Paulo Porto caiu

A passagem de Paulo Porto durou pouco mais de três meses. O técnico não resistiu a goleada sofrida para a Chapecoense, por 5×1, na noite dessa sexta-feira, pela quinta rodada da série B do Brasileiro, e foi demitido pela direção alvinegra. O ex-treinador abecedista, de positivo, no comando do time, conseguiu apenas a boa campanha na Copa do Brasil, deixando o time na terceira fase, para enfrentar o Goiás. No campeonato estadual, pegou o time na reta final do primeiro turno e foi eliminado. O mesmo aconteceu no segundo turno, onde o ABC não conseguiu chegar na decisão, ficando de fora da Copa do Nordeste da próxima temporada.

Notícias dão conta de que alguns jogadores do ABC estariam descontentes com a postura do técnico Paulo Porto no comando do time e teriam se reunidos com a direção de futebol do clube para repassar a atual situação do vestiário abecedista.

Na série B, a campanha do ABC, nas cinco primeiras rodadas,  foi muito abaixo do esperado, não só pela torcida, como também pela direção abecedista. Dois empates e três derrotas. Apenas dois gols marcados e nove sofridos, ocupando a última posição na classificação, com apenas dois pontos. O alvinegro é a única equipe dentre as 20 que participam da série B, que está na zona de rebaixamento desde o início da competição. A última vez que o clube fez uma campanha dessas, foi em 2009. Naquela ocasião, o ABC conseguiu ficar apenas uma rodada fora da zona de rebaixamento durante toda a segunda divisão, caindo para a série C em 2010, somando apenas 35 pontos e sendo o lanterna da série B em 2009.

Informações da Tribuna do Norte