‘É surpreendente ver que tantas mutações estão aparecendo ao mesmo tempo em tantos lugares’, diz uma das principais referências globais em estudos de imunologia

Foto: Kike Calvo/AP

Uma das principais referências globais em estudos de imunologia, a pesquisadora Akiko Iwasaki, da Universidade Yale (EUA), se debruça há um ano em pesquisas que possam ajudar a combater a covid-19, mas teme que a pandemia ainda esteja bem longe do fim. Suas maiores preocupações agora são com as variantes que já demonstraram a capacidade de reinfectar quem foi contaminado anteriormente e com a desigual distribuição de vacinas pelo mundo.

Autora de trabalhos importantes – como o que mostrou que é possível prever, pela a carga viral na saliva de pessoas contaminadas com a covid-19, se elas vão desenvolver um quadro grave; e o que revelou por que homens têm quase duas vezes mais chance de morrer pela doença –, Akiko participa nesta quinta-feira, 4, às 11h, de webinar aberto ao público promovido pelo Instituto Serrapilheira.

A pesquisadora vai abordar o papel da ciência básica no enfrentamento de desafios concretos, como a covid-19. O evento marca o lançamento do Programa de Formação em Biologia e Ecologia Quantitativas, que o Serrapilheira promove com o objetivo de preparar futuros cientistas para a pesquisa transdisciplinar em ciências da vida. Akiko faz parte do comitê consultivo do programa.

Em entrevista exclusiva ao Estadão, a pesquisadora aborda os desafios que a pandemia ainda traz para a ciência – como o que faz as variantes mais potentes surgirem e os obstáculos para o desenvolvimento de tratamentos contra a covid. Ela explica também suas descobertas mais recentes e em quais aspectos é preciso investir para deixar o mundo mais preparado para futuras pandemias. Confira a seguir:

Como a sra. avalia o status atual da pandemia. Em um ano a ciência conseguiu desenvolver várias vacinas, mas elas ainda não estão amplamente distribuídas em todo o mundo. Ao mesmo tempo em que diversas variantes estão surgindo e alguns países, como o Brasil, ainda sofrem bastante com a doença. Ainda estamos muito longe de combater a covid-19?

Infelizmente, acredito que sim. Sem vacinas amplamente disponíveis em todo o mundo, será difícil alcançar imunidade de rebanho. Em alguns países há mais vacinas que em outros. Obviamente há uma disparidade no acesso à vacina em todo o mundo. Então, estou preocupada com a escassez de vacina assim como a iniquidade da distribuição.

Quais são os maiores desafios agora?

Os problemas são multifacetados. As medidas de saúde pública não são implementadas igualmente em todo o mundo, como o uso de máscaras, o distanciamento social, os hábitos de higiene. E a adoção de lockdown também varia muito, em alguns lugares foi muito tarde, em outros muito cedo, e é possível ver uma grande diferença na incidência das taxas de mortes dependendo do momento do lockdown. São todos fatores importantes que fazem com que alguns países sofram mais.

Em um de seus trabalhos mais recentes, a sra. discute o que a reinfecção significa para a pandemia. Acredita que as reinfecções são agora um problema maior do que se imaginava quando os primeiros casos apareceram?

Sim. Porque as variantes estão em alta em várias partes do mundo. Sabíamos que iriam ocorrer mutações, mas é surpreendente ver que tantas mutações estão aparecendo ao mesmo tempo em tantos lugares. E essas variantes parecem ser mais transmissíveis, em alguns casos mais fatais. Isso vai colocar um pouco em xeque os programas de vacinação, porque a imunidade induzida pelas vacinas pode não ser capaz de prevenir todas as infecções que poderiam ser evitadas se não fosse pelas variantes.

A sra. diz que é surpreendente ter tantas mutações aparecendo ao mesmo tempo. E a sensação é de que emergiram rápido demais, antes mesmo de termos a chance de vacinar as pessoas. Qual se imagina que seja a explicação para isso? Tem a ver com o fato de o vírus ainda estar se dispersando demais?

A resposta completa para essa questão ainda é desconhecida. Há alguns dados surgindo que apontam que pessoas que têm a imunidade comprometida e que estão infectadas por muito tempo acumulam mutações. As variantes que estão despontando podem estar vindo desses pacientes que estão infectados por um longo tempo com covid. Como essas pessoas não conseguem eliminar o vírus sozinhas, costumam receber plasma de convalescentes. Isso pode acabar eliminando o vírus, mas dá tempo para que as mutações se acumulem antes da eliminação. O vírus que é selecionado para escapar do plasma convalescente pode circular na população dando origem às variantes. Ainda não está claro quais são exatamente as fontes dessas variantes. Pacientes imunocomprometidos podem ser uma delas, porque tendem a acumular múltiplas mutações dentro de si. Se este for o caso, antes de tudo temos de entender a fonte das variantes para que possamos eliminar a fonte e também prevenir que futuras variantes aconteçam. É algo que ainda não entendemos muito bem, mas que pode ser um motivo pelo qual estamos vendo as variantes. É bem preocupante.

Cientistas brasileiros estão bastante preocupados que o cenário de descontrole da pandemia no País possa fazer com que o Brasil se torne um celeiro para o surgimento de novas variantes. Concorda com essa avaliação? Este tipo de situação em que o vírus circula livremente pode ser uma das explicações para o surgimento das cepas mais preocupantes?

Concordo. Quando a transmissão é galopante, novos mutantes podem surgir e se espalhar. É como colocar lenha na fogueira. No outono e inverno de 2020, a transmissão nos EUA foi galopante, mas tínhamos apenas um vírus. Agora, os EUA também têm as variantes. Eu me preocupo com outra onda e mais variantes se não controlarmos a propagação entre a população.

Um de seus trabalhos durante a pandemia foi mostrar que a quantidade de vírus na saliva pode predizer quão grave será a doença. Como isso funciona?

Entender o que faz uma pessoa ficar muito ou pouco doente é importante para os médicos poderem planejar um tratamento melhor. A saliva é um modo bem conveniente de dizer se uma pessoa pode desenvolver uma doença pior. É um dos fatores chave, além da idade, para predizer doença severa. E é fácil de coletar, mais do que amostras de nasofaringe, e são melhores em prever severidade. Imaginamos que o motivo é porque amostras de nasofaringe detectam os vírus do trato respiratório superior, que não é o que faz a pessoa ficar doente. O problema ocorre quando o vírus vai do nariz para o pulmão. E porque há um mecanismo que propele o vírus do pulmão todo até a boca, com tosse, por exemplo, a saliva acaba guardando essa informação que se mostrou chave para predizer a severidade da doença.

A sra. também desvendou por que a doença é pior em homens do que mulheres. O que faz com que eles tenham quase duas vezes mais chance de morrer que elas?

Focamos nas diferenças biológicas em homens e mulheres. E realmente vimos diferenças na forma como homens e mulheres respondem a esta infecção, especialmente no começo da infecção. Mulheres tendem a estimular melhor a resposta das células T (uma das células do sistema imune) que homens, que tiveram níveis mais baixos de ativação das células T. E isso também corresponde com o fato de homens desenvolverem doenças mais graves que as mulheres. Uma coisa interessante que vimos é que, com a idade, homens têm uma queda na ativação das células T. Já as mulheres, não. Mesmo quando as mulheres estão com 80 ou 90 anos, elas ainda estão bem em ativação dessas células. Acreditamos que isso pode ter a ver com o cromossomo X, que mulheres têm duas cópias e homens, só uma. E sabemos que alguns genes do cromossomo X são muito importantes para o sistema imune.

Esse pode ser um dos motivos pelos quais vemos casais em que os homens ficam muito doentes e as mulheres, não?

Pode ser um de muitos fatores que mudam a resposta imune, entre outras coisas.

Há alguns indícios de que as vacinas têm sido capazes de aliviar os sintomas das pessoas que continuam com problemas mesmo depois de terem tido covid. Estes casos também vêm se mostrando como um dos desafios da pandemia?

