Saúde

Centros Covid de Natal têm horários de funcionamento ampliados nas sextas-feiras

Foto: Arquivo

A Prefeitura do Natal, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal), comunica que a partir desta sexta-feira (27) os três Centros de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19 passam a funcionar das 8h às 16h.

“A abertura dos Centros nas sextas-feiras em horário vespertino dá-se devido ao aumento da procura dos pacientes em busca do tratamento precoce na atenção básica. Reforçamos que a pandemia não acabou e que a população evite aglomerações, mantenha a higienização e o uso de máscaras”, reafirma George Antunes, secretário de Saúde de Natal.

A ação foi pensada pelo executivo municipal para melhor acomodar os moradores de Natal, após constatação de uma maior procura pela população dos serviços ofertados pelos locais nos últimos dias. Para evitar aglomerações, a prefeitura também realizou abertura dos centros nesse final de semana (21 e 22) e chegou a realizar um total de 515 atendimentos na capital potiguar.

O Comitê Científico de Natal vai revisar o protocolo de enfrentamento ao coronavírus e massificá-lo entre a comunidade médica da capital. Devem procurar o serviço indivíduos com sintomas leves de síndrome gripal como febre, tosse ou dor de cabeça, além de estar com CPF, comprovante de residência e cartão SUS para receber atendimento.

Centros de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19
(Segunda a sexta das 8h às 16h)

Nélio Dias: Av. Guararapes, s/n – Lagoa Azul

Cemure: Av. Coronel Estevam, 3897 – Nossa Sra. de Nazaré

Palácio dos Esportes: Rua Trairi, 516 – Petrópolis

Opinião dos leitores

  1. Querendo mostrar serviço.
    Antes das eleições natal era a capital dos sonhos ( assim se dizia). Covid controlada na eleição.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Centros Covid de Natal têm horários de funcionamento ampliados

Foto: Arquivo/SMS

A Prefeitura do Natal, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal), comunica os novos horários dos Centros de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19. Segunda a quinta, das 8h às 16h, e nas sextas das 8h às 12h.

“A SMS Natal realiza permanentemente o acompanhamento do fluxo de pacientes nos Centros e foi constatado que nas últimas semanas a procura tem sido maior, então para dar mais conforto e evitar aglomerações, voltamos com o atendimento nos dois turnos de segunda a quinta e nas sextas até 12h”, esclarece George Antunes, secretário de saúde de Natal.

George ainda esclarece que a pandemia em Natal está sob controle, que atualmente na capital tem 8 pacientes internados na UTI do Hospital de Campanha, onde sua capacidade são de 20 leitos e na enfermaria encontram-se 18 pacientes, onde a capacidade são para 100. “A todo momento, estamos lembrando que a pandemia não acabou. Nas últimas semanas, de acordo com nosso boletim epidemiológico, verifica-se que os casos confirmados são leves em adultos jovens e saudáveis com idade de 20 a 49 anos que não precisam de internação clínica”, comenta.

Mais de 20 mil pessoas já foram atendidas de 07 de julho a 14 de novembro de 2020 na estrutura montada pela Prefeitura do Natal nos três Centros de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19 no município. Os pacientes passam por triagem prévia de enfermagem, com avaliação de sinais e sintomas, consulta com profissional médico, testagem swab e dispensação de medicamentos quando necessário com prescrição.

O Comitê Científico de Natal vai revisar o protocolo de enfrentamento ao coronavírus e massificar entre a comunidade médica da capital. Devem procurar o serviço indivíduos com sintomas leves de síndrome gripal como febre, tosse ou dor de cabeça, além de estar com CPF, comprovante de residência e cartão SUS para receber atendimento.

Centros de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19

Nélio Dias: Av. Guararapes, s/n – Lagoa Azul

Cemure: Av. Coronel Estevam, 3897 – Nossa Sra. de Nazaré

Palácio dos Esportes: Rua Trairi, 516 – Petrópolis

Opinião dos leitores

  1. É preciso uma fiscalização rigorosa nos estabelecimentos comerciais como bares, restaurantes, inclusive com barulho de som alto (que incomodam muito) onde atrapalham o sossego alheio de quem precisa trabalhar ou estudar seja a noite ou de dia, seja presencialmente ou remotamente, fora as aglomerações. O poder público precisa cumprir seu papel sem precisar os cidadãos estarem o tempo todo tendo que fazer denúncias ou queixas, afinal todos pagam impostos seja pessoa física ou pessoa jurídica, porém é necessário respeito.

  2. A segunda onda virá, isso é óbvio, a não ser que alguma coisa seja feita enquanto estamos com os sinais sendo emitidos. Precisa ser contida as aglomerações, restabelecido o distanciamento social, obrigação de uso de máscaras nas ruas (alguns bairros não existe mais isso, redinha, por exemplo), entre outras medidas. Caso não seja tomado providência agora, teremos mais dezenas de milhares de mortes nós próximos meses. Ainda há tempo para evita-las.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *