Produção de veículos cai 15,3% em um ano, segundo Anfavea

Por interino

A indústria automobilística produziu 3,15 milhões de veículos em 2014, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (8) pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). O resultado representa queda de 15,3% na produção em comparação com 2013 (3,71 milhões). Em dezembro, foram produzidos 203,8 mil veículos, com recuo da produção de 23,1% em relação a novembro (264, mil).

As vendas no ano registraram queda de 7,1%. No último mês, foram licenciados 370 mil veículos, ante 294,7 mil unidades vendidas em novembro, alta de 25,6%.

O setor automotivo viveu um dos anos mais difíceis em 2014, apesar dos incentivos do governo federal nos últimos anos. As desonerações do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), por exemplo, tinham como objetivo incentivar o consumo e, assim manter o nível do emprego, por meio de acordos com as montadoras de não demissão. Há ainda um acordo setorial  com o governo federal de lay off (suspensão do contrato de trabalho) para evitar demissões, mas algumas montadoras têm descumprido, como fez a Mercedes e a Volkswagen, em São Bernardo.

A longo do ano, o cenário ruim levou as montadoras a ajustar a produção por meio de concessão de férias, suspensão de contratos de trabalho e redução de jornadas em fábricas e obrigou o governo federal a adiar para janeiro o aumento de carga tributária (Imposto sobre Produtos Industrializados, IPI) que deveria ter ocorrido no final de junho.

Por segmento, a produção de carros e comerciais leves caiu 7,5% em outubro em relação ao mesmo período do ano passado. Já o volume produzido de caminhões recuou 32,4%, enquanto ônibus tiveram queda de 22,6%.

As vendas por segmentos recuaram 5,9% no ano na comparação com 2013. Na categoria veículos leves, as vendas recuaram 5,5%, alcançando 2.718 milhões. As vendas de caminhões caíram 10,7%, (134.991 mil) enquanto no segmento ônibus foi registrada queda de 16,5% (27.473 mil).

Segundo a Anfavea, o nível de emprego nas montadoras fechou o ano em 144.623 postos ocupados, queda de 8,9% sobre 2013 (158.733 postos). Os números da associação mostram que houve o fechamento de 1.538 vagas em novembro, quando a indústria empregava 146.161 pessoas.

O estoque de veículos nas fábricas e nas concessionárias caiu para 28 dias em dezembro, alto, mas com boa redução em relação a novembro, quando os estoques chegavam a 42 dias. Esse indicador sinaliza que em dezembro havia veículos suficientes para 28 dias de vendas.

IG