Prostitutas querem aposentadoria igual a de jogador de futebol por 'trabalho físico muito duro'

2013-673194933-20131217110901080afp.jpg_20131217A sociedade de bordéis da Holanda Freya pediu às autoridades fiscais que os benefícios usufruídos por jogadores de futebol do país fossem estendidos a prostitutas, segundo o jornal “De Volkskrant”.

– Tanto os jogadores como as prostitutas têm um trabalho muito duro fisicamente, que não podem fazer pela vida toda – argumentou Wil Post, advogada e membro do conselho da Freya, ao diário holandês.

A advogada pediu que o fisco holandês conceda às profissionais do sexo as mesmas condições fiscais dos jogadores, que podem obter um limite máximo de 5 mil euros mensais para a sua aposentadoria livres de impostos.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paulo kasinsk disse:

    Tudo a ver. Com o detalhe de que a prostituta, mesmo contundida, tem que jogar no sacrifício. E ainda fazer a torcida, no caso o cliente, sempre feliz, com o sentimento de que ele é um campeão. Jogar em qualquer posição e dar um show. E estar sempre pronta para uma prorrogação, não importa se debaixo de chuva com os refletores apagados. Com uma generosidade que não tem tamanho: o artilheiro é sempre você. E qualquer troglodita vira "meu lindão." Merece.

COMENTE AQUI