Há centenas de milhares de pessoas, se não milhões, que têm consequências de longo prazo da covid. Se isso é provocado por um vírus persistente ou algo mais, ainda não sabemos, mas certamente não é um evento raro. Mesmo pessoas jovens e saudáveis tiveram sintomas por longo tempo depois da covid. É um problema enorme. De fato, há exemplos de reinfecção e subsequente infecção que também deixam as pessoas doentes, mas estou falando de pessoas que tiveram apenas uma infecção e por um longo tempo ficaram doentes. Para esses pacientes, neste momento, não tem nenhuma boa terapia. Isso é especialmente aterrorizante nos jovens, capazes, atléticos, que nem ficaram doentes no começo da infecção e, de repente, passam a ter sintomas debilitantes. Não conseguem ir ao trabalho, não conseguem pensar direito, se lembrar das coisas. São tantas questões relacionadas ao cérebro que é devastador para essas pessoas. E para elas não existe nenhum tratamento.

Na verdade não existe tratamento para caso nenhum, não é?

Sim, ainda precisamos encontrar soluções para ambos os problemas: prevenir a doença com vacinas e tratá-la quando as pessoas pegarem. A melhor forma para lidar com isso é encontrar terapias para tratar precocemente, porque se passa muito tempo, o único tipo de droga que vai ajudar são corticosteróides, como a dexametasona, que só melhora os sintomas, mas não cura a doença, não mata o vírus. Se puder interferir bem cedo, seja com interferon ou com anticorpos monoclonais, seria possível prevenir a ocorrência de doenças mais severas. Novas drogas são necessárias, especialmente antivirais, mas de novo teria de ser para tratar muito cedo. Teria de ter um grande estoque de bons antivirais prontos para serem usados para dar para as pessoas que acabaram de ser expostas à covid e dar imediatamente, como ocorreu com o tamiflu (com a H1N1). Mas ainda não temos isso. E acho que já deveríamos ter.

Um dos tópicos que a sra. vai conversar com estudantes brasileiros é sobre como a ciência deve se preparar para as próximas pandemias. O que já aprendemos com essa?

Certamente aprendemos várias lições com essa pandemia que nos preparam para as futuras. As vacinas são realmente a história de sucesso, mas há outras coisas que poderíamos ter feito, como ter uma prateleira cheia de antivirais prontos para serem usados. São coisas que sei que a comunidade científica pode alcançar, mas ainda não houve esforço determinado nesse sentido e é algo que acho que podemos fazer para o futuro. E obviamente investir em ciência básica é a chave. Toda a tecnologia para desenvolver todas essas vacinas veio da ciência básica. E a curiosidade é o que direciona a pesquisa. Se parar isso, não haverá mais avanços. Tem de ter investimento para isso. E nem precisa ser especificamente para vacina, mas só de tentar entender melhor como o corpo responde a vírus, em geral, vai nos ajudar a fazer melhores vacinas no futuro. Vigilância é uma outra área que temos de melhorar, com certeza. Há muita vigilância ocorrendo em várias partes do mundo agora, mas deveríamos manter esse nível de vigilância o tempo todo, mesmo sem pandemia, apenas para ver se há a emergência de novos vírus sendo transmitidos para humanos.

O que a sra. recomenda que os estudantes que estão iniciando a carreira científica agora deveriam focar tendo em vista a possibilidade de emergência de novas pandemias?

Estudantes deveriam estar aprendendo amplamente sobre diferentes assuntos. Obviamente, uma vez que tiverem esse conhecimento, podem focar em alguma área. Mas hoje em dia o que acontece é que tem tanta ciência interdisciplinar acontecendo, que se você sabe apenas uma coisa, não é suficiente. Você precisa entender diferentes ciências, como matemática, física, biologia computacional, etc. Não é preciso ser um especialista em tudo isso, mas é muito importante entendermos as bases de todas essas diferentes disciplinas. Para que um dia você possa colaborar e fazer as perguntas certas com os especialistas.

Estadão

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bosco disse:

    Tem uns idiotas por aqui, que se esse imbecil disser que a areia do deserto do Saara é água, eles acreditam!

  2. Andrea disse:

    Gente, e ela nem tocou no nome Ivermectina e Hidroxicloroquina. Ao contrario, foi bem clara ao dizer que não existe tratamento precoce.

  3. Pedro Henrique disse:

    E desde quando cientista sabe de alguma coisa? Se Bolsonaro disse que é só um resfriado, qual é o cientista que tem voto suficiente pra desmentir isso? Viva a democracia e sua sabedoria.

    • Tico de Adauto disse:

      Cuidado pra não perder um familiar para covid e “queimar” a língua.
      Hang tá ai como exemplo.

    • Jeremias disse:

      A internet e as redes sociais tem muitos méritos mas o seu grande problema é dar voz a quem nunca leu um livro na vida, só posts fake e memes bovinos. Aí vira esse grande circo onde não faltam palhaços. Me desculpe se você foi apenas irônico.

(VÍDEO): Homem com Covid é preso por contaminar maçanetas de veículos no RS

ASSISTA VÍDEO AQUI em matéria na íntegra

Um homem com coronavírus foi preso, na quarta-feira (3), após passar a mão em maçanetas de veículos em Planalto, na Região Norte do Rio Grande do Sul, relatou a Brigada Militar (BM). A polícia chegou até o suspeito após denúncias de moradores e análise de câmeras de segurança (veja vídeo acima).

Após a abordagem, a BM levou o suspeito a uma unidade de saúde para fazer um teste de Covid-19, que deu resultado positivo, com o vírus em atividade. O homem, que não teve a identidade e a idade divulgadas pelas autoridades, disse não saber que estava contaminado.

Após o registro de ocorrência na Polícia Civil, o indivíduo foi enviado para cumprir isolamento em casa. No entanto, o suspeito fugiu e foi encontrado, nesta quinta (4), em Iraí, a 33 km de Planalto, onde foi autuado novamente e isolado em um hospital.

Segundo o sargento da Brigada Militar Jonas Adriano Nicola, a polícia ainda não sabe a motivação do ato.

“Não sabemos se teve dolo ou culpa na conduta dele. A gente não sabe se ele faz algum tratamento psiquiátrico ou se sofre algum distúrbio”, relatou.

O prefeito de Planalto, Cristiano Gnoatto, informou ao G1 que o homem passou por problemas familiares recentemente, mas que não havia a confirmação de algum distúrbio mental.

Limpeza da cidade

O município realizou uma limpeza dos locais por onde o suspeito passou durante a quarta-feira, principalmente nos pátios da prefeitura e do Hospital Medianeira. Segundo o prefeito Cristiano Gnoatto, a comunidade foi orientada a reforçar os cuidados com a higiene.

“Ao redor de onde ele fez isso, no pátio da prefeitura e no hospital, a gente passou álcool 70º em todos os veículos, nas maçanetas. Nós colocamos, na internet, orientando a população para que tomassem as providências, fizessem a higienização, principalmente nas ruas centrais do município”, explicou.

Segundo levantamento da Secretaria Estadual da Saúde, Planalto teve 398 casos de coronavírus e 8 óbitos confirmados. A população do município é de 10 mil pessoas.

G1- RBS

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bolsonaro RN disse:

    Esse Zé do gado é um esquerdo para descontrolado, só fala besteira.

  2. Tico de Adauto disse:

    Coisa de adepto do bovinismo. Muuuuuuuuuu

  3. ZéGado disse:

    Pelo jeito de papangu, é bolsonarista.

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 94,3%; Grande Natal tem 94,8%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 94,3%, registrada no fim da manhã desta quinta-feira (04). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 520.

Até o momento desta publicação são 17 leitos críticos (UTI) disponíveis e 281 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 78 disponíveis e 239 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 94,8% dos leitos críticos ocupados, a região Seridó tem 94,3% e a Região Oete tem 93,4%.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Roque Santeiro disse:

    A notícia verdadeira é: para cada paciente que sai de alta por melhora, transferido ou por obito, tem de três a cinco aguardando a vaga. Como então essas taxas estão abaixo de 100% de ocupação? Essas perspectivas e taxas não condizem com a realidade.

  2. Raimundo Moura disse:

    A notícia verdadeira é: para cada paciente que sai de alta por melhora, transferido ou por obito, tem de três a cinco aguardando a vaga. Como então essas taxas estão abaixo de 100% de ocupação?

  3. Manoel F disse:

    Com essa cepa nova e sem vacinas, pode abrir leitos de UTI a rodo que não terão nem insumos nem profissionais suficientes para suprir…

COVID: “Algumas dessas mortes eram, como em toda parte do mundo, inevitáveis, mas, muitas, evitáveis”, diz Barroso, que ainda cita ‘sentimento de abandono Brasil afora’

FOTO: Nelson Jr./SCO/STF

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), disse nesta quinta-feira (4), na abertura da sessão da corte eleitoral, que muitas das mortes por Covid-19 no país eram evitáveis e que é legítimo o “sentimento de abandono Brasil afora”.

