Grupo de homens que têm fetiche em pagar boletos promove trocas de fotos e vídeos sensuais por dinheiro

Formulário que deve ser preenchido para ser aceito no grupo do Facebook. Foto: Reprodução/Facebook

O meme é real. Existe um grupo no Facebook onde homens pagam boletos para mulheres e eu entrei para ver como funciona. A prática, que pode ser considerada um fetiche, é conhecida como “money slave” (escravo do dinheiro, por português). “São homens que se submetem financeiramente a uma mulher”, diz a criadora do grupo Beatriz, que prefere não ter o sobrenome revelado, 20 anos, estudante de engenharia, de Belém (PA).

Logo que eu encontrei o grupo, já percebi que as coisas não funcionavam como eu imaginava. Na verdade, o nome é “Homens que pegam boletos & Garotas que dão algo em troca”. Mesmo assim, fui ver o que rolava lá. Para ser aceita, precisei preencher um formulário que, entre algumas perguntas, dizia: “Muitos homens querem algo em troca para pagar boletos, você estaria disposta?”.

No grupo, encontrei muitas mulheres oferecendo fotos e dizendo que precisavam pagar contas ou comprar livros. E vi poucos homens de fato oferecendo pagar boletos.

Beatriz explica o que acontece: “Observei que são raríssimos os money slave do meio e o propósito não tava dando certo, pois um verdadeiro money slave nunca pode exigir nada em troca por pagamentos. Ele simplesmente faz por prazer. A maioria dos homens queria pagar boletos em troca de algo. Conversas, fotos íntimas e por aí vai”. Por isso, ela incluiu o “garotas que dão algo em troca” no nome do grupo.

Como funciona

Beatriz diz que analisa o perfil de todos que preenchem o formulário antes de aceitar no grupo para tentar minimizar contas falsas e golpes. Depois de aceito, a publicação está liberada.

“Geralmente, as garotas postam fotos dizem o que precisam/ para o que precisam. É como se fosse uma espécie de propaganda. Elas também falam o que estão procurando e o que estão dispostas a vender ou trocar por dinheiro”, detalha. Os homens também entram na “propaganda” e compartilham o quanto vão pagar e o que querem em troca. “Também deixamos aberto aos verdadeiros money slaves”.

O grupo tem algumas regras, que são apresentadas com o formulário para a entrada. O texto ressalta a importância da confiança entre os participantes, respeito e, principalmente, proíbe qualquer tipo de assédio ou desrespeito contra as mulheres. Além disso, incentiva a conversa entre os membros e orienta a denúncia daqueles que desrespeitam as regras.

“Sempre oriento os membros a denunciarem para ajudar na filtragem de pessoas mal intencionadas, fakes e golpistas. Sempre falo para terem cuidado com os acordos, não enviarem suas fotos de primeira ou até que uma parte do pagamento seja feita”, explica Beatriz.

Quem participa

O grupo tem 1664 membros e, de acordo com a administradora, a maioria é de São Paulo, capital, sendo 80,9% mulheres e 19,1% homens, com idade média entre 18 e 24 anos. Beatriz explica que como a oferta é maior do que a procura, a concorrência entre as mulheres é grande.

Apesar disso, ela já consegue lucrar com o grupo. Beatriz diz que a pandemia afetou sua renda, mas a troca de imagens por dinheiro é uma ajuda no fim do mês. Para Júlia*, 26 anos, de Santa Catarina, o grupo também é uma forma de ajudar os pais a pagar o aluguel e os livros para fazer o TCC (trabalho de conclusão de curso). Ela explica que não está no grupo por fetiche, apenas por interesse financeiro.

“Entrei no grupo porque, com essa crise em meio à pandemia, eu precisava complementar meu salário de estagiária”, comenta a estudante de direito. Júlia conta que oferece fotos, vídeos e até chamada de vídeo, e o valor varia conforme a quantidade e o conteúdo.

“Gosto de conversar bastante antes para saber o que eles querem e tudo é acordado antes”, fala. Ela explica que primeiro recebe o comprovante de depósito/ transferência e depois envia as fotos ou vídeos. “Com alguns, a conversa se estende e continuam pedindo, outros já são mais diretos, pedem o que querem e paramos por ali”, conta.

Em relação ao “público” Júlia diz que é variado. “A maioria dos caras são casados ou namoram e fazem escondido. Já mandei para dois que têm esposa. Às vezes são tantos anos junto com uma pessoa que eles querem ver uma coisa diferente”.

Também conversei com Raul, que prefere não revelar o sobrenome, 33 anos, de São Paulo (capital), praticante de BDSM há cinco anos e membro do grupo. “Entrei pois queria encontrar alguém para mimar assim como fizeram nossos antepassados”, fala.

“A sociedade nos oprime em nossa sexualidade tanto no dias atuais que essa foi forma de me libertar de todo o conservadorismo e me ligar a liberdade dos nossos antepassados que viviam o BDSM de forma livre, independentemente de classe ou cor”, completa.

Diferente da ideia do “money slave”, ele não está no grupo apenas para pagar boletos. Segundo ele, isso seria “anti-ético” com as práticas BDSM. Segundo Raul é preciso uma troca, por isso, paga as mulheres e recebe fotos ou vídeos em troca.

Sobre a relação com as mulheres do grupo, ele comenta que percebe que, muitas vezes, a ideia inicial do fetiche é deixada de lado por necessidades financeiras. “Você não acreditaria se te falasse o número de mulheres comprometidas que mandaram e ofereceram fotos e vídeos, muitas vezes é em troca de um hambúrguer. Não me sinto muito bem em relação a esse tipo de coisa”, comenta.

“Tem também as meninas que vêm com histórias tristes, contando sobre os problemas que a pandemia vem fazendo dentro de casa, desemprego, falta de dinheiro pra se alimentar, algumas pedindo fraldas, outras pedindo leite pros filhos. Às vezes eu acho que isso passou de um fetiche e virou uma lupa para alguns problemas sociais” , conclui.

*Nome alterado a pedido entrevistada para preservar sua identidade

IG

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sérgio disse:

    Volta Jesus!!!!!!

  2. Papa Jerry Moon disse:

    Raparigagem virtual.

  3. Aluísio Valença disse:

    Vou enviar minhas fotos. Vamos ver quantos boletos dá pra pagar com fotos de um velho pelado.

Especialista cria 12 classificações de personalidade sexual para homens e mulheres; conheça a sua

Foto: shutterstock

A psicóloga clínica americana Britney Blair passou anos trabalhando com saúde sexual e criou 12 classificações de personalidade sexual para homens e mulheres. A pesquisa da médica migrou para o aplicativo Lover, onde as pessoas podem fazer um teste para descobrir o seu estilo.

Em entrevista ao jornal britânico Daily Mail , Blair explica de modo geral como é possível identificar os desejos sexuais de cada pessoa e como traçar a personalidade sexual dela.

“Assim como sua personalidade geral, sua personalidade sexual é uma mistura de natureza e criação, desenvolvendo-se em parte das características com as quais você nasceu, combinadas com as experiências que você tem e as influências culturais e religiosas”, diz ela.

De acordo com a psicóloga, é extremamente raro você encontrar um parceiro com os mesmos desejos sexuais . O que equilibra o relacionamento é saber como lidar com essas diferenças e saber lidar com elas na hora H.

“As mulheres também são mais dedicadas à novidade do que os homens, de modo que seu desejo pode diminuir em relacionamentos de longo prazo. Conhecer sua personalidade sexual pode ajudá-lo a aprender suas próprias maneiras de ‘ser despertado’, alimentar seu desejo e aumentar a conexão erótica com seu parceiro”, comenta.

O teste disponível no aplicativo americano Lover é feito com base em 12 respostas e alguns algorítimos específicos, mas apenas pelas características de cada personalidade sexual já é possível descobrir qual é a sua. Está pronto? Veja abaixo todos os 12 tipos e melhore seu desempenho na cama.

Os 12 tipos de personalidade sexual em homens e mulheres

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Turci disse:

    Não tem para onde correr: ou é XX ou XY. O resto é pura sacanagem, com todo respeito à viadagem baitoliana.

  2. Luiz Lemos disse:

    Espero que esse especialista também tenha criado outras definições de cromossomos.
    Além do XX (mulher) e XY (homem) existentes e cientificamente provado, agora deve ter passado a existir no ser humano o LG, BT, LB, GT, LT, GB, GL, TB……
    Isso é um especialista ou alguém atrás do minuto de fama???
    Vamos reeditar através de especialista o início da vida humana, colocando, "de acordo com estudo de especialista" que no paraíso existia além de Adão, Eva, outros como Pedro, Valéria, João, Mirtes, Mário, Marta….. PALHAÇADA!!

É mais saudável para os homens fazer xixi em pé ou sentados? Estudo compara casos

FOTO: GETTY IMAGES

Na maioria das culturas do Ocidente, as crianças aprendem que meninos fazem xixi em pé e as meninas, sentadas.

Essa ideia, aparentemente arbitrária, está sendo questionada pelas autoridades de vários países e também por organizações de saúde. Alguns usam motivos de saúde e de higiene; outros, por direitos iguais.

Urinar em pé é um processo muito fácil e prático para os homens.

Isso é mais perceptível em locais públicos, onde o tráfego nos banheiros masculinos é mais ágil em parte porque o processo leva menos tempo, e também porque cabem mais mictórios no mesmo espaço.

Mas há especialistas que acreditam que a posição do corpo pode influenciar o volume do fluxo de urina, o que eles chamam de parâmetros urodinâmicos.

Normalmente, a bexiga armazena urina suficiente para nos permitir realizar atividades diárias e dormir durante a noite.

Músculos relaxados

A capacidade máxima da bexiga fica entre 300 e 600 mililitros (ml). Geralmente, urinamos quando a bexiga está cheia em até dois terços desse espaço.

Para esvaziá-la completamente, você precisa ter um sistema de controle nervoso intacto, que alerta quando você precisa urinar, além de segurar a urina até você chegar a um local propício.

