PIB da China retoma fôlego após reabertura e cresce 3,2% no 2º trimestre

O PIB (Produto Interno Bruto) da China cresceu 3,2% entre abril e junho de 2020 comparado ao mesmo período do ano anterior, segundo dados oficiais, indicando uma retomada de fôlego após a reabertura da economia em meio à pandemia da Covid-19.

O crescimento anunciado nesta quinta-feira (16) superou as expectativas do mercado —uma enquete realizada pela agência de notícias Reuters com analistas financeiros previa uma alta do PIB chinês em torno de 2,5% no período.

Ainda assim, o desempenho não foi suficiente para repor as perdas registradas no trimestre anterior, quando a economia chinesa sofreu um tombo recorde de 6,8%. No agregado semestral, o PIB da China caiu 1,6% em relação ao mesmo período do ano anterior, de acordo com o Escritório Nacional de Estatística.

O regime de Pequim vem implementando um pacote de estímulo econômico após controlar o surto da Covid-19 nas principais regiões do país. Dessa forma, a China, segunda maior economia do mundo depois dos EUA, lidera a retomada global em meio à crise provocada pelo coronavírus.

O novo coronavírus, patógeno causador da Covid-19, foi registrado pela primeira vez em dezembro na cidade de Wuhan, na região central da China, e se espalhou rapidamente para outras partes do mundo. O país registrou cerca de 85 mil casos e 4.642 mortes relacionadas à doença, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins (EUA).

FOLHAPRESS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Wilson disse:

    A estratégia da China sempre foi essa: deixar o vírus se espalhar pelo mundo e lucrar com a crise global. Infelizmente o mundo hoje só tem líderes frouxos, que não têm coragem de enfrentar os bandidos do Partido Comunista Chinês.

  2. Marcos Benício disse:

    Ora, ora!
    De onde saíram a maioria das máscaras, respiradores, testes para o Coronavírus, dentre outros?
    Assim qualquer PIB vai prás alturas.

COMENTE AQUI