Santos anuncia a demissão do técnico Muricy Ramalho

Derrotado na final do Campeonato Paulista e sem vitória nas duas partidas que disputou até agora no Campeonato Brasileiro, o Santos decidiu demitir o técnico Muricy Ramalho. A surpreendente decisão foi comunicada ao treinador nesta quinta-feira (30).

Através de nota oficial, o clube explicou que está iniciando “um processo de um processo de reformulação após um dos períodos mais vencedores da história de 101 anos do Clube, com seis títulos conquistados e dois vice-campeonatos em um período de 40 meses, além da recuperação financeira que culminou, na semana passada, com a conquista da Certidão Positiva com efeitos de Negativa (Cepen), emitida pelo Ministério da Fazenda”.

No duelo deste sábado (1) contra o Grêmio na Vila Belmiro, o Alvinegro Praiano será comandado por Claudinei Oliveira, técnico do time Sub-20 e que no início do ano foi campeão da Copa São Paulo de Juniores.

O auto-denominado Comitê de Gestão do Santos agradeceu ainda os serviços prestados pelo técnico.

Muricy Ramalho assumiu como o comando do em abril de 2011. Na ocasião, ajudou o clube a sagrar-se bicampeão paulista, tri da Libertadores e vice-campeão mundial. Em 2012, liderou o Santos na conquista do tricampeonato paulista e no título da Recopa Sul-Americana. Em 2013 foi vice-campeão paulista. Ao todo, liderou o Santos em 150 jogos, alcançando 72 vitórias, 42 empates e 36 derrotas

A saída do treinador acontece apenas uma semana depois do anúncio da transferência do astro da equipe, Neymar, para o Barcelona. Porém, mesmo com o craque em campo nas últimas semanas o Santos vinha jogando mal, para desgosto da torcida, que passou a criticar o “muricyball”, estilo de jogo baseado em cruzamentos para a área.

Do R7