Quando o corpo está em uma posição confortável, o esfíncter da bexiga e os músculos do assoalho pélvico ficam relaxados. Simultaneamente, a bexiga se contrai e esvazia.

Não é considerado saudável forçar a urina.

No entanto, os homens podem sofrer dificuldades temporárias ou permanentes ao urinar.

O semanário científico Plos One publicou um estudo indicando que homens com próstata inflamada, problema que obstrui a passagem da urina, poderiam ter melhoras caso passassem a usar o vaso sanitário sentados.

O estudo comparou os parâmetros urodinâmicos de homens saudáveis ​​e outros com sintomas do trato urinário inferior, uma série de problemas que afetam o enchimento e o esvaziamento da bexiga.

Eles descobriram que em homens com esses sintomas, a posição sentada registrava um perfil urodinâmico mais favorável — o tempo que passavam urinando também era menor.

Mas, em homens saudáveis, os resultados não mostraram diferenças entre as posições em pé e sentado, assim, a questão não pôde ser concluída apenas com base em argumentos urodinâmicos.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Barbosa Santos disse:

    Depende. Pablo Vittar começou de pé e hoje ou faz sentado ou o mundo acaba.

  2. Flávio disse:

    Tô vendo que daqui a pouco, vamos ter que levantar a perna.

  3. Frida Kalo Emponderadx. disse:

    Deve ser abolidos os mictórios. Homem têm que urinar sentados, em nome da igualdade e fim dessa opressão.

Pesquisa diz que fingir orgasmo é comum tanto para homens quanto mulheres, e lista razões

Foto: shutterstock

Para que a relação sexual seja prazerosa, é importante que o casal esteja em sintonia. No entanto, nem sempre uma das pessoas consegue atingir o orgasmo durante o sexo. Quando isso acontece, você finge que chegou ao ápice do prazer ou simplesmente conta a verdade? Um estudo feito pelo site Kinkly traz a resposta.

Segundo a pesquisa, que recebeu 1.200 respostas, 80% das pessoas já fingiram ter um orgasmo pelo menos uma vez na vida. Os resultados mostraram que 87% das mulheres fingiram em algum momento, em comparação com 69% dos homens. Além disso, o público feminino finge com mais regularidade – cerca de 37% das vezes – e, o masculino, 9%.

Além de apresentar os dados, o levantamento ainda indica por quais motivos os indivíduos fazem isso. As respostas mais comuns são:

Eu não queria que meu parceiro se sentisse mal;
Eu queria que o sexo terminasse;
Eu queria fazer meu parceiro se sentir bem;
Fiquei sexualmente satisfeito e já queria terminar o encontro.

Por que você não deve fingir orgasmo

Em entrevista prévia ao Delas , Marina Vasconcellos, psicóloga, psicodramatista e terapeuta familiar e de casais, explica que fingir o orgasmo é perder a chance de mostrar ao parceiro o que não está legal na relação. “Você acaba perdendo a chance de falar ‘vamos tentar outra posição’, ‘ tá muito violento’ ou ‘tá devagar demais’, de dizer o que gosta e o que não gosta”, pontua.

O diálogo é a melhor solução. “Sem uma conversa, ele sempre vai achar que determinada forma de fazer sexo oral está sendo o que te faz chegar ao ápice do prazer, mas não. Os dois devem buscar o melhorar da relação, mas sem ter a noção do que realmente faz ela sentir prazer, não tem como ter essa busca”, diz Débora Pádua, fisioterapeuta pélvica, sexóloga e educadora sexual.

IG

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Orgasmo disse:

    Como o homem consegue fingir o orgasmo se ele vem junto com a ejaculação?
    A mulher também apresenta algumas características física no orgasmo, se nenhuma delas é vista, fica fácil identificar a simulação, ou não?

Pesquisa diz que homens que bebem são mais atraentes; estudo responsabiliza “traço evolutivo”

Foto ilustrativa: shutterstock

Uma pesquisa polêmica realizada por cientistas da universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, afirma que mulheres podem se apaixonar mais facilmente pelos homens que bebem, mesmo os que o fazem de maneira compulsiva. A defesa do estudo é que um traço evolutivo faz com que a bebida seja uma demonstração de força e saúde nos homens, deixando-os mais atraentes .

As previsões, derivadas da teoria da evolução, ainda afirmam que bebedeiras mais intensas são atitudes comuns em pessoas que não possuem problemas de saúde, reforçando a impressão positiva entre as possíveis parceiras .

Outro estudo, publicado anteriormente pela revista Alcohol and Alcoholism , também afirma que tanto homens quanto mulheres podem ficar mais atraentes após uma pequena quantidade de bebida alcóolica .

A justificativa está na imagem de relaxamento que o “brilho” na medida certa pode causar, com músculos da face menos tensos e maior circulação de sangue na face, criando uma ideia de bochechas coradas e saudáveis.

O preço para a atração , porém, pode ser caro. Os riscos das bebidas alcoólicas e a possibilidade de dependência, além da forma como o álcool afeta o corpo humano são informações que não devem ser ignorados.

IG

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sergio disse:

    Nunca vi nenhum galã no AAA!

