travessa Lucena. Quando a equipe chegou ao local, a população já tinha controlado o incêndio, porém o corpo de um homem foi localizado dentro do banheiro do imóvel.

A corporação ainda informou que a causa do incêndio será investigada, mas vizinhos relataram que o homem costumava fazer fogo à noite, o que pode ter provocado as chamas.

g1 RN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Última semana de exposição da CASACOR Rio Grande do Norte é marcada pelo Special Sale

Uma edição surpreendente e cheia de afeto. A CASACOR Rio Grande do Norte 2021 segue para os últimos dias e encerra com a realização do Special Sale. Em exposição até domingo, dia 12 de dezembro, das 16h às 22h, a Mostra oferece ao público, nesta última semana, a oportunidade de levar para casa peças de mobiliário, decoração, modulados e bancadas em pedra, com descontos especiais a partir de 30%.

A compra e venda são realizadas de forma presencial. Todos os produtos participantes da ação estão devidamente etiquetados e sinalizados no circuito de visitação. Consultores das marcas e recepcionistas dos ambientes estão disponíveis para esclarecimento de dúvidas e demais informações.

Neste ano, a Mostra está localizada na Rua Mipibu, 754, no bairro Petrópolis, em uma casa pertencente ao casal de empresários Tuiza e Luís Flor. Regida pelo tema “A Casa Original”, os franqueados da CASACOR Rio Grande do Norte, Cesar Revorêdo e Luciano Almeida, contam com um elenco formado por 34 profissionais da arquitetura, do design de interiores e paisagismo, que aplicaram, na prática, em 21 ambientes, ideias sobre o reintegrar-se ao lar, agregando tecnologia, funcionalidade, bem-estar, requinte e arte.

A CASACOR é uma das empresas do Grupo Abril. É reconhecida como a maior e mais completa mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas. Conta com o patrocínio master da Deca e traz como Tinta Oficial a Coral. No Rio Grande do Norte, tem ao lado parcerias como Todeschini Natal, Agaé Showroom, Realize, Moura Dubeux e Café São Braz.

CASACOR Rio Grande do Norte e Special Sale

Data: Até 12 de dezembro de 2021
Local: Rua Mipibu, 754 – Petrópolis, Natal/RN (por trás do Colégio Maria Auxiliadora)
Horário de Funcionamento
De terça a domingo: das 16h às 22h

Bilheteria

R$ 60 (inteira)
R$ 30 (meia-entrada)
– Idoso a partir de 60 anos;
– Estudante apresentando o documento válido ou declaração que comprove;
– PCD e seu acompanhante (conforme lei 12.933/13)
– Professor da rede pública e privada, apresentando documento válido com foto.

Mais informações no Instagram @casacor_rn

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

MP de Bolsonaro garante pagamento de Auxílio Brasil de R$400 já nesta sexta-feira

O presidente Jair Bolsonaro assinou medida provisória, nesta terça-feira (7), que viabiliza o pagamento de R$400 do Auxílio Brasil já a partir desta sexta (10).

A informação havia sido antecipada pelo ministro Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) durante entrevista, sábado (4), aos jornalistas Agostinho Teixeira e Cláudio Humberto, no programa Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes. Ele contou que havia conversado com o ministro João Roma (Cidadania), que o informou da decisão de editar a MP.

O texto publicado em edição extra do “Diário Oficial da União” estabelece “benefício extraordinário” para complementar o Auxílio Brasil até atingir o mínimo de R$ 400 prometido pelo governo.

Diário do Poder

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Número de leitos de UTI Covid cai 59% no Rio Grande do Norte

Foto: Alex Regis/TN
O número de leitos críticos para tratamento da covid-19 no Rio Grande do Norte foi reduzido pela metade em praticamente seis meses, de acordo com dados da plataforma Regula RN. O número de instalações chegou a 415 em junho deste ano, mas parte dessa estrutura foi revertida para leitos gerais, enquanto outra parte foi desativada. Atualmente, a rede pública conta com 170 leitos para tratar casos graves da doença. Em comparação a junho, a redução é de 59%.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN), cerca de 100 leitos passaram por reversão. A pasta informou, no entanto, não ter ciência de quantas instalações foram encerradas. A maioria das desativações aconteceu em contratos privados, feitos por meio de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), conforme explicou a Sesap, que alega um alto custo para manter as instalações, especialmente porque elas estavam ociosas.

Atualmente, além dos 170 leitos críticos, o Estado possui 146 instalações clínicas para tratamento da covid-19, totalizando 316 leitos. Segundo a Sesap, esse quantitativo deve ser mantido para 2022.

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Natal tem a quarta maior alta na cesta básica de alimentos no País

O preço médio da cesta básica aumentou 3,25% em Natal. A alta foi a quarta maior do País, segundo a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada mensalmente pelo DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em 17 capitais brasileiras. Em 2021, a variação acumulada é de 13,58% e, em doze meses, de 14,41%. Os dados apontam elevação de preços em nove cidades no mês passado, com maiores altas em cidades do Norte e do Nordeste. Recife lidera o ranking, com um aumento de 8,13%, e uma cesta ao custo de R$ 524,73.

Na capital potiguar, os produtos com alta de preço médio em relação a outubro foram o tomate (40,92%), café (1,93%), óleo (1,48%), pão (1,22%), manteiga (0,67%) e açúcar (0,51%). Apresentam redução de preço médio em relação a outubro, a carne (-2,75%), banana (-1,69%), feijão (-0,99%), farinha (-0,55%), arroz (-0,39%) e o leite (-0,20%). Segundo o Dieese, a jornada necessária para comprar a cesta básica é equivalente a 104 horas e 13 minutos.

A pesquisa mostra ainda que, em Natal, o trabalhador está comprometendo 51,21% do salário mínimo líquido para comprar os doze produtos da cesta básica de alimentos. Com base na cesta mais cara que, em novembro, foi a de Florianópolis, o Dieese estima que o salário mínimo necessário deveria ser equivalente a R$ 5.969,17, o que corresponde a 5,42 vezes o piso nacional vigente, de R$ 1.100,00. O cálculo é feito levando em consideração uma família de quatro pessoas, com dois adultos e duas crianças.

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *