Saiba como ajudar os refugiados venezuelanos em Natal

O Projeto Sem Fronteiras da UnP, que presta assistência a imigrantes em situação de vulnerabilidade em Natal, está arrecadando alimentos, roupas e utensílios de cozinha para os venezuelanos recém-chegados na cidade.

A ação é realizada pelos alunos do Curso de Relações Internacionais em parceria com o Centro de Excelência em Pesquisa Aplicada da Escola de Arquitetura, Engenharia e Tecnologia da UnP (e-Labora).

As doações estão sendo arrecadadas na Unidade Roberto Freire, no Global Office ou no Núcleo de Práticas em Negócios (NPN) e na Unidade Nascimento de Castro.

O Sem Fronteiras já coordena ações de Odontologia, Medicina e Nutrição no Centro Integrado de Saúde da UnP na Unidade Salgado Filho às segundas e quartas-feiras a partir das 18h.

Com informações da UNP

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Flauberto Wagner disse:

    Concordo plenamente com o pedido de ajuda para eles, mas antes temos algumas nativos que também estão em pior situação e precisando de socorro médico, odontológico e principalmente alimentar.
    Outra coisa, eles estão nos quatros cantos da cidade e no interior no estado, inclusive muitos já foram vistos andando de táxi e de transporte locação para outros estados, tenho um amigo que faz viagem para Recife diariamente e ele leva e trás eles.
    Só dias perguntas: a primeira será se não tem alguém por trás gerenciado este pessoalmente com a intenção de exploração e de tirar proveuto deles, a outra é, se o governo da Venezuela tem recursos bloqueados no Brasil, por que o governo não cria um mecanismo de liberação para a manutenção deste pessoal aqui.
    Será interessante também cada Petista do RN adotar um é leva para casa já eles são adoradores é fiel defensores do governo tirado da Venezuela.

  2. Cigano Lulu disse:

    Hoje fiz uma ação solidária: dei carona a quatro deles. Deixei-os em frente à rampa da governadoria, no Centro Administrativo. Fatão GD deve ter os acolhido calorosamente.

  3. Tales disse:

    A pergunta que não quer calar: por que esse mesmo grupo não faz um mutirão para ajudar os sem teto das ruas de Natal? Que por sinal cresce a cada dia. Não desmerecendo a ajuda prestada aos Venezuelanos.

    • Gabi disse:

      Leia de novo: a ação é do curso de relações internacionais. E já tem gente que faz inúmeras ações beneficentes para os moradores de rua de Natal. Alma Lavada, por exemplo, é só um deles. Se informe.

COMENTE AQUI