Barroso disse ainda que o país passa por um momento de desvalorização da vida. O ministro lembrou o recorde negativo de 1.840 mortes registradas em 24h na quarta-feira (3). O Brasil passa pelo pior momento desde que a pandemia começou, no início de 2020.

“Nós tivemos na data de ontem [quarta-feira] 1.840 mortos pela Covid-19 no Brasil. Nós estamos batendo recordes negativos. Algumas dessas mortes eram, como em toda parte do mundo, inevitáveis, mas, muitas, evitáveis. Nós estamos, infelizmente, vivendo um momento de desvalorização da vida, em que pessoas nos deixam e passam a ser tratadas puramente como números. É muito triste o que está acontecendo no Brasil, e é legitimo o sentimento de abandono que as pessoas têm pelo Brasil afora”, disse o ministro.

A média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias chegou a 1.332. A variação foi de 29% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

Já são 42 dias seguidos com a média móvel de mortes acima da marca de 1 mil; 7 dias acima de 1,1 mil; e, pelo quarto dia, a marca aparece acima de 1,2 mil. Foram cinco recordes seguidos de sábado até a quarta.

Diversos estados enfrentam escassez de vagas em UTIs, correndo o risco de ver o sistema de saúde entrar em colapso. Em meio à crise sanitária, governos estaduais e o governo federal não conseguem se entender sobre uma estratégia comum para combater a pandemia.

O presidente Jair Bolsonaro é contrário às medidas de restrição de mobilidade, que foram intensificadas por diversos governadores nos últimos dias para conter o avanço da doença. Bolsonaro tem dito que o governo federal faz sua parte na pandemia e, para reforçar o argumento, publicou em redes sociais uma lista com os repasses de verbas da União para estados em 2020. A atitude gerou revolta dos governadores, que alegaram que a maior parte dos repasses é obrigatória, e não tem a ver com gastos para a pandemia.

Estados também cobram do governo federal mais agilidade na compra de vacinas. Até a quarta-feira, 7.351.265 pessoas haviam recebido a primeira dose de vacina contra a Covid. O número representa 3,47% da população brasileira.

‘Desorganização’

Na sessão do TSE, o ministro Alexandre de Moraes, também se manifestou sobre a pandemia. Ele disse que o Brasil é o único país em que a segunda onda foi pior que a primeira e que isso é fruto da desorganização do país.

“Nós chegamos, único país do mundo em que a segunda onda da pandemia vem sendo muito pior que a primeira. E isso lamentavelmente em face de desorganização, em face de ausência de liderança, em face de diferenças políticas que vem infelizmente deixando de lado o mais importante, que é cuidar da população”, disse Moraes.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Morais disse:

    A culpa é desses caras.
    Entregaram a responsabilidade a quem não tem.
    Bote mais poderes na mão do consórcio Nordeste.
    E vire as costas, deixem eles deitarem e rolarem que melhora bastante.
    Estão se fazendo de doido é??
    O povo sabe porque está assim, essa cachorrada.
    Se encontramos nas urnas em 2022.
    Fátima e um monte desses governadores, vão rodar.
    Vcs vão vê!!

  2. Gadoe minhapeia disse:

    A culpa é dos esquerdistas que aparelharam as instituições com militontos.

  3. Tarcísio Eimar disse:

    Culpa o STF e da inércia dos Estados, tomaram pra si a responsabilidade não vemos nada de extraordinário em atitudes tomadas pelos estados. Pelo contrário, no lugar de amplia a rede de atendimento com mais leitos, terminaram foi diminuindo. Não dá pra entender.

  4. Luciano disse:

    Esse é o que é conhecido em Brasília como língua de veludo kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  5. Chega de CANALHAS disse:

    O STF deu poder a 5.568 Prefeitos e 27 Governadores, é óbvio que isso não iria dar certo. Mas querem atribuir a culpa ao Presidente. SÓ OS HIPÓCRITAS NÃO VEEM ISSO!!!

    • Natalense disse:

      Mentira! Só o presidente que boa fez nada, maior exemplo é não usar máscara e não gerar aglomeração.

  6. Santos disse:

    Tática do bolsonarismo para se enganar:
    1a. Mentir;
    2a. Xingar;
    3a. É falar mau dos outros pra justificar dos erros de bolsonaro;
    4a. É burrice mesmo.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  7. José carlos disse:

    Boca de veludo segundo Roberto jefferson

  8. Roque Santeiro disse:

    Tenha calma CIDADAO INDIGNADO, com isso vc pode ter um AVC, infartar, etc. Temos que acreditar em algo ou alguém, eu não acredito em ladrões condenados, sinto verdadeira alergia deles, tento então errar menos, ademais, quem não acreditar não deve votar mesmo, fique só na mítica e vê viver.

  9. Cidadão Indignado disse:

    O que temos de loucos alienados políticos. Pessoas defendendo esses trastes que estão no poder ou outros políticos. Bando de indecentes. Aberrações! Ainda conseguem defender esse louco que está no poder. Se tratem, trastes!

  10. Tico de Adauto disse:

    Desgoverno!!!

  11. Aparecida disse:

    Para as pessoas que sabem interpretar texto, reproduza a decisão do STF: " a União, estados, Distrito Federal e municípios têm competência concorrente na área da saúde pública para realizar ações de mitigação dos impactos do novo coronavirus "

  12. Aparecida disse:

    Para as pessoas que sabem interpretar texto, essa foi a decisão do STF no início da pandemia: " União, estados, Distrito Federal e municípios têm competência concorrente na área da saúde pública para realizar ações de mitigação dos impactos do novo coronavírus. Esse entendimento foi reafirmado pelos ministros do STF em diversas ocasiões."

  13. Josué disse:

    Derem mais poder a João calça colada pra ele fazer politicagem com a doença alheia que melhora.
    Não esqueçam do consórcio Nordeste.
    Eles sabem comprar respiradores inexistentes e ventiladores pulmonar quebrados.
    Pronto feito isso, vai salvar muitas vidas.

  14. Luiz Antônio disse:

    Não se pode cobrar de uma pessoa aquilo que ela não tem. O presidente não tem capacidade administrativa e nem noção de nada. É injusto colocar a culpa nele. Ele mesmo já falou que só sabia ser militar.

  15. Junior disse:

    Culpa sua que liberou as eleições 2020 seu crápula. Se tivesse adiado as eleições o aumento dos casos aqui no Brasil não teria começado em novembro/2020.

  16. Roque Santeiro disse:

    Acredito verdadeiramente que poderíamos culpar o governo federal, por várias razões na condução dessa pandemia, mais o STF deu a faca e o queijo aos governadores e prefeitos, aí o angu se formou, se politizada uma questão de saúde pública, assim, podemos afirmar categoricamente, que não temos um, mais vários culpados, inclusive o STF, que foi se meter onde não devia, tem culpa ainda a população extremamente sem educaçao.

  17. anderson disse:

    A carapuça serviu no gado. A culpa é de vcs que aglomeram, não usam máscara e gritam mito. Receba! Aí papai, agora é mansão de seis 🌽🌽 🌽🌽🌽

  18. Jose de Arimatea Lopes Fernandes disse:

    Vocês sabem que no governo Bolsonaro, o Brasil perdeu seu assento no bloco dos 10 países mais ricos do mundo? Pesquisar…
    Além de mais pobre, o Brasil foi o único país do mundo que a 2z° onde, estar matando mais do a primeira.

  19. Ana Lígia disse:

    Israel vacinou em massa, mais de 80%. Esse é o exemplo que vem de lá, mas Bolsonaro vai atrás do Spray.

  20. Helio disse:

    Dê mais poderes a prefeitos e governadores que melhora sr ministro.
    O plano agora é quebrar empresas e destruir empregos.
    Satisfeitos??

  21. Fernando disse:

    A culpa é desses caras.
    Estão tirando a bunda da seringa.
    Foram eles que botaram as ações nas mãos de prefeitos e governadores.
    Foi, ou não foi??
    Panela que muitos mexem ou sai, ensossa ou salgada.
    Agora aguenta.
    Seus incompetentes.
    Desastratos.
    Aqui fexaram leitos e hospitais.
    E vcs vão fazer o que??
    Não vem que não tem.
    Vcs os culpados juntos com a galera da política.