Sugar ‘Fies’: homens bancam estudos de 155 mil namoradas de luxo no Brasil

FOTO: DCI

Os dados são inacreditáveis, mas reais para um País que peca no investimento em educação há décadas, e tem cortado bolsas do Financiamento Estudantil. Os Sugar daddies – aqueles homens ricos que ‘conquistam’ namoradas num site exclusivo – patrocinam mais de 155 mil estudantes no Brasil, 23% das cadastradas no serviço.

O site descreve os Daddies: “um homem maduro, rico e bem-sucedido, normalmente entre 35 e 60 anos de idade. Se relaciona com mulheres jovens e atraentes e patrocinam um estilo de vida de luxo para elas”. São Paulo (52.022), Rio (34.852) e Minas (19.213) são os líderes em cadastradas. O DF tem 6.717 cadastradas com ou atrás de ‘papais’.

Coluna Esplanada

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gaius Baltar disse:

    Muitas dessas são sustentadas por políticos, inclusive aqui no nosso RN…

  2. Henrique disse:

    Respeita as meninas!!
    Enquanto os cabeça quadrada descem o cacete nas "babies", as jovens "normais" tem os estudos pagos pelos pais, mas se "atraem" por um combo de bebida pago na balada.
    Só me pergunto quem é mais inteligente…

  3. Sandro disse:

    Eu sustento uma também, faz Medicina numa faculdade de Natal, e não me arrependo de pagar, minha quenga vale mais que isso.

  4. Cigano Lulu disse:

    Mais um upgrade da profissão mais antiga do mundo. Se brincar as meninas já estão faturando bitcoins em Marte.

  5. Ems disse:

    As feministas piram !!! Kkkkkkkkkk

  6. Alguém disse:

    Veja o lado bom, ao menos teremos raparigas de nível superior (ao pé da letra).

Homens evitam reuniões com colegas mulheres no trabalho, diz pesquisa

Imagem: Getty Images/iStockphoto

Homens estão relutantes em falar com suas colegas de trabalho mulheres, aponta um estudo divulgado pelo jornal Independent.

A Universidade de Houston, nos Estados Unidos, começou uma análise em 2018 para saber os efeitos de movimentos como o “MeToo”, a respeito de casos de assédio, na interação entre homens e mulheres no local de trabalho.

De acordo com a pesquisa, em 2019, mais de 25% dos funcionários do sexo masculino hesitariam em ter uma reunião com uma colega do sexo oposto sem haver outra pessoa no local. Um ano antes, eles eram 14%.

Um dos resultados também aponta que os homens estão 3% menos suscetíveis a contratar uma mulher que eles achem atraente.

Outro dado é que homens estão 6% menos dispostos a colocarem uma mulher em um posto que requer “relações interpessoais próximas”, como viajar em conjunto.

A pesquisa ouvir 152 homens e 303 mulheres que atuam em uma gama variada de funções.

Universa – UOL

Homens travam portas, ateiam fogo a bar e matam 25 pessoas no México

Pessoas do lado de fora do bar que foi incendiado em Coatzacoalcos – Angel Hernandez/AFP

Um incêndio criminoso em um bar da cidade de Coatzacoalcos, leste do México, matou ao menos 25 pessoas na noite de terça-feira (25), segundo o presidente do país, Antonio Manuel López Obrador. Há suspeitas de que o ataque tenha relação com os cartéis do tráfico de drogas.

“Os criminosos chegaram, fecharam as portas, bloquearam as saídas de emergência e atearam fogo ao local”, disse Obrador, em entrevista coletiva.

Sobreviventes afirmaram à AFP que o ataque foi executado por oito homens armados, que invadiram o bar com galões de gasolina.

“É a coisa mais inumana possível”, disse o presidente. “É lamentável que o crime organizado aja desta maneira”.

Obrador disse que as autoridades locais serão investigadas, pois os autores do ataque foram presos, mas soltos em seguida.

O bar, chamado Caballo Blanco, apresentava shows de pole dance e possuía quartos para os clientes passarem a noite. Ao menos oito mulheres morreram no incêndio.

Veracruz é uma das regiões mais violentas do país. Localizada no Golfo de México, é uma das principais áreas usadas pelos narcotraficantes para o transporte de drogas aos Estados Unidos. O lugar também é cenário frequente de extorsões e sequestros de migrantes.

“Em Coatzacoalcos o suposto ataque não ficará impune”, publicou o governador de Veracruz, Cuitláhuac García, em uma rede social. “Grupos criminosos não são mais tolerados”.

O ataque ocorre quase oito anos depois de um incêndio em um cassino em Monterrey matar 52 pessoas, em 2011, que foi atribuído a um cartel, como forma de aumentar a cobrança de taxas de proteção.

O incêndio no bar desta terça desperta temores de uma volta de atos de violência de grande porte, como os realizados entre 2006 e 2012 durante a guerra contra as drogas.

