Pesquisa diz que homens que bebem são mais atraentes; estudo responsabiliza “traço evolutivo”

Foto ilustrativa: shutterstock

Uma pesquisa polêmica realizada por cientistas da universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, afirma que mulheres podem se apaixonar mais facilmente pelos homens que bebem, mesmo os que o fazem de maneira compulsiva. A defesa do estudo é que um traço evolutivo faz com que a bebida seja uma demonstração de força e saúde nos homens, deixando-os mais atraentes .

As previsões, derivadas da teoria da evolução, ainda afirmam que bebedeiras mais intensas são atitudes comuns em pessoas que não possuem problemas de saúde, reforçando a impressão positiva entre as possíveis parceiras .

Outro estudo, publicado anteriormente pela revista Alcohol and Alcoholism , também afirma que tanto homens quanto mulheres podem ficar mais atraentes após uma pequena quantidade de bebida alcóolica .

A justificativa está na imagem de relaxamento que o “brilho” na medida certa pode causar, com músculos da face menos tensos e maior circulação de sangue na face, criando uma ideia de bochechas coradas e saudáveis.

O preço para a atração , porém, pode ser caro. Os riscos das bebidas alcoólicas e a possibilidade de dependência, além da forma como o álcool afeta o corpo humano são informações que não devem ser ignorados.

IG