    • Francisco de Assis disse:

      Quem colocou as ações nas mãos dos prefeitos e governadores foi a CONSTITUIÇÃO. Não se esqueça da carga de culpa de quem promove aglomerações, desincentiva o uso de máscaras e ridiculatiza quem tenta se proteger.

    • Natalense disse:

      Vivemos em um Estado Democrático de Direito, uma Federação, composta por União, Estados e Municípios. Bastar estudar, ler um livro, a Constituição.

    • claudio disse:

      bozo louco

  22. Canhoto potiguar disse:

    Realmente é desoladora nossa situação.
    Ministros do supremo afrontam o senso comum diariamente e os analfabetos funcionais não percebem.
    O cabeça de ovo diz q há desorganização.
    Como se organiza? Concentra a decisão no governo federal ou deixa sob responsabilidade de 27 estados e 5.500 prefeitos?
    Mas a culpa é do bozo….

    • Antenado disse:

      Verdade. Estão tirando o braço da seringa. Fizeram a merda e agora não tem como consertar.

    • Francisco de Assis disse:

      Você realmente acha que a turma do general desorientado lá em Brasília conhece os problemas da sua cidade mais do que as equipes da prefeitura? Que lógica é essa? Eles nem sabem que você existe!

    • Natalense disse:

      Claro que a culpa é do presidente, ele até hoje insiste na cloroquina e no uso de medicamentos sem eficácia para combater o Covid-19. A irresponsabilidade dele é vista pelo simples gesto de não usar máscaras.
      Acho que ele deve passar por um exame de sanidade mental, urgente.

  23. Jose disse:

    Não é um problema de desordem social, é algo parecido com a gripe espanhola, ninguém sabe como surgiu e nem sabe como agir.

    • Natalense disse:

      Até sabe como agir. A humanidade venceu a Gripe Espanhola, mas, o presidente da república, se nega a reconhecer a existência da pandemia, como ato negacionistas, deixa de usar o item mínimo de prevenção ou de segurança: máscara facial, tipo N95.

  24. Natalense disse:

    Bolsonaro, o gênio sem cérebro.

    • David disse:

      Fátão, um santo do pau ôco, que deu sumiço em 5 milhões de reais destinados a compra de respiradores. Infelizmente muitos potiguares não usaram esses respiradores para salvar suas vidas. Muito triste e revoltante.

    • Rivanaldo disse:

      David 🐂🐂🐂🐂 que crítica o mito não está elogiando outra pessoa não.

    • Natalense disse:

      O sr. Tem que provar o tal "sumiço", isso cabe a justiça julgar. Porém, o simples fato do cara negar a pandemia e suas consequências pelo simples fato de não suar máscaras, já prova categoricamente a ausência de capacidade cognitiva mínima, daí vem a expressão: gênio sem cérebro.

Cipriano Maia cita ‘momento trágico’, diz que ‘a morte está chegando perto de cada um de nós’, pede mudança de atitude da população contra a covid, e confirma endurecimento de restrições

 Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Em entrevista ao Bom Dia RN desta quinta (4), o secretário estadual de Saúde Pública do Rio Grande do Norte, Cipriano Maia, diz que “vivemos um momento trágico”, e confirmou que o estado vai aumentar as medidas de restrição de circulação de pessoas.

“Vivemos um momento trágico, um momento triste, onde estamos vendo cada dia mais o sistema de saúde superlotado, saturado, em muitas regiões, em muitos estados do país, e aqui não seria diferente. Estamos abrindo leitos, mas essa abertura de leitos tem um limite humano, de profissionais, e ainda de insumos, de equipamentos”, afirmou.

O secretário confirmou que o estado vai ampliar as medidas de restrição para tentar conter o avanço da pandemia no Rio Grande do Norte. Ele não detalhou quais medidas serão tomadas. “Deverá sair um novo decreto ampliando as restrições. O limite está sendo discutido ainda para exatamente diminuir a circulação de pessoas e aumentar a fiscalização. Tem questões críticas que precisamos atacar, como o transporte público lotado. (…) É preciso que realmente só circule pessoas que estão em atividades essenciais, que sejam asseguradas todas as medidas de distanciamento pra conter a transmissibilidade, para ter um alívio da saturação no sistema de saúde”.

Ainda na entrevista, Cipriano Maia alertou o aumento do número de casos de Covid-19, de mortes e de internações pela doença no Rio Grande do Norte e no Brasil e pediu uma mudança de atitude da população.

“Já ultrapassamos 3.600 mortes no estado, o Brasil ontem bateu mais um recorde de mortes, então, se as pessoas não agem pelo bom senso que pelo menos ajam pelo medo. A morte está chegando perto de cada um de nós e isso exige que a gente possa mudar de atitude: deixar de negar a realidade, deixar de acreditar em ilusões, como por exemplo que existe tratamento precoce, e se cuidar porque a única forma que o mundo todo tem trabalhado para conter o vírus é exatamente o isolamento social, o distanciamento”.

 

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pereira disse:

    Não defendo fechar TUDO, mas aquilo que NÃO é Essencial. Chegamos a essa Tragédia Genocídio por parte da população Irresponsável e Inconsequente e a outra parte por CULPA de autoridades Covardes, Sem Coragem, Sem Determinação, Sem Interesse e Sem Vontade Política de combaterem a disseminação do covid-19. Sobrou Muito FAZ de CONTA, Mentiras e Enganação. Que DEUS tenha MISERICÓRDIA de NÓS e Ilumine as autoridades do RN.

  2. Santos disse:

    Mais fácil é dizer nas redes sociais, vá pra rua como o presidente recomenda, pois bolsonaro tem razão qdo ele diz que tem que dar o exemplo, não usa mácaras, toca nas outras pessoas após passar o braço no nariz e participa de churrascos, pq estão certamente nas suas varandas gourmets de olho em seus iphones curtindo suas aposentadorias de servidores públicos que, talvez nem temham passado por processo seletivo ou concurso públiclo, mas através do velho e conhecido QI, pra garantir o pagamento do seu saláriozinho de em média 8 ou 10mil, se for do executivo, pq se for de outros poderes aí vai de 15 pra lá.
    Aí é facil demais.

  3. Anderson disse:

    É muito fácil defender lockdown aquele que tem a geladeira abastecida, as contas pagas, e os salários tomo mês caindo na conta. Ao mesmo tempo, é muito difícil se colocar no lugar do pai de família que tem 03, 04, 05 filhos, e esposa para sustentar, e não tem qualquer outra renda exceto aquela recebida após um dia inteiro de trabalho, nas feiras, nas esquinas das ruas, no comércio popular do Alecrim, entre outros locais… A fome mata, e mata muito mais do que o coronavírus, e aqueles que defendem o fechamento total da economia simplesmente não têm empatia para pensar nos pobres, como se eles fossem a única causa da emergência que estamos vivendo atualmente.
    Na verdade, muita gente vai entrar na linha da pobreza, e quem tem condições vai continuar se aglomerando, nas festas clandestinas e varandas gourmet dos prédios luxuosos da nossa Cidade.

  4. Daniel disse:

    Um Grande General a serviço da sociedade Natalense. Poderia ser o nosso futuro Governador!

  5. revoltado disse:

    Sinceramente ainda tem quem acha esse patacoada competente? com certeza deve ser da corja de fatão!

  6. Natalense disse:

    Homem de fibra esse Secretario. Homem preparado, há se a Governadora fosse presidenta, com certeza teríamos um verdadeiro ministro da saúde e um líder no combate a está pandemia que assola o país: Cipriano Maia. Secretário, meus parabéns em nome do povo potiguar, só peço, continue trabalhando!

    • David disse:

      Verdade, deu sumiço em 5 milhões de reais destinados a compra de respiradores, muitos se foram pela falta desses equipamentos, e ele ainda tá aí solto. É forte, poderoso demais, aliás como seu chefe, o luladrão, são blindados

    • Natalense disse:

      Pesquisa no Google: "MP de Contas isenta governo Fátima pela compra frustrada de respiradores pelo Consórcio Nordeste".
      Fonte: Agora RN.

  7. DE OLHO NELES disse:

    quando governo de FATÃO vai informar a ajuda do estado do RN em dinheiro para os necessitado.

