PSN e Xbox Live sofrem ataque hacker e ficam fora do ar durante o Natal

Por interino

As plataformas de jogos on-line Playstation Network (PSN), da Sony, e Xbox Live, da Microsoft, sofreram um ataque hacker que as deixou fora do ar nessa quinta-feira (25).

O grupo hacker “Lizard Squad”, que esteve por trás de outro ataque à PSN no começo do mês, reivindicou os ataques contra as duas empresas.

O grupo anunciou que parou o ataque na madrugada desta sexta (26) e que os serviços devem ser completamente restabelecidos nas próximas horas.

O ataque cessou após o empresário alemão Kim Dotcom, conhecido como o criador do extinto site de downloads Megaupload, entrar em cena e negociar com os hackers pelo Twitter.

“Olá Lizard Squad. Eu quero jogar ‘Destiny’ na Xbox Live. Eu vou dar a todo o seu grupo cupons vitalícios para o Mega se vocês nos deixarem jogar. Pode ser?”, escreveu o empresário.

Dotcom ofereceu 3.000 cupons para contas premium em seu site de compartilhamento de arquivos Mega Privacy aos membros do Lizard Squad para que o ataque fosse encerrado.

“Obrigado pelos cupons Kim Dotcom. Você é a razão pela qual paramos os ataques. O Mega Privacy é um ótimo serviço”, diz um tuíte do grupo hacker.

Segundo o site da Sony, a Playstation Network (PSN) continua indisponível na manhã desta sexta-feira. Já a página de suporte da Microsoft diz que a Xbox Live voltou a funcionar, mas alguns usuários dizem no Twitter que ainda enfrentam problemas para acessar a plataforma.

Folha Press