Folha de São Paulo

 

FOTOS: Polícia Civil deflagra Operação “Ponto Final” e realiza prisões; roubos de cargas e veículos e estouros de carros-fortes e caixas eletrônicos entre suspeitas

Fotos: Divulgação/Polícia Civil

A 7ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Patu, com apoio da 4ª DRP de Pau dos Ferros e 8ª DRP de Alexandria, deflagrou, na manhã desta quarta-feira (07), na região Oeste do Estado, a Operação “Ponto Final”. A operação, que resultou na prisão de três homens, foi realizada no Centro do município de Janduís. Para a ação, foram expedidos dez mandados de busca e apreensão e cinco mandados de prisão.

Foram envolvidas nas diligências a Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), a Delegacia Especializada em Assistência ao Turista (DEATUR), a Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), a Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD) de Mossoró, além das Delegacias Municipais de: Caraúbas, Alexandria, Pau dos Ferros, Jucurutu e Santana dos Matos.

O objetivo da operação foi combater organizações criminosas que atuavam na região, investigadas pela prática de roubos de cargas e veículos, envolvidas também em estouros de carros-fortes e caixas eletrônicos. Foram presos: Nerinaldo Alencar Matias, 18 anos, Thiago Agne Alves, 34 anos, e Lisvaldo Gurgel dos Santos, 19 anos. Em uma das residências na qual foram cumpridos mandados de busca e apreensão, foram apreendidos objetos proveniente de roubos de cargas: 123 botijões de gás, diversos maços de cigarros, um revólver calibre 38, quatro congeladores, balanças de precisão, materiais com vestígios de drogas e dinheiro fracionado. Um homem conhecido como “Diogo”, que estava foragido da Justiça, morreu em confronto com a polícia.

Os três homens foram conduzidos até a delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede ajuda à população enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Câmara Criminal do TJ mantém sentença que condenou homens por tráfico de drogas no RN e PB

Os desembargadores que integram a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do RN mantiveram sentença da 1ª Vara Criminal da comarca de Parnamirim, a qual condenou dois homens por tráfico e associação ao tráfico de drogas, bem como por porte ilegal de armas. As penas aplicadas para Jefferson Antunes do Nascimento e Francisco Sidnei Silva Dantas, chegaram a 11 e 14 anos de reclusão em regime inicial fechado, respectivamente.

Em sede de Apelação Criminal, a defesa dos réus alegou, dentre outros pontos, a suposta ilicitude das provas, em especial das interceptações telefônicas, e, consequentemente, das provas delas derivadas.

A decisão do órgão colegiado, contudo, ressaltou que a tese defensiva não encontra sustentáculo jurídico, pois as buscas e apreensões se deram após perseguição veicular a Jefferson Antunes, por meio da qual se verificou, no interior do automóvel, drogas e armamento.

A acompanhante de um deles também indicou onde haveria mais elementos probatórios e conduziu os policiais para os domicílios, nos quais foi caracterizado estado de flagrância, não existindo, porquanto, qualquer mácula, independentemente da existência ou não de mandado judicial.

Neste entendimento, a Câmara Criminal também ressaltou a jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a qual destaca que o estado de flagrante do delito de tráfico gera uma das exceções à inviolabilidade de domicílio prevista no inciso XI do artigo 5º da Constituição Federal, sendo permitida a entrada em domicílio independente do horário ou da existência de mandado. A decisão também enfatizou que ficou “clara a parceria entre os apelantes”, para a venda de drogas, inclusive para fora do estado do Rio Grande do Norte.

Segundo os depoimentos, as drogas também eram comercializadas no estado da Paraíba, nas cidades de João Pessoa e Campina Grande.

O julgamento da Câmara Criminal também enfatizou que, conforme ratificada a condenação na segunda instância, fica autorizada, desde já, a execução provisória da pena, conforme decidido pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal, no julgamento liminar da medida cautelar na ADC nº 43/DF.

(Apelação Criminal n° 2019.000425-7)
TJRN

Estudo nega que homens se excitem mais facilmente do que as mulheres

Imagem: fizkes/iStock

A excitação sexual não depende do gênero nem da orientação sexual, segundo um estudo do Instituto Max Planck de Cibernética Biológica, localizado em Tübingen (sudoeste da Alemanha), que indica que os diferentes comportamentos podem ser causados por motivos culturais, sociais e até mesmo legislativos.

O estudo, publicado pela revista americana “Proceedings of the National Academy of Sciences”, afirma que “não há diferenças em nível neurobiológico” no grau de excitação sexual sentido por homens e mulheres diante de imagens eróticas. Os resultados diferem da maioria das pesquisas já realizadas até o momento neste âmbito.

Para chegar a esta conclusão, os responsáveis pelo trabalho analisaram dados de 61 pesquisas realizadas em diversos laboratórios e países, com um total de 1850 indivíduos analisados. Nessa amostragem havia uma comparação por gênero e orientação sexual, assim como uma série de diferentes nacionalidades.

“Os resultados desses estudos mostram que não há diferenças de gênero na resposta cerebral aos estímulos visuais de caráter sexual”, afirma a nota do Instituto Max Planck de Cibernética Biológica.

Todos esses estudos mediam a “reação espontânea e incontrolável” das pessoas analisadas diante de fotografias e vídeos eróticos, por meio de imagens por ressonância magnética funcional (fMRI, na sigla em inglês), um método não invasivo que quantifica a atividade cerebral pelo consumo de oxigênio nas diferentes regiões.

A nova análise, no entanto, encontra diferenças na reação dependendo da orientação sexual: “Os heterossexuais reagiam mais fortemente aos estímulos visuais do que os homossexuais”, explicou o neurologista Hamid Noori, responsável pelo estudo.

Também foram percebidas diferenças no grau de excitação dependendo do tipo de estímulos. As fotografias davam lugar a uma “categoria mais ampla de excitação em diferentes áreas do cérebro” do que os vídeos.

O estudo questiona as pesquisas anteriores, que indicavam “diferenças de gênero em excitação e desejo” e fomentavam “a estendida aceitação” de que “o cérebro masculino está mais orientado ao sexo do que o feminino”.

De acordo com o instituto alemão, as diferenças na conduta de homens e mulheres podem ocorrer devido a “influências sociais”, como a família, o colégio e as amizades, ao tabu sexual em “muitas culturas” e às legislações, que “contribuíram para alienar as mulheres dos seus próprios desejos sexuais”.

“O reconhecimento de que nos comportamos da mesma forma no que se refere à excitação pode ajudar a quebrar tabus e clichês”, argumentou o centro de estudos.

UOL, via EFE

Cérebros de mulheres parecem ‘anos mais jovens’ do que os de homens, diz estudo

Foto: Divulgação

As mulheres costumam viver mais que os homens e permanecer mentalmente plenas por mais tempo. Um estudo publicado na segunda-feira, dia 4, pode explicar o motivo: os cérebros femininos parecem em média três anos mais jovens que os masculinos.

O estudo envolveu 121 mulheres e 84 homens que se submeteram a tomografias para medir o metabolismo cerebral ou o fluxo de oxigênio e glicose em seus cérebros.

Assim como outros órgãos do corpo, o cérebro utiliza açúcar como combustível. Mas a forma como metaboliza a glicose pode revelar muito sobre a idade metabólica do cérebro.

Os participantes tinham entre 20 e 80 anos. Nessas faixas etárias, os cérebros das mulheres pareciam metabolicamente mais jovens que os dos homens, segundo as descobertas publicadas na revista americana “Proceedings of the National Academy of Sciences” (PNAS).

Um algoritmo mostrou que os cérebros das mulheres eram em média 3,8 anos mais jovens que suas idades cronológicas. Em comparação, os masculinos eram aproximadamente 2,4 anos mais velhos que suas idades reais.

“Não é que os cérebros dos homens envelheçam mais rápido”, disse o autor sênior Manu Goyal, professor assistente de radiologia na Escola de Medicina da Universidade de Washington, St. Louis.

“Eles começam a idade adulta cerca de três anos mais velhos que os das mulheres, e isso persiste durante toda a vida”, indicou.

Uma teoria para justificar a diferença é que os hormônios podem começar a moldar o metabolismo cerebral a uma idade jovem, fixando nas mulheres um padrão mais jovem ao longo de suas vidas, em comparação com os homens.

Os cientistas esperam descobrir se as diferenças metabólicas no cérebro podem desempenhar um papel protetor para as mulheres, que tendem a ter melhores qualificações que os homens nos testes cognitivos de lógica, memória e resolução de problemas na terceira idade.

“Poderia significar que a razão pela qual as mulheres não experimentam tanto deterioro cognitivo nos últimos anos é porque seus cérebros são efetivamente mais jovens”, disse Goyal.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paulo martins disse:

    Não é à toa que as mulheres se destacam pela economia do cérebro: elas pensam no futuro.

  2. Rosendalf Tegucigalpa disse:

    É óbvio isso. Mulheres em geral, são menos ativas, inteligentes e laborais que os homens, também de modo geral.

FOTO: A nova moda do verão é marquinha com fita isolante para os homens

Cerveja gelada, relax e bronzeado em dia – Silmar Silva/Divulgação

O calor apertou de vez, né mores? E com ele veio uma moda que tá fazendo a cabeça — e a marquinha — de muitos rapazes: é o bronzeamento com fita isolante, que bombou no verão passado e até serviu de cenário para um clipe da Anitta. O #QueIssoGordinho foi a uma laje na Tijuca, Zona Norte do Rio, pra conhecer a novidade. Então… vai, malandro!

“Somos dessa geração de pegar sol na laje. Nada de pudor e muito menos vergonha”, diz o comerciário Osmar Fernas, que explicou a técnica que usa com amigos para garantir o bronze e marquinha tão desejada: “As meninas empacotam tudo. Nós não podemos, pra não cozinhar o ‘garoto’ (risos). Colocamos a fita na cintura, nas pernas e uma sunga escura. Aí não tem erro. O negócio é se amar e se cuidar, porque a mulherada aprova”.

E não só a mulherada!

“As meninas pedem pra ver a marquinha. O negócio é a gente ser feliz na laje, escutar um funk ou um pagode e tomar uma cerveja”, conta Osmar.

O estudante Leonardo Lima, um dos amigos do grupo, não pensa duas vezes antes de responder qual é a boa de um fim de semana ensolarado:

“Ah, reunir a galera pra tomar um sol, bater papo. Minha tia sempre empresta a laje pra gente”, diz o jovem, exibindo a marquinha já no grau pro verão.