  8. Luciana Morais Gama disse:

    Cipriano me dê notícias dos CINCO MILHÕES DE REAIS…

  9. PACATO CIDADÃO disse:

    Já que o DESgoverno da "FESSORA" se mostrou incompetente na pandemia (5 milhões jogados fora em respiradores que nunca chegaram; 1,6 milhão na compra de respiradores que nunca funcionaram; não abriu hospital de campanha, etc), poderia de dignar em solicitar intervenção federal na saúde.

  10. Gustavo mafra disse:

    Certo. Está chegando maio de 2021 e cadê os 11 mil mortos de maio de 2020.
    Lá vem ele tocar o terror na população novamente.

  11. Gustavo disse:

    Academias vão continuar abertas? Um absurdo fechar praias e deixar o ambiente mais perigoso, que é academia, aberto.

  12. Iza disse:

    Lockdown urgente.

  13. Faça o bem disse:

    Concordo plenamente com o secretário, o momento é trágico e muito difícil; nunca a humanidade passou por isso. FAÇO UM APELO À TODOS, NÃO VAMOS RADICALIZAR POLITICAMENTE, VAMOS RESPEITAR OS MORTOS E AS FAMÍLIAS DESTA TRAGÉDIA MUNDIAL, REFLITAM PELO AMOR DE DEUS.

  14. BOLSONARO disse:

    A CRISE HOSPITALAR JÁ EXISTIA ANTES DA PANDEMIA. O CORONGA APENAS EXPÕS AQUILO QUE NÃO FUNCIONAVA, DEVIDO OS TERRORISTAS DOS GVERNOS PASSADO.
    QUANTA HIPOCRISIA DESSE SENHOR.

  15. Costa disse:

    Não abriu hospital de campanha, fechou o hospital Rui Pereira, o hospital de Canguaretama, as UTI s do hospital de São Gonçalo, deu fim a mais de 6 milhões, matou centenas de potiguares por falta de leitos de UTI e o que o governo do estado fez dos mais de 3 bilhões recebidos do governo federal.

    • Manoel F disse:

      Né isso! Muitos governantes fecharam leitos (assim como hospitais privados tb o fizeram) pq leitos custam caro (os de uti mais caros ainda) e talvez tb pq muitos não acreditaram que haveria segunda onda, ou talvez pq muitos acreditassem que haveria VACINAS e vacinação em massa a essa altura da pandemia… Mas como temos um inepto na presidência que acreditava em imunidade de rebanho fictícia e nega a ciência e as vacinas , complicou muito né!

  16. Teobaldo disse:

    Poodle foi tosado!!!!!!!!!!!!!!!

RN registra média mais alta de casos de covid-19 desde o início da pandemia, e número de óbitos se aproxima de pico em 2020

 FFotos: Reprodução Ministério da Saúde

Fevereiro e março se registram os números mais altos de casos de covid-19 no Rio Grande do Norte, desde o início da pandemia, há quase 1 ano. Conforme gráfico acima, o mês passado registrou a média mais alta, de 22,68%, maior que junho do ano passado.

Quanto ao número de óbitos, o estado registra em março uma média próxima do pico no ano passado, que foram os meses de junho e julho.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tom França disse:

    Pra bom entendedor, meia palavra basta! É só vê nesses mapas, como tudo tava caindo até setembro e voltou com força, a partir do início da campanha política, entre setembro e outubro. As imagens são claras. Resumo da ópera: o grande genocida é quem liberou as eleições. Não teve festa junina, não teve carnaval, não teve festa do boi! Sem mais.

  2. Raimundo Sérgio Barbalho disse:

    Não entro na discussão política, mas temos visto que:
    O importante foi ter a eleição, o resto a gente vê depois e ver a propaganda na mídia afirmando que era seguro.
    O importante é fazer lockdown, parar tudo, a economia se vê depois.
    O importante é fechar todos os ambientes abertos e ao ar livre.
    O importante é abrir hospital de campanha em estádios de futebol, para justificar a célebre e importante frase: "Pra quê hospitais, copa se faz com estádios de futebol".
    O importante é não seguir os protocolos comprovados em 42 estudos e usado em 15 países com a medicação testada e aprovada para prefinir os efeitos do covid, com algumas exceções.
    Se não é assim, peço desculpas, mas fico com o mundo real e não aquele produzido em discurso para justificar o que não foi feito ou está sendo dito e não existe.

  3. Cesar Bomone disse:

    Alguém aí tem notícias dos 5 MILHÕES dos respiradores, ou o RN vai ficar no prejuízo mesmo?

  4. André Fortes disse:

    “Ah, eu preciso sair pra trabalhar”

    Então você precisa de vacina

    “Ah, mas o governo tá se enrolando com a vacina”

    Então você precisa ficar em casa

    “Ah, mas aí eu não vou ter dinheiro pra comer”

    Então VOCÊ PRECISA DE AUXÍLIO EMERGENCIAL

    Adivinha quem resolve?

  5. Dantas Jr disse:

    Parabéns aos envolvidos!

RN registra o maior número de pacientes internados com Covid-19 desde o início da pandemia

O Rio Grande do Norte registrou o maior número internações pela doença, desde o início da pandemia, nessa quarta-feira (3), com 871 pessoas internadas por Covid-19.

O boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado aponta 464 pessoas em leitos de UTI e semi-intensivos e 407 em leitos clínicos, entre redes pública e privada.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fátima disse:

    Vamos esquecer direita ou esquerda, sobre os recursos que o governo federal manda pra estados e município não é do governo, é nosso dos nossos impostos, é obrigação dele passar para os Estados para que possam atender a população, outra coisa resta também a população deixar de ser irresponsável e fazer sua parte, não há mais necessidade de dizer a ninguém o que tem que fazer , todos sabem como prevenir e não sair contaminado os demais

  2. Luciano Brito disse:

    Estou do lado da verdade, tem muita politicagem contra a população.

  3. Mário disse:

    Obrigado Bozo pelo que você transformou o Brasil!!! Se sobrar eleitor , em 2022 você vai embora!!!

  4. Paulo Medeiros de araujo junior disse:

    O que ouve de ontem pra hoje?????

  5. JAG disse:

    Não adianda "fechar tudo" e não fiscalizar as aglomerações clandestinas, terá muito mais eficiência se manter aberto com protocólos rígidos, fiscalizar e punir quem não segue a risca as determinações, de outra forma é tapar o sol com a peneira, a população não adianta que a população não fica mais em casa, é só dar uma voltinha na ZN por exemplo.

  6. Jakeline disse:

    Gostaria de saber o porquê das minhas postagens não serem nunca publicada???!!

  7. Francis Diniz disse:

    Não é esquerda ou direita,
    bem ou mal,
    liberdade ou tirania,
    democracia ou ditadura,
    verdade ou mentira,
    ciência ou ideologia,
    vacina ou cloroquina,
    petismo ou bolsonarismo,
    paz ou guerra.
    É sobre vida ou morte.
    De que lado você está?

    • Mario disse:

      Do lado dos leitos que fecharam.
      Ou seja do lado da ciência.
      Jamais deveria ter acontecido isso, governo irresponsável.

  8. Daniel disse:

    Tubo bem que vão fechar tudo, mas como esse povo vai sobreviver com tudo fechado? Volto a sugerir um Empréstimo Compulsório de 70% encima do salário de Juízes e Procuradores afim de que seja revertido em Auxílio para a população do Rio Grande do Norte.
    Por outro lado tenho escutado relatos dos sintomas apresentados por parentes de conhecidos e muito destes sintomas se assemelham aos da DENGUE

  9. Cidadão disse:

    Governadora e o prefeitos fuleiros!

    Deixarem o Carnaval comer no centro, taí o resultado

    Eram pra ter proibido e fiscalizado aglomeração na época

    Quem paga o pato agora é o comércio

  10. Calígula disse:

    Governado pelo PT, querem o quê? Que o RN seja modelo de algo que preste?
    Hô Governadora incompetente e reiêra.
    MITO TEM RAZÃO
    MITO ETERNAMENTE
    CONTINUO 100% BOLSONARO

Com geral de 516 internados, RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 94,4%; região Oeste tem 97,6%, seguida da Grande Natal, com 92,9%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 94,4%, registrada no fim da manhã desta quarta-feira (03). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 516.

