Promotor de Justiça é assassinado com 20 tiros no interior de Pernambuco

20131014111210976778eFoto-Carro-PromotorO Ministério Público de Pernambuco (MMPE) confirmou a morte do promotor de Justiça Thiago Faria de Godoy Magalhães. O corpo do promotor foi encontrado na manhã desta segunda-feira com cerca de 20 perfurações a bala.

Thiago estava dentro do próprio carro, no município de Itaíba, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a polícia, o crime teria acontecido por volta as 9h da manhã de hoje, na PE-300, quando a vítima seguia para o trabalho, no prédio do Tribunal Justiça de Pernambuco de Itaíba.

O delegado de Itaíba, Antônio Júnior, está no local do crime. De acordo com a polícia, o carro do promotor foi seguido por outro veículo. Depois de efetuar o primeiro disparo, os assassinos teriam bloqueado a passagem do carro da vítima, descido do carro e executado o promotor com diversos tiros, fugindo em seguida.

A noiva da vítima, Mysheva Freire Ferrão Martins, que também estava no veículo, teria conseguido pular do carro no momento do primeiro disparo. Ferida com escoriações pelo corpo, ela foi atendida na Maternidade João Vicente, em Itaíba, de onde já recebeu alta médica.

Thiago era formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, autor de livros jurídicos e professor de cursos preparatórios para concursos. Ele tomou posse como promotor em dezembro do ano passado.

Na ocasião, Thiago falou como orador do grupo de novos promotores nomeados e ressaltou que tomar posse no cargo era a realização de um sonho.“Quando entrei na faculdade de direito tinha um foco, um sonho, que era ser promotor de Justiça. Ninguém vence uma pessoa que tem um sonho e hoje o realizei e posso dizer que irei dedicar a minha vida a ser o melhor promotor de Justiça do MPPE. Cumprirei essa promessa”, afirmou. (Diário de Pernambuco).

Nota de pesar ao MP-PE e aos familiares de Dr. Thiago Faria de Godoy Magalhães
 
Foi com tristeza que recebemos a notícia da morte brutal e covarde do Promotor de Justiça do Estado de Pernambuco, Dr. Thiago Faria de Godoy Magalhães, que, pelas primeiras notícias, foi perseguido e alvejado com disparos de arma de fogo quando dirigia para o trabalho, na comarca de Itaíba-PE.

Da parte do Ministério Público do Estado do RN, ficam as mais sinceras condolências a todos os integrantes do Ministério Público de Pernambuco, que, infelizmente, já vivenciaram fatos similares no passado, bem como aos familiares do falecido e de sua noiva, que estava com ele no momento da perseguição, mas que, felizmente, conseguiu escapar com vida da emboscada.

Torcemos para que as investigações, que certamente já estão em curso, consigam identificar a motivação e autores de ato tão execrável, ficando o MPRN à disposição para qualquer colaboração que se fizer necessária.

Neste momento de dor e de luto, ressaltamos a importância da união dos que valorizam a vida e a lei contra práticas que, como essa, insistem em tentar manter algumas regiões do Brasil atreladas à barbárie animalesca da tirania criminosa de uns poucos.

Natal, 14 de outubro de 2013.

Jovino Pereira da Costa Sobrinho, Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público do Rio Grande do Norte em substituição

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. maria lindaura disse:

    É uma pena ,pois ele estudou pra estar onde estava, mas estava infelizmente no lugar errado, DEUS sabe por que?. não se tem o direito de ser honesto! e ou de fazer se cumprir as LEIS!… meus sentimentos aos familiares dele.

  2. Marcos Jáseo disse:

    Uma pena…! Grande professor! Estudou muito para alcançar seu sonho de ser Promotor, porém neste País, não se pode trabalhar de forma séria e honesta, pois o acontece é isso. Complicado!!!

COMENTE AQUI