PF vai apurar suposta ameaça de atentado na posse de Bolsonaro

A Polícia Federal vai investigar em inquérito uma suposta ameaça de atentado na posse de Jair Bolsonaro no dia 1º de janeiro, relata o Estadão.

A ameaça é de um grupo autonomeado “Maldição Ancestral”, que se diz terrorista e reivindicou ter colocado uma bomba numa igreja em Brazlândia, no Distrito Federal –o artefato explosivo foi desarmado pela PM.

Segundo uma fonte da PF disse ao jornal paulistano, a atuação do órgão na posse presidencial não será alterada.

O Antagonista