Até o momento desta publicação são 16 leitos críticos (UTI) disponíveis e 272 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 54 disponíveis e 244 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 92,9% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 97,6% e a Região Seridó tem 94,3%.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    Tudo gracas ao bolsonaro. Mas isso não é surpresa, pois o mesmo na campanha disse que sua especialidade era matar, então por pior que seja, está td dentro do esperado.

  2. Josué disse:

    Vamos abrir 400 leitos rápidos que acaba o caos.
    Precisa só de competência pra isso.
    Gente pra trabalhar tem espalhados pelos quatros cantos do Estado.
    Bora desgovernadora.
    Olhe aí os 24 milhões gastos em propagandas mentirosas fazendo falta.
    Tá vendo???
    Bora bora bora.

América emite nota de pesar pela morte do treinador Ruy Scarpino, vítima da covid

Foto: Reprodução/site do América

Em seu site oficial, o América publicou uma nota de pesar pelo falecimento do treinador Ruy Santos Scarpino, que treinou o alvirrubro no ano de 2008.

“É com imensa tristeza que lamentamos o falecimento do treinador Ruy Santos Scarpino, de 59 anos, vítima do Covid-19.

Ruy Scarpino, que atualmente trabalhava no Amazonas FC-AM, treinou o time profissional do Alvirrubro no ano de 2008, durante a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B.

O América Futebol Clube se solidariza com parentes e familiares neste momento de dor”, encerra a nota.

Covid: SP passa para ‘fase vermelha’ a zero hora de sábado

Célula infectada com partículas do novo coronavírusCélula infectada com partículas do novo coronavírus | NIH/Handout via REUTERS

João Doria anunciará daqui a pouco, em sua entrevista coletiva diária dada na hora do almoço, que São Paulo entrará, sim, na fase vermelha do plano de combate ao coronavírus a partir da zero hora de sábado.

A decisão foi tomada na manhã de hoje e a previsão é que essa nova etapa de restrições dure duas semanas.

Escolas não estão incluídas na fase vermelha e poderão continuar funcionando com aulas presenciais.

A fase vermelha permite o funcionamento apenas de setores essenciais da economia, como farmácias, supermercados, padarias, agências dos correios, petshops, clínicas veterinárias, postos de combustível e transportes coletivos, como ônibus, trens e metrô — e, agora, igrejas. Já shoppings, comércio de rua e academias, por exemplo — tudo para.

A decisão de pôr São Paulo na fase mais restritiva do plano é consequência óbvia do número crescente de mortes e contaminação por Covid no estado. Ontem, morreram 468 pessoas em São Paulo, o maior número desde o início da pandemia há um ano.

Lauro Jardim – O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Neto disse:

    Esse Doria gosta de cores né??
    Homem arco íris.
    Çei!!!

  2. Manoel F disse:

    O MINTOmaníaco é muito incompetente mesmo, é um presidente tão inepto que não consegue sequer comprar vacinas!

    • gado do gado disse:

      Leia mais as matérias dos jornais que em todo canto tem: A vacina está chegando, só é q o mundo inteiro cabeção q está procurando, demanda, será q vc entende, acho q não.

    • Manoel F disse:

      Foram oferecidas pro MINTO e ele deixou de comprar 100 milhões de doses da coronavac a serem entregues em dezembro do ano passado, entendeu? Ele deixou de comprar vacinas da Pfizer, a mesma que estão sendo usadas com sucesso em Israel, entendeu? Então, o inepto achou pouco e além de deixar de comprar as vacinas em tempo oportuno, não está querendo permitir que Estados e Municípios adquiram… Essas vacinas que estão prometendo para chegar em março e abril (como sabemos o governo do MINTO não é bom em cumprir prazos) talvez faça efeitos evitando a TERCEIRA onda, então quem sobreviver a atual SEGUNDA onda, que poderia ter sido evitada, vai poder tomar essas que ainda estão só na promessa, entendeu? Acho que não, a viseira impede vc de enxergar a realidade!

    • Neto disse:

      Mas a matéria fala do "país " de seu herói. Não deveria estar mais tranquilo lá?

  3. Potiguar disse:

    Calcinha apertada é muito incompetente. Só sabe fechar o comercio e mais nada.

Variante da Covid pode demandar 3ª dose da Coronavac, aponta estudo preliminar

Foto: Amanda Perobelli/Reuters

Pesquisadores brasileiros descobriram que duas doses da Coronavac podem não ser suficientes para a variante brasileira do novo coronavírus (P1), identificada primeiro em Manaus, capital do Amazonas, em dezembro de 2020.

A pesquisa, ainda preliminar, traz outro alerta importante: os anticorpos de quem já teve o novo coronavírus com a cepa mais comum da doença não garantem imunidade contra esta variante.

Apesar do alerta, pesquisadores que participaram do estudo, José Luiz Proença Módena e Fabiana Granja, ambos da Unicamp, destacaram que a aplicação do imunizante deve continuar e que essa é a “única forma de prevenir casos graves da doença”.

O estudo, conduzido por cientistas da USP, Unicamp, Universidade de Oxford entre outras instituições, sugere que a cepa, presente em pelo menos 17 estados brasileiros, é capaz de driblar a capacidade neutralizante dos anticorpos produzidos tanto por quem já pegou Covid-19, como por quem já recebeu duas doses da Coronavac.

O artigo chama a atenção para a possibilidade de novas variantes do Sars-CoV-2 serem mais resistentes às vacinas contra Covid-19. Para chegar a essa conclusão, os cientistas analisaram o plasma de oito pessoas que participaram dos testes da fase 3 da Coronavac e que já haviam sido imunizados com as duas doses da vacina no final de agosto.

Os pesquisadores confrontaram a capacidade dos anticorpos presentes no plasma de “vencerem” a nova variante P1 e a cepa do vírus que mais circula no País, da linhagem B, e perceberam que o vírus conseguiu escapar. Não há informações no estudo sobre a gravidade da doença para quem se reinfectar ou se infectar com a cepa P1 mesmo tendo sido vacinado.

“Nossos dados, em hipótese alguma, indicam que a Coronavac não funciona. Só chama atenção para o fato de que as medidas de controle da doença precisam continuar mesmo entre os que já tomaram a vacina, que dá proteção contra formas graves e é a única forma de aliviarmos a pressão sobre o sistema de saúde”, afirmou o coordenador Laboratório de Estudos de Vírus Emergentes da Unicamp, professor José Luiz Proença Módena.

Resposta imune

A Coronavac é produzida pelo Instituto Butantan e pela farmacêutica Sinovac e é a principal vacina contra a Covid-19 distribuída pelo Ministério da Saúde através do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Em nota, o Butantan informou que a vacina “induz ampla resposta imune” contra a Covid-19 e que “realiza estudos próprios em relação à variante identificada no Amazonas. Os resultados devem ser conhecidos nos próximos dias”.

“As novas variantes aumentam a chance de reinfecção. Quem já teve pode não estar protegido”, afirmou a pesquisadora Fabiana Granja, responsável pela manipulação do vírus em laboratório.

Anticorpos

Em outra conclusão que inspira preocupação, os cientistas analisaram o plasma sanguíneo de 19 pessoas que tiveram Covid-19. O resultado: há uma diminuição em seis vezes das chances de os anticorpos neutralizarem a nova variante.

Os pesquisadores seguem trabalhando e afirmaram que novos resultados, realizados com a análise do sangue de outras pessoas, estão mostrando os mesmos dados que os iniciais.

“É um alerta. Vamos continuar pesquisando. Talvez seja necessária a aplicação de uma dose de reforço, ou de vacinar as pessoas todo ano contra a Covid-19, como fazemos no caso da Influenza (gripe). As pessoas devem tomar a vacina, porque é ela quem vai evitar a ida ao hospital”, afirmou.

CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    Calça cravada, rindo de orelha a orelha com essa informação, mais uns milhões garantido, e quando aparecer uma segunda cepa vem a quarta dose a terceira cepa a quinta dose desse placebo e por aí vai , e o governo federal só pagando e afundando o país.
    Ôh, governo de bom coração , e se não quiser pagar o STF obriga e o governo que se vire aumentando a sua dívida vendendo títulos públicos para arrecadar dinheiro e pagar . E todos aqueles ligados ao calça cravada nos estados ganham, menos o povo.

  2. Santos disse:

    Obrigado aos governadores em especial ao governador João Dória, por ter assumido a frente no combate ao coronavirus.
    Qto ao irresponsável, espero que seja preso, o qto antes, por crime contra a saúde pública.

