PM vítima de ataque no Rio Potengi relata desespero e diz ter pensado que ia morrer

Um dos policiais que sobreviveu a tentativa de assalto no Rio Potengi, na trade da quinta-feira (10) relatou os momentos de desespero enfrentado por ele e seu colegas. Os detalhes do relato foram divulgados pelo Portal No Ar.

“A gente estava descendo para o Alecrim [pelo rio] a uns 500 metros da base. Eles foram encostando e perguntaram se a gente estava pescando”, descreve o PM identificado como sargento João Maria Silva.

Pelo relato, situado nas imediações do Paço da Pátria, eles responderam afirmativamente à pergunta, quando foram surpreendidos pelos tiros.

“Eu só ouvi então os tiros: ‘bum, bum, bum’. As cipoadas na água”, descreve o sargento com a voz embargada.

Com informações do PORTAL NO AR.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. SRTM disse:

    Todos juntos a favor da mudança do código penal, pois as leis brandas são a causa básica desse problema de violência no Brasil… Não adianta colocar culpa na polícia ou no Governo do Estado.

    A lei manda soltar todos os criminosos, mesmo aqueles que são reincidentes e cometeram crimes hediondos… Muda Brasil, muda código penal.

  2. De olho disse:

    Esse é governo da segurança

  3. Sylvana Silva disse:

    Faz tempo que se comenta que o trafego de drogas é pelos Rios Potengi e Jundiaí, só agora que a verdade vem a tona, devido uma situação como está que se vai tomar providências!?
    Me poupe, mais creio eu que mais de 500 pessoas já foram vitimas desse mesmo tipo de crime!!!
    RN sem Segurança na terra no ar e no mar!!!

  4. Indignado disse:

    Com as minhas sinceras desculpas às famílias das vítimas dessa terrível ocorrência, quem sabe o gabinete civil do governo mande FLORES.

  5. Alf disse:

    Que nada , isso é tudo balela. O Governador, que usa seguranças para conduzir seu filho ao CEI, disse que é intriga da imprensa!!!!!!

COMENTE AQUI