PM é assassinado no bairro Bom Pastor, na Zona Oeste de Natal

Um policial militar foi assassinado a tiros na manhã desta terça-feira (9), nas proximidades da casa, no bairro Bom Pastor, na Zona Oeste de Natal.

Segundo a Polícia Militar, as circunstâncias do homicídio que teve como vítima Gilmar Ferreira Barbosa, de 52 anos, lotado no 1º Batalhão, ainda estão sendo apuradas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ceará-Mundão disse:

    Claro que o risco maior é dos policiais. Mas há outras profissões, como já citado. Todos têm conhecimento, por exemplo, de juízes e promotores que só andam com seguranças armados e carro blindado. Conheço auditor do estado que sofreu atentado em função da profissão. Tem outros fiscais, também. E seguranças particulares. Muitas profissões.

  2. André Carvalho disse:

    Ahhhh perdão pelo equívoco, só quem morre em razão da profissão é policial. Pode continuar o mimimi em paz…

    • Jão disse:

      Estatisticamente falando, tão somente baseado em notícias de portais, o número de policiais superar facilmente todas as outras mortes decorrentes do exercício da profissão ou de tão somente ter o cargo.
      Não é "lamber botas", é só umas constatação.

  3. Robério Mauricio da Silva disse:

    Quantos promotores, agente penitenciário, oficial de justiça, advogado e auditor fiscal foram mortos no rn este ano? Não fales sobre o que não tens conhecimento.

    • Jão disse:

      Não mete agente penintenciário no bolo não, que vez ou outra são assasinados, inclusive a mando do Crime Organizado.

  4. Ems disse:

    Que outra profissão corre risco de vida se for, apenas, indentificado como tal ???

    • André Carvalho disse:

      Resposta: Promotor de Justiça, agente penitenciário, oficial de justiça, advogado e auditor fiscal. Caso lembre mais exemplos direi aqui para ver se diminui esse mimimi…

    • Ems disse:

      Considerando os seus exemplos, quantos morreram, ultimamente, no nosso estado, em decorrência da profissão, meu sábio amigo ?

COMENTE AQUI