  3. JOSÉ disse:

    Assistam o vídeo da Dra. Roberta Lacerda, muito esclarecedor.

    • b disse:

      e depois leiam a bula do remédio que ela recomenda, na parte q fala sobre o fígado

  4. Tico de Adauto disse:

    DoriaVac vacinando o Brasil 👏👏👏

  5. Roque Santeiro disse:

    Nenhuma essas vacinas até agora fabricadas, garante com segurança total a imunização do vacinado. As diversas variações de eficácia são preocupantes e limitantes, bem como, o surgimento de novas cepas, imunizar só não resolve, apenas minimiza.

  6. luciano disse:

    Vacina da China só podia ser de péssima qualidade

  7. CNN disse:

    Logo será uma por mês!

  8. Salatiel disse:

    Os fabricantes da Vacina contra o Covid estão rindo a toa, vários estão ficando bilionários segundo uma reportagem, quanto mais vacinas melhor para eles. Se a vacina salvar mesmo vidas que fiquem cada vez mais ricos, agora se a indústria estiver se aproveitando do caos, logo saberemos.

  9. Amo Lula disse:

    Começou a BAGAÇA , compraram gato por lebre , quem confia nessa VACINA 🤦🏼‍♂️, chá e reza braba NÃO FAZ MAL A NINGUÉM, é o jeito !!!

  10. Bolsonaro RN disse:

    Mais motivos, E haja mais dinheiro pra governadores e prefeito, de grão em grão a galinha enche o papo.

Natal inicia vacinação dos idosos com mais de 80 anos nesta quarta 

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Natal inicia nesta quarta-feira (03) a vacinação dos idosos com mais de 80 anos. Para ter acesso à vacina, o idoso precisa apresentar comprovante de residência de Natal, cartão de vacinação e documento de identidade com foto.

Os locais da vacinação são os drive-thru do Palácio dos Esportes (Zona Leste), do Via Direta (Zona Sul) e o do Ginásio Nélio Dias (Zona Norte), das 8h às 16h, de segunda à quinta-feira, e às sextas, das 8h às 13h. Nos drives do Via Direta e Ginásio Nélio Dias, também há sala de vacinação para pedestre.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS Natal), a estrutura de vacinação na capital potiguar conta ainda com mais 10 salas em Unidades Básicas de Saúde que funcionam de segunda à sexta-feira, de 8h às 12h30 e de 13h30 às 16h. As unidades se localizam no Distrito Sanitário Norte I: UBS Pajuçara e UBS Nova Natal; Distrito Sanitário Norte II: UBS Panatis e UBS Vale Dourado; Distrito Sanitário Leste: UBS São João e UBS Brasília Teimosa; Distrito Sanitário Oeste: UBS Felipe Camarão II e UBS Nazaré; Distrito Sanitário Sul: UBS Candelária e UBS Rosângela Lima.

Acamados

A Prefeitura iniciou na segunda-feira (01) a segunda dose da vacinação dos idosos acamados. Na primeira etapa, 2.631 pacientes receberam a vacina em domicílio, com estratégia iniciada em 10 de fevereiro, e agora recebem o reforço da Coronavac. Caso algum idoso acamado com cadastro realizado não tenha recebido ainda a primeira dose, a família deve procurar uma Unidade Básica de Saúde comunicando o fato que será agendado um dia para vacinação.

Profissionais de Saúde

Os profissionais de saúde, que por algum motivo, não puderam tomar a segunda dose da Coronavac devem comparecer em um dos pontos de vacinação da Prefeitura do Natal e tomar o imunizante.

Com geral de 504 internados, RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 94,1%; região Oeste tem 97,6%, seguida da Grande Natal, com 92,8%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 94,1%, registrada no fim da manhã desta terça-feira (02). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 504.

Até o momento desta publicação são 17 leitos críticos (UTI) disponíveis e 269 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 75 disponíveis e 235 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 92,8% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 97,6% e a Região Seridó tem 91,4%.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pereira disse:

    Mais uma vez o governo, Mente, engana e Faz de Conta que cuida Efetivamente da população Irresponsável e Inconsequente., Quando diz que Abriu 700 leitos para Covid-19. Vejamos ; 17+269=286 utis. Enfermaria! 235+75=310 Total de; 596 entre utis e Enfermaria e NÃO a MENTIRA de 700 leitos abertos. TUDO no FAZ de CONTA Mentiras e Enganação. Que DEUS tenha MISERICÓRDIA de NÓS.

  2. JOÃO OTÁVIO MERCADANTE disse:

    Significa que para cada pessoa internada com covid existem 7 mil potiguares sob toque de recolher, muitos sendo obrigados a perder o que construíram ao longo de toda uma vida.

  3. Jailson disse:

    Está tudo lotado em natal. Essa é a verdade

  4. Nice disse:

    Em 2019 o IBGE informa que a populção do RN é de 3,5 milhões de habitantes…e com 504 leitos sendo usados, beirando os 100%. Definitivamente a saúde nunca foi levada a sério pelos gestores do nosso estado…

    • ze viola disse:

      Então tem que abrir uma UTI para cada morador do RN? bote na sua cabeça que o COVID é uma doença perigosa e que muita gente nem liga, vc deve ser uma delas.

  5. Calígula disse:

    Graças à Fátima Bezerra , que fechou hospitais Rui Pereira e o de Canguaretama.

  6. Sergio disse:

    Muito bom esse gráfico, fico imaginando como seria uma ocupação de 125%, principalmente em UTIs, seria com 1 entre 4 pessoas deitadas com um no colo?

Em 16 dias, 39 pessoas morrem à espera de UTI para o coronavírus no RN

O portal G1-RN destaca em reportagem nesta segunda-feira(01) que em 16 dias, 39 pacientes morreram antes mesmo de conseguirem acesso a um leito destinado ao tratamento da Covid-19 no Rio Grande do Norte. Desse total, 23 (58%) foram somente na região metropolitana de Natal.

Segundo a reportagem, os números refletem casos em que o pedido de regulação para um leito foi suspenso pelo falecimento do paciente. Além dos óbitos, o estado teve 43 pedidos de regulação para leitos suspensos por falta de transporte. A região metropolitana foi responsável por 28 cancelamentos desse tipo. Os dados compilados entre os dias 12 e 28 de fevereiro constam do documento “Rio Grande do Norte: ‘uma nova onda'”, construído por um grupo de pesquisadores do Laboratório de Inovação Tecnológico em Saúde (Lais) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que analisam a situação recente no estado. Leia mais AQUI.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Romero Cezar da Câmara disse:

    Leitos de UTI pra quê? Uma gripizinha dessa basta ivermectina, cloroquina,Anita, desinfetante americano e ozônio furical. Máscara nem pensar e vamos aglomerar.

  2. Roque Santeiro disse:

    Amigo pode mudar de alcunha, de sabiçhao para BURRAO, vc sabe ler? Luciano sabe, George sabe, Silva, etc. É muita ignorância, por culpa em um presidente que só ajudou os Estados, vá lá, conversou besteira e falou tem demais. Mais muito do que previu estamos vendo, e de novo, essa história de verme ! É mesmo? Toma quem quer, toma onde é quando quer, deixa de ser imbecil, essa política sebosa e o nosso comportamento é que está deixando a coisa feia.

  3. Roque Santeiro disse:

    Amigo pode mudar de alcunha, de sabiçhao para BURRAO, vc dá ler? Luciano sabe, George sabe, Silva, etc. É muita ignorância, por culpa em um presidente que só ajudou os Estados, vá lá, conversou besteira e falou demais. Mais muito do que previu estamos vendo, e de novo, essa história de verme ! É mesmo? Toma quem quer, toma onde é quando quer, deixa de ser imbecil, essa política sebosa e o nosso comportamento é que está deixando a coisa feia.

  4. Tico de Adauto disse:

    O PR bovino continua sua matança. Ninguém detém esse genocida, meu Deus.

  5. CONTRA COVID disse:

    Enquanto as pessoas acharem que tem pumão de aço, e que nada vai acontecer essa pandemia não vai passar tão cedo, a ivermectina pode até funcionar, mas se eu tomo, o que vai acontecer é que vou ter uma carga viral menor, vou ter menos sintomas, e transmitir menos, mas se eu passar o virus para alguém que não toma, o que irá acontecer, é que ela pode ter o quadro grave da doença, enquanto comerciantes, igrejas, puteiros, e todos os setores não pararem de pensar em sí próprio, Bolsonaro pode mandar 1 trilhão, o governo do estado pode abrir 1 milhão de leitos, nunca será o suficiente.