Pra ele, preconceito não está com nada.

“O homem não deixa de ser homem por fazer uma marquinha na laje. Entre uma cerveja e outra, é só alegria. Recomendo. Essa melanina é o poder”, diverte-se o estudante, achando que a moda veio pra ficar: “Em breve vai sair das nossas lajes e invadir os institutos de beleza. A maioria só faz o bronze nas meninas, mas logo, logo chega a nossa vez!”.

É isso aí. Abra sua mente!

Meia Hora – IG

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. mito disse:

    kkkkkkkkkkkk refaça a chamada da matéria, pq para Homens é que não é mesmo
    kkkkkk

  2. Mpj disse:

    Coisa de bolsominion incubado

  3. Fernando disse:

    Homens nada, FRANGOS!!

  4. Observador disse:

    Homens?!… Não senhor! Rapazes lacradores…

  5. Bruno disse:

    dos homens? acho que vc quis dizer homos

  6. euzim disse:

    Esses são da turma lacradora.

  7. Igor disse:

    Só se forem os homens do #elenao

  8. MUDA BRASIL disse:

    ERA SÓ O QUE IRIA TER NO BLOCO LARGADINHO.

  9. Sergio Nogueira disse:

    Para os homens do bloco de Ivete no Carnatal?

  10. LULADRÃO disse:

    Isso é coisa de intelectual petista.

  11. Anderson disse:

    Seeei… conte mais.

  12. Araújo disse:

    Tem rosqueado no meio.

  13. Augusto disse:

    Negócio de baitola!!kkkkkkk

Estudo indica que zika pode provocar infertilidade em homens

Um novo estudo, promovido pelo Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo, sugere que a infecção pelo vírus Zika também possa trazer complicações para os homens. Segundo a pesquisa, liderada pela infectologista Vivian Avelino-Silva, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), o zika pode causar infertilidade.

Quatorze homens infectados pelo vírus em 2016 participaram do estudo. Cinco deles fizeram o exame de espermograma e, em quatro, os resultados ficaram fora dos parâmetros de normalidade estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Observamos que, dentre os cinco homens em que fizemos a coleta de sêmen, quatro tinham o valor fora do normal, considerando a normalidade com referência da OMS. Isso sugere que pode existir um efeito de infecção por Zika que a gente ainda não conhecia, que é uma alteração prolongada, talvez até permanente, de infertilidade entre os homens”, disse Vivian em entrevista à Agência Brasil.

O estudo não é conclusivo e aponta a necessidade de que novas pesquisas sejam feitas. A pesquisadora destacou que a amostra era pequena e que a equipe não tinha exames desses cinco homens antes da infecção para comprovar que a alteração foi feita pelo zika.

“Não conseguimos provar, mas já existem estudos em animais que sugerem resultados semelhantes. Por isso achamos que o resultado é importante para que seja feito um estudo com um número maior de homens”, ressaltou a pesquisadora do Departamento de Moléstias Infecciosas e Parasitárias.

Agência Brasil

 

Gel pode ser o novo método anticoncepcional para homens

(Reprodução/Getty Images)

Cientistas do governo dos EUA testarão um método experimental de controle de natalidade para homens que representaria um grande avanço no campo dos anticoncepcionais e proporcionaria mais igualdade no planejamento familiar, uma carga hoje suportada em grande parte pelas mulheres.

O estudo está sendo realizado pelos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA (NIH, na sigla em inglês) e envolverá 420 casais. O tratamento experimental é um gel aplicado nas costas e nos ombros que combina dois tipos de hormônios para interromper a produção de espermatozoides, mantendo os benefícios da energia e da libido proporcionados pela testosterona.

“Este gel seria o primeiro método de contracepção controlado pelo usuário e destinado aos homens desde a adoção do preservativo”, disse Diana Blithe, chefe do programa de desenvolvimento de anticoncepcionais do Instituto Nacional de Saúde Infantil e Desenvolvimento Humano dos EUA. “Esperamos que seja uma forma aceitável de contracepção que os casais queiram usar.”

O gel é uma mistura de progestina e testosterona, e os pesquisadores examinarão seu êxito na prevenção da gravidez. As pessoas que confiam em preservativos têm uma taxa de falha de 12 por cento a 13 por cento e as pílulas anticoncepcionais baseadas em hormônios falham em cerca de 7 por cento das vezes.

“Alguns homens podem querer controlar a fertilidade, estando ou não em uma relação monogâmica”, disse Blithe, que é pesquisador do estudo, em entrevista, por telefone. “Seria uma opção para eles.”

Novo método?

Milhões de mulheres em todo o mundo usam controle de natalidade, que existe há décadas como uma forma confiável e relativamente conveniente de contracepção. É provável que muitas mulheres prefiram manter o controle sobre o método contraceptivo usado em uma relação sexual, mas algumas não podem tomar a pílula ou preferem não fazê-lo.

