Parrachos de Maracajaú e Rio do Fogo: monitoramento paralisa atividades turísticas entre os dias 1 e 20 de junho

Parrachos da APARC têm atividades turísticas suspensas para monitoramento. Foto: Divulgação

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte – Idema comunica que, entre os dias 1 e 20 de junho, ocorrerá a paralisação anual da atividade turística nas áreas de visitação da Área de Proteção Ambiental Recifes de Corais. O hiato na localidade dos Parrachos de Maracajaú e Rio do Fogo acontece em cumprimento à recomendação feita pelo Plano de Manejo da Aparc (Portaria 136/2012).

O supervisor do Núcleo de Unidades de Conservação, Rafael Laia, explica que durante a paralisação será realizado intenso monitoramento ambiental: “Essa atenção é muito importante para registrar o comportamento do ecossistema recifal sem a interferência humana”, afirma.

O Idema conta com a compreensão e parceria de todos os operadores e turistas da região. Cuidar da saúde dos parrachos é garantir a manutenção da biodiversidade e do turismo no Rio Grande do Norte.