  6. Sabichão disse:

    Vão na onda do falso mesias.. vão farrar, tomar cachaça.. vão trabalhar pra dar dinheiro a empresario e tomar remédio de verme! O falso mesias vai tomar sua alma!!!

  7. Luciano disse:

    Não consigo entender… Nunca desde o início da pandemia, os leitos do RN nunca chegou a 100% , hoje salvo engano tá 90% e como morre gente por falta?

    • george disse:

      Acho que esse percentual é geral (Estado toda), mas pode ser que em alguma região/cidadeesteja lotado.

      Mas djabo de quem sabe qual é a verdade

      Valeu Luciano!

    • Minion alienado disse:

      O camarada já buscou se informar sobre o processo de liberação e reocupação de leitos?

  8. Silva disse:

    Cadê a governadora? Deve tá gastando dinheiro com publicidade. Isso é caso de cadeia

  9. Bodim disse:

    Isso é uma vergonha.
    Culpa de quem fechou os leitos achando que a pandemia tinha acabado.
    Genocidas
    Incompetentes.
    Taí o prefeito fe São Gonçalo de testemunha.
    Lá mandaram fechar também.

Com apoio do governo federal, governo do RN prevê abertura de quase 100 novos leitos Covid-19 até a próxima semana para Natal e mais quatro municípios

FOTO: SESAP/ASSECOM

Em razão do colapso na saúde no município de Natal e na Região Metropolitana, o Governo do RN informa nesta segunda-feira(01) que até a próxima semana serão abetos mais 97 leitos de UTI Covid em Natal e mais quatro municípios.

Na capital do estado serão abertos: treze (13) leitos críticos de UTI no Hospital Giselda Trigueiro, vinte e seis (26) no Hospital João Machado, nove (9) leitos no Hospital Universitário Onofre Lopes, dez (10) leitos no Hospital da Polícia, além do auxílio com kits completos de UTI com monitores, ventiladores e bombas de infusão para funcionamento de dez (10) leitos críticos no Hospital de Campanha de Natal.

A expansão contempla ainda os municípios de João Câmara com dois leitos, quatro leitos em Macaíba, dez leitos no Hospital Belarmino Monte, em São Gonçalo do Amarante (via Termo de Ajustamento de Conduta – TAC). Totalizando 84 leitos críticos na Região Metropolitana, além de treze leitos na Região Oeste, com 10 leitos no Hospital São Luís, de Mossoró, e três leitos em Pau dos Ferros.

O Rio Grande do Norte possui hoje 566 leitos clínicos e críticos Covid-19, disponíveis no Regula RN – sistema pioneiro no país de transparência e acesso público. A estes estão sendo somados os outros 97 leitos viabilizados pelo Governo do Estado. Deste total de 97 novos leitos, 37 deles já estão em funcionamento: Hospital de Campanha de Natal (10), Hospital Onofre Lopes (9), Giselda Trigueiro (2), Hospital João Machado (2), São Gonçalo do Amarante (10), Pau dos Ferros (3) e João Câmara (1).

Estão com ampliação em curso os leitos em Mossoró (10), Macaíba (4), Hospital da Polícia Militar (10) e Giselda Trigueiro (11).

Não houve fechamento de leitos até o momento, mas sim uma reversão para atendimento de outras patologias que não são Covid, quando a pandemia vinha decaindo no estado.

Diante do aumento da taxa de ocupação dos leitos, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) está na fase de mutirão dos trabalhadores da saúde para a abertura dos novos leitos até a próxima semana.

Ministro garante apoio à governadora para a expansão de UTIs Covid no RN

A governadora Fátima Bezerra se reuniu na noite da quinta-feira (25) com o ministro Eduardo Pazuello e solicitou o apoio do Ministério da Saúde para a aquisição de equipamentos de UTIs/Covid e também para o custeio de leitos críticos em funcionamento e os que serão habilitados nos próximos dias.

Ela obteve a garantia, pelo ministro, do envio de ventiladores mecânicos e monitores, ambos já disponíveis no Ministério da Saúde. Pazuello assegurou ainda, quanto às bombas de infusão solicitadas pela governadora, que envidará esforços para aquisição e envio ao Rio Grande do Norte.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Azevedo disse:

    Se não fosse o presidente Jair Bolsonaro derramando dinheiro para a Covid no RN, talvez já tivéssemos chegado aos11.000 óbitos que o Poodell da saúde previu o ano passado.

  2. olimpio disse:

    Essa petista é incompetência em pessoa, tudo depende do governo federal.

  3. Tico de Adauto disse:

    Bora governo do RN, vai ao STF garantir os leitos. Esse ministro fantoche não tem palavra.

  4. João Soares disse:

    Eita veio macho esse Fátima GD, conseguiu com suas atitudes de fechar leitos hospitalares, transformou o estado no maior índice de transmissibilidade do país, 1,49. Eita veio macho.

  5. Anderson disse:

    Garantia de ministro desse governo é igual a cuspe no chão, não dá nem tempo voltar, já era. Mpf tá de olho em vc pazu… Jajá a casa cai

  6. Wilson disse:

    Wilson
    É interessante o Estado do RN anunciando a abertura de 97 novos leitos , mais esquecem de anunciarem que em dezembro/2020 fecharam o Hospital Ruy Pereira que contava com 100 leitos dos quais 16 eram leitos de UTI's, esses leitos do Ruy Pereira não estão fazendo falta? e porque a imprensa se omite a noticiar esse fato?

  7. Chega de CANALHAS disse:

    Parabéns ao Governo Federal, dando apoio a estados e municípios da federação independentemente de ideologia partidaria. Assim que tem que ser, somos um só povo e uma GRANDE NAÇÃO!!!

  8. Petrucio Cabral Lins de Araújo disse:

    Essa notícia deveria existir todo mês desde junho de 2020.
    Mas acompanhamos que a Prefeitura de Natal fez seu dever, usou estrutura ociosa e instalou o hospital de campanha em hotel fechado na via costeira. Usou vários locais públicos, como o palácio dos esportes e disponibilizou equipes para atender as pessoas com suspeita de covid e ainda teve a responsabilidade de adotar o protocolo de medicação precoce contra o vírus. Depois também passou a usar o hospital dos pescadores para atender a pessoas com covid.
    Por outro lado foi noticiado que o hospital de São Gonçalo foi descartado em plena pandemia e leitos antes alugados sendo entregues a rede privada pelo governo do estado.
    Mas foi destinada muita verba para o RN, segundo o portal da transparência, foram R$ 21 bilhões, com R$ 5,5 bilhões em forma de auxílio. Onde foram parar os outros R$ 16 bilhões?
    Tudo o que sabemos, pois é notícia pública, é que foram transferidos para o consórcio nordeste R$ 5 milhões e ainda não se sabe a troco de quê.
    Também existe a notícia que foram gastos R$ 1,5 milhões em respiradores que nunca funcionaram, por defeito, mesmo estando no prazo de garantia.
    Então podemos averiguar que existem comportamentos distintos no combate a pandemia.
    Longe de mim fazer qualquer julgamento ou juízo de valor, isso cabe as pessoas diante dos fatos publicados e de conhecimento público.

  9. EuzinhaApoioBolsonaro disse:

    Isso é que é Governo, o FEDERAL!!!! Dá-lhe Bolsonaro!!!!!

  10. Nordestino disse:

    Tudo politicagem, abrir depois que entra no estado de colapso total . Imoral isso , ambos os governos são responsáveis pelas mortes .

  11. Lula disse:

    Ôôôô véi macho da gota serena.
    Esse aí é topado.
    O melhor presidente do Brasil.
    De todos os tempos.
    Jair Messias Bolsonaro.
    Há hiver governador do RN também.

RN registra 09 óbitos por covid-19 nas últimas 24 horas

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira (01). Casos confirmados totalizam 167.429.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 3.608 no total, sendo 09 (nove) mortes registradas nas últimas 24h, em Natal(02), Mossoró(02), Parnamirim(01), Ceará-Mirim(01), Bom Jesus(01), Arez(01) e Ipanguaçu(01). Óbitos em investigação são 726.

Casos suspeitos somam 86.760 e descartados 364.838. Recuperados são 123.331.