Blithe disse que a falta de opções para homens levou vários casais a entrarem em contato antes do estudo pedindo para participar dele. Pesquisas anteriores realizadas apenas com homens mostraram que a abordagem reduz a produção de espermatozoides, que se recupera depois que o gel deixa de ser usado, sem causar efeitos colaterais sérios.

Os pesquisadores dos NIH criaram o gel com o Population Council, um grupo sem fins lucrativos que trabalha com questões de saúde reprodutiva. O grupo ajudou a desenvolver a RU486, ou mifepristona, uma pílula que pode ser usada para interromper uma gravidez precoce. Blithe disse que se o gel para homens for bem-sucedido, seria buscado um parceiro comercial para ajudar a vendê-lo.

Níveis de testosterona

A droga é formulada como um gel porque a testosterona é eliminada muito rapidamente do corpo quando ingerida na forma de pílula. A progestina presente no gel, chamada Nestorone, bloqueia a produção natural de testosterona nos testículos, onde o espermatozoide é produzido. A testosterona substitui o hormônio no sangue.

“Cortamos na fonte, mas substituímos em todos os outros lugares em níveis que permitem manter tudo funcionando normalmente”, disse Blithe, ressaltando que os níveis de testosterona nos testículos são 50 vezes superiores à quantidade normalmente encontrada no sangue.

Exame

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcio disse:

    Sem chance disso dar certo….o homem teria que tomar um hormonio feminino progesterona…..mesmo q associado diminuiria a ação da testosterona. Além de ser um hormonio exogeno e deve ter muitos efeitos colaterais. Em resumo progesterona é pra esmurecer o homem…..é usada até em maníacos sexuais pra baixar o tesão.

  2. escritor disse:

    Ha pelo menos uns 10 anos se diz que esta pesquisando um anticoncepcional masculino, e todas as materias falam que ainda se levara anos ate estar no mercado. Pesquisa tem de todo tipo.

  3. Rico disse:

    Eeeita, vai tirar o ganha pão de muitas mulheres. Agora f*** mesmo. Kkkkkkk

Homens que se exercitam regularmente podem durar o dobro do tempo na relação sexual, indica estudo

Pesquisadores concluíram que fazer atividade física regularmente melhora o desempenho na cama ajudando quem sofre com uma ejaculação precoce

Já pensou em como durar mais no sexo? Homens que se exercitam regularmente podem durar o dobro do tempo na cama, indica um novo estudo. Os resultados mostram que os homens que correm, pedalam ou levantam peso durante 40 minutos todos os dias duram cerca de cinco minutos e 30 segundos para mais no sexo. Já os homens que andam menos de 30 minutos por semana duram em média três minutos e 20 segundos na relação.

shutterstock

A pesquisa de como durar mais no sexo , realizada no Hospital de Treinamento e Pesquisa de Ankara, na Turquia, foi liderada pelo médico Yildiray Yildiz. Junto com sua equipe, ele descobriu que a ejaculação precoce era mais frequente nos homens que levam um estilo de vida sedentário. “Pode-se dizer que a atividade física regular costuma ser eficaz para quem quer ter uma vida sexual de maior qualidade”, escrevem os pesquisadores no estudo.

Cerca de 250 participantes foram divididos em dois grupos, um de homens que praticam exercícios físicos regularmente e outro com os mais sedentários. Os voluntários tinham entre 18 e 45 anos, era de mesma origem étnica, mesma localização e foram monitorados durante o sexo por pelo menos seis meses.

Os pesquisadores também perguntaram aos homens qual o nível de satisfação que suas parceiras demonstraram depois do sexo. No grupo de homens que se exercitam regularmente, 76% deles acreditam que a parceira ficou completamente satisfeita. Este número cai para 56% no grupo de homens sedentários, segundo dados da pesquisa publicada no “Urology Journal”.

Como durar mais no sexo x ejaculação precoce

Em uma análise sobre o tempo de duração dos homens na cama, nenhum dos participantes do grupo que se exercita apresentou o que os pesquisadores consideraram uma ejaculação precoce. No entanto, 27% das pessoas que não se exercitaram apresentaram o problema.

A Sociedade Internacional de Medicina Sexual (ISSM) define a ejaculação precoce como aquela que ocorre dentro de um minuto após a penetração. Esse problema pode ser dividido em duas categorias: primária (quando o homem sempre teve o problema) e secundária (quando o problema se desenvolveu recentemente).

Leia também: Tem ejaculação precoce e quer durar mais no sexo? Deles responde se é possível
As causas da ejaculação precoce primária são muitas vezes psicológicas, como ter uma experiência sexual traumática na infância ou adolescência. A ejaculação precoce secundária pode ser causada por fatores psicológicos e físicos e tem sido associada ao consumo excessivo de bebida alcoólica.

Quem sofre com essa condição pode ter dificuldade de conseguir descobrir como durar mais no sexo , pois os especialistas dizem que a ejaculação precoce causa estresse, desconforto, angústia e até mesmo cria uma resistência a ter relações sexuais.

IG

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. JOÃO disse:

    FAKE NEWS!
    Gordinhos são superiores!

  2. Rafael disse:

    Mentira, é dos gordinhos que elas gostam mais.